abertura
Everything Else

baú de lembranças

17.03.2012

Ontem foi dia de arrumar o sótão e abrir as caixas aqui de casa para ver o que gostaríamos de guardar e o que achávamos melhor passar adiante. Enquanto estava abrindo caixa por caixa fui mergulhando em lembranças, algumas boas, outras nem tanto, mas todas lembranças importantes que me fizeram ser o que sou hoje.

E foi no meio dessa viagem nas minhas lembranças que surgiu a inspiração para escrever esse post. Como sei que os leitores do meu blog são de diversas faixas etárias (acho isso tão legal!), resolvi compartilhar esse meu “conselho” (acho que essa é a melhor palavra para definir o que quero dizer):

Se você é criança, pré-adolescente, adolescente, jovem, adulto…qualquer que seja a sua idade, sugiro que faça um diário, guarde suas lembranças (boas e ruins) em algum lugar que não apenas na sua cabeça (nem sempre podemos confiar na nossa memória). A sensação de pegar um diário que você escreveu quando tinha 6 anos (a agenda mais antiga que encontrei na minha caixa de recordações é de quando eu tinha 6 anos) e ler a sua visão do mundo, as suas percepções, ver os seus erros de português etc. é uma sensação incrível. A medida que você lê, mais lembranças vão surgindo na sua cabeça e de repente lá está você, vendo a cena “de fora”. Pelo menos foi isso que aconteceu comigo. Enquanto estava lendo fechei os olhos e me vi criança sentada em frente a minha escrivaninha escolhendo um lápis pra escrever na minha agenda. Tirei uma foto imaginária daquele e de vários outros momentos que revivi enquanto lia os meus diários.

Não pense que você já está “velha demais” para escrever diários. A cada dia que passa nós mudamos, nós amadurecemos e tenho certeza de que se você pegar daqui a 5 anos um diário que começou a escrever hoje, vai ter uma sensação tão boa quanto a de ler algo que você escreveu quando era criança. Além disso, imagine só como seus filhos, netos, bisnetos vão se sentir no futuro ao ler suas lembranças ;)

Bom, como não poderia faltar, tirei fotos de algumas das minhas agendas pra colocar aqui no post:

A ideia inicial era usar essa foto na abertura do post, mas acabei mudando de ideia :P

*Não guardo meus diários nesse baú – pintado por mim – porque ele é muito pequeno, claro! Só usei ele pra ilustrar o post mesmo :)

Esses são só alguns dos meus diários antigos

Meu primeiro diário (1994)!

Lembro do dia em que me ensinaram a escrever “amor” dentro de um coração!

Meu segundo diário (1995) – não se preocupem que eu não vou colocar fotos de TODOS ;P

Dia primeiro de janeiro de 1999. Estava bem feliz com a minha bandeira do Backstreet Boys haha :D

:)

Essa agenda é de uma loja que sumiu de Curitiba: Side Play. Lembro que ela ficava no último piso do shopping Mueller!

Essa agenda da Tkts é um dos meus xodós. Sério, acho ela MUITO fofa! Usei em 1997 :)

Então, o que acham de começar um diário? Não precisa escrever todos os dias, mas sempre que tiver um tempinho ;)

Obrigada pelo carinho, pessoal!

xoxo e até o próximo post

ps: não esqueçam de participar do sorteio em parceria com a Kerotudo!

* Se você quiser que a sua foto apareça nos comentários ao invés dos monstrinhos basta clicar aqui para saber como mudar :)

Por

Melina

  1. Gabriela says:

    backstreetboys hahaha é super divertido ficar vendo essas coisas.
    esses dias minha avó mostrou pra mim um desenho que eu fiz pra ela, uma Bailarina. nossa…. fiquei sem reação, haha

  2. Que meigo Mel. Não tenho muito tempo pra ficar escrevendo em diários, sabe né, muita lição.

    Ps. Da pra notar o friozinho em Curitiba, por acaso é um microfibra nude? Que amor.

  3. Sueyde says:

    Eu também escrevo em diários. Quando pego para ler, fico rindo sozinha. O jeito que eu descrevia meu dia, a letra, é tudo muito engraçado. Sinal de amadurecimento, bom demais!
    O ruim é que quando vou arrumar o quarto, perco mais tempo relembrando o passado do que arrumando. rs
    Beijos.

