melina
Books

as vantagens de ser invisível (stephen chbosky)

11.12.2012

Demorou um pouquinho, mas aqui estou escrevendo sobre o livro As vantagens de ser invisível do Stephen Chbosky. Bom, meu primeiro contato com o livro foi quando vi uma foto da versão estadunidense e o título – the perks of being a wallflower – me chamou a atenção. Logo depois vi que iria estrear o filme aqui no Brasil e me animei mais ainda pra ler e assistir, mas o tempo que ele ficou em cartaz aqui em Curitiba foi muito curto e eu não consegui ir (estou esperando lançar o dvd então vai demorar um pouquinho pra ter resenha sobre o filme aqui).

Antes de falar sobre a história, vou falar um pouquinho sobre a minha edição. Quando comprei, tive a opção de escolher entre a capa original e a capa com os atores do filme. Como vocês podem ver, escolhi a capa com os atores por dois motivos: 1. eu achei a capa original muito sem graça e 2. acho o Ezra Miller lindo (haha) então abri uma exceção e resolvi ficar com a capa do filme ;)

O livro foi publicado pela Editora Rocco, é muito bem diagramado (fonte, espaçamento e margem) e as suas folhas são brancas. A única coisa que não gostei mesmo foi a capa da versão original (achei sem graça).

A história é toda contada em cartas escritas pelo protagonista que assina como Charlie. Isso foi algo que me chamou a atenção porque eu não tinha ideia de que o livro era todo escrito em cartas (mais ou menos como aconteceu quando eu li O garoto da casa ao lado). Em momento algum ele conta para quem está escrevendo, apenas demonstra que está muito feliz por poder escrever e diz que não está enviando o endereço para resposta, pois não quer que o destinatário descubra quem ele é nem que o julgue (ou julgue as pessoas mencionadas nas cartas).

Charlie é um garoto sensível que escreve com naturalidade e inocência sobre assuntos e sentimentos que ele vivencia. Compartilha sobre seu primeiro beijo, amizades, família, escola, namoro, drogas etc. e, embora aborde assuntos polêmicos (suicídio, homossexualidade, abuso, violência, sexo etc.), Charlie escreve de uma forma tão leve que impressiona.

Uma coisa que eu achei muito legal é que o livro traz muitas referências literárias, cinematográficas e musicais (por causa disso preparei uma “surpresa” pra vocês que está no final do post). As referências literárias ficam quase que por conta do professor de Charlie, pois ele percebe o seu potencial e indica vários livros para que ele possa crescer e desenvolver suas habilidades intelectuais.

Não sei vocês, mas eu fico bem feliz (e me apego mais ao livro) quando vejo referências que eu gosto como livros que eu li/tenho, músicas que eu conheço, filmes que assisti etc. serem citados durante a leitura.

O livro é dividido em quatro partes e confesso que ele só conseguiu prender mesmo a minha atenção no final da segunda. Demorei um pouquinho pra me acostumar com o jeito do Charlie escrever, mas depois a leitura fluiu bem :)

Bom, aqui está a “surpresa” que eu comentei ali em cima: fiz uma lista no 8tracks com algumas músicas que o Charlie gosta:

the perks of being a wallflower from melinasouzabr on 8tracks Radio.

Ah, uma “curiosidade” pra vocês sobre o significado do título original: “wallflower” traduzido literalmente significa “flor de parede” e é uma expressão utilizada para descrever uma pessoa tímida, que tem medo de se realacionar socialmente e não atrai muito interesse/atenção ;)

E aí, alguém já leu? O que achou?

Quem quiser me acompanhar pelo skoob é só clicar aqui!

xoxo

ps: viram que eu resolvi tirar fotos ao ar livre para a resenha? Quis variar um pouquinho ;)

Por

Melina

  1. Nossa Mel, eu to louca pra ler esse livro! Acho q vou comprar ele e A culpa é das estrelas, to louca pra ler os dois! E ameii o post, ficaram lindas as fotos ao ar livre! Bjuss

  2. Giulliana says:

    Li o livro essa semana e achei incrível. O jeito como os temas “polêmicos” foram tratados me impressionou bastante, porque não deixou a leitura “pesada.” Também não vi o filme e estou esperando lançarem o dvd. :)Esta ansiosa pra ler sua resenha desse livro, Mel. E adorei a surpresa.
    Beijos.

