Books

TRÊS COROAS NEGRAS (KENDARE BLAKE)

17.06.2017

Há algumas semanas li o lançamento Três Coroas Negras da escritora Kendare Blake. Fiquei interessada desde que vi esse livro ser mencionado em canais literários gringos que acompanho. Quando ele chegou ao Brasil, tive a felicidade de ser convidada pela Globo Alt para ler e compartilhar com vocês o que achei.

A HISTÓRIA

Três Coroas Negras é o primeiro livro de uma série (ainda não sei quantos livros a autora está planejando escrever) de fantasia que se passa na Ilha de Fennbirn. Nessa ilha, a cada geração nascem irmãs trigêmeas que são rainhas herdeiras do trono. Cada uma delas nasce com um poder especial: uma é naturalista (controla a flora e a fauna), uma é envenenadora (além de ter conhecimento sobre venenos, consegue consumir qualquer veneno sem ser afetada por ele) e uma é elementarista (controla os elementos terra, água, ar e fogo).

Aos seis anos, as irmãs são separadas e vão para diferentes partes da ilha de acordo com suas dádivas. Aos 16 anos, uma década após ficar sem ter contato uma com as outras, elas se reencontram e precisam lutar pelo trono e reinar a ilha. Apenas quem conseguir matar suas duas irmãs irá ficar no poder.

O QUE ACHEI

Como a autora criou um universo novo e dentro desse universo ela ainda criou “três mundos” por conta das dádivas das rainhas, foi um pouco difícil de conseguir entrar na história. Demorei um pouco para conseguir memorizar os nomes dos personagens importantes de cada grupo, mas depois que isso aconteceu, a leitura fluiu bastante.

Gostei muito das personagens femininas do livro – adorei as três rainhas e também as amizades entre as mulheres – e o final me deixou muito empolgada para ler a continuação. Tanto que acho que não vou aguentar esperar lançar no Brasil hehe

YOUTUBE

Se você gostou do vídeo e quiser me ajudar, lembre-se de clicar em gostei e se inscrever no canal :)

TRÊS COROAS NEGRAS

Espero que vocês tenham gostado do post e do vídeo :D

Obrigada por tudo, pessoal!

xoxo

Por

Melina


Deixe seu comentário