Books

Percy Jackson & o Ladrão de Raios (Rick Riordan)

28.05.2015

IMG_0345

Já faz muito tempo que terminei de ler a série Harry Potter, e desde então eu sentia falta de livros de aventura que envolvessem magia, uma certa dose de humor, e criatividade pra não cair em clichês de literatura fantástica.

Percy Jackson & o Ladrão de Raios (e os outros livros da série, que imagino que sigam a mesma linha) é justamente o que eu estava precisando.

As expectativas eram altas, principalmente porque muita gente me recomendou, e o livro superou todas elas!

IMG_0342

O autor, Rick Riordan, conseguiu criar com maestria personagens carismáticos e uma história extremamente envolvente. Mesmo com elementos bem conhecidos (Percy é um “underdog”, aquele protagonista que os outros não levam a sério, mas que se torna grandioso; Grover é o amigo atrapalhado, mas de bom coração; Annabeth é a amiga inteligente e decidida…), ele inova, prende a atenção, e deixa a leitura muito fluida – quem ainda não leu vai entender o que digo quando vir os “aperitivos” no final do post.

Prefiro não entrar em detalhes sobre a história, por isso vou contar apenas um resumo: Percy Jackson é um menino de doze anos disléxico e indisciplinado, que vive mudando de uma escola para outra por causa de desobediência e de incidentes estranhamente sobrenaturais… Na Academia Yancy, Percy descobre que sua professora de Iniciação à Álgebra não é o que parecia ser, e que ele próprio faz parte de uma trama muito mais complexa do que imaginava.

IMG_0346

O livro é narrado em primeira pessoa pelo protagonista, nos aproximando do próprio Percy e dando à história um ar sarcástico e divertido – algo parecido com o que acontece nos livros da série Dexter.

O projeto gráfico ficou muito bem feito, agradável de ler e bonito ao mesmo tempo. A tradução ficou muito boa, e até onde vi não tem erros (a não ser alguns, muito raros).

IMG_0351

Só tenho duas reclamações: a primeira é que os títulos dos capítulos muitas vezes acabam entregando logo de cara a parte mais interessante daquele trecho do livro, e você prossegue já sabendo mais ou menos o que esperar.

A segunda é que alguns personagens são muito polarizados. A mãe de Percy, por exemplo, é muito, muito boazinha, de uma forma quase irreal. Já o padrasto, Gabe “Cheiroso”, é muito babaca – de forma caricata, mais do que seria considerado verossímil. Fora essas pequenas exceções e o detalhe dos títulos de capítulos, só tenho elogios a fazer!

Pretendo ler os demais livros em breve.

E vocês? Já leram? Se sim, o que acharam? Se não, ficaram interessados? Como vocês podem imaginar, recomendo!

IMG_0337

ISBN 9788598078397 Editora Intrínseca Nota 5/5 Páginas 400

Aperitivos

“Meu nome é Percy Jackson.

Tenho doze anos de idade. Até alguns meses atrás, era aluno de um internato, na Academia Yancy, uma escola particular para crianças problemáticas no norte do estado de Nova York.

Se sou uma criança problemática?

Sim. Pode-se dizer isso.

Eu poderia partir de qualquer ponto da minha vida curta e infeliz para prová-lo, mas as coisas começaram a ir realmente mal no último mês de maio, quando nossa turma do sexto ano fez uma excursão a Manhattan – vinte e oito crianças alucinadas e dois professores em um ônibus escolar amarelo indo para o Metropolitan Museum of Art, a fim de observar velharias gregas e romanas.”

(p. 9 e 10)

“Olhei para o lago, desejando que alguém me desse uma resposta direta pelo menos uma vez.

Eu não esperava que alguém estivesse olhando de volta para mim do fundo, portanto meu coração deu um pulo quando notei duas meninas adolescentes sentadas de pernas cruzadas na base do píer, cerca de seis metros abaixo. Vestiam jeans e camisetas verdes cintilantes, e os cabelos castanhos flutuavam soltos em volta dos ombros enquanto peixinhos passavam por entre eles. Elas sorriram e acenaram como se eu fosse um amigo há muito perdido.

Eu não sabia que outra coisa fazer. Acenei de volta.

– Não as encoraje – advertiu Annabeth. – As náiades são flertadoras incontroláveis.

– Náiades – repeti, sentindo-me completamente estupefato. – Já chega, quero ir para casa agora. Annabeth franziu as sobrancelhas.

– Você não percebe, Percy? Você está em casa. Este é o único lugar na terra [sic] seguro para crianças como nós.”