  4. Natália G. says:

    Que fofura, Mel! Deve ser muito bom mesmo pegar esses diários e lembrar da infância *-*

  5. Que coisa mais linda Mel! Também já tive muitos diários, e sempre gostei dessa sensação de ler os antigos e me sentir uma criança novamente!
    Você é muito doce, sua linda! Parabéns pelo blog! :*

  6. Que lindas ! Também faço diários desde novinha, lembranças antigas são minha paixão <3

  7. Monique says:

    Meeeel, a agenda rosa da Minnie.. eu tive uma igual *-* Me deu mt vontade de ir lê-la de novo heheheh s2

  8. Maira Schein says:

    Adorei Mel!
    Suas agendas são super fofinhas :3
    Eu tenho só uns 2 diários de quando eu era criança e concordo contigo, dá uma sensação muito boa quando tu lê eles.
    Tô super afim de voltar a escrever.

    Beijos

  9. Joyce says:

    oooooown *–* que lindinha .. amor dentro do coração haha <3 achei uma ótima idéia! Então, tenho que comprar um diarinho e começar hehe Melina Souza, sempre uma inspiração <3

  10. Muito legal Mel! Adoro fazer diários,pena que nenhum está COMPLETO, mas, quando sento e olho meu diário de 7, 9 anos, me dá uma saudade!!! Os meus erros ortográficos, desenhos, a minha letra, as lembranças… <3

  11. Kely says:

    Vc não vai acreditar eu tbém era fan dos Backstreet Boys huhauhuahuauaaa e tinha uma agenda igualzinha a essa da foto que vc tirou da bandeira deles. Tempo bom aquele, hoje tenho um pouco de vergonha de dizer que gostava dessa boy band :/
    Mel amei teu post, é sempre bom lembrar do tempo da nossa infancia, adolescencia, pena que minhas agendas eu não tenho mais, me desfiz delas alguns anos atras, mas deixa pra lá.
    Bjus e um ótimo final de semana ♥

  12. Giulia Gomes says:

    Sempre amei fazer diários. Já tive vários, mas praticamente todos sumiram e só sobrou o da 3° série, mesmo assim sinto muitas saudades quando leio.

  13. Ana Carolina says:

    Que fofura, Mel! Eu também tinha diários quando criança e só voltei a ter esse hábito depois do seu post sobre journal, escrevendo em caderninhos parecido com os moleskines.
    Os mais bonitinhos são esses com cadeado, né? hehehe

  14. Que lindo, Mel!
    Escrevo diários desde os 8 anos. Pena que não tenho mais a maioria deles, devido a alguns problemas pessoais. Mas sempre gostei e acho que é uma das melhores formas de se expressar. Lembro que quando passava ‘O diário de Daniela’ na TV eu ficava encantada e escrevia mais ainda nos diários. Era minha inspiração. rs
    Hoje gosto de usar aqueles journals lindos da Peter Pauper Press. Tenho feito coleção deles e os utilizado como diário.
    Adorei saber um pouquinho mais dos seus diários antigos. ;) Me fez lembrar de muita coisa.
    Um sorriso com gostinho de nostalgia,
    Raissa

  15. Nathália says:

    Que fofo esse post, Mel! Até eu imaginei você criança escrevendo nesses diários, rs. Ao contrário de você, eu e minha mãe, jogamos nossos diários e agendas fora! haha Ontem mesmo ela jogou as agendas dela. Eu pegava para ler e tinha vários recadinhos e coisas de quando ela namorava meu pai, ela quase resgatou do lixo, mas é melhor do que ficar entulhando o quarto, rs. Eu tenho um “diário virtual” aqui no computador (faço no word), porque eu gosto muito de escrever e quando me empolgo eu saio escrevendo. Por isso eu ficava com muita dor na mão quando escrevia nos diários e isso me cansava, já aqui posso escrever um texto enorme sem cansar rs. O ruim é que corremos o risco de perdê-lo, né? Sempre gostei muito de diário (eu e minha mãe, minha mãe era mais agenda) e eu de vez em quando ficava rindo com as coisas que escrevia. Eu lembro do meu primeiro diário até hoje e de algumas coisas que escrevi nele. Mas por fim, criei coragem e jogamos tudo fora. haha Achei legal você ter guardá-los e dividí-los, um pouco, com a gente. (: Beijinhos! ♥

