janeiro 2013

Posts no mês janeiro 2013

31. Jan. 2013

a partida

Arquivado em: Aleatoriedades

Hey! Venho cá perturbar vocês com mais um poema meu. Me digam o que acharam depois, por favor :) Prometo que o próximo vai ser mais pra cima haha deve ser porque hoje é meu aniversário e to ficando velho, enfim, parabéns pra mim :D

beijos a todos e boa semana!

A Partida

dois corpos deitados na cama

são corpos, meros corpos, matéria prima

imersos em bacia de tempo fugidio

carne fértil e infértil

de sangue, lágrimas, músculos, rugas

dois corpos que se

estendem, desentendem

distendem, entendem

o corpo masculino vive o jogador de futebol

a glória pátria aguerrida, solfejada em gritos e vibrações

que abafam sua derrota extracampo, aquela palpável

sem apitos e gritos pelo seu nome

a vida seca, dura, onde o pé no chão alcança o frio mármore, apenas

ou naquele filme

onde nunca o galante mocinho perde seu chapéu

e tem a coragem como seu mais precioso bem em invólucro

em seu peito palpitante

e sempre prestes a agarrar a mocinha mais bonita

frágil e indefesa, como deve ser

não há barrigas salientes nem calvície precoce nem frieira no pé

muito menos chulé

ouro não falta, tudo é possível no jardim do outro

e na tela que não esta cá

o bom homem estica-se na poltrona e regozija-se

o corpo feminino nada disso entende, prefere observar

as plantas, a joaninha de óculos e perneta, oscilando pra cá e pra lá

no jardim japonês da casa

sonha com dias melhores, com amores proibidos

e com uma certa história de dois amantes embriagados de veneno

olha para o horizonte pela janela e busca uma visão

mais tenra, menos acinzentada

menos correntes mais asas

e os dois corpos vão

meio sem saber o porquê nem como nem onde nem quando

é gol, o chapéu se manteve intacto, a joaninha quase foi devorada por um percevejo faminto,

mas ela escapou

coitada coitado

a cortina se mexeu

(brisa brisa, que brios novos te trazem?)

o retrato das bodas pregado na parede também. o retrato balançou.

enquanto isso um ponto preto qualquer corta a parede branca descascada da casa como quem nada quer e daí?

e realmente, talvez ele nada queira

ao mesmo tempo que abre uma cerveja

o homem assiste tevê

enquanto ela faz a mala.

30. Jan. 2013

look at me: free as a bird

Arquivado em: Look at me

Estava com saudade de atualizar com mais frequência a categoria de looks aqui do blog e coloquei como uma das minhas metas, postar pelo menos um por semana. Esse shorts amarelinho com estampa de gaivotas muito amor é da Richards. A básica preta é da Renner e a sapatilha listrada superfofa faz parte da nova linha Footwear da Kipling (mais detalhes aqui). A pulseira é presente da leitora Nathália Cavalhieri (obrigada, chuchu) o anel da Accessorize e os colares foram feitos por mim. Ah, o esmalte é o Caipiroska Curaçao da Risqué!

E aí, gostaram do look? Quem quiser me ajudar a divulgar, é só dar um hype no Lookbook!

Obrigada por tudo, pessoal!

xoxo