(p. 102)

Quem quiser me acompanhar em outras redes, é só seguir: Twitter ✎ Facebook ✎ Instagram  Tumblr  Youtube

Redes sociais da Mel:

 Youtube  Instagram ❤ Twitter ❤ Facebook ❤ Bloglovin’ ❤ Pinterest ❤ Tumblr ❤ Goodreads  Flickr

Por

Equipe Serendipity

  1. Lala says:

    Finalmenteeee o/
    Amo Percy Jackson e a resenha ficou incrível!
    É ótimo ler uma resenha sincera, que faz críticas construtivas e sei que sempre posso encontrar uma ótima resenha por aqui. <3
    Gostei de você pontuar sobre a mãe e o padrasto do Percy, concordo com você que eles ficaram caricatos de forma exagerada.
    Essa primeira série "Percy Jackson e os olimpianos" é ótima, mas ainda prefiro a segunda, "os heróis do olimpo", envolve mais personagens e dois acampamentos diferentes, o grego e o romano, e você acaba aprendendo um pouco de tudo.
    Amei a resenha!
    Beijos, Lala.

  2. Francine Oliveira says:

    Essa saga é muito boa! Pena que fizeram os filmes péssimos ( mas ainda assisto porque tenho carinho pela saga..) Vale a pena ler todos, Gui. Fica cada vez melhor!

  3. Marina says:

    Já li todos da série do Percy e adorei! Já começei a série dos Heróis do Olimpo, li somente os dois primeiros, e acho que são bem superiores aos livros do Percy, então vale a pena conferir. Porém meus livros favoritos do Rick Riordan são os das Crônicas dos Kane principalmente porque tratam da mitologia egípcia que amoo de paixão <3

  4. Bárbara says:

    Adoreeeei as suas fotos, sério. Quero muito um abajur igual ao seu.
    Eu adoro percy jackson, pena que o filme não foi pra frente ):

    Beijoos, Love is Colorful

  5. Ana Claudia says:

    Ai, eu amo tanto Percy Jackson… Li os dois primeiros e metade do terceiro. Só tô triste porque as capas mudaram e eu não consegui completar a coleção com as capas antigas… Ai vou ter que me desfazer do segundo, porque amo meu primeiro com a capa do filme…

  6. Vanessa says:

    Ótima resenha! Ainda não li nenhum livro dessa série, tenho que confessar que tenho um certo preconceito… Mesmo que os fãs digam que não tem nada a ver, eu acho que há muitas semelhanças com Harry Potter, a começar pelos protagonistas que, pelo que vc citou, são bem parecidos com os de HP. Tentei ver o filme para ver se me animava (mesmo sabendo que não é muito aconselhável) e não gostei. =/

    • Gui says:

      Merece uma chance, Van, com certeza! Esses modelos de personagem (o “underdog”, a “amiga inteligente” e o “amigo atrapalhado”) são extremamente comuns, mas se o autor souber trabalhar com eles de forma criativa (como o Rick Riordan fez) você não se sente incomodado. Eu, por exemplo, em momento algum pensei “hm, tá parecendo Harry Potter…”

      Vale a leitura!

      Gostei do primeiro filme, mas mudaram muita coisa, por isso acho que você vai se surpreender com o livro mesmo assim :D

  7. Guilherme eu já li o livro e amei, achei muitooo melhor que o filme, eu amo filmes, mas eles quase nunca são fiéis aos livros :( Muito boa a resenha parabéns.

    Um super beijO!

  8. A história é realmente cativante.
    Mesclar a mitologia grega com a atualidade não é tarefa fácil, e na minha opinião, o “tio Rick” fez isso com maestria.
    No quesito título dos capítulos, eles realmente entregam um pouco o jogo, mas não tiram o “encanto” dos capítulos, e não podemos negar que eles são bem criativos.
    Sobre a mãe/padrasto eu acredito que eles são descritos assim porque quem nos conta a história é o próprio Percy, sendo assim, ele demonstra a forma que realmente vê as pessoas. Sua mãe, batalhadora que o criou praticamente sozinha e tenta dar tudo de melhor para o filho, e o padrasto, um “babaca” que maltrata eles e que não merece a mãe dele como esposa. Como todo bom filho, ele enaltece as qualidades e elimina os defeitos.
    Ótimo post como sempre (só agora criei coragem de comentar hehe)
    Um Beijo e parabéns.

  9. Ingrid says:

    Adoro Percy Jackson , ainda falta o último livro pra mim acabar a série, mas por eu considerar um leitura mais levinha, vou lendo com calma.Também gosto muito da escrita do autor. Só tenho uma decepção com a série que na verdade não é nem com os livros e sim com os filmes, principalmente o primeiro, ficou infantilizado demais, não consigo levar a sério, Hades tem um visual muito infantil, podiam ter investido mais.

  10. Flavi says:

    Eu adorei Percy! Mas sabe quando você enjoa de um universo e para a saga um pouquinho? Então. haha
    Tô parada no “a maldição do titã” tem um tempo.

  11. Larissa says:

    Olá, Guilherme.