  3. Tanna says:

    eu li e já vi o filme,pessoalmente prefiro o livro, por que no filme ficou meio confuso o final e tive que explicar pras minhas amigas o que tinha acontecido. Mas o livro é muito bom, fiquei curiosa pra saber pra quem era as cartas, mas mesmo assim, fiquei presa no livro e terminei de ler no mesmo dia em que comprei.

  4. Luana says:

    Já é o meu terceiro comentário que eu te pergunto isso! E eu só queria entender pelo menos porque você o deixa visível?! Responder é um coisa, ok. Mas você nem está aceitando os meus comentários… Não estou entendendo muito bem oque foi que eu fiz. Por isso pergunto de novo “Mel, eu vi esse post “http://melinasouza.com/2012/09/11/dicas-para-criar-o-seu-blog/” e tive uma dúvida. Tem alguns posts que você faz mostrando os presentinhos que você ganha das lojas, mas as lojas não tem uma fotinho ali, na parte de “Anunciantes”. Então eu queria meio que entender isso, eles te mandam oque eles quiserem e aí pedem pra você fazer um post mostrando oque você ganhou?! Me explique, por favor! (:”

    • Luana says:

      *porque você não o deixa visível

    • Melina says:

      Chuchu, eu tenho mais de 500 comentários pendentes e quando tem perguntas que eu preciso demorar um pouquinho mais respondendo eu deixo pra aprovar/responder no final de semana ou quando eu estou com um pouco mais de tempo livre.
      Não gosto de aprovar comentários com perguntas sem respondê-las!

      Agora tirando a sua dúvida: há lojas que pagam para colocar banner na lateral do blog, há lojas que pagam por posts com divulgação e opinião, há lojas que mandam produtos etc. Quando eu recebo/compro algo que gosto muito e acho que os leitores também podem gostar eu acabo divulgando aqui no blog. Não divulgo tudo que recebo de lojas, só compartilho no blog coisas que eu sei que tem qualidade e quando o post é pago eu aviso nas tags! É isso! ;)

  5. Alanny says:

    Ai que post lindo! ♥ Estava muito ansiosa por esta resenha, Mel. Gostei bastante. Eu ainda não li o livro, mas pedi na minha, lista do amigo secreto da minha família! Pedi ele “A culpa é das estrelas”, outro resumo que amei por aqui!

    Você falou que teve a opção de escolher entre a capa original e a capa com os atores do filme, fiquei com medinho, pois também não gosto da capa original, e vai que o meu amigo secreto me dê com a capa que eu não gosto? Hahaha. x)

    Suas fotos ficaram lindas. ♥

  6. Ai Mel, fiquei muito feliz que você tenha lido. Esse é com certeza um dos meus livros favoritos e fico feliz que tenha gostado.
    Sobre o filme, por muita sorte, eu consegui assistir. Aqui em SP ele ficou em cartaz em 4 salas de cinema na primeira semana e só em 1 na segunda. Daí consegui ir só na segunda semana. Mas posso só te dizer que o filme não deixa nada a desejar. Espero que o dvd saia logo para você poder ver e para eu te-lo na minha coleção.
    Beijos

  7. Fiquei com vontade de ler. ♥
    Não sabia o nome original do livro, me identifiquei. Sou uma wallflower ^^ HAHA

  8. Michele Rodrigues says:

    Eu li esse livro em um dia,achei muito legal! O jeito que é escrito,por cartas,dá mais intimadade com o narrador/autor Charlie,e eu me identifiquei com várias coisas que ele conta. Pretendo nas férias ler os livros que ele menciona,fiquei com muita vontade de ler “O apanhador no campo de centeio” :) Ah,eu nunca vi a capa original, não sou muito fã de livro com capa do filme :/
    xx

