fevereiro 2012

Posts no mês fevereiro 2012

29. Fev. 2012

(52) weeks february! (part 1)

Arquivado em: Fotos da semana

Antes de colocar as fotos do mês, quero agradecer a todos que deixaram comentários aqui no blog e me enviaram e-mails se manifestando sobre o assunto de bullying. Fiquei feliz por ter conseguido provocar uma reflexão sobre um assunto tão sério!

Obrigada de coração pelas palavras e pelo apoio de vocês :) Sério, esse retorno que vocês me dão me motiva a cada vez mais investir o meu tempo aqui no blog, a tentar tirar as dúvidas, fazer os posts que vocês me pedem etc. O A Series of Serendipity está crescendo e passando por algumas mudanças. Muito em breve farei um post explicando para vocês as novidades e o que vai mudar por aqui, mas já vou adiantando para não se preocuparem porque a essência dele vai continuar a mesma :)

Pessoal, eu estava pensando em, ao invés de fazer um post mensal com as fotos do projeto e as outras que tirei do mês, fazer um post semanal. O que vocês acham? Aí não acumula tanta foto pra um post só!

♥ (52) weeks of Honey:

Semana 5:

Foto que tirei pra ilustrar esse post

Essa foi a minha foto favorita com o bomboniere :P

Macaroons

Home is wherever I’m with you

Tirei essa foto só por causa do esmalte :P

Spock, eu e a Cami, a famosa criadora dos toys mais lindos e colecionáveis do mundo!

Semana 6:

Foto que virou meu avatar na maioria das minhas redes sociais

O Spock estava comendo um biscoitinho na hora da foto :)

Pós-banho

Livre do lacinho :P

Semana 7:

Ganhei de presente da minha amiga Leti (obrigada de novo, chuchu!)

Tirei essa foto pra desejar “boa volta às aulas” para o pessoal que me acompanha :)

Semana 8:

Diletto! Acho esse picolé tão lindo (sou esquisita? haha)

Granizo ♥

Ainda vou conseguir transformar o símbolo da apple em coração (:

Spock com medo do aspirador de pó!

Devido a quantidade de fotos (e a minha falta de tempo no momento), resolvi colocar as fotos do (52) ♥ Weeks em outro post, tá? Em algumas semanas eu tirei muitas fotos e por isso esse post já ficou maior do que eu esperava.

Ah, tenho mais um “desabafo” pra fazer! Sei que alguns de vocês já estão ficando cansados de ver tantas fotos no meu quarto, fotos parecidas etc. e quero que vocês saibam que eu também estou! Sério, ultimamente tenho tido muitas ideias e vontades diferentes de fotografar, mas devido a algumas limitações (uma delas é o medo de sair pela cidade sozinha com a minha câmera e outras são alguns problemas pessoais) não consegui colocar isso em prática ainda. Espero que em março eu consiga mostrar pra vocês fotos diferentes, em outros lugares, diferentes tons, mas com o meu toque e meu olhar :)

Mais uma vez, muito obrigada pelo carinho!

xoxo e até o próximo post

EDITADO: Até dois minutos atrás, toda pessoa que tinha um comentário aprovado conseguia comentar novamente sem passar pelo filtro de aprovação quando usava o MESMO nome/e-mail/site. Sempre que alguém comentava pela primeira vez OU usava um e-mail/nome/site diferente o comentário era retido no filtro para aprovação.

Infelizmente, algumas pessoas não perceberam isso (não as culpo!) e começaram a mandar comentários reclamando (alguns até ofensivos) por “eu aprovar” outros e não os delas. Pessoal, não fico 24 horas na frente do computador aprovando comentários. Boa parte deles aparecia direto no blog, mas como isso começou a criar confusão, a partir de agora TODOS os comentários serão retidos no filtro para aprovação e evitar mal entendidos, ok? Ah, eles serão aprovados em ordem cronológica e à medida que eu acessar o meu blog! Pode ser que demore um pouco!

Aproveito para relembrar que comentários que eu considere invasivos, ofensivos a mim ou a qualquer outra pessoa/blog  não serão aceitos nem respondidos em respeito a mim e aos meus leitores :)

28. Fev. 2012

shame on you!

Arquivado em: Falando de...

