Entertainment

Músicas patológicas: “patologicamente” cantando

8.08.2013

melinasouza01

Estava cantarolando uma música que marcou minha pré/adolescência e isso me inspirou a montar um post com músicas que acabam servindo de exemplos de algumas patologias. São músicas que, assim como eu, muitas pessoas gostam e cantam por aí, mas também são músicas que não são exatamente legais de enviar para alguém declarando um sentimento :P

Se eu fosse professora no curso de Psicologia (ou Psiquiatria), com certeza usaria essas (e outras músicas) em provas e trabalhos (fica a dica para os professores ;D):

The Police – Every Breath You Take

The Cardigans – Lovefool

Clarice Falcão – Oitavo Andar

Clarice Falcão – Qualquer Negócio

Nirvana – Lithium

Eminem feat Rihana – Love The Way You Lie

Placebo – Meds

John Lennon – Jealous Guy

Silverchair – Ana’s Song

Radiohead – Fake Plastic Trees

Ok, vou parar por aqui pro post não ficar gigante, mas antes quero saber duas coisas: 1) Alguém aí conseguiu identificar alguma patologia nas letras dessas músicas e 2) Que música ficou de fora que você colocaria na lista?

Quero fazer um agradecimento especial para o pessoal que comentou no tópico em que falei sobre isso no facebook :)

Obrigada por tudo, pessoal!

xoxo

Quem quiser acompanhar o A Series of Serendipity é só seguir: Twitter ❤ Fanpage ❤ Instagram ❤ Youtube

Por

Melina

  1. Gostei bastante da sua seleção Mel, principalmente as da “Clarice Falcão”.

    Beijos.
    Páginas na Estante
    Sorteios ativos.

  2. Camila says:

    Macaé é pra caramba tb, aliás praticamente todas da Clarice são!

    Adorei esse post, li uma vez que o Sting fica horrorizado com o sucesso da música, que tem gente que coloca no casamento e tudo e nem percebe o quão “creepy” é isso.

    Beijo

  3. Lidiane Pessoa says:

    Post muito interessante Mel, to estudando psicologia esse semestre e falamos um pouco sobre muitos dos comportamentos apresentados nessas músicas… Eu acrescentaria talvez MENTI PRA VOCÊ, MAS FOI SEM QUERER do Pato Fu… Lembrei dessa agora.

  4. Ana says:

    Sou apaixonada por “Oitavo andar” e “Ana,s song”. Adorei a seleção.

  5. Caroline says:

    Patologia, dentre todas, eu sei que há em Ana’s Song: anorexia.

  6. Olá Mel, achei bacana a postagem.
    Me fez até interessar um pouco mais pelo curso de psicologia.
    De qualquer forma, fale mais sobre a sua faculdade aqui (se possível, é claro!)

    xx

  7. Marcella Carolina says:

    Muito bom o post Mel, parabéns! No semestre passado em uma prova de Psicopatologia Geral (curso hoje o 8º semestre de psicologia) caiu uma música do Charlie Brown Jr. – Só os loucos sabem :) E Mel, tenho uma curiosidade, qual foi o tema abordado por ti no trabalho de conclusão do curso? Bj.

  8. Amanda Beiral says:

    Minha mãe é psicóloga, mas dá aula de psicologia no curso de formação de professor.
    Talvez se eu perguntar a ela eu descubra ^-^

  9. Renata Luna says:

    Every Breath You Take eu AMO, mas parece música de stalker, kkkkkkkkkkk.

  10. Andressa says:

    Apesar de nunca ter me pronunciado por aqui, encontrei seu blog há um tempo e desde então estou sempre aqui (quase um vício. haha)… Simplesmente AMEI esse post! Parabéns pelo trabalho, sucesso!

  11. Kate says:

    Silverchair – Ana’s Song

    Mel, você sabe que a Ana dessa música é a Anorexia, né?