  9. Andressa says:

    Awn, adorei! Fiquei com vontade escutar Asleep e nunca me dignei a ir procurar a música. Ela é linda mesmo! Vou escutar as outras agora <3

  10. Juliana says:

    É um dos meus livros favoritos, principalmente por causa do Charlie. Amei a resenha.
    Fui ver o filme no cinema e não me decepcionei, já que o autor do livro também foi o roteirista do filme!
    Não gosto muito da capa do filme, a Sam perto do Charlie, não sei explicar…só não parece muito coisa da Sam haha.
    Tire mais fotos ao ar livre, Mel, elas ficaram lindas!

  11. Esse é o meu livro predileto, li por e-book, não conseguia comprar em nenhum lugar, porque estava esgotado. Agora que lançou uma nova edição com a capa do livro. Ao contrário de você eu prefiro a capa original, mas não consigo achar em nenhum lugar, onde você comprou?
    Em respeito ao filme, fiz questão de assistir no cinema, ficou em cartaz aqui em Brasilia só por uma semana, mas dei o meu jeito e consegui assisti :). O filme é lindo, o roteiro maravilhoso, os atores mais ainda, recomendo.
    Por fim fico muito feliz que gostou, o livro é realmente maravilhoso e não tem como você não se identificar com o Charles que é um amor e suas reflexões filosóficas sobre a vida. <3

  12. Andreza says:

    Mel você é uma linda. Adoro seu blog e suas resenhas.

  13. Oi Mel!

    Adorei sua resenha, ficou muito legal! Que bom que você gostou do livro, eu já não gostei muito porque me senti meio “desconfortável” (não sei se essa é a palavra certa, mas não achei outra!hehe) em algumas partes do livro. Não é um livro que eu leria novamente, acho que criei expectativas demais e acabei me decepcionando :/
    Mas eu amei as indicações de livros e músicas que aparecem no livro e a forma da narrativa me prendeu bastante! hehe

    Ah, quero agradecer de coração a você e a sua mãe por terem comentado no meu Blog!Muito obrigada mesmo, é muito gratificante receber as visitas de vocês lá e pode deixar que vou tentar atualizar o blog sempre! hihi :)

    E outra coisa, você conseguiu imaginar esses atores como os personagens? A Emma Watson e o Logan Lerman eu não consegui imaginá-los, já o Ezra Miller caiu como uma luva como Patrick! ;)

    beijinhos Mel!

  14. Vejo muita gente falando desse livro!
    Me interessei em ler, ainda mais agora, porque confio em suas resenhas. Assim que eu ler, conto pra você o que achei. Beijo, Mel!

  15. Natália P. says:

    Eu amei o livro! O filme é muito bom também, com a Emma minha diva maravilhosa… Mas, infelizmente, por abordar certos temas um tanto quanto pesados, o filme, imagino que pra não ficar com uma classificação indicativa muito alta, aborda certos fatos de maneira muito sutil. O final (com relação àquilo que acontecia na infância dele), por exemplo, ficou muito pouco claro pra quem não leu o livro… Eu tive que explicar pro meu namorado (que não havia lido) o que de fato aconteceu…

    Ps: sério que você acha o Ezra lindo? Acho ele tão estranho… hauhauhauhau

  16. Natália P. says:

    Ah, esqueci de mencionar que o Charlie tem um senso de humor único, me peguei rindo alto na faculdade com certos comentários dele… HIHIHI

  17. Mariana says:

    A Mel me deixou com mais vontade de ler este livro e me fez descobrir que sou uma “wallflower” rs

  18. Duda says:

    Minha irmã comprou o livro e ainda está lendo mas disse que o livro é muito bom. Mel, mudando completamente de assunto, você ainda tem a imagem daquele seu antigo banner ? Eu queria saber só para ter uma ideia e fazer um parecido, pois estou mudando a estadia do blog e etc, e queria algo diferente. E queria saber qual você acha mais adequado : blogger ou wordpress ?
    xoxo

