06. Jan. 2014

6 on 6 (janeiro 2014)

Arquivado em: Fotografia

Chegou o dia do 6 on 6. Yay!

1. Estou tão tão tãããão empolgada com o meu cabelo ruivo que fico com vontade de fazer fotos em que aparecem pelo menos um pouquinho dele he he

2. Cremes de mão da Cath Kidston. Comprei no primeiro dia em que eu e a Sharon fomos em Notting Hill. Sempre que olho/uso eles lembro que estava chovendo na hora que entrei e sai da loja.

3. Como não se apaixonar por esse marcador de gatinho? Como? Impossível! Ah, esse é o livro que estou lendo no momento: This is what happy looks like.

4. Chocolate quente com marshmallow é amor. Simples assim.

5. Uma das minhas últimas compras em Londres antes de entrar no trem rumo a Paris. Ai ai cadê a minha máquina do tempo? Quero voltar!

6. Ok, vocês já sabem que estou apaixonada por esse meu espelho de coração, né? Então!

*.*.*.*.*.*

Agora é hora de ver as fotos das queridas BiaAndreaEmiGabi e Flavi!

E aí, qual foto vocês gostaram mais?

Obrigada por tudo, pessoal!

xoxo

Quem quiser acompanhar o A Series of Serendipity é só seguir: Twitter ❤ Fanpage ❤ Instagram ❤ Youtube

06. Jan. 2014

Kindle Paperwhite!

Muita gente lamenta o crescimento dos e-books, com um ar saudosista, como se significasse o fim dos livros impressos – um exagero, a meu ver (explico mais tarde) –, e acaba menosprezando todas as vantagens dos livros digitais.

Quem leu calhamaços como As Crônicas de Gelo e Fogo ou O Senhor dos Anéis com certeza tiraria bom proveito de um dispositivo leve, em que mil livros teriam o peso de um.

Quem se cansa de esperar a entrega de livros comprados na Amazon, no ebay ou no Book Depository adoraria, tenho certeza, ter o material em mãos poucos minutos depois da compra.

Quem tem o hábito de sublinhar trechos de livros e fazer anotações ficaria feliz se o material fosse compilado automaticamente e pudesse ser acessado em alguns cliques.

Quem já penou pra ler um livro mal diagramado, em que a letra ou as margens são muito pequenas, gostaria de poder ajustar esses e outros aspectos da diagramação até ficar do seu agrado.

Quem já precisou ler materiais extensos em telas de computador, tablet ou celular tiraria bom proveito de uma tela com e-ink, que não cansa a vista e tem uma boa resolução.

E quem já ficou incomodado por não ter luz para leitura com certeza vai gostar do Kindle Paperwhite, em que é possível regular a luminosidade da tela conforme o ambiente.

Contras

É claro que o Kindle tem suas desvantagens. A primeira delas é que, muitas vezes, você sente falta do peso do livro, da sensação de virar as páginas, da textura do papel etc.

Além disso, o fato de precisar de bateria (embora ela dure horas e horas de leitura) não deixa de ser um problema – e, como o carregador não é barato, você precisa ter um computador por perto para poder recarregar.

Por fim, tem o risco maior de você comprar por impulso – afinal, bastam alguns cliques, e nem tem uma edição física para você olhar e pensar “putz, não devia ter comprado agora”.

O melhor dos dois mundos

Eu duvido que os livros impressos deixem de existir. Primeiro, porque dificilmente todo o mundo vai ter acesso a e-readers (não que seja algo impossível, mas é difícil). No máximo, a meu ver, vai se tornar algo “retro” (como aconteceu com câmeras analógicas ou LPs), e isso daqui a muitos anos.

Segundo, porque muitas vezes a parte física é importante para a experiência da leitura, como no caso de livros impressos em papéis especiais ou com capa dura etc.

Muita gente faz uma comparação com a disputa “discos x mp3″, mas é algo impreciso, porque a parte física (o LP, CD, fita K7 ou o que quer que seja) nesse caso não faz tanta diferença. Você não ficava o tempo todo segurando um CD enquanto escutava música. Já o livro fica o tempo todo na sua mão enquanto você o “consome”.

Dito isso, acho o Kindle fantástico, mas ainda tem livros que prefiro impressos. Gosto de unir o melhor dos dois mundos, comprando livros digitais quando não fizer questão da parte física, e livros físicos quando fizer questão dela.

Minha nota para o Kindle Paperwhite (que tem a vantagem de ter uma tela iluminada que não cansa a vista): 5/5!