Melina Souza
Books

The Martian (Andy Weir)

19.05.2016

Melina Souza

Desde que fiquei sabendo da existência desse livro, no final do ano passado, fiquei louca pra ler ele. Recebi essa edição hardcover maravilhosa da Penguin Random House (thanks!) e, apesar de já ter feito alguns comentários sobre o livro lá no Youtube (Book Haul Fevereiro • Favoritos #2), não poderia deixar de fazer uma resenha aqui no blog também.

Melina Souza

The Martian (Andy Weir) conta a história de Mark Watney, um dos seis astronautas/cientistas que faz parte da tripulação da Ares 3, uma missão da NASA que tem como objetivo levá-los para Marte para colher informações sobre o planeta. Estava tudo indo de acordo com o esperado até que uma tempestade de areia provoca um acidente, atinge Mark e o leva para longe da tripulação. As chances dele sobreviver eram praticamente zero e, depois de relutar, a Comandante Lewis decide abortar a missão e voltar para Terra sem ele, afinal, tinha certeza de que Mark estava morto.

Como vocês já devem imaginar, Mark não morreu, apesar de ter tido o seu traje e corpo perfurados durante a tempestade. Ele conseguiu se deslocar até o Hab – uma espécie de casa que tem como objetivo proteger os astronautas das condições hostis e extremas do planeta – dar pontos na sua ferida e perceber o quanto estava ferrado. Além de ter ficado para trás (em momento algum Mark culpa a tripulação por terem deixado ele lá), percebeu que estava totalmente sem comunicação com a Terra ou com a tripulação então não tinha como avisar ninguém que estava vivo e precisava ser resgatado.

Melina Souza

Já que estava vivo, Mark decidiu calcular todas as possibilidades de sobreviver até a Ares 4, a próxima missão que a NASA estava organizando para Marte. Não tinha comida suficiente para sobreviver até que a próxima tripulação chegasse, então resolveu usar seus conhecimentos de botânica para tentar fazer mais comida por lá. Também começou a usar seus conhecimentos de engenheiro para tentar se comunicar com a Terra. Tudo isso, é claro, cheio de sarcasmo, afinal, Mark sabe que suas chances de voltar para a Terra são mínimas e, por estar sozinho no planeta, não tem com quem conversar.

Melina Souza

Não consigo nem imaginar como deve ser ficar completamente só por tanto tempo em um planeta inteiro. E pior ainda, em um planeta onde não somos capazes de viver/sobreviver sem os pesados trajes especiais, onde não temos milhares de livros a disposição para nos entreter mesmo estando só. Enfim, acho que é ainda mais assustador do que viver só no planeta Terra após o apocalipse.

Melina Souza

Desde criança sempre fui fascinada por coisas relacionadas ao espaço (até mostrei no snap – serendipitymel – um livro que usava para ver as estrelas e as constelações quando era pequena) e esse livro foi uma experiência muito agradável e divertida de leitura. Apesar de ter muitas explicações científicas que não sou muito familiarizada (apesar de amar Biologia e Química), achei a leitura muito gostosa e fiquei com vontade de estudar tudo para poder entender toda essa situação “de verdade”, sabe? haha

O protagonista é muito divertido e inteligente. Aquelas pessoas que dá vontade de ter por perto, nem que seja em Marte lutando para sobreviver.

Melina Souza

A minha edição é hardcover com uma jacket maravilhosa (sério, fiquei encantada com essa capa mesmo não gostando muito da cor laranja haha). Sem a jacket ele é preto liso e com a lateral com a mesma fonte e palavras da capa removível.

Melina Souza

IMG_4773

IMG_4775

IMG_4786

IMG_4780

Gostei muito da diagramação, da textura das folhas, do cheiro, de tudo! Quem quiser comprar uma edição igual a minha, o ISBN é 978-0-8041-3902-1 e quem quiser comprar pelo Book Depository é só clicar aqui*.

* Ganho uma pequena comissão em compras feitas por meio dos meus links no Book Depository.

Melina Souza

O livro foi publicado no Brasil com o título Perdido em Marte e a capa é a mesma do filme estrelado pelo Matt Damon.

IMG_4272

Espero que tenham gostado da resenha e da indicação literária. Adoraria que vocês deixassem indicações de livros com viagem no espaço, planetas etc. aqui nos comentários!