  19. Tatah says:

    eu vi o filme, e sai extasiada do cinema, sem saber onde que tinha sido atingida..é lindo ! bonito mesmo,sensível,triste,alegre….só assistindo pra entender,espero que saia logo em dvd, e que saia aqui no Brasil também , você vai adorar Mel !e trilha sonora é demais (aliás, tem a original disponível no 8tracks :http://8tracks.com/igniteimagination/and-in-that-moment-i-swear-we-were-infinite, ~aliás 2: thanks pela dica o 8tracks é demais =) ~

    li o livro um pouco depois , é diferente do filme, acho que por ser tanto na visão do Charlie,tão mais pessoal e as vezes confuso, mas amei também , a beleza e sensibilidade com os assuntos são tratados.. o Charlie descobrindo tanta coisa… *-*

    Bjo bjo
    e pretendo mandar fotinhos da minha gata pro Click do leitor, espero que consiga uma boa foto !

  20. Bianca Zaene says:

    Achei esse livro realmente bom, daqueles que leio e penso muito mesmo sobre as coisas da vida. Também tive a sensação de que mesmo diante de temas polêmicos o Charlie sempre trás uma abordagem ingênua…
    E até que gostei da capa original, achei legal o carinha transparente!
    Em relação aos tantos filmes e músicas citadas eu fiz uma lista e pretendo ainda ouvir(sua listinha vai ajudar!) e ler todos.
    O final do livro me deixou muito triste mesmo, e nem sei explicar porque.
    Ótima resenha Mel, beijos.

  21. Giulia says:

    Mel você acha que esse livro é muito pesado para adolescentes entre 12 e 15 anos?
    Acho que seria super legal se você colocasse uma classificação etária tipo as dos filmes nas próximas resenhas.
    Seu blog é uma coisa linda,parabéns!

  22. Michelle says:

    Mel,

    Que bom que escreveu este post! Comecei a ler o livro ontem e fiquei encantada com as referências musicais e literárias! A sua surpresa é demais! Agora tere que eler enquanto escuto as músicas! Obrigaaaada!

    As fotos ficaram lindas! Parabéns!

    Beijos,

    Michas

  23. Carol Tanaka says:

    Mel, sua linda :) Você fez a playlist, ebaebaeba :)
    Adorei o livro também, me fez pensar e muito, talvez não consiga dizer exatamente…mas eu gostei da sensação. :)

  24. camila says:

    isso que eu ia te perguntar mel, a classificação etária, desse livro (que você já esclareceu)o do Anna e o beijo francês e o Lola e o garoto da casa ao lado. estou louca para ler, mas queria saber a idade

  25. Camila Gerarde says:

    Estou muito interessada neste livro, vi o trailer do filme e parece ser bem legal, e depois da sua resenha, fiquei com mais vontade ainda, adorei suas fotos ao ar livre :)

    Beijos

  26. Anaís says:

    Eu literalmente acabei de ler esse livro! Sério, terminei há alguns minutos! Já tinha assistido o filme (que entrou para minha lista de favoritos) e ambos são muito bons!

  27. Isabel says:

    Encantei pelo livro, vou ver se acho em algum site para comprar, quero ler ainda nas férias. Ha, em falar em encanto, Faz pouco tempo que estou aqui “fuçando” seu blog e já sou fã, sou encantada por leitura, fotos e textos bem escritos, e você faz isso muito bem! Parabéns!

  28. Isabela says:

    Ai eu vi o filme primeiro… e me apaixonei… vi o filme de novo e de novo e só conseguia pensar nisso e aí comprei o livro, normalmente gosto de ler o livro antes de ver o filme pra nada atrapalhar minha capacidade de imaginação mas mesmo assim gostei!!! Eu falo que eu queria muito ser a pessoa pra quem o Charlie escreve as cartas…mas acho que ele não escreveria pra mim, porque eu não ia conseguir não procurar quem era que me enviava essas cartas… eu ia acabar indo atras dele… muito triste, eu só queria ser amiga do Charlie também! ele é tão fofinho…

  29. Mary says:

    Eu me apaixonei pelo livro, principalmente por ele citar livros e músicas ^^
    Amei que você fez a lista, estou aqui escutando!

