11. Nov. 2013

Como escrever melhor

Arquivado em: Dicas

Posso não ser o melhor redator do mundo, mas com o passar do tempo comecei a ter mais facilidade para traduzir ideias sob a forma de palavras, e quero passar pra vocês um pouco do que aprendi até agora.

Ano passado, enquanto procurava livros sobre redação, encontrei o excelente Make Every Word Count (algo como “Faça cada palavra contar”), do Gary Provost, que defende a seguinte ideia: em um bom texto, seja ele de ficção ou não, cada palavra deve cumprir seu papel.

Ainda estou estudando esse livro, mas posso adiantar diversas ideias do autor que têm me ajudado muito (e, imagino, vão ajudar vocês também, quando precisarem escrever):

Mostre ao leitor que você está “do lado dele”: Se você passar a impressão de que não se importa com seu leitor, ele provavelmente não vai se dar ao trabalho de ler o seu texto, e, mesmo que leia (por obrigação), talvez, não vai gostar. Agora, se você mostrar que quer fazer algo por ele (informar, divertir, propor uma reflexão), a conversa vai ser outra…

Cada combinação de palavras afeta a ideia inicial de alguma maneira: Existem infindáveis maneiras de dizer a mesma coisa; você pode dizer a mesma coisa de diversas maneiras; é possível dizer a mesma coisa de diversas maneiras… (hehehe) E cada maneira que você escolhe vai afetar a ideia inicial. Por isso, escolha com sabedoria!

Evite “verbosidade”: Colocar verbos demais pode cansar o leitor, que vai querer lagar o texto assim que tiver a chance de fazer isso, e mandar você passear… Viram que frase chata?

Quanto menos palavras, maior o impacto: Frases muito longas tendem a diminuir o interesse do leitor. Além disso, se você conseguir sintetizar suas ideias, elas terão um impacto maior; caso contrário, a “força” delas diminui a cada palavra;

Precisão, não tamanho: Expressar uma ideia com clareza e em poucas palavras exige habilidade – e pode impressionar o leitor;

E aí, o que acharam? Gostaram? Não? Deixem suas opiniões nos comentários – se quiserem, teremos mais posts como esse ;)

Quem quiser me acompanhar em outras redes: Twitter ✎ Facebook ✎ Instagram

Quem quiser acompanhar o A Series of SerendipityTwitter ❤ Fanpage ❤ Instagram ❤ Youtube

40 comentários . Comentar via blog

  1. novembro 12, 2013

    A questão de menos palavras é importante mesmo.Texto muito grandes, por várias vezes, me tiram a atenção. Quando as frases são menores, minha concentração é maior.
    Muito boas as dicas, vou procurar aplica-las (e também irei procurar por esse livro).
    Muito bom post!

    Responder
    1. novembro 12, 2013

      Que bom que gostou, Tali!

      E esse lance dos textos curtos é ainda mais verdadeiro na internet, porque a velocidade de leitura na tela é menor e o grau de “dispersão” do leitor é maior hehe

      Responder
  2. novembro 12, 2013

    Adorei o texto, eu vou fazer faculdade de jornalismo, prestei para vários vestibulares este ano, pretendo passar,kkkk. Aonde posso adquirir este livro ?

    Responder
    1. novembro 12, 2013

      Eeee! :D

      Estou na torcida por você, Bia!

      Comprei na Amazon… não sei se tem edição nacional :(

      Responder
  3. Rana Mendes
    novembro 12, 2013

    Nossa, eu adorei esse post, se eu pudesse eu te abraçava agora. Super amei

    Responder
    1. novembro 12, 2013

      Hahahaha me senti abraçado! Que bom que gostou do post, Rana! A princípio, teremos mais desse tipo em breve ;D

      Responder
  4. Sarah
    novembro 12, 2013

    Guilherme, curti muito esse post! E fiquei interessada no livro, bem como o tema.
    Acho que é um tópico que todos gostarão de explorar… Gostaria de ler mais sobre redação, escrita criativa, essas coisas!

    Abraço

    Responder
    1. novembro 12, 2013

      Valeu, Sarah! Em breve teremos mais! :D

      Responder
  5. novembro 12, 2013

    Com certeza quero mais posts assim!!! Gosto muito de escrever, mas, às vezes, acho que escrevo de forma confusa, até repetindo coisas.

    Responder
    1. novembro 12, 2013

      Opa! Teremos mais em breve, Cami!
      Fico muito feliz que tenha gostado :D

      Responder
  6. Aninha
    novembro 12, 2013

    Adorei o post!! Era bem o que eu tava procurando mesmo! Esses dias eu li uma matéria da Pixar com dicas sobre escrever histórias/roteiros e tinha essas dicas lá! *-*

    Responder
    1. novembro 12, 2013

      Opa! Se puder passar o link aqui, agradeço! :D
      Fico muito feliz que tenha gostado! \o/

      Responder
  7. novembro 12, 2013

    Gostei muito das dicas e fiquei querendo mais!!! Será que tem esse livro em português? Ou algum similar pra indicar? Adoraria ler!