  16. Laila Dias says:

    Que fofo *–* Aprendi agora como escrever amor dentro de um coração haha

    http://ratinhaeleita.blogspot.com

  17. Manu Sampaio says:

    Own que fofo ^.^ Eu amo olhar coisas velhas, mas eu já tentei manter um diário e nunca consegui. Bjxx

  18. Oi Mel, tudo bem? Sabe aquele diario do piu-pui que você tem? Acredita que eu tenho um do frajola? Ela é igual,só que preta e com o frajola. Um dia eu tiro uma foto e te mostro *-*

    Gosto muito de diários. Tive muitos! rsrs
    Beijinhos

  19. Marrie says:

    Eu já tentei ter diários, mas sempre tinha medo de alguém ler e depois rir dos meu sentimento, então acabei optando por escrever textos na terceira pessoa baseados nos meus sentimentos, alguns eu ponho do meu blog e outros eu guardo só para mim. Esse foi o meu jeito de guardar o que eu sinto mesmo que de uma forma estranha.

    http://thefearlessgirl.blogspot.com.br/

  20. Ana Nascentes says:

    Meus olhos cheios d’água com seu post *-* sinto essa sensação ao ver meus desenhos de criança mas também quando leio minha agenda do ano passado. De verdade, vale a pena o tempo e a dedicação de escrever vez ou outra :) estou feliz, Mel! hehe
    Beijos :*

  21. Eu acho que preciso voltar a escrever, já estou na fase adulta e sem querer, devido a uma vida tão cheia de coisas, a gente vai deixando meio de lado isso, mas sinto falta de “contar” certas coisas que ficam na cabeça. Tenho várias agendas e diários antigos e de vez em quando faço seção nostalgia e vou ler. É muito legal.

  22. Essa da Minnie rosa eu tive uma igual! Adorava!!

  23. Nooooosssaa Mel amei esse post…. e a foto da agenda do Piupiu me fez lembrar que eu também tive uma que comprei em Londrina (Pr). E… logo fui desencadeando um monte de memórias após ver essa foto. Obrigada por isso ;)

  24. Layanie says:

    Comecei a fazer um diário no finzinho do ano passado, porque você me inspirou! sério hahaha. Já tive um quando era bem pequena, sempre que dou uma lida esse sentimento nostálgico vem. É tão engraçado!
    Esse ano eu também estou fazendo um, tento escrever todos os dias *-* fico me imaginando daqui uns anos lendo…

  25. Que fofura! Antigamente eu tinha diários, mas acho que muitos deles foram jogados fora pela minha mãe :(
    mas existem umas duas agendas que usei há alguns anos que guardei. Gosto de ter recordações.

  26. Estéfany says:

    Desde pequena fofa e tudo muuuuuito lindo *–* Que tal uma D.Y pra pintarmos um báu também? haushuahs. Beijos

  27. Juliana says:

    Eu confesso que ri da foto dos Backstreet Boys!
    Amei esse baúzinho *-*

    Só tive um diário…e minha prima pegou e leu ¬¬ Aí nunca mais tive um. #julianadadepressão

  28. **Aline** says:

    Adorei o post, eu também escrevia em diarios quando era menor, é bem legal recordar mesmo, depois acabei parando, não tive mais tempo, mas é sempre legal mesmo =] os seus são hiper fofos :D
    beijão

  29. Bianca says:

    Que lindas amei todas fiquei louca pelo bauzinho pintado por você muito lindo.

  30. Julie says:

    Sempre gostei de escrever diários, mas pela preguiça, acabo ficando vários dias sem escrever neles. Não escrevi muitos diários quando era criança (apesar de ter começado uns mil! haha), mas tenho cadernos, bonecas, cartinhas e muitas coisinhas guardadas. Sou testemunha da sensação nostálgica que é. É tão bom você ver sua caligrafia, como você era naquela época e perceber o quando nós mudamos.
    Esse post ficou uma coisa linda que você nem sabe. Eu te admiro tanto, Mel, por ser assim tão adorável. A cada dia que passa quero ser mais e mais como você. E ano passado eu até fiz um journal também, por culpa sua! Não ficou tão lindo quando o seu, lógico, mas eu gostei e vai pra uma caixinha de lembranças também.
    smack

  31. Gabi Barros says:

    Ah eu tenho uns 2 diários de quando eu era menor, da uma sensação muito boa ler eles novamente, rir de como eu escrevia Hoje(Oje) haha, pérolas da infância.. Depois de ver esse post estou com uma vontade enorme de ler meus antigos diários.. *-*
    Beijos!