    Beijos Mel:*

  30. Franciele says:

    Eu terminei de ler esse livro há pouco tempo e super indico, apenas acho que esse livro é bom ler depois dos dezesseis anos.

  31. Como de costume uma resenha ótima, sem spoilers e com fotos lindas.

    Adorei as fotos ao ar livre, você sempre inovando, nos surpreendendo e servindo de inspiração. Seja no quarto ou fora dele você é sempre criativa, muito cuidadosa com a qualidade e atenta ao que quer transmitir em cada click, em cada palavra e isso tudo acaba refletindo, naturalmente, nas suas fotos, nos seus textos, nos seus vídeos, enfim, em tudo que você faz, de longe dá pra perceber o seu estilo! ❤

    E amei a surpresa da lista no 8tracks…um diferencial incrível e que demonstra a sua dedicação ao blog e aos seus leitores!Parabéns!

    Beijinhos no coração

  32. Lívia says:

    O bokeh nas fotos ficou lindo! Gostei bastante da ideia de tirá-las ao ar livre, meio que combinou com a cor do livro (foi essa a intenção?) Puxa, o título em inglês é beem mais explicativo do que em português…

    Abraço pra vc e sua mãe fofa <3

  33. Déborah says:

    quero muito ler, já me indicaram e parece ser muito bom. amei as fotos e a resenha Mel:) beijos.

  34. MorMaeve says:

    Adorei as fotos ao ar livre :)
    E fiquei interessada pelo livro tbm.

    Mel, desculpe falar neste post, mas vc tbm tem problemas em enquadrar a sua Instax?
    A minha, apesar de ficar focada no centro, a foto no final sai mais para esquerda :/ Você poderia dar dicas para foco/composição para Instax? Eu tenho a 7s, mas pelo que vi não muda muito.

    Muito Obrigada!

    Beijos :)
    ‘ah, a minha está aqui: http://mormaeve.net/2012/11/28/experiencia-de-compra-fujifilm-instax-mini-7s-por-photojojo/

  35. Fernanda N says:

    oie mel, tudo bom?
    vi esse livro há pouco nas prateleiras de uma livraria e fiquei curiosa sobre o que se tratava… não tinha lido resenha ainda, mas gostei do que você falou a respeito do livro. vou comprar, eu acho. gosto de ler coisas diferentes… e eu adorei “o garoto da casa ao lado”, by the way!
    beijo, beijo!

  36. Franciele says:

    Você coatuma ler sempre de dia ou a noite?

  37. Viviane says:

    Eu fiz o mesmo que você e escolhi a capa versão filme pois achei a outra muito sem graça. Só que eu comprei a edição em inglês e não gostei da diagramação :/ As letras são pequenas demais, a folha muito fina e branca.. parece tudo muito espremido e isso me desapontou.
    Eu gostei bastante do livro, gostei da maneira como o Charlie via as coisas. Estou querendo ver o filme também, ainda não consegui.

  38. Adorei a ideia de por a trilha do livro <3
    Acabei de ler ele, demorei um pouco a engrenar nele também, mas acabei grudando nele da metade pro final!
    Achei a capa com os atores do filme linda mas quando fui comprar só tinha a capa original! Depois que vi essa muito mais bonita nas lojas me arrependi de não ter esperado um pouquinho :(
    Mel, você entendeu o "transtorno" que ele tinha? Achei que alguma hora seria explicado mas em nenhum momento falam o nome do que seria. Você sabe o que é? Fiquei curiosa mas não entendo nada sobre isso daí não consegui identificar!
    beijinhos!

