Inspiration

Estudar inglês em casa: 5 dicas

27.09.2014

mel e maria

Desde pequena sempre fui apaixonada pela língua inglesa e por isso sempre procurei formas de incluir ele no meu dia-a-dia. Pensando nisso, convidei a minha amiga Maria (ela trabalhou como professora de inglês durante muito tempo) e gravamos um vídeo com 5 dicas para quem quer estudar inglês em casa. São dicas bem simples, mas que fazem muita diferença:


E aí, gostaram das dicas? :)

Se vocês tiverem outras dicas para quem quer estudar inglês em casa, fiquem à vontade de fazer isso nos comentários.

Obrigada por tudo, pessoal!

xoxo

Por

Melina

  1. Isabella says:

    Ah Mel, considero a língua inglesa como a minha outra língua nativa ❤ Estudo inglês desde os 6 anos e amo de paixão! Sei muito bem como é esse sentimento *-* Amei o vídeo e adorei vocês duas juntas ❤ Beijos :*

  2. Mel, não sei se é permitido postar isso aqui, se não for pode deletar. Eu dou aulas de inglês, particular ou em grupo. Se alguém tiver interesse pode me adicionar no facebook! ;)

    Beijinhos

  3. Uila says:

    O que eu fazia quando estava aprendendo inglês (comecei a estudar com 11 anos) era ir na biblioteca do meu cursinho de inglês (todos os livros e inglês, claro) e ler um livro ou dois por semana. No começo ainda era a época que anotava o nome em cartão na parte de trás do livro quando pegava emprestado, muito amor. <3

    Livros de crianca sao uma boa também, não precisa se achar bobo de ler. É mais simples, mas tu acabas sempre aprendendo vocabulário novo.

    Outra coisa era uma versão parecida do que a Maria falou. Primeiro assistia em inglês com legenda em português, depois em inglês com legenda em inglês e depois em inglês sem legenda. É cansativo mas funciona. Hoje ainda faco isso, mas de inglês pra alemão ao invés de português pra inglês.

    Isso de música eu fazia/faco também, é uma maneira divertida de aprender. Tem certas musicas complicadas/rapidas em alemão que eu uso como desafio conseguir cantar toda sem errar.

    Dica numero 6: o site Duolingo, que achei tem pouco tempo. Ótimo para aprender algumas línguas novas.

    • Melina says:

      Vou dar uma olhada nesse site, chuchu :)
      Eu acabei cortando no vídeo a parte em “assistir inglês sem legenda” :x só depois percebi isso :/
      Aaaaaah quero te conhecer :*

      • Uila says:

        Vem passear na Alemanha! Tiramos fotos na floresta negra (sim, moro em uma região chamada a floresta negra, sempre que falo isso me lembro da floresta proibida do Harry Potter haha).

        Aqui na região onde moro neva antes e BEM mais que em Londres (já cheguei a ter neve batendo nos joelhos no auge de alguns invernos), sem comparação. Ja chegou a nevar final de outubro, mas como tu vens pra Europa em novembro é quase garantido.

        Se for final de novembro, tem uma outra motivação: Os mercados de natal começam nos últimos dias de novembro (é uma das sugestões de 101 coisas para fazer no inverno) e são mágicos. Parece que um cenário de contos de fadas saiu dos livros e aparatou na nossa frente, é uma das minhas partes favoritas do inverno, sem duvidas.

      • Sophia says:

        Sorte demais,imagina a Mel dizer que quer me conhecer?Eu desmaiava!

  4. Camila says:

    Eu nunca estudei inglês a não ser sozinha (a não ser na escola, mas não conta muito, fiz escola pública e nunca saiu o verbo to be hauahauha)
    Atualmente eu faço um curso online chamado “My English Online”, que foi criado pelo CAPES e é para alunos de universidades públicas. Preciso estudá-lo sozinha, mesmo assim aprendi muito. Entendo muito bem (assisto séries, filmes, programas todo em inglês e entendo perfeitamente), leio bem… mas na hora de falar eu travo! Poderiam dar dicas no próximo vídeo a respeito dessa transição entre entender e falar? Conversando com vários conhecidos, percebo que essa é a maior dificuldade.

    PS: essa Maria é uma fofa, devia ser ótimo ter aulas com ela!

  5. Lina says:

    Que video ótimo, Mel! Um dica muito legal pra quem ainda não domina muito a lingua (ou não tem tanto vocabulario) é conhecer bem o alfabeto deles. Ajuda porque se você conhece as letras, os sons delas e como elas funcionam juntas fica muito mais facil de ler e pronunciar, mesmo sem conhecer a palavra em si.

