guardachuva
Everything Else

me guarda e a chuva

2.07.2013

guardachuva

Coisa que nunca tive foi um guarda chuva, não por motivo certo ou preconceito, apenas por não ter. Sair as pressas, ou apenas deixar as gotas caírem delicadamente sobre as lentes de meu óculos me era comum, assim como os dias frios e úmidos de minha cidade. Mas naquela manhã de segunda-feira eu estava acompanhada. O estranho objeto enroscado em meu braço era de fato uma graça, não poderia negar. Em seu lindo tom de verde e tamanho exato, parecia fazer parte de mim.

Não estava há muito tempo a céu aberto, quando senti os pingos em meu rosto, como se eles pedissem para que eu lhes desse o prazer de conhecer meu novo amigo. Assim o fiz, e para meu espanto, a sensação que me tomou veio junto a uma trilha sonora mental, algo nostálgico, mas não menos do que feliz. Caminhei em passos firmes e largos mirando meu destino, como se nada pudesse me atingir: proteção com sentimento de invencibilidade.

Talvez hoje não queira caminhar mais sem a sua companhia, mas as coisas acontecem dessa maneira, não é mesmo? Não sentimos falta das coisas antes de descobrir que somos melhores junto delas.

***
E ai, gostaram? Quando estava escrevendo lembrei do curta super querido da Pixar chamado “O Guarda Chuva Azul”, que por sinal a Mel fez um post muito amorzinho sobre ele a um tempinho atrás (se ainda não viu, clica aqui!) Nós fomos juntas ao cinema ver “Universidade Monstros” (que também tem post sobre ele aqui) e me lembro como foi engraçado ver nós duas morrendo de amor o assistindo e é claro, os respectivos namorados resmungando haha

Pois é, meu guarda chuva é verde, mas acredito que ele seria um ótimo protagonista para a Pixar, viu?! :P

Um beijo, Dan ❤

Por

Danile Pedrozo

  1. Kévilin says:

    Que lindo, Dan! Achei mágico.

  2. Vitória Maria says:

    Que lindo! Adorei, assim como os outros! Eu adoro seus textos, Dan. São tão simples e fofos e tem algo mágico que me faz querer sempre ler mais algum :D

  3. Adorei, Dan, como sempre um texto delicado! Me encantei com “uma trilha sonora mental” e me apaixonei de vez com o desfecho: “Não sentimos falta das coisas antes de descobrir que somos melhores junto delas.” Seus textos sempre me surpreende e acho isso muito legal!

    E, como se não bastasse, a foto está fofíssima! ☂

    Beijinhos no coração

  4. Bárbara Souza says:

    “Não sentimos falta das coisas antes de descobrir que somos melhores junto delas” ♥
    Se importaria se eu escrevesse essa frase no meu diário, no meu Facebook, no meu Twitter, na parede do meu quarto, e em todo lugar?? Haha’

    Ameei, texto lindo como sempre, parabéns *-*

  5. “Talvez hoje não queira caminhar mais sem a sua companhia, mas as coisas acontecem dessa maneira, não é mesmo? Não sentimos falta das coisas antes de descobrir que somos melhores junto delas.”
    Muito a ver com a fase da minha vida que estou vivendo agora.

    Adorei o texto Dan, parabéns *-*

  6. Priscila Morais says:

    Que amor Danile.
    Este foi um texto muito delicado. Adorei. :))
    Sentindo falta de acompanhá-la no “Catavento Catarina” :((
    Beijo pra ti.

    • Ai, não fala assim que eu fico triste! (sério haha) infelizmente meu cantinho está realmente parado, mas a vida estava e na realidade ainda está muito corrida! Escolhi uma péssima época para começar meu blog, o último ano de faculdade, triste. Mas prometo não abandonar, ok? E é garantido que aqui no blog da Mel terá um pouquinho de mim toda semana, espero que continue acompanhando! Obrigada pelo carinho, querida {{{:

  7. Amanda says:

    Achei o texto um doce! Principalmente porque partilho dessa sensação. Meu guarda-chuva é azul com bolinhas brancas e rendinha nas pontas (recebe muitos elogios btw), e não tem como não amar. Em geral, eu não gosto de dias chuvosos, mas tem certos momentos que uma chuvinha fina e um guarda-chuva na mão fazem toda a diferença e conseguem tornar o dia mais prazeroso!

    • Como nunca fui de ter guarda chuva, já estou feliz com o meu verde simples (porém muito amor, ok? haha)… um dia quem sabe eu tenha um todo querido e cheio de coisinhas! Bem, eu em geral acho a chuva ótima quando estou bem quentinha e seca em algum lugar rs Talvez agora com essa minha nova companhia eu goste mais e mais da chuva, não é mesmo?! haha Ah, e obrigada, claro! {:

  8. Gabi Pairet says:

    AMO ler, mas não é qualquer leitura que me agrada e já fazia um bom tempo que não lia algo tão bonito, simples e encantador. Parabéns, Danile, amei ler seu post, estou totalmente encantada com o seu jeito de escrever!
    Beijinhos ;*

    Gabi Pairet

  9. Lala says:

    Que amor o texto e seu guarda-chuva <3
    O título me encantou e suas palavras me pareceram tão inocentes e maravilhadas com a companhia do guarda-chuva.
    Simplesmente amei <3
    Quando eu estava lendo na mesma hora lembrei do curta da Pixar aí quando é no final você o cita, haha <3
    O curta é muuuito amor e eu quase infartei quando estava o assistindo <3
    Não sabe o quanto foi difícil entrar no cinema! Pensei que iria perder os trailers e inclusive o curta, quando entrei no cinema estava acabando o trailer do Meu Malvado Favorito 2 e começou o curta, quase infartei de amores, foi no tempo certinho! Apesar de ter perdido o trailer do Meu Malvado Favorito eu fiquei bem feliz ^^
    Beijão, Lala.


Deixe seu comentário