spock1
Entertainment

woody allen e a rosa púrpura do cairo

14.06.2012

Estava ansiosa pra fazer esse post e compartilhar uma vontade e um filme com vocês!

Eu não sei o que deu em mim, mas ultimamente eu tenho ficado com muita vontade de assistir todos os filmes do Woody Allen. Lembro que quando era criança, em algum lugar eu ouvi que “os filmes dele eram ruins e esquisitos” e, por causa disso, nunca me animei pra assistir. No ano passado fui ao cinema assistir Meia-Noite em Paris e me apaixonei – foi o segundo filme dele que assisti (depois falo deles no blog).  Já assisti oito filmes do diretor e decidi compartilhar com vocês as minhas impressões sobre cada um deles (mas pra não ficar muito comprido o post, hoje só vou falar de um).

O filme dessa semana se chama A Rosa Púrpura do Cairo (The Purple Rose Of Cairo). A história se passa durante o período da Grande Depressão (Crise de 1929, uma grande crise econômica que só terminou com a Segunda Guerra Mundial) e conta a história de Cecilia (Mia Farrow), uma garçonete infeliz no amor que sustenta o seu marido bêbado e desempregado. Cecília encontra no cinema uma fuga para a sua tristeza na vida real e, enquanto assistia pela quinta vez ao filme A Rosa Púrpura do Cairo, o personagem Tom Baxter sai da tela e começa a conversar com ela. A partir desse momento a vida de Cecília muda e eu não vou falar mais para não estragar ;)

Esse filme me fez ficar pensando como seria se os personagens (não os atores, mas os personagens mesmo) pudessem sair das telas e vir pro “mundo real” interagir com a gente. Também fiquei pensando como seria se a gente pudesse “entrar” no filme. Enquanto filosofava sobre isso, fiz uma lista de filmes em que gostaria de entrar para interagir com os personagens e com a história. Hoje eu gostaria de entrar em O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (Le fabuleux destin d’Amelie Poulain), aprender francês, conversar com todos os personagens, tirar fotos…

E vocês, em quais filmes gostariam de entrar para interagir? :)

Obrigada por tudo, pessoal!

xoxo

Por

Melina

  1. Ana Meira says:

    Spock é muito legal! HUAUIHAIUAHIAUHA
    nenhum cachorro meu deixa eu por óculos pra tirar foto.

  2. Mariana Farias says:

    Edward Scissorhands com toda certeza <3

  3. Jussara Freitas says:

    Own, adoro Woody Allen!! Meus preferidos são Zelig e A Outra. Coleciono os filmes dele…aliás, coleciono filmes antigos ;) Vou adorar acompanhar seus posts ;). Pede pro Tiago te apresentar o Peter Sellers (mais basicamente “O convidado Trapalhão”)Bjkas!

  4. Zilah says:

    O Spock muito poser! hahaha
    Carinha de garoto propaganda!
    Lindo! *-*

  5. Lulul says:

    Estou doidaaaaaa para ver Meia Noite em Paris!
    Só ouço elogios!!!!

  6. Tanara says:

    Eu adoraria entrar no Fabuloso destino de Amélie Poulain também. O filme é incrível, mas acho que em primeiríssimo lugar ficaria Orgulho e Preconceito. Adoro essa história!!!

    Bjs

  7. Kao says:

    Ola de novo ^^
    O fabuloso destino de Amélie Poulain é realmente um filme muito lindo. Tenho ele e as vezes assisto porque inspira muito x3 Anima meu dia!
    E o Spock.. Sempre tão fofo *_____*
    Bjos!!!

  8. Oi Mel, sabe que até algum tempo atrás eu também tinha esse preconceitinho com o Woody Allen, mas comecei a assistir alguns filmes dele e estou adorando! A Rosa Púrpura do Cairo ainda não assisti, mas agora fiquei bem curiosa!
    Mel queria seu endereço pra ti mandar uma cartinha…
    Bjs

  9. Obrigada Mel!!! Faz tempo que tô com ela escrita, agora é só mandar!!! Bj

  10. Marília Cavalcanti says:

    Woody Allen é tudo de bom!
    Os últimos filmes dele que eu vi (tirando Midnight in Paris, meu preferido ^^) e adorei foram: Whatever Works e Vicky Cristina Barcelona (Penélope + Woody = ♥). Vc já viu esses, Mel?
    Ainda não vi A Rosa Púrpura do Cairo, mas tá na minha listinha :)