  32. Ana Beatriz says:

    Adorei hahah :)
    Eu guardo uns diários antigos também e sempre quando vou arrumar meu guarda-roupa, paro e fico horas lendo eles, acho muito engraçado kkkkk A mesma coisa acontece quando acho cadernos escolares de séries passadas e vejo a “evolução” da minha letra, os erros de portugues como vc disse etc kkkk Dá umas nostalgias…

    Bjss

  33. Marrie says:

    Oii Mel,ameiei o post *-*
    Muuuito fofo ^^

    Ahh,passando para avisar,eu encontrei umas fotos suas ~perdidas~no tumblr ):
    Esse é o link: http://sibilar.tumblr.com/post/17848922560

  34. Post lindamente nostálgico para terminar a arrumação do nosso sótão…dá um trabalhão mas o que a gente vai encontrando à medida que abrimos cada caixa compensa e muito!!!Haja coração, né?!!

    Você tá certíssima, pin, também acho bem legal registrar de algum modo o que estamos vivendo, é uma forma de criar um elo entre o passado e o presente, de tornar possível um dia revivermos, saudavelmente, esses momentos deixados lá atrás…não precisa ser, necessariamente, um registro diário mas é importante que aconteça. Acho válido em todos os sentidos! :)

    Você sempre foi organizada,caprichosa e cuidadosa, desde pequeninha sempre colocou muito de você em tudo que se propôs a fazer, acho essa qualidade um encanto, viu?! Fico maravilhada vendo como guarda com carinho as suas lembranças e me orgulho vendo o valor que dá a cada uma delas! Corujice à parte, não tem como não me encantar!

    Post lindo, fotos lindas e com uma mensagem preciosa….precisa dizer que amei?!!

    Beijinhos no coração

  35. Maria Elvira says:

    Como você poem esses monstrinhos? Acho tão fofos :P

  36. Menina, eu tinha uma agenda do Mickey igual a tua. A minha era lotada de fotos dos Backstreet Boys. Que fase! Eu não guardo as minhas agendas porque eu sinto vergonha de como eu era boba. Sério, não consigo nem ler! kkkk

  37. Gaby says:

    Eu guardei por muito tempo… cartas, diários, agendas… mas não consigo guardar tudo, falta de espaço =/ mas adorei conhecer sua coleção, alguns são realmente lindos! (assim como a caixinha)

  38. Gabrielle says:

    Que fofura Mel! Acho que vou começar um diário sim, mas vou fazer como a Nathalia disse, vou escrever aqui no computador mesmo, quem sabe consigo todos os dias, né? Haha, beijos

  39. Flor, ia adorar ver fotos de todos os seus diarios, me inspirou a começar um, nunca tive, mas agora fiquei empolgada!

  40. Mari Martins says:

    Eu tbm era fã dos Backstreet Boys… rsrsrsr Com direito a pasta de fotos e tudo… Naquela época era difícil ser fã: não tinha internet, pra conseguir notícia só fazendo mta amizade com os donos de bancas de jornal!!! Bjs Mel, blog renovado, é isso aí! ^_^

  41. Lou says:

    Ahhh! Que delícia…
    Eu sempre escrevi diários e sempre tive agendas, até que aos 16 joguei todos fora (depois de uma paixãozinha mal resolvida, hahaha), hoje em dia eu daria tudo para tê-los novamente, rs…
    Então esse ano aos 25, já casada, decidi manter uma agenda pessoal, que praticamente virou um diário, to adorando…
    =)

  42. Thai Weber says:

    Comecei a escrever em diários há 3 anos atrás. Quando era mais nova achava que era coisa de gente bobinha e mesmo tendo vários caderninhos e agendas para começar um nunca tive vontade.
    Como sinto falta daquilo que não escrevi naquelas páginas. Mas nunca é tarde!
    Hoje, se fico um dia sem escrever parece que tem algo faltando. É a hora que coloco todo o meu dia no lugar. Sem contar que me ajuda a lembrar de várias coisas que sem ele já estariam esquecidas completamente (memória ruim é triste).
    Adorei o post, Mel!

    Bjos!