  12. Juci says:

    Faltou “Never Gonna Give You Up” (não a do Rick Astley, a do Jerry Butler [só que eu gosto mais do cover do Black Keys dessa música]). A melodia é a coisa mais linda, mas quando se presta atenção à letra… é tenso :P Tem também Cornerstone do Arctic Monkeys, One Of Us Cannot Be Wrong do Leonard Cohen e Crazy do Gnarls Barkley (conta?). Mas todas essas são de problemas psicológicos, não consegui lembrar de nenhuma que se relacione à uma doença física no momento…

  13. Juci says:

    Lembrei de mais duas: Medicine – Daughter (muito boa!) e Blood Bank – Bon Iver (:

  14. Ale says:

    Não sei se posso afirmar isso, mas sinto que Oitavo Andar (e outras músicas da Clarice) tendem para a Síndrome de Borderline. Tenho esse distúrbio e por sentir tudo à flor da pele, o exagero das emoções descrito nas músicas acaba sendo real para mim e outros portadores. Mas não somos perigosos, viu? hahahaha. Somos apenas pessoas com uma sensibilidade emocional elevada a níveis extremos. Com o tratamento adequado tudo fica mais simples.
    Beijos, Mel!

  15. Leela says:

    1 – obsessão – stalker
    3 – obsessão e ideias suicidas
    5 – bipolaridade (Lítio é indicado como tratamento)
    6 – obsessão e violência doméstica
    9 – anorexia
    (sem nomes científicos porque não sei mesmo, e as outras não consegui ouvir! além disso, deu preguiça de procurar as letras hahaha. tem uma que adoro que fala de vícios – nicotin marijuana ecstasy alcohol cocain a música inteira, mas não lembro o nome e ai! minha internet tá horrível e não consigo abrir nem o google pra procurar)
    ps.: Adoro seus posts que misturam cultura e psicologia! Faço pós em psicologia jurídica, sou formada em Direito, e sempre me interessei pela matéria!

  16. Hanna says:

    Olá Mel! Que post interessante hein? Amo psicologia e música, então já viu né?
    Eu incluiria “Emotion Sickness” do Silverchair. É óbvia mas combina muito com o post!
    Beijos!!

  17. Oii Mell… adoro as músicas da Clarice Falcão,
    sou louca por Oitavo Andar e Macaé. ; )

    Bjs

  18. Oie Mel!
    Tudo bom? Então, gostei bastante dessa postagem. Não conhecia muitas músicas, mas enfim acabei conhecendo. Estou começando a me interessar pela psicologia e isso me alegra bastante pois é uma área muito gostosa. De qualquer forma, gostaria de saber se você poderia fazer alguma postagem relacionada a essa área, ou então se puder corresponder comigo por e-mail sei lá!
    Acho que me ajudaria muito, pois ainda tenho dúvidas a respeito.. De qualquer forma, obrigada tá?

    xx

  19. Rose Linon says:

    Adorei o post!Vivo fazendo isso nas aulas de saúde mental.
    Eu não gosto de Clarice Falcão justamente por causa de 8º andar. Uma música macabra, de um personagem deprimido e ciumento patológico.
    Basicamente são deprimidos/ciumentos patológicos.
    Sugestão: All I need, Mötley Crue(psicopata)

  20. Maria says:

    Mel, você já ouviu falar da gêmeas cantoras Megan & Liz??? Elas tem uma música perfeita que chama Karma’s Coming Back For Me, acho que você iria gostar. OBS: Me diz o que achou depois de ouvir

  21. Acho que eu colocaria ainda a Unwell do Matchbox Twenty.

  22. Vanessa Duarte says:

    Creep do Radiohead boa musica.

  23. Karinne says:

    Gente, porque a maioria está na minha lista de favoritas ? USHAUSHUSAH
    Adorei a lista Mel! Você podia fazer mais posts sobre música.
    Beijo,
    Karinne.


Deixe seu comentário