    Beijinhos mil :*

  11. Luana says:

    Nossa!! Quem foi o indivíduo que disse que os filmes de Woody Allen são ruins e esquisitos ?!!!?!?!?? o.O

    Os filmes dele faz meio que a gente querer vivenciar o que as personagens passaram. Quando vi “Meia noite em Paris” fiquei com mais vontade de ter vivido em outro tempo, uma vontade que eu já tinha, algo pelos anos 60 ou 70. É sempre nostálgico!

  12. Marji says:

    “Whatever Works”, do Allen, é demais! Assisti em 2010 e achei super adorável! Como li alguns comentários acima que você ainda não viu, reforço a recomendação <3

  13. Alessandra says:

    Assisti poucos filmes do Woody Allen… Mas com este post fiquei com vontade de assistir mais, haha!
    Acho que vou assistir seguindo suas indicações! *-*
    bjsbjs!

  14. Laura says:

    CARA QUE COINCIDÊNCIA ando muito viciada em Woody Allen nos últimos tempos também, ele é muito amor jhsdkljsfhkl <3 que inveja do seu box! Na realidade eu gostaria de entrar naquele filme, Roman Holiday, compartilhar a cena com o belíssimo Gregory Peck :3

  15. Duda says:

    Ai que fofo o Spock com esse óculos todo lindo :) o filme parece ser bem legal, e meia-noite em Paris eu vi a peça de teatro, é muito linda e bem elaborada :*
    xoxo

  16. Monalisa says:

    engraçado é que comecei a ver filme do Woody Allen justamente quando me falaram que eram estranhos e ruins, fui tirar a prova hahahhaha

  17. Mama says:

    Tenho que admitir que sou um pouco ignorante quando o assunto é Woody Allen. Também nunca me interessei muito pelo trabalho dele.
    Até onde tenho conhecimento, o único filme dele que assiti foi “Meia Noite em Paris”, e tenho que dizer que a única coisa que gostei foi o Michael Sheen, que é um de meus atores preferidos.
    Acho que a ideia em si do filme é boa, mas não gostei do jeito que foi trabalhada. E se todos os filmes dele são nesse mesmo estilo, acho que não me agradariam muito.
    Mas estou bastante ansiosa para assistir o filme em que ele está trabalhando agora, com a Cate Blanchett e o Alec Baldwin, e este último que ele fez, “Para Roma, com Amor”, com a Penelope Cruz.
    :*

  18. Gostaria de entrar no filme Cartas para Deus, para ler todas aquelas cartas do final do filme rs… Conversar com o Pequeno Príncipe ai que fofis….
    Quero aproveitar pra convidar todo mundo aqui pra fazer uma visitinha no meu bloguinho!!! http://maniadetati.blogspot.com.br um super beijinho!!

  19. Haaaa… o Spock ficou com muita cara de pseudo intelectual! :P
    Entãooo.. se dentre esses 8 filmes, você não assistiu Whatever Works, ele PRECISA ser o próximo, tá? :)

    ;*

  20. Alessandra says:

    Whatever Works e Annie Hall são os meus preferidos!!!
    Adoro Woody Allen!!! Adoro o estilo neurótico dele! A L&PM tem 4 livros de contos dele, um mais engraçado e inteligente que o outro!

  21. Alessandra says:

    “Whatever Works” e “Annie Hall” são os melhores!!!

  22. Alessandra says:

    Adoro Woody Allen!!!Ele tem livros também! Todos naquele estilo meio-neurótico dos filmes!!! Muito bons!!!

  23. Déborah says:

    Parece ser bom, vou já comprar um para eu assistir.

  24. Natalia says:

    Mel, adorei o post. E esse cachorrinho coisa linda de morrer? Muito fofo meu Deus, que vontade de apertar :D’ Beijos :*

  25. O.ô nessas foto o Spock esta uma coisa muito fofoo, da vontade até de aperta ele!

  26. Fabrícia says:

    Spock muito phyno nessas fotos, amei *-*
    Eu adoraria entrar em Avengers, mataria todos eles de amor

  27. tania says:

    “As Areias do Tempo” o principe da pérsia:um local e uma época totalmente fora da minha realidade!

