banner-mel-e-beni
Travels

Japão: vistos necessários

7.09.2016

Melina Souza
No vídeo e post da semana passada falamos sobre nossas passagens e hospedagem. Hoje falamos sobre os vistos necessários para entrar no Japão e demos dicas importantes para facilitar o processo.

Apesar de termos falado no vídeo, achamos interessante ressaltar alguns pontos abordados para deixar o mais claro possível:

Melina Souza

PASSAPORTE

Para viajar para fora do país é necessário ter um passaporte (no nosso do brasileiro, não é necessário apenas para países membros do Mercosul – Argentina, Bolívia, Chile, Colombia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela – nesse caso basta apresentar um RG em bom estado e com menos de 10 anos de emissão). Em 2014 fiz um post no blog falando especificamente sobre passaporte e compartilhando minha experiência. Para ler o post é só clicar aqui.

O passaporte é emitido pela Polícia Federal. Nesse link tem o passo-a-passo do que é necessário fazer a partir do momento que você decide requerer o documento. É importante lembrar que, dependendo da cidade, a demanda é grande então é importante começar o processo com antecedência para não correr o risco de perder ou atrasar a viagem.

VISTO DE TRÂNSITO (CONEXÃO)

Como dissemos no nosso primeiro vídeo, não existe vôo direto do Brasil para o Japão. Todos os vôos fazem conexão em outros países e alguns deles exigem visto (no mínimo de trânsito). É preciso ficar de olho nisso para não perder a viagem por não ter providenciado o visto exigido durante a conexão.

Para confirmar, entre em contato diretamente com a companhia aérea escolhida.

VISTOS PARA ENTRAR NO JAPÃO

Existem vários tipos de visto que variam de acordo com a finalidade da viagem (turismo, visita a parentes, trabalho etc.) e também de acordo com a sua ligação/vínculo com o Japão (filho/neto de japonês, casado com japonês/japonesa por exemplo).

Para verificar quais são as possibilidade e qual a que se enquadra melhor com a sua situação clique aqui. No site da Embaixada do Japão no Brasil você encontra todas as informações necessárias.

SOLICITAÇÃO DE VISTO PARA ENTRAR NO JAPÃO

Para solicitar o visto japonês, você deverá verificar qual é o Consulado Japonês mais próximo de você. No site da Embaixada do Japão no Brasil tem uma página com a lista de todos os Consulados espalhados pelo nosso país. Clique aqui para verificar todas as opções e escolher a que for melhor para você.

Lá você vai encontrar todos os documentos necessários que você deve providenciar e preencher. É muito importante verificar tudo com calma.

Em Curitiba o Consulado Geral do Japão fica no Shopping Itália. Você pode encontrar mais informações sobre ele aqui.

COMPROVANTE DE RENDIMENTO

No vídeo falamos que é necessário apresentar documentos que comprovem a sua renda. Os documentos listados no site do Consulado Geral do Japão são: 1. Declaração de imposto de renda; 2. Holerites dos últimos três meses; 3. Carteira de trabalho e 4. Extrato bancário.

É importante lembrar que, se você for menor de idade, ou não tiver um trabalho com carteira assinada por exemplo, você pode apresentar os comprovantes de rendimento de seus pais, responsáveis ou cônjuges.

No meu caso, por exemplo, sou autônoma e não trabalho com carteira assinada (apesar de ter carteira de trabalho). Mesmo assim, levei uma cópia do meu documento e também todos os meus comprovantes de renda.

Melina Souza

VALIDADE DO VISTO JAPONÊS

A partir do momento que o visto japonês é aprovado, ele é válido por apenas 3 meses, ou seja,  a ida e a volta da sua viagem precisam estar dentro desse período. É muito importante que você tire o visto em um período mais próximo a sua viagem (no máximo com um mês de antecedência).

Não adianta você planejar uma viagem de 15 dias e comprar passagens para chegar no país 10 dias antes do visto expirar.

Também é importante ressaltar que, apesar do visto ser válido por três meses, com o visto de curta permanência você só pode ficar por 30 dias no país.

CUIDADOS IMPORTANTES

Como existem muitas pessoas que tentam entrar ilegalmente em outros países para começar uma nova vida por lá, é importante você mostrar que tem algo que te “prende” no país. O Beni, por exemplo, levou a matrícula de seu mestrado.

As passagens de ida e volta também devem estar compradas e a hospedagem definida antes de solicitar o visto, para que o pessoal do Consulado veja que você está fazendo tudo certinho. Inclusive, no formulário de solicitação do visto, é exigido dados sobre a hospedagem e é necessário levar uma cópia das passagens.

Esperamos que vocês estejam gostando do conteúdo que estamos produzindo sobre a nossa viagem. Vamos adorar saber as dúvidas de vocês então fiquem à vontade para deixá-las aqui nos comentários :)

Ah, não esqueçam de se inscrever no canal e, se possível, nos ajudar curtindo e compartilhando o vídeo 

Obrigado por tudo, pessoal!

xoxo

Tags: , ,
Por

Mel e Beni

  1. Luciana Scherner says:

    Oi Mel,
    Talvez alguém já tenha sugerido, não li todos os comentários nos posts anteriores…Vc tem intenção de trazer coisinhas fofas do Japão p/ revender na sua lojinha? Olha, eu ficaria muito feliz em comprar post-its e outros itens de papelaria da Ponny Brown e dos personagens do Studio Ghibli….Se vc trazer p/ revender, não esquece de avisar p/ gente poder comprar ;) ;) ;) Bjs e desde já, boa viagem pra vcs!


Deixe seu comentário