Entertainment

Munchkin!

12.05.2015

IMG_9157

Descobri Munchkin por acaso em 2013, quando olhava a estante de jogos de uma loja de HQs aqui em Curitiba. Como a caixa estava lacrada, perguntei pra uma funcionária como era o jogo. Achei a ideia curiosa (um RPG de cartas, bem-humorado e sem as complicações de um RPG convencional), e resolvi pesquisar mais.

Descobri uma versão “de luxo”* do Munchkin em promoção na Amazon, e depois de ler mais algumas resenhas, comprei. Desde então, a jogatina não parou.

Munchkin é um dos jogos de maior sucesso da Steve Jackson Games, e hoje eu vou contar o porquê. A proposta dele é muito direta e divertida: com cartas, você constrói seu personagem, explora uma masmorra, luta contra monstros, ganha tesouros, sobe de nível… e “sacaneia” seus amigos no processo, pra que eles não ganhem no jogo antes de você.

IMG_9153

Ganhar, à primeira vista, parece muito simples: é só atingir o nível 10, vencendo monstros, usando cartas especiais ou vendendo itens. Porém, do nível 9 pro 10, tem que ser por combate**, e é aí que as coisas complicam, porque existem cartas que deixam os monstros mais fortes, ou o jogador mais fraco, ou fazem com que ele volte do 9 para o 8…

Munchkin tem pelo menos três pontos fortes: a simplicidade, o bom-humor e a interação entre os jogadores. Cartas que fazem brincadeira com elementos típicos dos RPGs de mesa divertem tanto quem está acostumado com esse universo quanto quem não está. Monstros como “3.872 Orcs”, “Paga pau de vampiro” e “Tíbio e Perônio – Cirurgia Ortopédica”, itens do tipo “Água mineral de marca”, “Botas de chutas bundas”, “Título realmente impressionante” e “Isotônico sabor enxofre” garantem boas risadas durante a partida. As ilustrações das cartas são simples e divertidas também!

IMG_9131

IMG_9132

IMG_9136

IMG_9139

É possível pedir ajuda durante os combates, dividindo tesouros, ou trocar favores (“Se você me ajudar nesse combate, eu te ajudo no próximo!”) e até fazer ameaças “amigáveis” (“Eu tenho um item aqui que pode te ajudar muito no futuro… ou não. Depende de você!”). Logo logo todo mundo acaba cedendo ao espírito competitivo, e a partida fica… insana!

IMG_9130

IMG_9140

Como a primeira versão que eu comprei estava em inglês, tive que traduzir as cartas e imprimir uma “cola”, pra que o idioma não atrapalhasse quem não está acostumado. Felizmente, alguns amigos me avisaram que a Galápagos Jogos lançou uma versão traduzida, e é essa a que a gente usa aqui em casa (da versão Deluxe que comprei na Amazon, só usamos o tabuleiro e as miniaturas, mas também tem uma versão da Galápagos desses dois itens). Ela também está lançando as expansões (que não são poucas), além de versões alternativas, como a Munchkin Zombies e a Munchkin Cthulhu.

IMG_9129

Munchkin já rendeu muitas horas de diversão por aqui, e foi um dos jogos que me fizeram entrar no mundo dos “jogos de cartas e tabuleiro modernos”. Excelente para levar em festas, ou para dias de jogatina em casa.

Ficha técnica:
– Idade sugerida: acima de 10 anos
– Nº de jogadores: 3 a 6 (é possível acrescentar mais, usando expansões)
– Tempo médio de jogo: 60 minutos

Componentes da caixa (versão Galápagos):
– 95 Cartas de Porta/Dungeon
– 73 Cartas de Tesouro
– 1 Dado de 6 lados personalizado
– 1 Livro de Regras colorido

* Essa versão vem com um tabuleiro e miniaturas de personagem, pra ajudar a marcar o nível de cada um
** Há UMA exceção, mas não vem ao caso.

IMG_9145

IMG_9152

Quem quiser me acompanhar em outras redes, é só seguir: Twitter ✎ Facebook ✎ Instagram  Tumblr  Youtube

Redes sociais da Mel:

 Youtube  Instagram ❤ Twitter ❤ Facebook ❤ Bloglovin’ ❤ Pinterest ❤ Tumblr ❤ Goodreads  Flickr

Por

Gui

  1. Thiago Ribeiro says:

    Fotos bacanas, com texto light e bem explicado. Munchkin por muito tempo foi o jogo da zuera aqui em casa! Ainda hoje rende muitas risadas. :) Realmente o ponto forte são as cartas cheias de bom humor e a grande interação entre os jogadores. Gosto bastante da negociação para ver a troco do quê vc ajudará o adversário a vencer o monstro em questão. A parte mais emocionante é quando muita gente alcança o nível nove e vão caindo as cartas dos outros jogadores para te sacanear. Parabéns pelo review. Recomendo e muito o jogo!!!

  2. Gabby Mendes says:

    Guiiii,
    que vontade que deu de jogar isso ! hahaha
    Sempre jogo “War” aqui com a minha família, tava precisando de uma indicação boa para um novo jogo.
    Obrigada <3

  3. Seus posts são sensacionais. Sai da rotina <3
    o jogo parece beeem legal ahahahahaha

  4. Natii says:

    Oioi, Gui. Adorei o post.
    Eu tinha comentado no canal da Mel pedindo que ela fizesse post/vídeo sobre os jogos que vocês jogam, não conheço a maioria hehe. Gostei muito da ideia desse Munchkin; já quero compra-lo. Eu, meu marido e nossos amigos adoramos passar o dia todo (e a madrugada) jogando. Ficamos sempre entre Imagem e Ação (que jogamos com mímica em vez de desenho), War, Mau Mau ou WiiU hehehe.
    Faz mais posts sobre jogos!!!
    :D

  5. Flávia Caroline says:

    Muito bacana seu post, deu vontade de comprar hehe
    Abraço Gui

  6. Vickawaii says:

    Oi Mel! Munchkin é um dos meus jogos preferidos e acho que você captou bem a essência do jogo, além de que amei suas fotos <3

    Eu também fiz uma postagem sobre o jogo muuito tempo atrás e acho que não ficou tão completa quanto a sua hehehe, mas ficaria muito feliz se você desse uma olhada. Ah, você viu que existe Munchkin Hora da Aventura? Meu namorado tem <3

    http://wheresmyneverland.blogspot.com.br/2014/04/conheca-munchkin-um-rpg-diferente.html

    Beijos, Vickawaii
    http://finding-neverland.zip.net


Deixe seu comentário