Hoje resolvi fazer um post diferente, um post de desabafo. Recebi um link pelo twitter mostrando que eu apareci no “famoso” e “temido” Blogueira Shame. Já tinha ouvido falar, mas até hoje não tinha entrado por dois motivos: 1. não consigo achar interessante um blog feito especialmente para tirar sarro de outras pessoas e 2. por ter mais o que fazer.

A crítica inicial foi por ter feito um post sobre “como usar uma agenda”, mas acabou se estendendo para o fato de eu ter 24 anos (evidenciado no post pelas blogueiras), gostar de coisas fofas, gostar de “fotografar sonhos” etc. Claro que receber uma série de críticas por ser quem você é não é fácil, mas o fato de elas terem sido feitas por pessoas anônimas e que sentem prazer em falar mal dos outros tiram todo o seu crédito. Sim, eu fiquei triste com o que li, mas não eu não vou mudar por causa do que li.

É clichê falar isso, mas as pessoas se preocupam tanto em criticar os outros que acabam esquecendo de cuidar da própria vida. Triste, mas é verdade. Se as pessoas se preocupassem mais em fazer o que gostam sem atingir negativamente os outros, o mundo seria um lugar melhor.

Tenho 24 anos e gosto de coisas fofas, mas isso não me torna uma pessoa imatura/infantil. Pelo contrário, acredito que tenho maturidade o suficiente para assumir a minha idade e não negar as coisas que gosto por medo de julgamentos alheios.

Na verdade, não resolvi fazer esse post para falar sobre as críticas que recebi, e sim para falar o quanto um blog como o Blogueira Shame pode ser nocivo. Sabe, muitas pessoas sofrem bullying diariamente “na vida real” e tentam fugir disso na internet, criando uma “nova vida”, onde eles podem falar sobre coisas que gostam sem ser criticados/ofendidos/agredidos (o que está cada vez mais difícil já que o cyberbullying está cada vez maior).

Ter uma formação em Psicologia me ajudou a entender muitas coisas do comportamento humano, mas acreditem, você não precisa ficar 5 anos na faculdade estudando para saber que seus atos têm consequências. Isso é algo aprendi quando ainda era criança (obrigada, pai e mãe!) e levo sempre comigo. Outra coisa que aprendi ainda criança é que as pessoas são diferentes. Será que é preciso alguém nos ensinar didaticamente isso ou nós aprendemos quando percebemos que nossos amiguinhos não usavam as mesmas roupas que nós (tirando o uniforme, claro :P)? Que não gostavam só dos mesmos brinquedos que a gente? Desde pequeno nós sentimos e aprendemos que cada um tem a sua individualidade, que cada um tem seus gostos particulares. Imaginem só que chato seria o mundo se todos gostassem das mesmas coisas? Se todos tivessem que ler os mesmos livros? Assistir aos mesmos filmes? Se todos só gostassem de dias de Sol? A cidade inteira ficaria emburrada em um dia de chuva? Seria um saco!

Agora quero compartilhar com vocês algo que eu aprendi “melhor” nos últimos 5 anos da minha vida (“melhor” porque é algo que eu já tinha alguma noção antes de entrar na faculdade): muitas pessoas sofrem de transtornos psíquicos e, obviamente, não saem por aí com uma plaquinha dizendo “por favor não me ofenda, eu sofro de transtorno depressivo e tenho pensado em me matar“, “cuidado! eu estou passando por uma fase difícil e tenho transtorno de personalidade borderline, não me magoe!“, “me ajude a não gastar toda a minha economia! estou em estado de mania e não consigo me controlar!“. O que eu quero dizer com isso é que nós não sabemos o que cada um está passando, se ele está sofrendo com algum transtorno psíquico, se ele não está bem. Pra que ofender gratuitamente alguém só porque algo na pessoa não nos agrada? Só pra sentir um prazer momentâneo ao falar mal de alguém?

Pode parecer drástico, mas sabia que um comentário maldoso em um blog pode acabar de forma trágica? Você não sabe se a/o blogueira (o) sofre de alguma coisa que não quis compartilhar. Eu mesma nunca escrevi aqui no blog se eu sofro de algum transtorno, se estou passando por um momento delicado, se aconteceu algo grave comigo ou com a minha família e estou usando o blog como “válvula de escape” para tentar superar. As pessoas não são obrigadas a compartilhar tudo! É importante pensar bem antes de comentar pois, infelizmente, para algumas pessoas, um comentário feito com o intuito de magoar pode parecer muito mais poderoso do que 100 comentários com elogios.

