culinária

Posts na tag culinária

18. Nov. 2014

O Prazer de Cozinhar

Arquivado em: Culinária

café_avião

Em 2013, sem pretensão de fazer nada requintado, resolvi aprender a cozinhar (pra mim, para a família ou para os amigos) e desde então tenho me divertido muito com isso!

Neste vídeo, falo sobre o assunto e dou algumas sugestões para aqueles que, como eu, não são profissionais, mas gostam de explorar o “universo culinário”!


Quem quiser me acompanhar em outras redes, é só seguir: Twitter ✎ Facebook ✎ Instagram  Tumblr  Youtube

Youtube  Instagram ❤ Twitter ❤ Facebook ❤ Bloglovin’ ❤ Pinterest ❤ Tumblr ❤ Goodreads  Flickr

25. Ago. 2014

Na Cozinha com Nigella (Nigella Lawson)

Arquivado em: Livros são amor

IMG_8435

Esse foi o terceiro livro de culinária que comprei quando quis começar a cozinhar, ano passado (os outros dois foram 30 Minutos e Pronto e Revolução na Cozinha, ambos do Jamie Oliver), e tenho um certo carinho por ele: me faz lembrar da empolgação inicial de preparar refeições que eu nunca tinha provado…

IMG_8432

IMG_8434

Nigella é bastante “maternal” com os seus leitores, sempre dando várias dicas e tentando mostrar como a experiência de cozinhar pode (ou, por que não dizer?, deve) ser prazerosa. Conta sua relação com cada receita (onde aprendeu, em que ocasiões gosta de preparar) e faz com que você tenha a sensação de estar sentando na cozinha conversando com a autora.

Embora não seja tão introdutório quanto o Revolução na Cozinha – mesmo as receitas mais simples têm muitos passos e ingredientes, o que exige um pouco mais de dedicação e esforço do que as básicas do Jamie –, Na Cozinha com Nigella é um ótimo guia pra quem quer incrementar o cardápio de casa.

IMG_8426

Tem dicas de utensílios, ingredientes e técnicas, além de estar bem dividido entre receitas rápidas, receitas simples e receitas mais demoradas e/ou complexas. Massas, saladas, carnes, sobremesas diversas… É extremamente rico.

Claro que já testei algumas aqui em casa (não tantas quanto eu gostaria, porém…), e todas foram muito bem recebidas: Sopa Luz do Sol (p. 78), Massa espiral com feta, espinafre e pinolis (p. 209), Torta Gafanhoto (p. 182) e Espaguete alla puttanesca (p. 188)!

IMG_8437

O projeto gráfico é belíssimo, cheio de fotos de pratos, utensílios e pessoas, e a diagramação organiza muito bem as informações das receitas. Apesar do tamanho e do peso, não é difícil de manusear – só que é preciso tomar um certo cuidado para as páginas não se soltarem da lombada.

IMG_8427

Uma última ressalva: como é um livro estrangeiro, tem ingredientes que são difíceis ou até impossíveis de encontrar por aqui. Nessas horas eu procuro manter o ânimo e, na medida do possível, improvisar.

Recomendo fortemente a todos que gostam de cozinhar, independentemente do nível de experiência. Inspirem-se e divirtam-se com a querida Nigella ;)

IMG_8430

ISBN 9788576846635 Editora BestSeller Nota 4/5 Páginas 491

Aperitivos

“Eu estava assistindo a um episódio de Glee na TV, e um dos personagens comeu umas 4 fatias de Torta Gafanhoto. Qualquer cena de comida em filmes ou na televisão me faz perder partes importantes da trama, de tão envolvida que fico com a receita. Soube que tinha de preparar aquela torta, mesmo antes de ter a mínima ideia de seus ingredientes.”

