Tecnologia

Posts na categoria Tecnologia

10. Abr. 2014

Click Serendipity by Nostalgika

Arquivado em: Tecnologia

melinasouza

Agora que o Click Serendipity já está disponível para iOS e Android (e depois de ter usado ele todos os dias nas últimas semanas hehe) vou apresentá-lo oficialmente aqui no A Series of Serendipity.

Bom, o Click Serendipity é um app de fotografia desenvolvido pela Nostalgika em parceria com o A Series of Serendipity. Um pouco antes do meu intercâmbio, eles entraram em contato comigo e apresentaram a ideia, mas só quando voltei para o Brasil que começamos a trabalhar nesse projeto. Depois de algumas reuniões, muitas ideias e muitos trabalhos, o app ficou pronto e agora vou mostrar detalhes dele.

A primeira opção de edição que aparece no aplicativo é de ajustar o tamanho da foto (para deixá-la retangular ou quadrada). Caso opte por deixar a foto com borda você pode escolher qualquer uma das 18 opções de cores.

No Click Serendipity você encontra 5 opções de edição: carimbo, efeito (filtros), texto, frases e moldura.

Nos carimbos há duas telas. Na primeira, todos são coloridos e, na segunda, todos têm apenas o contorno e a cor/intensidade você pode escolher selecionando na paleta. Ah, todos os desenhos foram feitos pela Fabrícia.

Há duas formas de escrever na foto: selecionando o menu “texto” onde você encontra 12 opções de fontes e pode escrever o que quiser e/ou selecionando o menu “frases” em que você pode escolher frases desenhadas/escritas pela Fabrícia (você pode escolher a cor em ambas as opções e também a intensidade delas).

No menu “efeito” há 8 opções de filtros e, no menu “moldura”, há 15 opções de molduras. Dois detalhes legais é que, além de poder escolher a cor e a intensidade da moldura, você pode ajustar a foto para ela ficar melhor posicionada na moldura.

Um cuidado legal que o pessoal do Nostalgika teve é que é possível ajustar o tamanho dos carimbos, das frases e dos textos usando a tela inteira, ou seja, é super fácil deixá-los em um tamanho menor. E outro detalhes é que para ajustar ou deletar algo, basta clicar duas vezes em cima.

O Click Serendipity está disponível na App Store (USD1,99) e no Google Play (R$3,85).

Uma observação importante: a Nostalgika é uma empresa independente composta por um programador e uma artista que deixaram seus empregos para se dedicar a isso. A renda deles vem da venda dos aplicativos (no momentos eles desenvolveram 4) e é por isso que não pode ser gratuito.

Obrigada por tudo, pessoal!

xoxo

ps: estou amando ver as fotos com a hashtag #clickserendipity

Youtube  Instagram ❤ Twitter ❤ Facebook ❤ Bloglovin’ ❤ Pinterest ❤ Tumblr ❤ Goodreads  Flickr

13. Mar. 2014

Aplicativos para aproveitar Londres

melinasouzalondres

Depois de passar quatro semanas incríveis em Londres, eu e a Sharon selecionamos alguns aplicativos que fizeram parte do nosso dia-a-dia para indicar e ajudar vocês a aproveitar melhor essa cidade maravilhosa.

Ulmon London

Esse é, sem dúvidas, o melhor aplicativo! É um guia da cidade que tem um mapa offline, então não precisa mais se desesperar caso o seu 3g pare de funcionar e você não encontre nenhum wi-fi por perto. Além do mapa, é possível encontrar muitas dicas e informações sobre os locais, afinal o aplicativo é um guia digital (pontos extras porque ajuda a deixar a bolsa/mochila mais leve já que não precisa mais carregar o guia/livro sobre a cidade).

Dica extra: se você colocar “Ulmon” vai encontrar o aplicativo para várias outras cidades como Paris, New York, Amsterdam, Barcelona, Rio de Janeiro…

Time Out

Aplicativo com a programação atual da cidade então é ótimo para saber o que está acontecendo por lá para poder aproveitar mais (além de ajudar a descobrir muitas coisas que você provavelmente não saberia sem o aplicativo). Ele é constantemente atualizando com novos eventos e recomendações dos editores. Ah, assim como o Ulmon, ele também tem para outras cidades.

Tube Map

O metrô de Londres é incrível e com ele você vai para qualquer lugar, mas como a quantidade de linhas e de estações não é pequena, em algumas “jornadas” é preciso fazer várias baldeações. Com esse aplicativo você consegue encontrar a estação mais próxima, ver o mapa com todas as linhas e traçar um roteiro.