  6. Grazielle Pereira says:

    Mel, amei o vídeo e a participação da Maria. Só não achei os links. Queria ler as tirinhas…
    Beijos

  7. Izzy says:

    Oi Mel e Maria *—*
    Sim, ainda existe lan house e não, não estou vendo o vídeo de uma.
    Maaas eu ando estudando num progama chamado Rosetta Stone (por favor ver) é bem fácil

  8. Izzy says:

    Ah esqueci de dizer: Maariaaaaa como você é fofa!
    P.S: desculpa aí, mas você parece muito com a Velma de Scooby-Doo

  9. Ananda says:

    Boas dicas! Um coisa que eu gostava muito de fazer era repetir as coisas que entendia quando via um filme ou série legendado (minha irmã chegava a reclamar quando ela estava assistindo junto), mas eu percebia o quanto eu entendia ouvindo e melhorava a pronuncia. Chegou uma hora que os personagens iam falando e eu repetia tudo junto, ahahah
    Agora o próximo nível é fazer isso com o francês, mas é tão mais dificil achar filmes/séries em francês. (se você tiver alguma dica, daria um post bem lindo, hein)
    Beijocas.

    nandacastilho.wordpress.com

  10. Ananda says:

    E pra registrar: Maria é uma fofa! Os quadrinhos dela idem. <3

  11. Giselle says:

    Queria saber aonde vc compra suas roupas, são bem estilosas e nao encontro roupas assim aqui em nenhum lugar =(

  12. Jessica M says:

    Mel, aprendi inglês em casa também porque não tinha condições de pagar curso.
    Mas na época eu também não tinha internet (eu tinha 14 anos e não conhecia quase ninguém que tinha internet também). Eu comecei aprendendo com letras de música. Ia numa lan house (sim, ainda existe! vire e mexe vejo alguma no centro da cidade sauhsauh), procurava algumas letras legais para descobrir a pronúncia, e só tinha o dicionário. Em 1 ano e 11 meses eu já falava quase fluente.
    Mas infelizmente já esqueci muita coisa hehe, porque estudando pra vestibulares e concursos, parei de treinar (esse é o maior erro!).
    Gostei das dicas!
    Beijos!

  13. Oi Mel! Que blog lindo, não conhecia (sou nova no mundo dos blogs) mas já adorei!
    Adorei seu jeito, e com certeza quero mais vídeos com a Maria, ela é tão legal e tem um estilo que tão cool.
    Também fiz uma postagem dando dicas de inglês, 12 dicas, mas essas seis dicas me ajudaram, não conhecia. Se quiser dá uma olhada no post: http://escritos-de-uma-garota.blogspot.com.br/2014/09/10-dicas-para-aprender-ingles.html
    Um abraço e parabéns pelo ótimo blog!

  14. Liu says:

    Mel, alguns anos atrás fiz inglês em curso físico mesmo, por uns 3 ou 4 anos e faltava pouco para acabar, mas a escola que dava fechou – nem deu dinheiro de volta e nem avisou! – e fiquei um ano sem praticar meu inglês. Nesse ano, fiz 2 semanas grátis em um site online e gostei muito, mas meu pai não gostou da ideia porque era do mesmo preço do físico e um colega dele que é meio especializado em inglês falou que os físicos são melhores, agora estou fazendo numa instituição própria (faz dois meses mais ou menos), mas estou travando principalmente na hora de escrever e não sei se devo e como convencer meu pai a me deixar fazer online ao invés do físico principalmente porque ele está fazendo comigo e tenho medo de me arrepender e atrasar meu inglês.
    O que você acha? Por favor, me ajuda?

  15. Patrícia N. N. says:

    Oi Mel, adorei as dicas, serão fundamentais pra eu poder aprimorar o meu inglês, já que aqui na minha cidade os cursos não são tão eficazes.
    Beijos…

  16. Gabriela Ferreira says:

    Queria dicas de como manter o inglês depois de entrar na faculdade. :(
    bjos Mel.

  17. Tatiane Santana says:

    Mel, queria muito ver um post no blog sobre Psicologia, sei que você cursou na faculdade e gostaria de saber mais sobre o curso. Adoro seu blog <3
    Beijos!

  18. Isabelle says:

    As dicas são ótimas demais!
    Sempre quis estudar inglês mais nunca pude ir ao cursinho e me desanimava quanto falavam que aprender inglês em casa não valia nada, que eu nunca ia aprender, mais agora vocês me animaram e muito.
    Já vou começar a seguir as dicas de vocês hoje mesmo
    http://surejustnot.blogspot.com/

  19. jé e lari says:

    olaaaa melina ,voce nos inspirou muito para fazer o blogger ,temos uma consideraçao muito grande por vc ,nós ficaria muito felizes se vc nos respondesse ,um beijo da jé e da lari.

  20. Ingrid says:

    Amei as dicas, Mel.
    Apesar de ter certa facilidade em inglês (minha mãe fala e sempre me incentivou) preciso estudar mais. E acho que no meu caso fazer um curso é desnecessário, então prefiro estudar sozinha mesmo ou com minha mãe.
    Adoro você <3


Deixe seu comentário