  39. Emelly says:

    Oi Mel! Eu já conhecia suas fotos há muito tempo e sempre fui muito fã delas.Faz pouco tempo que conheci o blog, mas já é um dos meus favoritos! Gosto muito do jeito que você escreve e de como trata os leitores, com tanto respeito e carinho :D Sobre o livro, sou meio suspeita – é um dos meus favoritos – mas adorei a resenha. Ah, voce conhece a Sarah Dessen? Acho que voce ia gostar bastante dos livros dela.

  40. Léia says:

    Estou lendo esse livro. Gostei muito da resenha. ^^

  41. Ana Luísa says:

    Guria, eu amo a capa do livro original! Amo a simplicidade, acho ela.. invisível! Amo mesmo e morri de medo de só achar edições com a capa do filme, sorte que consegui! Vi o filme antes de ler o livro, então já tinha me acostumado com o jeito Charlie de falar. Gostei bastante, é o livro preferido de uma das minhas melhores amigas! :)

  42. Nikaido says:

    O filme é tão lindo quanto o livro. Quando li esse livro pensei uaaau é um dos livros que gostaria de ter lido com 15 anos rs. O filme é encantador assisti a duas vezes e se pudesse assistia a mais uma, a trilha sonora é perfeita e os atores são uns fofos. Entro para minha lista de preferidos!

  43. Vanessa Melo says:

    A capa original? Aquela toda verde com uma singela fotinha de pés no cantinho? Eu acho genial!!! E o Ezra é lindo sim, e um jovem ator incrível.

  44. Fernanda says:

    Estou com muita vontade de ler esse livro e está na minha lista há séculos.
    Adorei a resenha e as fotos estão lindas.

  45. Gabriela says:

    quero muito ver o filme, sou fã eterno ‘kevin’ hahaha

  46. tania says:

    Ai,ai,ai,voce comentou do “Kelvin”,vi apenas um pouco do filem e achei tão perturbador…podia comentar mais um pouco?!:p
    Li o livro e tambem não entendi porque tão pouco tempo de exibição,mais uma que tá esperando pelo DVD.
    Sem spoiler,mas fiquei de cara com o final do livro,como psicóloga Mel, voce já fazia idéia do probleminha do Charlie?!
    Fiquei triste depois que li o livro…:(

  47. Mel, gostei bastante da sua resenha. li o livro há alguns dias e tb fiz uma resenha no meu blog.
    http://donnaflaviaa.blogspot.com.br/search/label/As%20vantagens%20de%20ser%20invis%C3%ADvel

    e o mais engraçado é q no dia, eu tb criei uma play para o meu 8tracks

    http://8tracks.com/donnaflaviaa/the-perks-of-being-a-wallflower-soundtrack

  48. Bruna says:

    Mel, amo seu blog e suas resenhas. Li As Vantagens de Ser Invisível há alguns meses,e é meu livro favorito. Confesso que por esse motivo, gostaria de ouvir mais elogios a ele da sua parte hahaha. Tenho a capa original, acho a com os atores mais bonita(pelo Logan,claro) mas a ideia da original é muito legal. Uma capa branca com um homem na parte de baixo quase ”invisível”.Bom, parabéns pela resenha, beijos *-*

  49. Ingrid Nayara says:

    Ah eu comprei esse livro tem quase um mês e ainda não tive tempo pra ler :( E aqui na minha cidade o filme também ficou pouquíssimo tempo em cartaz…..

  50. Estou desejando ler este livro, parece ser incrível.

    blogdapaulla.blogspot.com

  51. Bia Barros says:

    Querida , tou com esta dúvida a um bom tempo … oque significa ”xoxo”??

  52. Lala says:

    Que massa esse livro parece ser muito legal *-* e ameeeeei a surpresa!! Você realmente é incrível!! Mas eu gostaria de ver a capa original… não sou muito fã de capas com ”pessoas reais”,rs. Enfim, amei muuuito e vou ver se consigo comprar (ou pedir emprestado pra alguém,rs).
    Beijos, Lalá.