A minha intenção ao escrever esse post é tentar fazer com que as pessoas parem para refletir sobre o que as leva a se divertir de forma tão irresponsável, sem pensar nas consequências. Provavelmente existem outros blogs como o Blogueiras Shame, mas eles só estão no ar e fazem sucesso porque existem pessoas que gostam de dedicar parte do seu tempo para rir dos outros. Não tenho pretensão de criar um movimento para acabar com esses blogs difamadores (sou sonhadora, mas também tenho meus pés no chão!), mas se eu conseguir fazer pelo menos uma pessoa refletir sobre isso já vou ficar feliz.

Se coloquem no lugar dos outros! Já imaginaram como a pessoa que apareceu no blog pode ter se sentido? E se fossem vocês?

Pode ser que eu apareça mais vezes em blogs difamadores e pode até ser que esse post vire alvo de tiração de sarro, mas eu sinceramente não ligo :) Estou me sentindo bem por ter falado tudo isso!

Obrigada pelo carinho, pessoal!

xoxo e até o próximo post!

ps: obrigada pessoas que me defenderam no Blogueiras Shame! Não li todos os comentários, mas vi que algumas pessoas me defenderam por lá ;)

27. Fev. 2012

papeterie: crayola twistables!

Arquivado em: Papeterie

Acho que é difícil encontrar alguém que nunca usou ou pelo menos viu um produto da marca Crayola. Quando eu era pequena sempre ganhava giz de cera dessa marca de presente ♥.

Ok, tudo bem! Vamos direto ao assunto! Há um tempo tinha planejado fazer um post mostrando pra vocês alguns materiais da crayola que eu ganhei no ano passado (obrigada sogrinha e sogrinho ♥), mas não sabia se vocês iriam gostar e acabei deixando a ideia de lado. No dia em que fiz esse post, algumas pessoas ficaram curiosas para saber mais sobre os Twistables Slick Stix então a ideia e a vontade de fazer o post voltaram :)

Os Twistables Slick Stix são gizes de cera super macios que ficam dentro de uma “capsula protetora de plástico”:

Sempre que a ponta do giz estiver ficando pequena, basta você girar a ponta colorida que tem no “fundo” (no final tem que lembrar de girar no outro sentido pra não quebrar na hora de guardar):

Atualmente há duas embalagens: uma com cinco e uma com doze cores (incluindo dourado e prateado *-*)!

Estou torcendo para que chegue logo o dia em que eles lancem uma caixa com 120 cores ou mais *-* Imagina que sonho! Nossa, imagine uma linha só em tons pastel? Ok! Hora de voltar pra Terra, Melina!

Encontrei esse vídeo falando dos Twistables Slick Stix no site oficial da Crayola:

Vou aproveitar esse post pra apresentar pra vocês mais um produto da linha Twistables (até agora eles têm 15 produtos): Twistables Colored Pencils!

Eu tenho a “caixa” com 18 cores, mas é possível comprar também 12 cores, 30 cores (que sonho!) e a caixa de 12 cores “apagável”.

Eles colocam uma tabela com os nomes das cores que tem em cada conjunto

A ideia é a mesma que o Slick Stix, mas ao invés de giz é um grafite/lápis. É prático pois não precisa apontar e é legal para fazer alguns rabiscos e brincar um pouco, mas não se compara aos lápis de cor da Faber Castell ♥ e da Staedtler (que eu ainda não tenho).

Os meus produtos foram comprados na Argentina (no Duty Free), mas agora já encontrei alguns da linha Twistables aqui em Curitiba na FNAC (infelizmente não achei o Slick Stix por aqui). Agora temos que torcer pro preço não vir muito acima do que é vendido no exterior, porque aqui no Brasil é difícil encontrar produtos de papelaria com qualidade e preço justo.

Espero que eu tenha conseguido tirar as dúvidas de vocês sobre os twistables :)

Qualquer coisa pergunta nos comentários que eu respondo quando chegar em casa!

xoxo e até o próximo post!