Everything Else

hora de voltar (garden state)

21.02.2013

Hey! Tudo bem com vocês? Hoje vou falar aqui de um filme que gosto muito, tanto que já vi algumas vezes e até me fez comprar a trilha sonora na minha viagem à Buenos Aires alguns anos atrás. Chama-se “Hora de Voltar” (Garden State, no original). É um filme de 2004, dirigido, escrito e estrelado por Zach Braff (da série Scrubs), mostrando a história de Andrew Largeman, um aspirante a ator que vive um vida sem graça e sem sentido, entre pequenos trabalhos em Los Angeles e consumindo mais remédios do que deveria.

(imagem: reprodução)

A história se desenvolve quando ele recebe a notícia da morte de sua mãe. Com isso, ele se vê obrigado a retornar a sua cidade natal, New Jersey, e finalmente encarar a realidade antes deixada de lado, fantasmas do passado, antigos amigos e conhecidos, locais que trazem lembranças e novas pessoas em sua vida. Lá ele conhece Sam, interpretada por Natalie Portman, uma menina mentirosa compulsiva e que é o seu oposto. Cheia de vida, alegre, praticamente vivendo em um mundo à parte, enquanto Andrew parece sempre estar num estado letárgico e numa zona cinzenta. Daí que esses dois personagens tão inusitados se encontram, se contrapõe e formam um dos casais mais peculiares já vistos no cinema.

Obrigado a passar esses dias sem suas medicações, Andrew vai redescobrindo sua vida e vendo o tempo perdido que passou, numa bela jornada interior que desencadeia em um dos filmes indies mais memoráveis e marcantes do cinema recente, cheio de diálogos inteligentes, bem escritos e situações deliciosamente nonsense. Já li até críticas que é um filme que “retrata toda uma geração”.

Ah, sem falar da trilha sonora que é uma delícia, impecável e recomendadíssima! Se encaixando perfeitamente no roteiro do filme, ela é repleta de indie pop e tem Coldplay, Nick Drake, Thievery Corporation, Simon and Garfunkel, The Shins, Iron & Wine, Zero7…

Hora de Voltar/Garden State é um filme simples, que parece ser banal mas é intenso, profundo e que carrega fortes doses de reflexão sobre nossas vidas e os rumos que tomamos, nossa eterno e desnecessário reclamar da vida, encontros inusitados com pessoas especiais e com pequenos e grandes momentos ao longo dos seus 102 minutos.

(imagem: reprodução)

É sério, assistam quem ainda não assistiu! Impossível não se apaixonar.

 Além disso tudo, tem uma das cenas mais fofas do cinema, ao meu ver. Posto aqui o trailer e pra ver a tal cena clique aqui ;)

“-What are you listening to?
-The Shins.
– You know them?
– No.
– You gotta hear this one song. It’ll change your life. I swear.”

Beijo a todos e até mais!

Por

Equipe Serendipity

  1. Eve says:

    Que lindo esse post! Sou uma viciada em filmes (aliás amanhã tem post sobre um no meu blog).
    Você não sabe o que aconteceu quando vi a cena que você sugeriu, to ARREPIADA, sério! Essa música do vídeo, eu descobri ontem e não paro de ouvir, sério! Vou mandar o link da onde eu ouvi pra tu ver que não estou mentindo http://theo-gosselin.blogspot.com.br/ hahah (tá lá no vim do site a playlist). *-*
    Eu amei o post, Daniel! Adoro a interpretação da Natalie Portman e filmes com trilhas sonoras boas :)
    Um beijão e até logo ;*

  2. Oi!
    Deve ser muito bacana o filme, vou assistir!
    Adorei seu blog e se puder faz uma visitinha no meu?

    http://itmustache.blogspot.com.br/

    Beijão

  3. Nossa, eu amei! Amei a música também. Amo esses filmes sobre viver melhor a vida, já gostei do Andrew e da Sam. Vou assistir, com certeza!

    http://princessvanellope.blogspot.com.br

  4. É realmente muito bom, e a trilha sonora é ótima! \o/
    Não tenho uma relação muito próxima com seriados médicos…mas Zach Braff é gênio.
    =)

  5. Jú Sodi says:

    fiquei curiosa em relação ao filme, vou assistir!

    Lindo o blog, parabéns :D

  6. luiza brando says:

    ah, esse filme é muito bom, preciso assistir de novo. também tenho a trilha sonora, comprei porque tem the shins :)

  7. Iz Mendes says:

    até gosto do filme mas a personagem da Natalie Portman me irrita muito, não sei pq ; p a ideia geral do filme lembra bastante elizabethtown

  8. Bia Ferreira says:

    Ta aí um filme que eu to louca pra ver! Ouvi críticas ótimas e de cara já sei que vai ser uma boa pedida. Além do mais, descobri essa música do The Shins completamente por acaso há muito tempo e desde então ela é uma das minhas favoritas. Realmente, mudou a minha vida.

  9. Eve says:

    Acabei de ver esse filme, é realmente muito bom!
    Tem diálogos ótimos e músicas boas :)
    Só deixou um pouco a desejar na questão de fotografia… (sim, eu reparo muito nisso).
    Mas achei que ele tem um humor inteligente. A cena dele vestindo a camisa igual ao papel de parede, muito engraçada. haha
    Ótima dica ;)

  10. Mel, eu AMO este filme! A trilha sonora é simplesmente perfeita! <3

  11. Laís Santos says:

    Nossa, eu (re)assisti esse filme poucos dias antes da publicação desse post! o.o Coincidência maior não existe! hahaha
    É sensacional mesmo! Gosto de filme assim meio parado/quieto/não sei explicar! rsrs :x
    Ah, foi bem legal ver esse filme aqui no blog!

  12. Ju says:

    Nossa, adoro Hora de Voltar! Acabou sendo o filme mais barato que já comprei ever! Comprei-o novinho numa locadora que estava fechando e (pasme!) me custou apenas R$3,00. Sim, isso mesmo, R$ 3,00 e novíssimo! Vi nos extras que o Zach juntou várias histórias que as pessoas iam contando pra ele sobre as suas vidas e juntou todas num personagem só, que foi o que ele interpretou nesse filme. Achei lindo! <3


Deixe seu comentário