Livros são amor

Posts na categoria Livros são amor

11. Nov. 2014

A Arte da Procrastinação (John Perry)

Arquivado em: Livros são amor

a_arte_da_procrastinação

Como alguém que luta há anos com a tendência a deixar as coisas pra depois, fiquei bastante interessado nesse livro… mas percebi que não me identificava tanto com a proposta quando imaginei!

Seja como for, é uma leitura valiosa, e vai ajudar muita gente que sofre com a procrastinação, mas não quer (ou, talvez, não consegue) lidar com ela de forma mais rígida… e ao mesmo tempo não quer que isso atrapalhe sua vida e a dos outros!

Assista à resenha e divirta-se ;) e não se esqueça de deixar um comentário hehehe

ISBN 9788565530675 Editora Companhia das Letras Nota 3/5 Páginas 128

Quem quiser me acompanhar em outras redes, é só seguir: Twitter ✎ Facebook ✎ Instagram  Tumblr  Youtube

Youtube  Instagram ❤ Twitter ❤ Facebook ❤ Bloglovin’ ❤ Pinterest ❤ Tumblr ❤ Goodreads  Flickr

31. Out. 2014

Livros para o Halloween

Arquivado em: Livros são amor

IMG_4023

Finalmente chegou o tão esperado (pelo menos por mim) Dia das Bruxas! E para fechar a sequência de posts de Halloween, separei alguns livros que acho que combinam com essa data. Quem acompanha as minhas resenhas e meus book hauls, deve ter percebido que não sou de livros de terror. Na verdade, sou daquelas pessoas que fecha os olhos em cenas assustadoras de filmes, então não daria muito certo fechar os olhos ou pular muitos parágrafos (ou muitas páginas) durante a leitura de um livro de terror hehe

Tentei escolher só livros que ainda não foram resenhados aqui no Blog Serendipity (nem no canal) e que eu acho que, de alguma forma, combinam com essa época do ano:

IMG_4032

Coraline foi o primeiro livro do Neil Gaiman que li. Como não li a sinopse, não tinha ideia do que me esperava e vou confessar: fiquei morrendo de medo em algumas partes e fiquei super tensa quando terminei de ler e minha mãe gritou “Mel, o jantar está pronto!” (quem já leu provavelmente vai entender hehe).

Coraline é uma garota muito curiosa, filha de dois escritores que não davam muita atenção para ela. Eles se mudaram há pouco tempo para um flat antigo em uma vizinhança esquisita. Entediada, ela começa a explorar o seu novo lar e encontra uma portinha que curiosamente dá para um flat igualzinho ao dela, mas bem cuidado, com pais quase iguais aos dela, mas muito atenciosos e…com botões nos olhos. Sim, todos os seres humanos lá tem botões nos lugares dos olhos! Sem mais detalhes! Vocês precisam ler e/ou assistir a animação maravilhosa que fizeram inspirada no livro. Aliás, muitos acham que Coraline é do Tim Burton, mas na verdade foi dirigido pelo Henry Selick (mesmo diretor de O estranho mundo de Jack).

Essa minha edição linda é em inglês, mas o livro já foi publicado no Brasil pela Editora Rocco (inclusive lançaram também uma graphic novel).

IMG_4034

Psicose de Robert Bloch é o livro que inspirou o filme Psicose do “Mestre dos Filmes de Suspense”, a.k.a Alfred Hitchcock. Norman Bates é um homem de 40 anos muito solitário que tem uma relação muito peculiar com sua mãe controladora (apesar de já ser um homem, ela ainda o trata como se fosse uma criança). Ele é o responsável por cuidar do negócio da família, Bates Motel, que fica na beira da estrada, e também cuida de sua mãe, que mora na casa ao lado.