  43. Julya says:

    Eu comecei a escrever um diário depois de ter contato com seu blog! Comecei a escrever um na metade do ano passado, mas em Outubro nem tinha mais tempo de escrever. Abandonei. Esse ano comecei outro, até fiz um stop motion e postei no Flickr! Acho aquele seu Journal vermelho lindo, e gosto muito da sua ideia de escrever em inglês, para treinar, penso em fazer isso depois, mas meu conhecimento é muito básico para sair escrevendo…
    Seus diários são mesmo lindos, e eu me vejo lendo esse diário de agora quando eu for mais velha *-*
    Beijos e Morangos

  44. Ana C says:

    Queria ter guardado tudo como você mas chegou um ponto em que certas lembranças doíam tanto que eu precisei joga-las fora (como se ao jogar uma agenda a gente conseguisse esquecer o que se passou).
    O diário mais velho que tenho guardado é de 2007 (veja como são as coisas, escolhi justo o ano mais doloroso pra guardar haha) mas achei sua dica liiiinda!

    O diário desse ano, sem sombra de duvidas fica pra posteridade, isso é fato!:D

  45. Nooossa Melina, eu sempre leio o seu blog, mas nunca comento. Mas depois de você ter se lembrado da Side Play me senti impelida a comentar! hahahaha!

    Eu amava estaaa lojaaa…ela desapareceeeu aqui da cidade perto da onde eu moro também! Moro no abc de sp! Segundo o Google tem uma na Rua Augusta aqui em sampa, mas pelas minhas andanças por lá nunca vi =/
    Amava essa lojaaa, sempre comprava roupas e muitas coisas lá!

    Beijooos!

  46. Que lindo! Tenho diário até hoje, minha irmã acha meio desnecessário, mais eu amo. Guardo meus diários antigos na última gaveta da minha cômoda, vire e mexe eu paro pra ler também, as vezes até choro com certas coisas. Meu primeiro diário eu rasguei e joguei fora de raiva, porque descobri que minha mãe li-a-o escondida e isso me deixou muito triste na época, tenho que esconder até hoje. Adorei o post, me identifiquei muito. :) Beijos.

  47. Julli Moura says:

    Oi, Mel!!
    Eu encontrei um site que vende caderninhos super retrô e lembrei de ti, talvez tu goste ^^
    http://librettodebolso.com/series/vhs/

    Beijo =*

  48. Paula says:

    Seus diários são lindos Mel! Adorei todos :)
    Eu sempre quis um diário, mas só se eu começasse a escrever no 1º dia do ano (o que nunca acontecia, por isso eu sempre desistia de ter um!). Hoje em dia eu adoraria ter um, mas fico meio cismada com o fato de que eles são pequenos e eu gostar de escrever bastante coisa (e eu ainda tenho esse negócio de só querer escrever se começar no 1º dia do ano!).
    Beijos!

  49. Luiza says:

    Ai que lindo MeL, fiquei emocionada com isso! Eu estou escrevendo um journal por sua causa :)
    Hey, eu te adicionei no facebook, tudo bem?

  50. ingrid says:

    ah eu adoraria poder escrever um diario, mas o pessoal aqui em casa nao entende muito bem sobre privacidade.. ai nao curto escrever..

  51. Mel, quando eu mudei de casa, encontrei coisas que me trouxeram lembranças ótimas da minha infância. Eu e minha mãe morremos de rir das minhas fotos, do jeito como eu escrevia e todas essas coisas que só crianças fazem. Quando eu era pequena, eu tive vários diários. É uma pena que eu tenha perdido o hábito; mas, depois do que você falou, estou pensando seriamente em voltar a escrever em um.
    Eu também pinto caixinhas em mdf, desde criança. Estou fazendo umas para decorar meu quarto e a primeira que fiz ( terminei hoje e ainda nem tinha visto o post) foi um bauzinho hahaha

    Beijos, Carol.