  28. Inês M. says:

    O Spock é muito amor mesmo! Não tem como não soltar um “awnn” sempre que ele aparece! ❤
    Beijos!

  29. Ah, pin, o Spock, incrivelmente fotografado por você, roubou totalmente a cena….não tem mais nada pra ninguém hahahahaha

    Então, você pode não se lembrar mas com certeza ouviu de mim que “os filmes dele eram ruins e esquisitos” …sei que o Woody Allen é premiadíssimo, tem muitos filmes famosos mas continuo não me encantando pelo trabalho dele e muito menos dele como ator (o filme Cenas de um Shopping – Scenes from a Mall, onde ela atua com a Bette Middler foi uma das minhas grandes decepções, juro que ainda não consegui me recuperar da sensação de tempo perdido hahaha)…nada contra quem o admira, é fã do trabalho dele, respeito mas me dou ao direito de achar ele, assim como o Gerald Thomas, dois chatos (piada interna hahahaha) e olha que não me acho nem um pouco radical.

    A Rosa Púrpura do Cairo e Match Point eu assistiria mais de uma vez, gostei bastante…e, mesmo não tendo assistido ainda, Meia-Noite em Paris possivelmente vai me agradar mas acho que para por aí. Os dois primeiros assisti mas mais pelos atores do que por ser um filme dele e o último me parece bem interessante além de gostar dos atores e de Paris. Vou pagar para ver porque realmente não sinto nenhuma atração pelo jeito que ele dirige e não tenho a menor vergonha de confessar isso nem receio de parecer pouco inteligente. :)

    Agora quanto a querer entrar num filme, com certeza, O Fabuloso Destino de Amélie Poulain seria o primeiro…em seguida, mas não necessariamente nessa ordem, colocaria Sob o Sol de Toscana, Cartas para Julieta e em outros bem românticos e com cenários maravilhosos.

    Beijinhos no coração

  30. Assiste no colégio essa semana !! Amei demais ele. Pelo titulo na hora não levei muita fé, depois não queria que terminasse D:

  31. Esse Spock é um lindo! haha Eu já ouvi falar muito do Meia Noite em Paris mas até hoje não assiti. Minha mãe viu e não gostou, mas eu ainda quero ver! haha

  32. victoria says:

    Eu gostaria de entrar e interagir no filme “Hotarubi no Mori e”. É um curta japonês (de 45 minutos) que conta a história de Haruka e Gin. Eles não podem se tocar porque se Gin tocar um humano, ele desaparece. É um curta realmente lindo. Indico!

  33. Camila Gerarde says:

    *-* Spock é muito fofo, ri demais com essas fotos dele

    Já conhecia alguns filmes do Woody Allen, o último que assisti dele foi Meia noite em paris (amei!), mas não conhecia esse filme, me interessei vou procurar para assistir :)

    Beijos

  34. Erika Tammy says:

    adorei a dica Mel, agora estou com muita vontade assistir esse filme. e o Spock ficou muito parecido sim, rs!

  35. Bia says:

    Mel, adoro seu blog *-*
    Acho que gostaria de entrar em Orgulho e Preconceito, Cartas para Julieta e Uma Rua Chamada Pecado, por causa do Marlon Brando :P Você já assistiu esse? Acho que vi o DVD num vídeo do Thi. Vale muito a pena. Bjss

  36. David Mendes says:

    Ótima dica!! A Rosa Púrpura é lindo justamente por trabalhar essa questão meio lúdica da interação entre o real e o ficcional do cinema, meio que uma fuga da realidade… E o Woody Allen é genial (invejinha da box :P).
    Gostei da brincadeirinha proposta de citar filmes no qual gostaríamos de entra, que personagens conhecer… Eu fugiria pra algum filme bem docinho, tipo Um duende em Nova York (adoro filmes de natal), mas adoraria conhecer e conversar sobre relacionamentos com o quarteto de Sex and the city *-*

    Ah, o Spock tá um fofo de Woody!!!


Deixe seu comentário