Em uma noite chuvosa, uma jovem chamada Mary Crane, que está fugindo por ter desviado 40.000 dólares da empresa em que trabalha para ajudar o seu namorado, decide se hospedar por lá. O plano era simples, passaria a noite por lá e no dia seguinte iria seguir com a sua fuga, porém Norman fica obcecado pela moça e sua mãe, muito irritada, decide dar um basta nisso.

Quero aproveitar para deixar registrado que essa edição de colecionador da Darkside Books está maravilhosa. Ela é capa dura, a diagramação é ótima, páginas amareladas e ainda tem fotos de algumas cenas da adaptação cinematográfica.

IMG_4033

Emily the Strange com certeza marcou a adolescência (ou infância) de muitas pessoas (principalmente quem teve uma “fase gótica”). Lembro até hoje quando “conheci” a tal da Emily. A primeira coisa me chamou a minha atenção foi a semelhança física da personagem comigo quando era criança hehe.

Emily The Strange foi criada por Rob Reger. Ela é uma garota muito inteligente, perspicaz e que ama gatos. No primeiro livro, Os dias perdidos, ela está totalmente perdida. Não sabe quem é, quantos anos tem, o que está fazendo naquela cidade…sua vida é um mistério e as únicas coisas que ela tem são um caderno, um lápis e um estilingue. O livro é como se fosse esse seu caderno, onde ela escreve suas impressões nessa busca de resolver o mistério de sua vida.

Emily The Strange: Duas vezes Estranha é o segundo livro da série e acabou de ser lançado pela Galera Record. Como chegou há pouco tempo para mim, ainda não tive tempo para ler, mas pelo que vi, nele ela criou um aparelho de duplicação e agora existem duas Emilys. No início ela parecia ser uma pessoa legal, mas, pouco tempo depois, Emily percebe que seu clone não é uma pessoa muito boa.

As duas edições publicadas pela Galera Record são maravilhosas. Ambas são capa dura com jacket, têm páginas brancas lisas (não sei o nome desse tipo de folha, mas são daquele tipo que “lápis não pega”, sabe?) e tem ilustrações nas cores preto, cinza e vermelho dentro. A única coisa que me deixou um pouco incomodada, é que o segundo livro é um pouquinho maior que o primeiro então fica uma degrau de meio centímetro de altura quando se coloca eles lado a lado na estante.

IMG_4035

Essa série ainda não li (recebi essa semana), mas desde que assisti algumas resenhas sobre o primeiro livro fiquei curiosa e coloquei na cabeça que ela combina com essa época do ano. As capas já têm esse clima mais macabro e me deixam ao mesmo tempo angustiada e curiosa. Faz sentido, né? Elas são lindas e angustiantes ao mesmo tempo.

Mara Dyer sofreu um acidente quando estava com sua melhor amiga, seu namorado e sua cunhada e foi a única sobrevivente. A resposta para o que aconteceu parece estar perdida em sua mente perturbada e, para ajudá-la, sua família decide mudar de cidade para um novo começo. Todos querem esquecer o que aconteceu, mas Mara só quer lembrar para poder entender e não deixar a loucura tomar conta de sua mente.

A trilogia já teve os dois primeiros livros lançados (inclusive no Brasil, como vocês podem ver pela foto) e eu, mesmo sem ter lido ainda, já estou ansiosa para que o terceiro chegue em minhas mãos. Faz sentido isso?

IMG_4029

Estava conversando com a Manu sobre livros que combinam com essa época do ano e ela me indicou duas séries que ainda não li, mas já que a Manu indicou, resolvi indicar aqui no blog também ;)

As séries são Beautiful Creatures (Margareth Stohl e Kami Garcia) e Círculo Secreto (L. J. Smith). Alguém aí já leu alguma delas? O que achou? Ambas têm bruxos e bruxas como personagens. Beautiful Creatures já virou filme e, se não me engano, Círculo Secreto virou série.

E aí, quais livros vocês indicam pra essa época do ano? Quais livros vocês estão lendo? Compartilha nos comentários que eu vou adorar saber e os outros leitores vão poder pegar mais dicas literárias (mas cuidado com os spoilers, heim?!)