(p. 182)

“Talvez esta [Torta de frutas fácil] seja uma das sobremesas mais úteis que se podem ter no repertório. Não que uma sobremesa tenha a obrigação de ser útil: uma sobremesa existe unicamente para deleitar. Mas é preciso fazer o jantar, mesmo quando há pouco e precioso tempo e a comida precise ficar deliciosa ainda assim. Então, o negócio é o seguinte: o trabalho para fazer esta deslumbrante torta de frutas é ínfimo, e o prazer que se obtém ao comê-la é enorme.”

(p. 177)

“Agora que comecei a fazer salsas, não consigo mais parar, mas aqui estou falando não tanto de um molho, mas de uma pilha de cubos bem temperados. A ardência avinagrada das pimentas jalapeño em conserva combina perfeitamente com a polpa macia e suave do abacate, e a combinação canta a melodia de um grupo de mariachis ao lado da lasanha de tortilhas pontilhada de feijões e cheia de queijo.”

(p. 107)

IMG_8424

IMG_8431

Quem quiser me acompanhar em outras redes, é só seguir: Twitter ✎ Facebook ✎ Instagram  Tumblr  Youtube

Youtube  Instagram ❤ Twitter ❤ Facebook ❤ Bloglovin’ ❤ Pinterest ❤ Tumblr ❤ Goodreads  Flickr

14. Jul. 2014

Economize com Jamie (Jamie Oliver)

Arquivado em: Livros são amor

Uma das coisas que mais gosto de fazer é preparar uma refeição (coisa simples, porque não sou chef nem especialista) e receber os amigos em casa. Como nem sempre o orçamento está folgado, a proposta do livro Economize com Jamie foi extremamente bem vinda: receitas simples, saborosas, que não saem caras; além de uma porção de métodos para economizar nas compras e evitar desperdícios.

O livro está dividido em 10 capítulos: Introdução, Compre bem, receitas Vegetarianas, receitas com Frango, receitas com Carne Bovina, receitas com Carne de Porco, receitas com Cordeiro, receitas com Peixe, receitas Extras, e Nutrição.

Na Introdução, como nos outros livros do Jamie, há uma série de dicas sobre ingredientes e utensílios, além de dicas específicas sobre como economizar na hora das compras – coisas simples, mas que muita gente acaba esquecendo, como pesquisar preços em vários mercados, ficar de olho em promoções semanais, e o já clássico “não faça compras quando estiver com fome”!

Os capítulos seguintes (exceto o de receitas vegetarianas) começam com uma receita “de base” (como “Frango assado de domingo”), seguida por algumas em que é possível aproveitar “sobras” dessa, e receitas “independentes”. Usar sobras é sempre opcional, mas se você puder preparar uma das receitas “de base” e aproveitar o que sobrou, melhor ainda!

Há também várias dicas sobre como aproveitar sobras sem ser em receitas: fazer vinagre a partir de vinho que sobrou; fatiar verduras e fazer picles; usar gordura de carne (nada de exagerar!) como tempero; congelar ervas com azeite; fazer geleia, pudim ou picolé a partir de frutas maduras…

Jamie também dá dicas sobre cortes de carne e sobre como pode ser bom contar com a ajuda de açougueiros e peixeiros locais ao invés de comprar apenas em supermercados.

Gostei muito do livro em si (o projeto gráfico é muito bonito, e a capa dura facilita o manuseio; a jacket – essa capa “sobressalente” – é um diferencial bacana) e da proposta – culinária acessível, tanto pela simplicidade das receitas como pelos custos relativamente baixos. Ah, e a maneira como é escrito é muito divertida. Você sente como se conhecesse o autor e ele estivesse conversando com você. Cada receita tem uma pequena história, o que torna a experiência de prepará-la ainda mais pessoal (dê uma olhada nos Aperitivos a seguir – trocadilho não intencional hehehe)!

Agradeço à editora Globo Livros por ter nos mandado um exemplar, e a vocês, leitores, pela atenção!

Semana que vem tem mais ;)

ISBN 9788525056085 Editora Globo Livros Nota 5/5 Páginas 289

Aperitivos

“Esta refeição super-rápida e saborosa é perfeita para quando você estiver se sentindo meio devagar ou com um pouco de ressaca, já que ela é cheia de coisas boas. Temperar os noodles com um molho é genial, e um ovo frito com gema mole por cima é um bônus. Regue com muito molho de pimenta para garantir que você vai acordar.”

