Travels

NARA E QUIOTO: TEMPLOS E CERVOS LINDOS

14.12.2016

Melina Souza

Na semana passada já falamos um pouco sobre Quioto tanto aqui no blog (clique aqui para ler o post) quando no vlog que liberamos no Canal Serendipity. Hoje, apesar de mostrar mais um pouco de Quioto vamos falar mais sobre Nara.

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

A CAMINHO DO KIYOMIZU-DERA

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Kiyomizu dera é um templo budista, construído no ano de 778, localizado na porção leste da cidade de Quioto. E não se trata de um edifício só, mas há todo um complexo edificado. Estávamos curiosos para ver o salão principal no templo de Kiyomizu-dera, que está no íngreme penhasco do monte Otowa (nós mostramos isso no vlog! hehe). Esse salão, Hondo, foi estruturada toda em madeira utilizando somente encaixes, ou seja, sem fazer uso de pregos.

O templo de Kiyomizu-dera foi originado da cachoeira de Otowa e toma seu nome da pureza das águas. Historicamente a água cristalina e jorrante é chamada de “Konjiki-sui” (água dourada) ou “Enmei-sui” (água que prolonga a vida). A imagem abaixo mostra os os visitantes fazendo filas para poder beber um pouco dessa água pura com conchas e rezar para a purificação de seus seis sentidos e que para seus desejos se tornem realidade.

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

PAGODE DE YASAKA

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Pagode (edifício sagrado) de Yasaka possui cinco andares, 49 metros de altura, e é o terceiro edifício de madeira mais alto em Quioto após Toji e Kofukuji. Ele se localiza razoavelmente perto de Kiyomizu dera, tanto é que fizemos esses percursos a pé. Ele é um marco em torno desta área. Aparentemente essa torre foi construída em 592 por Shotoku-taishi, um príncipe desse período. Esse fato não possui provas concretas, mas é certo que o templo havia sido erguido antes da transferência da capital nacional para Quioto em 794. Esta torre já foi destruída pelo fogo e reconstruída diversas vezes. A que está edificada atualmente foi reconstruída em 1440 por Yoshinori Ashikaga, o 6o Shogun do governo de Muromachi.

A coisa mais interessante disso tudo é que quando andamos por lá, parecia que tínhamos voltado no tempo. Todas as ruazinhas são bem tradicionais e parecidas as dos séculos anteriores. Foi lindo filmar e tirar muitas fotos por lá.

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

NARA
Melina Souza

Assim como, praticamente, todo o Japão, Nara é uma cidade incrível e cheio de lugares bonitos protegidos pela UNESCO. Nara já foi capitão do Japão entre os anos 710 e 794, caracterizando estes anos como Período Nara.

De acordo com a lendária história do templo Kasuga (construído em 768 e reconstruído diversas vezes ao longo dos séculos), o deus Takemikazuchi chegou em Nara montado num cervo branco com o intuito de proteger a capital recém construída.  E desde então, os cervos tem sido respeitados como animais celestiais, protegendo a cidade e o país. Os cervos vagam livremente pela cidade, e se concentram principalmente no Parque de Nara (nós visitamos e vocês vão poder conferir fotos logo abaixo *-*). O interessante é que se pode comprar os shika senbeis, biscoitos de cervos, e alimentá-los. Inclusive, alguns deles se curvam agradecendo ou então retribuem o gesto se curvarmos na hora de cumprimentarmos. É muito lindo!

Bem próximo, bem pertinho mesmo, ao Parque de Nara, também havia o Grande Templo do Oriente ou Tōdai-ji (em japonês), um grande complexo budista. Nesse complexo é possível visitar a maior estátua de bronze do mundo do Buddha. Porém, infelizmente quando chegamos no Parque já era final da tarde, horário de fechamento dos portões para o complexo. Temos mais um motivo para voltar pra lá (não que estivessem faltando motivos e vontade para isso hehe)

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza(esse foi o primeiro cervo que encontramos por lá *-*)
Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

É muito importante alimentá-los somente com os biscoitinhos que são feitos especialmente para eles. Muito cuidado se você estiver comendo outra coisa por perto porque pode atrair eles e, se você por acaso se empolgar (ou se assustar) e dar a sua comida para eles pode fazer muito mal aos animais. Esse pacotinho, como vocês podem ver, custou 150 ienes e vem aproximadamente 10 biscoitos. É uma experiência muito legal alimentá-los, mas confesso que é também um pouquinho “assustador” porque alguns vem pra cima mesmo hehe (mas não nos machucamos em momento algum).

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Depois que acaba os biscoitinhos você tem que mostrar para eles que acabou e que você não tem mais nada porque enquanto eles acham que você tem biscoitinhos eles ficam em cima te dando cabeçadas (de leve) e até mordidinhas (de leve também) :)

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Um fato que chamou nossa atenção e que achamos que é importante falar por aqui é que muitos cervos machos têm os seus chifres cortados. Foram pouquíssimos que encontramos como esse aí de cima. Pelo que pesquisamos, descobrimos que todo ano, no mês de Outubro, há mais de 300 anos, acontece a Cerimônia Shika no Tsunokiri onde os machos têm o seu chifre removidos.

Como os cervos ficam livres pela cidade essa é uma medida de segurança para os seres humanos e para eles também, pois parece que os machos ficam meio agressivos quando tem fêmea no cio. Encontramos alguns links que falam mais sobre o assunto então se vocês se interessarem é só clicar neles: Made in Japan e Esquadrão Pet.

Infelizmente a cerimônia é um evento estressante para o animalzinho, afinal ele fica cercado de humanos e é imobilizado (não conseguimos nem imaginar como é passar por isso), mas “pelo menos” não têm nervos em seus chifres, ou seja, é como cortar unha ou cabelo.

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Melina Souza

Essa é a placa que mencionamos no vlog que alerta sobre alguns cuidados que temos que ter ao andar pela cidade.

VLOG

Esperamos que vocês estejam gostando dos posts e dos vídeos. Ainda temos muitas coisas legais pra compartilhar dessa viagem *-*

Obrigado por tudo!

xoxo

Por

Mel e Beni


Deixe seu comentário