  52. Mel Cardoso says:

    Grande parte da minha infância tentei escrever em diários, tive um que durou até alguns meses mas com o passar do tempo rasguei as folhas, mas tudo que escrevi continua vivo na minha memória, só não sei até quando, sempre achei muito desnecessário escrever parte de sua história em um caderno, e claro, não era nem um pouco fácil suportar isso com um monte de gente, inclusive meus pais, falando que era perda de tempo, hoje nem sei se tenho pique para escrever nisso, e nem sei o que escrever, ainda tenho medo que alguem abra e leia tudo [ou quase tudo] da minha vida que era resumido em algumas palavras, seria uma experiência incrível poder ter um pouco da minha infância marcado em páginas para que no futuro possa ler, mas não mas com olhos de criança. Quando você teve seu primeiro diário, eu mal me imaginava nascer, ou se quer um dia estar aqui, gosto muito do ASOS e de tudo que você expõe na tela do seu computador, eu podemos dizer com um começo de vida, já aprendi coisas muito bacanas contigo, inclusive que as coisas boas podem estar em coisas que um dia chamamos de banais.. Ah, peço perdão pelo comentário gigante, acho que nunca expus minha opnião e o que estava aqui comigo assim! rsrs (:

  53. Camila says:

    Viajei nesse seu post Mel!
    Também escrevo desde criança, e guardo todos até hoje. As vezes bate uma saudade eu leio, essa sensação é muito boa.
    Também concordo que não existe idade pra escrever no diário. Tenho 21 anos e escrevo até hoje. É bom pra gente ver o quanto a gente aprende e cresce.
    :**

  54. Ann Sundrani says:

    Amei esse post!! Eu sou louca por diários, acho que escrevo desde sempre, mas já estava há algum tempo sem manter nenhum.. acabei me inspirando por sua causa e comecei um esse ano, estou escrevendo todos os dias! *-*
    Beijos!!

    Ann;
    Vinte & Poucos

  55. Melissa says:

    Amei!!Seu diários são muitos fofos!!Achei o meu hoje e comecei a ler o que eu fazia três anos atrás!Era uma época muito boa pra mim!Vou voltar a escrever nele e agora vou usar a dica que você escreveu naquele outro post do diário que eu A-D-O-R-E-I!
    Beijinhos

  56. Erika Tammy says:

    quando me mudei no final do ano passado estava arrumando minhas coisas e achei muitos diarios, me surpreende em le-los, vi que muita coisa mudou e que eu mudei muito, também me diverti muito lendo varias lembranças e momentos!

    p.s: indiquei você para um meme no meu blog Mel!

    xoxo!

  57. Melissa says:

    Preciso dizer o quanto eu AMEI esse post!
    Todo ano eu compro/ganho uma agenda e deixo abandonada mas depois de ler ‘Diário de uma Paixão’ e ‘Diário de Anne Frank’, decidi mais ou menos em Novembro que compraria uma agenda (que aliás é a sua cara: http://goo.gl/Nokxi com cheirinho de chocolate e coisinhas escritas em francês na capa :3 se um dia encontra uma a venda, olhe por dentro e vai confirmar o que eu disse) e escreveria todos os dias religiosamente. Por um milagre passei por cima da minha preguiça e até quando esqueço de escrever, repasso tudo no dia seguinte.

    Sempre disse que lembranças – sejam boas ou ruins – são mais importantes para mim do que muita, MUITA coisa. Li isso no Diário de Anne Frank (deve ser de geminiana HAHA’) fico feliz de saber que não sou a unica (:

  58. Mari says:

    Oie :)
    Sempre visito, mas raramente comento! Quero começar a falar mais aqui haha
    Eu também guardo diários e agendas escolares. Olha que coincidência: tenho um diário igual ao seu primeiro diário (o meu n tem cadeado) e eu usava como diário da minha primeira poodle! Tá aqui até hj guardadinho… Também fui fã de BSB. :b
    Recordar é viver kkk

    Bjos

  59. Camilla says:

    Sempre que eu começo um diário jogo fora, fico desmotivada e com medo de que alguém veja. No ano passado eu tive a ideia de criar um blog-diário que só eu consiga ver e está dando muito certo! É até melhor, porque eu coloco várias fotos em vez de ter que revelar e colar em um caderno…

  60. […] baú de poá que eu fotografei pra ilustrar o post de ontem sobre lembranças :) Essa semana foi bem nostálgica pra mim e o que tornou ela ainda mais […]

  61. Esse post foi um dos meus favoritos. Deu até vontade de ir ao sótão reviver as minhas lembranças! ♥

    Obrigada Mel, beijos

  62. Maeli says:

    Que post lindo lindo querida Mel. E é verdade, é sempre bom termos lembranças. Mas eu não sei se eu sou boa em escrever um diário não, eu já tentei mas não dá. Eu não tenho paciência, depois irei tentar. Um beijo querida!