  53. Luiza says:

    Mel, esse é o meu livro favorito porque eu li ele quando estava passando por um momento difícil quando tinha uns 12,13 anos e me identifiquei muito; o livro foi bem o que eu precisava na época.

    Mas eu tinha uma pergunta pra você: você não achou muito infantil? Uma amiga minha leu esses tempos (e ela tem 18 anos) e ela achou meio bobo e muito simples a maneira como foi escrita. Gostaria de saber o que você achou, por ser mais velha do que os personagens do livro

  54. RENATA says:

    Mel, eu quero muito ler esse livro ! e agora estou com mais vontade ainda !
    eu adoro o seu blog e você também … beijos !

  55. Estou louca pra ler esse livro! Vejo tanta gente falando que o livro é bom que bateu aquele desespero literário hahah

  56. Maria says:

    Adorei a resenha Mel!
    Esse livro já tá na minha wishlist ><
    P.S.: Nem reparei no Ezra Miller com o Logan Lerman na capa, rs.

    xoxo

  57. Raquel Tranquezi says:

    Mel, essa é a primeira vez que eu comento em um dos seus posts, mas saiba que eu te acompanhanho faz muuuito tempo. No começo pelo Flickr, e lembro que achava as suas fotos tão lindas que a principio achava que você era americana, até começei a escrever uma mensagem pra você em inglês.
    Bom, eu estou enrolando. Eu passei aqui porque eu li um textinho ‘sobre’ as vantagens de ser invisível, e, sei lá, achei o jeito da menina parecido com o seu.
    http://cartasdeubuntu.blogspot.com.br/2012/12/a-inspiracao-de-ser.html

  58. ALÉXIA says:

    Não li e nem vi kk :c ; mas como sempre pretendo ler o livro e comprar e ver o filme . Bjos

  59. Luis Fernando Bittencourt says:

    Comprei hoje, já me envolvi tanto com o Charlie, não sou muito de ler, mas acho que vou ficar tão no tédio quando eu terminar esse livro, amo livros parecendo “cartas” ou “diários”. Obrigado pela resenha Mel <3

  60. Arlene Alves Santana says:

    Olá,gostaria que vc fizesse resenha do livro: Depois dos quinze,da Bruna vieira,obrigada :)

  61. Luis Dantas says:

    Vi o filme por esses dias e achei ótimo, espero comprar o livro em breve :D E o Ezra é um lindo mesmo <3

  62. Rach Cassini says:

    Eu li o livro faz pouco tempo e gostei muito também, mas achei meio deprimente e até um pouco forte demais, por causa de todas as situações que ele passa e etc. Já que contém algumas cenas com teor sexual, eu não diria que ele é infanto-juvenil como já vi em livrarias por ai, sério, estava na mesma prateleira que as aventuras de tintim, daí vem uma tia louca querendo dar um livro pra uma criança de nove anos que é tímida, e pelo título acha que vai ajuda-la de alguma forma, e acaba traumatizando a pobrezinha. É um livro profundo e ótimo para se ler, mas sugiro que quem tiver problemas sérios de depressão ou coisa do tipo, leia uma comédia romântica rsrs

    Xx, Rach.
    driedautumnleaves.blogspot.com.br/

  63. Terminei de ler o livro agora mesmo e vim reler sua resenha. Gostei da história mas também tive dificuldade pra me prender à leitura no começo. Cheguei à conclusão de que ele é esquizofrênico. Queria achar alguém que me ajude a pensar/debater a respeito. Vou ver o filme assim que possível, me interessei bastante. Obrigada pela resenha, Mel!

  64. Sheila says:

    Eu terminei de ler esse livro hoje, e também só me prendi a leitura no final da 2 parte. ÀS vezes Charlie fica tão confuso que transmite a sua confusão para o leitor :p Mas eu gostei muito do modo como ele escreve, a leitura flui facilmente ;)
    Beijos ;*

  65. Ana Pozzani says:

    Tô louca atrás da lista de livros citados nesse livro.
    Eu já li e adorei, mas agora emprestei para uma amiga e não tenho como consultar.
    Gostei tanto do Charlie e da maneira como ele encara os problemas que gostaria de ler todos livros que ele cita. Onde será que eu acho?
    Beijos, adoro seu blog!