    Responder
    1. novembro 12, 2013

      Que bom que gostou, Dani!
      Infelizmente esse livro não tem versão em português… Mas temos títulos bons por aqui também, como os da Dad Squarisi! Recomendo :D

      Responder
  8. novembro 12, 2013

    Sabe quando você lê um post e pensa: Era isso mesmo que eu queria ler! Aconteceu agora. Eu amei cada palavra e sempre me preocupo com a qualidade dos textos que escrevo, já escrvi muito na vida, mas há sempre o que se melhorar!
    bjs e obrigada, Gui!

    Responder
    1. novembro 12, 2013

      Hehehe fico muito feliz em saber que o texto veio em boa hora, Iane!
      Espero que goste dos próximos também! XD

      Responder
  9. Thalissa Cavejon
    novembro 12, 2013

    Muito bom, adoro seus posts Gui!

    Escrevo a um tempo e muitas dificuldades surgem na hora de criar algo que cause um impacto a quem está lendo, adorei as dicas mesmo.
    :)

    Responder
    1. novembro 12, 2013

      Muito obrigado, Thali!
      Em breve teremos mais dicas! :D

      Responder
  10. novembro 12, 2013

    Oi Gui,

    Achei ótimo o post e fiquei interessada no livro. Esse ano eu resolvi voltar a estudar e optei pela Comunicação Social. Estou fazendo Jornalismo, mas ainda não tenho nenhum livro sobre (comecei ha pouco, estou no fim do 1º período ainda). Me responde uma coisa, esse livro tem traduzido pro português? Dei uma procurada e não encontrei.

    Bjos bjos

    Responder
    1. novembro 12, 2013

      Olá, Carol!

      Que bom que escolheu essa bela área da Comunicação Social! Espero que goste tanto quanto eu gostei! :D

      Esse livro não tem edição em português… Recomendo que dê uma olhada nos livros da Dad Squarisi (que é brasileira) e do Nilson Lage, que são boas referências!

      Responder
      1. novembro 17, 2013

        Já estou procurando! Obrigada pelas indicações :)
        (e sim, estou gostando do curso ♥)

        Responder
  11. novembro 12, 2013

    Adorei o post, Gui, achei bem interessante, útil e bem escrito. Aliás, não tem como não gostar do seu modo de se expressar, dos seus textos, sou fã do seu estilo….direto, divertido e muito claro, você aplica direitinho o que aprendeu! ;)

    Tenho muito a aprender com você! Que venham muito mais posts assim, viu?!

    Te amo

    Responder
    1. novembro 12, 2013

      Obrigado, meu anjo! <3

      Responder
  12. novembro 12, 2013

    Oi!
    Bom, eu sou escritora e sei o quanto essas dicas fazem a diferença. Principalmente a verbosidade excessiva!
    Um beijo,
    Duda Kiame

    Responder
    1. novembro 12, 2013

      Sério? Que chique! Hehehe depois fale pra gente sobre seus livros, que fiquei curioso pra saber mais! :D
      Fico feliz que tenha gostado das dicas! \o/

      Responder
  13. Giovanna
    novembro 12, 2013

    eu gostei muito e acho q com isso vou poder melhorar os textos que faço :)

    Responder
    1. novembro 12, 2013

      Não tenho dúvida disso, Gi! 8D

      Responder
  14. Camila Senhorini
    novembro 12, 2013

    Amei seu post Gui :) eu adoro escrever :)
    Vai ter mais textos seus com dicas?

    Parabéns

    Responder
    1. novembro 12, 2013

      Que bom que gostou, Cami!
      Teremos mais em breve! XD

      Responder
  15. novembro 12, 2013

    Gostei muito das dicas Gui. Ás vezes a gente acaba escrevendo demais e nem percebe que deixou de priorizar alguns pontos essenciais. Adorei o post!

    Xoxo,
    Gabi

    Responder
    1. novembro 19, 2013

      Às vezes a gente entra no “fluxo” e acaba escrevendo pra caramba mesmo… por isso é sempre bom revisar o texto, Gabi! ;D

      Responder
  16. novembro 12, 2013

    Olá Gui (olha a intimidade haha):D

    Muito bom o post, amei as dicas!
    Continue escrevendo mais sobre esses assuntos, é importante ter dicas e experiências pessoais nessa área tão abrangente da comunicação :D

    bjs

    Responder
    1. novembro 19, 2013

      Olá, Bru (olha a intimidade)!

      Fico feliz que tenha gostado! Como disse, posso não ser o melhor redator do mundo, mas acredito que posso ajudar vocês, de alguma forma ;)

      Responder

Deixe um comentário