  63. Fernanda N says:

    oie melina!
    adorei o post… eu tenho muitos diários guardados! eu sempre fazia minhas agendas virarem diarinho mesmo, de escrever todo dia… de alguns anos para cá eu parei de escrever, mas guardei todas elas no meu armário. acho demais! às vezes eu fuço lá para procurar alguma coisa e mergulho fundo nas minhas lembranças… é muito gostoso, né? a tua dica é ótima, espero que algumas pessoas sigam o conselho… adorei as fotos! e o baúzinho tá lindo! >.<
    beijo, beijo!

  64. Amanda says:

    Eu tive aquela agenda da Minnie!!!!!!!!!!!!!!! Baaaaah, mel dels!!! Acho que faz mais de 10 anos que eu não lembrava daquela agenda até hoje!!!

  65. Priscila says:

    Mel, que eu saiba a Side Play acabou =/ existiam várias lojas aqui em BH também, as agendas eram as mais lindas!

  66. Juliana Ferreira says:

    Ai que sensação boa mel *-*
    ler coisas que escrevemos é muito bom mesmo, confirmo isso! Faço diário a uns 6 ou 7 anos, e vira e mexe dou uma olhada neles, realmente você volta a cenas incriveis! *-*

  67. Débora says:

    Você me deixou hiper MEGA nostálgica…!
    Amava muuuuito a Side Play! Sumiu daqui de Salvador também…
    Amava o Piu-Piu. Cheguei a decorar o meu quarto com esse tema. As paredes eram amarelas como o amarelo da sua agenda. E o papel de parede era preto e branco com ele, o Frajola, o Pernalonga, o Taz etc estampados! Nooooossaaaa…Que saudade!

    Adorei o seu blog :) Vim parar aqui através do Blog da Amanda, vc está linkada lá.
    Virei mais vezes!

    Beijos

  68. Jessie says:

    Nossa, ja amo seu blog, venho aqui sempre que possivel, nunca comentei antes mas sinto que ganhei o dia ao ver que curtes Backstreet Boys *-*

  69. Bia Cambeses says:

    Sou de São Paulo e tinha uma agenda do piu-piu igual a sua quando menorrrr, amava ela também! Beijos!

  70. marta says:

    Olá, gosto muito do seu blog. Moro no Rio de janeiro, mas nasci e vivi até os 11 em Curitiba. No bairro Batel, o shopping Batel era pequenininho e tinha um parquinho de diversões atrás. Sinto muitas saudades daí!
    Além da fotinho queria te mandar uns papéis de carta que eu mesma faço. Qual o seu endereço? Um bj, marta

  71. Duda says:

    Mel, esse post combinou com o meu dia, meu aniversário, você me fez lembrar de todas as coisas boas que aconteceram na minha vida, 17-03-2012 : graças a você o melhor de todos, foi perfeito este post pro meu dia !
    Muito Obrigada, por me deixar sempre feliz com seu blog.
    Beijos Doces !

  72. Maísa says:

    Nossa, meu primeiro diário foi igual o seu, que nostálgico, lembro até das folhas coloridas!

  73. Camila Planzo says:

    Fiquei com vontade de ver fotos de todos *—–* sempre adorei diários quando pequena,mas quase nao escrevia rsrs!As vezes ainda escrevo quando deixar um dia marcado sabe? =) adorei o post! beijos e fica com Deus flor

  74. Heloisa says:

    Nossa, deu até vontade de ter um diário agora, e melhor ter guardado os de todos os anos. Lindo mesmo Mel, está de parabéns!

  75. Fêh Zenatto says:

    Verdade, Mel. Eu não sei exatamente quantos anos eu tinha quando comecei a escrever meus primeiros diários porque – ainda – não os reli mas escrevo desde pequena e não pretendo parar. Me faz muito bem escrever, coloco os problemas e preocupações nele e me sinto mais leve!
    E pretendo, sim, um dia, mostrar para meus filhos e netos e fazer eles conhecerem a minha história.

    http://www.blogcoisaetal.blogspot.com

  76. Amo diários… são tão meigos e fofos. E estimula a escrita das pessoas. Minha vida toda sempre escrevi em diários. E hoje sou uma pseudo escritora. kkkkk


Deixe seu comentário