Everything Else

O dia em que fui o que sou

4.06.2013

fuisoucerto

Eu estava ali, sendo o que o mundo me propôs: sendo eu, mais umas vinte e três. Mas aquele dia queria ser apenas só, ser sem todo o resto que de mim poderia virar pó. Tirei os afetos, os rodeios e tudo o que me cabia ser apenas por convenção, assim fechei todas as portas, fechei sem receio do depois ou do que vinha na contramão.

Olá, você lembra quem eu sou? Olá para os sonhos, dizia, olá para aquela que vivia sem medo dentro de mim sem muita pretensão. As vontades ainda estavam ali, eu sabia, ao lado dos planos e dos segredos bons que me preenchiam, porém perto de um medo que já quase não cabia nesse pedaço de vida, que uma vez fora apenas emoção. Está tudo bem, eu dizia para mim, está tudo bem, eu entendia enfim. Podia sentir a brisa dos pensamentos bons e entender o sentido daquilo que eu já não lembrava que estava ali. Lá fora não costumava ser assim, lá fora não havia mais tudo aquilo que me fazia sorrir, lá fora eu temia que aquilo que encontrei ali não me pertencesse mais e fosse o fim.

A viagem que sonhei e sorri, o pedaço de sorriso que guardei e não devolvi, os abraços, os descompassos, os sonhos, os presentes que planejei e não fiz, o todo e o bom daquilo que um dia guardei em mim. Não é lugar para se visitar todo dia, é para se dizer tchau apesar do medo da partida, mas nunca se esquecer do caminho para assim conseguir se encontrar e relembrar o que de bom temos na vida.

Entre idas e vindas, fui o que sabia, sou ainda e serei. E você, é apenas o que convém no meio dos que o cercam, ou já visitou o que guardou em si e o que de melhor tem?

Um beijo, Dan ❤

Por

Danile Pedrozo

  1. Que lindo post, que saudades que eu estava de te visitar mas o meu computador estava tão ruim que nem isso me permitia espero que eu consiga voltar a visitar sempre aqui (:

  2. Bárbara Souza says:

    Perfeito, meus parabéns, conseguiu demonstrar tudo o que a gente sente em palavras e ainda conseguiu rimá-las ♥

  3. Lala says:

    Adoro seus textos!
    Esse foi mais um que eu AMEI e me identifiquei ^^
    Muito linda a foto *–*
    Você usa algum efeito?
    Beijão, Lala.

  4. Suzana says:

    Que lindo! às vezes é difícil ser “apenas você”, né? Com tanta distorção e coisas que o mundo oferece… Preservar o “eu” ficou muito mais complicado! Mas nada melhor do que ser o que se é ^-^

  5. Mabelle Brito says:

    Nossa, eu amei seu texto!! Ele traduz como estou nesse momento. vou compartilhar no face com os devidos créditos e juntar a minha coleção de textos reflexivos e frases ok?! rsrs
    bjus e parabéns

  6. Incrível, você faz poesia em forma de texto. A escrita é tão simples, mas a prosa é tão introspectiva. Parabéns, de verdade! Amei esse texto. Escreve uma poesia depois. Você tem uma sensibilidade especial pra isso! :D Beijão :*

  7. Juliana Couto says:

    Já comentei num outro post que você fez aqui no blog e não consegui me manter quieta de novo; me senti no dever de elogiar seu esplêndido trabalho.
    Você tem exatamente o meu jeito de escrever, mas de forma infinitamente melhorada, é como se fosse eu ali, digitando tudo, mas eu jamais teria tamanha sensibilidade, nem pensaria nesse sincronismo tão belo de palavras que você consegue dispor no texto.
    Falando em texto, não preciso nem dizer que seus textos fizeram com que eu virasse uma grande fã do seu talento, de uma mente capaz de pensar tão igual a mim e, sabe, ter as mesmas ideias, entretanto, colocá-las no papel de forma diferente.
    Estou engrandecidamente grata e apaixonada.
    Obrigada, e parabéns!

    • A grande magia da escrita é transcrever sentimentos que talvez, muitos tenham vontade de expor e não conseguem da maneira que gostariam. Considero cada texto meu um presentinho para quem quiser pegar para si, assim mesmo, do jeito que quiser interpretar. Espero que continue gostando do que faço, pois assim sempre terei um sorriso na hora de escrever! Obrigada pelo lindo elogio que me fez! {:

  8. Fabiana Carmelo says:

    Lugares dentro de nós que não queremos nos desfazer, mas não podemos visitar todos os dias, quem não tem? Eu tenho, você tem, todos tem, mas poucos decifram de verdade. Você entendeu, decifrou e transformou em palavras. E eu adorei isso.

    Continue assim, sentindo e transformando ♥

  9. AMei o texto dan !!! sério, muito lindo, amo seus textos!!! devia escrever um livro de cronicas!!


Deixe seu comentário