    PJ é muito bom <3 Se você gostou, pode ser que goste de As Crônicas dos Kanes que também é do Rick Riordan. Ele também aborda a mitologia, só que a egípcia. São três volumes. É bem legal, eu estou lendo o ultimo… Fiz uma resenha dos dois anteriores, se quiser dar uma olhada. Não está lá grande coisa mas…

    Boa tarde!! :D

    http://www.larissafers.co.vu/search/label/Resenha

  12. Isabella says:

    Li há alguns 5 anos, mas não gostei nem um pouco. Acho que li o primeiro só, a história, na minha opinião, deixou a desejar. Achei o enredo fraco e desmotivante.

  13. Pamela says:

    O Ladrão de Raios é incrível! Assim que eu o li senti uma necessidade imensa de devorar todos os livros da série. Eu tenho um carinho muito grande por PJ pois foi a partir dele que dei inicio à minha vida literária.

  14. Gosto muito dessa série tbm! E, como já disseram, quando acabam os livros da série Percy Jackson e os Olimpianos vem a outra série, Heróis do Olimpo, que é uma continuação, mas com mais personagens, e os livros também são mais extensos.
    Essa segunda série é bem legal também! Tem uma parte em que fica um pouco cansativa, mas é do tipo que a gente não consegue parar de ler enquanto não chega no final (pelo menos comigo foi assim hehe).

    Acho que essa visão maniqueísta de alguns personagens tem a ver com a narração em primeira pessoa pelo próprio Percy. Ele descobriu que fazia parte de uma categoria que não se encontra nem entre os deuses e nem entre os humanos – e que não é aceita por nenhum dos lados – e teve de trilhar esse novo caminho sozinho. A única referência positiva da sua vida como mortal era a mãe, então penso que é relativamente fácil que ele crie uma imagem da mãe como uma pessoa extremamente boazinha, e jogar as coisas ruins para a figura do padrasto, que o maltratou.
    Não que eu goste desse maniqueísmo, às vezes as descrições da mãe me enchiam a paciência (rs), mas vejo como parte da construção da imagem do Percy. Os livros da série (principalmente os do Heróis do Olimpo) me trazem muito dos sentimentos da adolescência, de descobrir coisas novas do mundo e de si mesmo, o que traz muito poder e responsabilidade e por vezes assusta. Nesses momentos, querer voltar para baixo da barra da saia da mãe é uma vontade bastante forte, mesmo para nós, simples mortais.

    Espero que goste da série, Guilherme :)

    Beijos,
    Cris

  15. Bia says:

    ESSE FOI O LIVRO QUE MUDOU MINHA VIDA! A saga toda é maravilhosa (minha preferida) ai até me emocionei ❤️❤️❤️ Cinco anos sendo semideusa

  16. Nandha says:

    Awnn que lindo é um amor esse livro ♥ Adorei a resenha :3

  17. Paola says:

    rs eu gosto muito da saga e espero que você também goste e recomendo ler a continuação OS HEROIS DO OLIMPO é muito bom hehe bjuss

  18. Ao decorrer da série você vai entender que há um motivo para a mãe do Percy ser tão boazinha e aguentar o Gabe Cheiroso. hahahaha

  19. Paola Alves says:

    Olha, eu não li o livro.. mas não curti o filme ): Achei fantasioso demais hehehehe apesar de amar HP e ele tbm ser assim né? http://simsemfrescura.blogspot.com.br/

  20. Bianca says:

    Os livros são maravilhosos e pra não ficar ainda mais perdida do que eu fiquei quando terminei a coleção, aproveite e já compre a continuação , Os heróis do Olimpo, são mais 5 livros que dão todo sentido após o último livro da série !

  21. Jennifer dos Santos says:

    Só lendo os próximos livros para entender as atitudes “boazinhas” da mãe do Percy. PJO é uma ótima série. Vale a pena a leitura!

  22. Isabela Valentim says:

    Oba Gui! Até que enfim você leu esse livro.. Indique pra Mel também. Bem, eu sou semideusa, como são chamados os fãs da série, e cada semideus escolhe seu pai olimpiano, o meu é Apolo, você pode encontrar o seu em quiz do Google mesmo. Ah, e a ordem dos livros é assim: O Ladrão de Raios, O Mar de Monstros, A Maldição do Titã, A Batalha do Labirinto e O Último Olimpiano, do ano 1. E do ano 2, são: O Herói Perdido, O Filho de Netuno, A Marca de Atena, A Casa de Hades e o Sangue do Olimpo. E tem os livros anexos, como o Arquivo do Semideus. Beijos de SC *O*

  23. Gabriel S says:

    Que demais você lendo Percy, Gui! Continua lendo que as historias são incríveis, eu mega fã de mitologia grega, fica realizado do jeito que o Rick conseguia colocar as historias (gregas) na historia do Percy. Leia logo Mar de Monstros e depois me conta o que achou :)

    Um abraço.


Deixe seu comentário