IMG_1827
Books

Nova York – A vida na grande cidade (Will Eisner)

19.12.2013

Nova York, a vida na grande cidade é um livro incrível. Diferente do que eu imaginava antes de começar a ler, ele não conta uma história contínua ao longo das suas quase 450 páginas e, embora o cenário seja Nova York, as situações tratadas e as histórias contadas podem acontecer em qualquer “cidade grande”.

O livro é dividido em quatro partes: Nova York: a grande cidade; O edifícioCaderno de tipos urbanos e Pessoas invisíveis. A grande cidade e Cadernos de tipos urbanos são compostos de vinhetas, sendo que na primeira ele trabalha em cima de nove elementos de “cidade grande” como metrô, lixo e janelas. Achei genial porque Will Eisner mostrou diversas situações possíveis em cada um dos elementos e, enquanto estava lendo, muitas vezes eu sentia como se estivesse ali na cidade observando aquelas pessoas. Já em Cadernos de tipos de urbanos, ele trabalha como o tempo, o cheiro, o ritmo e o espaço influenciam a personalidade e o comportamento dos moradores.

O edifício nos faz refletir sobre como um fato que muitas vezes consideramos banal como a demolição de um prédio velho e a sua substituição por um novo/moderno influencia a vida das pessoas que já tiveram alguma relação com ele no passado. E, fechando essa obra incrível, em Pessoas invisíveis, conhecemos um homem que viveu a vida inteira sendo invisível que tenta provar a sua existência ao ver o seu nome na página de obituários por engano; um homem que tem o poder de curar as pessoas e, embora tente levar a vida honestamente, é considerado um charlatão e uma mulher de 40 anos que viveu em função da doença de seu pai e tenta encontrar um marido.

Achei incrível o quanto essa obra me prendeu e me fez ficar refletindo sobre os assuntos trabalhados. Além das histórias incríveis, o trabalho de diagramação da Quadrinhos na Cia (selo da Companhia das Letras) ficou excelente. Não é um livro barato (quer dizer, depende do que você considera barato), mas vale cada centavo.

ISBN: 9788535913682 Editora: Quadrinhos na Cia Páginas: 440 Nota: 5/5

E aí, alguém já leu? O que achou? Quero muitos ler outros trabalhos do Will Eisner!

Obrigada por tudo, pessoal!

xoxo

Quem quiser acompanhar o A Series of Serendipity é só seguir: Twitter ❤ Fanpage ❤ Instagram ❤ Youtube

Por

Melina

  1. Mariane says:

    Quando vi que o livro era sobre NY me lembrei na hora de você falando “ahhh que saudade de New York” hahaha, não me pergunte o porquê :P
    Achei o livro bem interessante e não achei ele muito caro, esta na minha wishlist :)
    Onde você comprou essa pulseira/relógio? Estou atrás de uma dessas à meses e não acho O.o
    :**
    Kiwi

  2. Nossa, me deu vontade de ler. Acho lindo o desing desse livro *-*
    Beijo :*

  3. Não leio muito quadrinhos, mas gosto quando eles se misturam entre textos e desenhos. Algo como o livro “Gemma Bovery” da Posy Simmonds, conhece? É uma adaptação do livro “Madame Bovary” de Gustave Flaubert.
    Fiquei com muita vontade de ler “Nova York” e curiosa pra ver as ilustrações. Gosto de passar vários minutos observando cada uma! Beijos :)

  4. Duda Kiame says:

    Eu já sou apaixonada por NY, é uma cidade fascinante! Então, estou morrendo de vontade de ler o livro!

  5. Suzana says:

    Ai Mel, fiquei com vontade de ler!
    Quando estou no trânsito, esses assuntos urbanos
    e a vida na cidade grande sempre se passam pela minha cabeça.
    Tantas vidas, tantas histórias diferentes vividas num mesmo ‘espaço’…

    Valeu a indicação, irei procurar o livro!

  6. Hortênsia says:

    Eu não li ainda, mas tenho um amigo que leu e adorou! Super recomendado para estudantes de arquitetura! Vê-se bem como o espaço pode condicionar as pessoas. :D
    Adorei Mel! Agora eu já quero ter um também!

  7. Pietra says:

    Mel você não está usando mais aliança? Desculpa a pergunta mais não pude deixar de notar.