National Rail

Na Inglaterra é super fácil se locomover de uma cidade pra outra usando trem. Esse aplicativo serve para saber quais os horários dos trens, preços das passagens e também se ele está ou não no horário.

melinasouza

Ah, mais uma boa notícia: todos esse aplicativos são gratuitos. Legal, né? :) Se vocês conhecerem mais aplicativos desse tipo, por favor indiquem nos comentários que vou adorar conhecer e usar quando voltar para Londres.

Espero que tenham gostado das dicas e que aproveitem Londres por mim (muito feliz com a quantidade de leitores que estão me escrevendo contando que vão pra minha cidade favorita no mundo).

* Comentário extra e feliz: hoje foi lançado o meu aplicativo desenvolvido em parceria com o pessoal do Nostalgika. O Click Serendipity já está disponível na App Store e logo logo farei um post com mais detalhes :) (vai ter pra Android também)

Obrigada por tudo, pessoal!

xoxo

Youtube  Instagram ❤ Twitter ❤ Facebook ❤ Bloglovin’ ❤ Pinterest ❤ Tumblr ❤ Goodreads  Flickr

06. Jan. 2014

Kindle Paperwhite!

Muita gente lamenta o crescimento dos e-books, com um ar saudosista, como se significasse o fim dos livros impressos – um exagero, a meu ver (explico mais tarde) –, e acaba menosprezando todas as vantagens dos livros digitais.

Quem leu calhamaços como As Crônicas de Gelo e Fogo ou O Senhor dos Anéis com certeza tiraria bom proveito de um dispositivo leve, em que mil livros teriam o peso de um.

Quem se cansa de esperar a entrega de livros comprados na Amazon, no ebay ou no Book Depository adoraria, tenho certeza, ter o material em mãos poucos minutos depois da compra.

Quem tem o hábito de sublinhar trechos de livros e fazer anotações ficaria feliz se o material fosse compilado automaticamente e pudesse ser acessado em alguns cliques.

Quem já penou pra ler um livro mal diagramado, em que a letra ou as margens são muito pequenas, gostaria de poder ajustar esses e outros aspectos da diagramação até ficar do seu agrado.

Quem já precisou ler materiais extensos em telas de computador, tablet ou celular tiraria bom proveito de uma tela com e-ink, que não cansa a vista e tem uma boa resolução.

E quem já ficou incomodado por não ter luz para leitura com certeza vai gostar do Kindle Paperwhite, em que é possível regular a luminosidade da tela conforme o ambiente.

Contras

É claro que o Kindle tem suas desvantagens. A primeira delas é que, muitas vezes, você sente falta do peso do livro, da sensação de virar as páginas, da textura do papel etc.

Além disso, o fato de precisar de bateria (embora ela dure horas e horas de leitura) não deixa de ser um problema – e, como o carregador não é barato, você precisa ter um computador por perto para poder recarregar.

Por fim, tem o risco maior de você comprar por impulso – afinal, bastam alguns cliques, e nem tem uma edição física para você olhar e pensar “putz, não devia ter comprado agora”.

O melhor dos dois mundos

Eu duvido que os livros impressos deixem de existir. Primeiro, porque dificilmente todo o mundo vai ter acesso a e-readers (não que seja algo impossível, mas é difícil). No máximo, a meu ver, vai se tornar algo “retro” (como aconteceu com câmeras analógicas ou LPs), e isso daqui a muitos anos.

Segundo, porque muitas vezes a parte física é importante para a experiência da leitura, como no caso de livros impressos em papéis especiais ou com capa dura etc.

Muita gente faz uma comparação com a disputa “discos x mp3″, mas é algo impreciso, porque a parte física (o LP, CD, fita K7 ou o que quer que seja) nesse caso não faz tanta diferença. Você não ficava o tempo todo segurando um CD enquanto escutava música. Já o livro fica o tempo todo na sua mão enquanto você o “consome”.

Dito isso, acho o Kindle fantástico, mas ainda tem livros que prefiro impressos. Gosto de unir o melhor dos dois mundos, comprando livros digitais quando não fizer questão da parte física, e livros físicos quando fizer questão dela.

Minha nota para o Kindle Paperwhite (que tem a vantagem de ter uma tela iluminada que não cansa a vista): 5/5!