(p. 32 – Noodles para ressaca)

“É assim que eu e minha família gostamos de comer uma boa e velha massa com molho de tomate. Simples demais, rápido demais, saboroso demais – aproveite.”

(p. 72 – Massa com molho de tomate, 4 modos fantásticos)

“Todos nós amamos uma tigela de frutas… mas não gostamos quando elas amadurecem muito depressa – congele antes que estraguem. Praticamente todas as frutas podem ser congeladas, em separado ou misturadas, conservadas em caixas plásticas ou em sacos de sanduíche. Elas ficarão lá, esperando que você as transforme em uma das deliciosas ideias abaixo.”

(p. 266 – Todos amamos uma tigela de frutas…)

Receitas

Picles caseiro

Pode ser preparado com uma grande variedade de vegetais firmes e crocantes: brócolis (inclusive o talo), cenoura, rabanete, nabo, vagem, pepino, repolho, cebola, couve-flor, beterraba etc.

Pegue um vidro que feche hermeticamente e coloque 1 caneca de água e 2 de vinagre (pode ser de vinho branco, de vinho tinto, de maçã… você escolhe), acrescente 1 colher (sopa) de sal e 1 colher (sopa) de açúcar e mexa até dissolver. Acrescente ervas ou sementes de tempero, e coloque os vegetais fatiados.

Você pode aumentar ou diminuir as medidas, de acordo com o tamanho do vidro e a quantidade de vegetais, mas procure manter a proporção. Ah, e cuidado com vegetais vermelhos e roxos (como cebola roxa, beterraba e rabanete), porque eles tingem tudo. Se for preparar picles com eles, é melhor fazer em vidro separado.

Massa com molho Caponata

Serve 4
Tempo total: 35 minutos

Corte 1 berinjela grande em cubos de 1cm e frite-os em uma panela com um fio generoso de azeite de oliva sobre fogo médio por 15 minutos, mexendo com frequência. Adicione 1 colher (sopa) de açúcar mascavo e 1 colher (sopa) de vinagre de vinho tinto. Descasque e fatie 2 dentes de alho, acrescente à panela e frite por 1 minutos. Despeje 2 latas (400g cada) de tomate pelado picado, coloque uma borrifada de água em uma das latas vazias, dê uma girada e adicione ao molho. Quando ferver, reduza o fogo e cozinhe por cerca de 15 minutos. Enquanto isso, cozinhe 320g de tagiatelle seco e escorra. Tempere o molho a gosto e misture com a massa. Sirva polvilhado com queijo parmesão ralado.”

Sopa de cenoura, laranja e gengibre

Serve 2
Tempo total: 35 a 40 minutos

Descasque 6 cenouras e 1 cebola, pique e coloque em uma panela sobre fogo médio com um fio de azeite de oliva, as raspas e o suco de 1 laranja e um pedaço de 2cm de gengibre descascado e picado. Cozinhe por 15 minutos, mexendo às vezes, retire do fogo e amasse 2 colheres (sopa) da mistura sobre uma tábua. Adicione 750ml de água fervente à panela, espere ferver e cozinhe em fogo baixo por 15 a 20 minutos, depois processe com um mixer até ficar lisa e cremosa. Retorne para a panela, tempere a gosto e cozinhe em fogo baixo. Toste 2 lindas fatias de pão e espalhe sobre elas a mistura amassada. Corte-as em tiras e sirva sobre a sopa. Rale 20g de queijo cheddar por cima e sirva.”

Quem quiser me acompanhar em outras redes, é só seguir: Twitter ✎ Facebook ✎ Instagram  Tumblr  Youtube

Youtube  Instagram ❤ Twitter ❤ Facebook ❤ Bloglovin’ ❤ Pinterest ❤ Tumblr ❤ Goodreads  Flickr