  8. Barbara Sá says:

    Também adoro essas obras que nos fazem pensar e repensar na nossa vida e nos problemas citados nela.
    Adorei sua resenha e as fotos. O livro já se vende pela capa e a diagramação. Adorei saber que a história também vale a pena :)

    Beijos,
    http://www.segredosentreamigas.com.br/

  9. tania says:

    Que lindinho seu relogio…diz daonde por favor?! :P

  10. Natália says:

    Agora fiquei super curiosa! Acho que vou pedir de presente de Natal :) Eu acho que é a primeira vez que comento mas já venho acompanhando seu blog já faz um tempo e acho perfeito! Você é muito legal! E eu adorei você ruiva xoxo

  11. Anna Paula says:

    Oi, Mel! As fotos desse post estão muito bonitas (e dizer isso nos comentários já virou clichê!), mas eu vou reforçar. hehe Sei lá, ruivice + blusa verde + esse tom de esmalte lindo deram um toque especial. XD
    Ainda não conhecia esse livro… A única graphic novel que li até hoje foi Maus e como gostei muito, muito mesmo, já tá passando da hora de ler outro no mesmo estilo!
    Ahh, e outra coisa: dia desses vi um vídeo seu (acho que era book haul, não lembro) e reparei no livro Extraordinário lá na estante. Você já leu? Se sim, cadê resenha??? kk No momento, ele é meu favorito (talvez porque foi o último que li…) e acho que todo mundo deveria ler algum dia. É extraordinário! :)
    Beijocas,
    Anna

  12. Mariana says:

    Cada vez melhor em suas resenhas! Estou amando.

  13. Helo says:

    Ei Mel! Adoro você e suas postagens e livros! Queria fazer uma parceria com você para saber mais de livros e tals… E olha, também moro em Curitiba! Bj
    Meu blog: Hellobeautifulwonderland.blogspot.com

  14. Gostei muito Mel! Adoro estes livros de quadrinhos! :3 E suas fotos também ficaram ótimas (como sempre!)

    http://isabelamedeirosblog.blogspot.com.br/

  15. Lari says:

    Ahh, o traço dos desenhos são tão lindos e sutis! Me encantei com a capa do livro também.
    Seu cabelo, na mesma cor da pulseirinha do relógio; um tom a mais de encanto na foto, Mel. <3
    Beijos.

  16. Ana Lara says:

    Gosto muito desse tipo história, é muito legal ver não só um lado do enredo, ou seja, os sentimentos de um personagem só sobre um certo tipo de situação, mas sim um conjunto inteiro, acho que assim muitas pessoas que não se identificam com um dos personagens, pode ser identificar com o outro e fazer com que a leitura se torne mais agradável por isso!

  17. Fernanda says:

    Meu pai tem “O edifício” só que em inglês (“the building”) e me apaixonei já na primeira vez que li e já reli várias vezes. Realmente faz refletir! Mas não conhecia outros trabalhos do autor e depois dessa resenha fiquei com muita vontade de ler os outros :)

  18. Mel, preciso te dizer que amei o seu blog *-* Eu estava vasculhando o site da capricho quando de repente cliquei em cima do nome do seu blog. Comecei a ler algumas coisas, fui no home e vi lá ‘resenhas’, daí como amo livros ( <3 ) cliquei lá. Desde então tenho que entrar pelo menos 1 vez no dia aqui pra pegar dicas de livros. hahaha… Obg por existir, seu blog é fantástico! Já aprendi até teu bordão "chuchu" kkk

  19. Lúcia says:

    Oi Mel.
    Não sei se foi só impressão minha, mas você mudou de resenha para crítica?
    Percebi uma melhora no caso dessa (não que as outras sejam ruins), e a encarei mais como uma crítica.
    Adorei, parabéns.

    Ps: Nós criamos um TAG natalina lá no Cabine Literária, e eu queria “taguear” você :P
    Se quiser fazer, nós vamos adorar, principalmente o simba :P

    link se você for fazer: http://www.youtube.com/watch?v=CFkA9tIo9sY&feature=c4-overview&list=UUPFIgZKvHJqN3CnrUJlNaYQ

    Beeijos :*

  20. Mel, faz um bookshelf tour! Eu to pensando em comprar uma estante igual a sua, e queria ver como os livros ficam na estante. Acha que essa estante vale a pena? Gostaria muito de saber a sua opinião. Bjsss :*

  21. Arthur Pereira de Oliveira says:

    Mel me fala um nome para meu blog?
    Estou sem ideias!!!!!

  22. Renata Carvalho says:

    Um livro simplesmente não precisa de muito pra me conquistar, basta ele ser… um livro!
    Claro que acabei me interessando por esse, vou ver se compro.

    P.S.: Seu cabelo está lindo nas fotos. *-*

    Beijos!

  23. Bianca says:

    Nunca tinha visto esse livro, bom apesar de eu não me interessar muito por quadrinhos (eu lia muitos quando tinha 6 aos 11 anos) eu achei esse interessante, mas ele não será incluído na minha lista de livros… Estou lendo agora Querido John, não sei se você já leu…
    Mel, o meu maior sonho é ter um quarto igual ao seu.. Cara imagina só eu naquele quarto… Eu não iria conseguir dormir, ia apenas ficar admirando e lendo todos aqueles livros…
    Eu amo muito você, sempre te acompanho, ameei seu cabelo ruivo e achei que combinou mais com você…
    Sempre me inspiro em você, amo ver seus vídeos e seus posts…
    Bom, espero que você me responda, sempre vou estar aqui atualizada vendo as novidades e vendo se vc falou alguma coisa, rsrsrsrs… Miiiillll beiijiinhoos, te adoro, Mel <3


Deixe seu comentário