Obrigada por tudo, pessoal!

xoxo

ps: Feliz dia das Bruxas (ou do Saci se vocês preferirem) :)

Youtube  Instagram ❤ Twitter ❤ Facebook ❤ Bloglovin’ ❤ Pinterest ❤ Tumblr ❤ Goodreads  Flickr

20. Out. 2014

Asterix entre os Bretões (Albert Uderzo e René Goscinny)

Arquivado em: Livros são amor

IMG_2706

Esse é o meu livro favorito do Asterix (e a versão animada está no meu Top 10 de desenhos).

A história é bem simples, mas cativante: o bretão Cinemapax viaja até a Gália para pedir ajuda a Asterix na luta contra os romanos – que estavam quase dominando sua aldeia. Pra ajudar os bretões, Asterix, Obelix e Cinemapax pretendem levar até a aldeia um barril de poção mágica (a mesma que tem ajudado Asterix e seus amigos a resistir a Roma).

É claro que eles passam por todo tipo de aperto durante a viagem, como encontros com assaltantes, soldados e piratas…

IMG_2711

Uma das coisas que eu mais gosto nos livros do Asterix é a maneira como eles fazem com que mesmo temas pesados (guerra, assalto, pirataria etc.) não mudem o tom da história, que é divertido, leve.

Outro ponto alto desse livro, em especial, é a tradução: pra manter a estranheza que o inglês causa nos gauleses (que falavam “francês antigo”), aqui no Brasil traduziram as coisas ao pé da letra e sem mexer na ordem das palavras – hot water virou “quente água”, gentleman virou “gentil-homem”, roman patrol virou “romana patrulha”, national beverage virou “nacional bebida”, warm beer virou “morna cerveja” etc. Aliás, eles também brincam bastante com a obsessão dos bretões com “quente água com um pingo de leite” e o fato de preferirem “morna cerveja” ao invés de uma cerveja gelada.

IMG_2707

Também tem várias outras referências à cultura inglesa (se vocês prestarem atenção, vão encontrar os Beatles em um dos quadrinhos, inclusive!).

Some tudo isso ao carisma dos personagens e ao ar clássico da HQ e você terá, bom… um clássico!

IMG_2715

Minha única ressalva é o excesso de texto em alguns quadrinhos – o mesmo problema dos livros do Tintim –, mas não é nada que realmente atrapalhe a leitura.

IMG_2717

Eu tenho um carinho especial por esse livro e pela versão animada (que assisti muitas vezes quando era criança). E esse exemplar que aparece nas fotos foi um presente do meu irmão – e vai ficar de “herança” para os meus filhos (quando e se eu tiver, claro)!

IMG_2786

IMG_2787

IMG_2790

Como vocês podem ver nas fotos, tem um monte de desenhos e livros do Asterix, e cada um mereceria um post à parte… Mas, por enquanto, deixo a seguinte recomendação: leiam, assistam e se divirtam! As histórias são leves, o humor é inteligente e os personagens são extremamente carismáticos.

IMG_2763

IMG_2772

IMG_2798

“Tira esse cara do meu lado”

IMG_2802

“Grrrrr”

IMG_2804

“Ah! Não pode morder, né?”

IMG_2805

“Hum…”

IMG_2808

“Dane-se!”

IMG_2794

O Asterix sobreviveu ao ataque do Spock

IMG_2795

Em breve teremos um post falando da “série” como um todo. Fiquem de olho!

IMG_2764

ISBN (não tem) Editora Record Nota 5/5 Páginas 48

Quem quiser me acompanhar em outras redes, é só seguir: Twitter ✎ Facebook ✎ Instagram  Tumblr  Youtube

Youtube  Instagram ❤ Twitter ❤ Facebook ❤ Bloglovin’ ❤ Pinterest ❤ Tumblr ❤ Goodreads  Flickr