Obrigada por tudo, pessoal!

xoxo

Por

Melina

  1. Helen Saez says:

    Mel adorei esse lugar que você tirou já dessa vez e de outra vez…muito lindo. Fica aonde ai em Curitiba? Muito lindo! Terminei de fazer duas provas to exausta e relaxando no seu blog lindo. Porque também passei quase a noite toda lendo….uma trilogia da editora charme. :)) Eu fiquei louca para saber com quem a personagem fica que comprei a continuação em inglês online mesmo kk <3

    Beijos tá lindaaaa, amo suas fotos!! Fiquei curiosa com a história desse livro!
    http://helenpinkblog.blogspot.com.br

    • Melina says:

      Esse lugar é lindo, né? ♥ Amo quando consigo tirar fotos nele :)
      Ele fica bem na entrada de São José dos Pinhais então não é bem em Curitiba. É na divisa mesmo (tanto é que o nome é Parque São José).
      Virar a noite lendo é muito bom, né? Faz tempo que não faço isso por causa da correria, mas assim que tiver uma folguinha farei ♥
      Obrigada pelo carinho, chuchu :* e boa leitura

  2. Duda Duarte says:

    Melzinha, adorei a resenha e as fotos estão amor demais! Esse lugar é lindo, não conheci quando fiquei mais de um mês em Curitiba. Louca pra ler esse livro!!! Querendo comprar essa edição desde que vi sua foto no Instagram, mas primeiro preciso ler minha pilha de livros novos pra depois comprar mais… Lembrarei de usar seu link! (: Vi o filme e curti! Gosto de ver os filmes antes de ler os livros, pois costumava me decepcionar bastante lendo os livros antes. Desde que assisti em Londres “O Caçador de Pipas” e só depois comprei e li o livro lá e amei a experiência, passei a fazer assim. Adoro posts literários! E agradeço pelas dicas maravilhosas! :***

    • Melina says:

      Fico muito feliz em saber que gostou da resenha e das fotos ♥ Amei fotografar nesse cenário lindo hehe :)
      Ah, esse lugar fica na entrada de São José dos Pinhais. É o Parque São José ♥
      Que diferente esse seu costume. Eu sempre tento ler o livro antes de assistir ao filme *-* mas quando não consigo não deixo de ler mesmo já sabendo da história :P
      Espero que goste dos próximos posts literários que estou planejando aqui no blog e pro canal ♥ ♥ ♥
      Obrigada pelo carinho sempre, chuchu :*

  3. Duda Duarte says:

    Ah, tinha esquecido das dicas… Já leu a série Foundation de Isaac Asimov? Era uma trilogia que virou 7 livros (não sei como fala hehe)! Tenho apenas a série: Foundation, Foundation and Empire e Second Foundation. Mas tem também: Prelude to Foundation, Forward the Foundation (prequel) e Foundation’s Edge, Foundation and Earth (sequel). Espero que goste, se não tiver lido ainda… :***

    Tirado do Wikipedia, pois não soube resumir muito bem: “The premise of the series is that the mathematician Hari Seldon spent his life developing a branch of mathematics known as psychohistory, a concept of mathematical sociology. Using the laws of mass action, it can predict the future, but only on a large scale. Seldon foresees the imminent fall of the Galactic Empire, which encompasses the entire Milky Way, and a dark age lasting 30,000 years before a second great empire arises. Seldon also foresees an alternative where the interregnum will last only one thousand years. To ensure the more favorable outcome, Seldon creates a foundation of talented artisans and engineers at the extreme end of the galaxy, to preserve and expand on humanity’s collective knowledge, and thus become the foundation for a new galactic empire”

  4. Rafaela Viana says:

    Mel, amei a resenha… Já vi o filme muitas vezes não sabia que tinha o livro… Vou dar um tempo e ler pra poder comparar :D
    Mel astronauta <3 Sinto saudades de você atualizando suas leituras no skoob, ou você fez uma conta no goodreads ?Beijos Mel <3

  5. Isabela says:

    Oi Mel! Eu também sou fascinada pelo espaço e por ficção científica *-*
    Quando soube da existência desse livro e que o filme já estava a caminho, fiquei doida e fui logo adquirir o meu! Fiquei doida pra assistir o filme, tive q ir a uma cidade vizinha pra poder assistir hahaha smp q falam do livro ou do filme meu coração bate mais forte <3
    A minha edição tem a capa igual a sua, só q não é capa dura!
    Amei a resenha e as fotos (como sempre)
    Beijos!

  6. Anne Rios says:

    Eita Mel, você ainda não superou o trauma da parede laranja?
    #SouLeitoraDasAntigas

    Sobre o livro, cheguei a ler alguns pedaços e achei bem divertido, acho que agora vou dar uma chance a ele.
    <3

  7. Cíntia Závoli says:

    Amo suas resenhas, Mel!
    Fiquei com muita vontade de ler esse livro (curiosa, rs).
    Lindo esse lugar e as fotos maravilhosas como sempre!
    Beijinhos,

  8. Carolina says:

    Mel, adorei a resenha! E as fotos como sempre maravilhosas!
    Mas me incomodou um pouco a falta de vírgulas! Hahaha
    Não tinha comida suficiente para sobreviver até que a próxima tripulação chegasse (,) então resolveu usar seus conhecimentos de botânica para tentar fazer mais comida por lá. Também começou a usar seus conhecimentos de engenheiro para tentar se comunicar com a Terra. Tudo isso(,) é claro, cheio de sarcasmo….
    Beijos!


Deixe seu comentário