  66. Beatriz says:

    Adorei a tua resenha, me deixou ainda mais ansiosa pra ler o livro *-*

    Mel, eu comprei o meu no Book Depository e fiz um post contando a experiência. Tinha umas 3 opções de capas, achei que a azul era a mais linda :3 Acho que tu vais gostar! Beijos beijos :)

    http://www.dreamlandblog.net/2013/03/experiencia-de-compra-book-depository.html

  67. Mah Galvão says:

    Oi !! O Meu AVDSI Chegou Em 2 Dias !!! ( Pelo Submarino ) Amei A Capa Do Filme , Concordo Quando Diz Que A Capa Original É Sem Graça !!

  68. Esther says:

    Estou na expectativa pra ler esse livro desde o ano passado, mas minha mãe ainda não comprou :( Eu já vi o filme, e vou ver de novo depois de ler . Gosto muito de livros que nos trazem referências musicais e também de outros livros, como O Apanhador no Campo de Centeio, o qual Charlie menciona no livro… E além do mais, amei o filme, Emma e Logan juntos é um espetáculo *—–*

  69. Oi Mel, tudo bem? Também amei o livro, e suas fotos ficaram lindas! Eu estou escrevendo uma resenha pra ele, e gostaria de saber se posso ilustrar com uma das suas fotografias, deixando créditos para você.
    Obrigada!
    E tenho mais uma pergunta, quem faz o layout do teu blog?

  70. Acabei de ler este livro ontem, e … UFA! pesadinho né? rs. Tenho um pouco de receio quando vejo drogas sendo citadas em livros juvenis, sei lá, acho q o adolescente se identifica com o personagem e acaba querendo ter as mesmas experiências. O livro é ótimo, todo adolescente em um momento ou outro é o Charlie. Achei bonitinho o autor mostrar toda a inocência do personagem, em algumas horas eu tinha vontade de tirar o Charlie do livro e dar colo pra ele, rs. Ótima recomendação Mel! Valeu!

  71. . says:

    Eu gostei muito do livro, mas em algumas partes eu me senti meio “constrangida”, como na parte em que tá rolando a festa na casa dele e tal.

  72. Eu também gostei muito desse livro, na verdade se tornou meu favorito. Me identifiquei em boas partes com o Charlie, e por isso li o livro em apenas um dia. Para quem estiver interessado em ler eu recomendo, a leitura é suave e o livro é realmente muito bom. :)

  73. Jully says:

    Esse livro não me cativou. Eu gosto das citações, mas não gosto muito do livro. Ele trata sobre muitos assuntos, mas não trás uma aprofundação de nenhum. A coisa que mais me cativou no livro foi o relacionamento do Charlie com a Sam (é assim o nome dela? Não lembro). Mas tirando isso, o resto eu achei meio zzz.

  74. Yasmim Ramos says:

    Melina, também assim como voce, foi um livro que só tive acesso depois do sucesso da versão para o cinema. Confesso que no começo não me envolvi muito com a história porque achei que tinha banalidades demais no livro, ou talvez por preconceito, por causa da modinha e tal, mais resolvi continuar e me surpreendi muito. Só me envolvi mesmo com a história na 4a parte e não me arrependi de ter feito o esforço por ele, pois acabou me trazendo uma baita moral e coisas positivas que me acrescentaram como pessoa, adolescente, enfim. Em poucas palavras, posso dizer que, sendo uma das mais velhas da turma dos amigos que ando, depois do “Charlie” (como costumo chamar o livro – o livro do Charlie), pude entender melhor meus amigos, aceitar muitas coisas neles e em mim, e aprendi que vale á pena esperar por alguém de quem realmente gostamos, ou lutar pra tê-la, como o Charlie com a Sam! Um beijo.

    Com amor, Myym (dando uma de Charlie aqui hihi)


Deixe seu comentário