galera record

Posts na tag galera record

15. Abr. 2014

Tamanho 42 não é gorda (Meg Cabot)

Arquivado em: Livros são amor

Ai que saudade que estava de falar sobre os livros da Meg Cabot por aqui. E que saudade de publicar resenhas literárias com frequência. Pra me organizar e manter a lista de resenhas atualizada, já fiz uma lista de livros lidos que ainda não resenhei para me programar com as fotos e textos. Quero voltar a publicá-las semanalmente.

Tamanho 42 não é gorda é o primeiro livro da série The Heather Wells Mistery, que já tem 4 livros publicados no Brasil pela Galera Record (falando na Galera, vocês já viram o meu post que foi ao ar semana passada no Blog da Galera?). Essa é uma das séries adultas da Meg Cabot e o seu título engana. Na verdade ele engana muito! Quando vi o livro pela primeira vez, sem ler a sinopse, imaginei que fosse um chick-lit em que a protagonista (no melhor estilo Meg Cabot) estivesse se sentindo um pouco acima do peso e se envolvia em várias confusões tentando encontrar um namorado.

Bom, embora a protagonista Heather Wells esteja vestindo manequim 42 e esteja se sentindo um pouco acima do peso (apesar dela afirmar que “tamanho 42 não é gorda”), esse não é o foco da história e sim uma série de assassinatos misteriosos.

Sim, você leu bem o parágrafo acima: assassinatos! Quando que eu iria imaginar que essa série é uma série policial? Nunca! Mas é claro que não é apenas uma série policial porque ela foi escrita pela Meg Cabot, ou seja, além do suspense há diversão e um pouco de loucura como todos os livros da autora.

Heather Wells tem 28 anos e se tornou uma cantora pop de sucesso entre os pré-adolescentes quando ela ainda estava no Ensino Médio. Sua vida tinha um rumo até ela ter sido chutada não só pela sua gravadora como também pelo seu noivo (que estava com outra estrela pop). Ah e pra tornar a situação ainda pior, todo o dinheiro que ela tinha foi levado por sua mãe que fugiu com o seu empresário.

Ao invés de se afundar de vez, Heather começou a trabalhar como diretora-assistente em um alojamento estudantil na Faculdade de Nova York. Seu plano era conseguir estudar de graça e construir uma nova carreira após ser aprovada nos seis meses de experiência do seu trabalho, mas as coisas ficaram complicadas quando uma garota foi encontrada morta no poço do elevador do alojamento. Enquanto todos (inclusive a polícia) trataram o caso como um acidente, Heather não estava disposta a aceitar que aquela garota tinha morrido por acaso (ou por um motivo idiota como “Surf de elevador” já que meninas não brincam disso) e decide investigar para descobrir quem é o assassino.

A trama foi muito bem trabalhada e nem um pouco óbvia – pelo menos pra mim – porque fiquei tão surpresa quanto a Heather. Ainda não li o segundo – Tamanho 44 também não é gorda -, mas pretendo fazer isso em breve.

Adorei o trabalho da editora com a capa (aliás, todas as capas dessa série estão lindas) e com a diagramação. A única coisa que me incomodou foi que cada capítulo abria com uma música da época de sucesso da Heather Wells e as letras ficaram bem bizarras em Português, mas isso não é culpa da editora, afinal, muitos reclamariam se eles não tivessem traduzido. Mentira! Mais uma coisinha me incomodou: eu não me apaixonei pelo “mocinho” da história, como normalmente acontece quando leio os livros da Meg :P

ISBN: 9788501075338 | Editora: Galera Record | Páginas: 416 | Nota: 4/5

E aí, quem já leu o livro (ou a série)? O que achou?

Obrigada por tudo, pessoal!

xoxo

Youtube  Instagram ❤ Twitter ❤ Facebook ❤ Bloglovin’ ❤ Pinterest ❤ Tumblr ❤ Goodreads  Flickr

29. Nov. 2013

Holografia: os instrumentos mortais e as peças infernais

Arquivado em: Livros são amor

Quando publiquei a resenha do livro Cidade dos Ossos eu comentei que amava os detalhes holográficos da capa e muitas pessoas me escreveram e-mails e comentários falando que os exemplares delas não tinham os “brilhinhos” e que não achavam mais livros com eles nas livrarias.

Conversei com a Manu (fofa!) que trabalha na Galera Record e ela me explicou o que aconteceu. Na primeira edição de Cidade dos Ossos eles usaram um brilho localizado que esgotou do mercado (alguém aí tem essa primeira edição? guarda com muito amor, heim?). No lançamento do terceiro livro da série (Cidade de Vidro), eles começaram a usar um novo material holográfico na capa inteira e fizeram isso também com as outras edições de Cidade dos Ossos e Cidade das Cinzas e com os livros lançados posteriormente. Parecia a solução perfeita, mas não era. Além do problema distância (o fornecedor do brilho fica em São Paulo e a editora fica no Rio de Janeiro então levava pelo menos 15 dias até os livros voltarem para a editora com a holografia), alguns leitores (principalmente meninos) começaram a reclamar que não gostariam que seus livros tivessem brilho então, a partir de agora, as edições com brilho serão de colecionador.

A série Os instrumentos mortais já foi publicada até o quinto volume (Cidade das Almas Perdidas). Quem quiser garantir o “brilhinho” na sua coleção vai precisar dar uma olhada nos sebos. Cidade das Almas Perdidas ainda tem exemplares disponíveis da primeira edição em livrarias, mas os outros eu não vi. Agora tem que ficar preparado pra garantir a primeira edição quando o livro Cidade do Fogo Celestial for lançado.

A trilogia As Peças Infernais acabou de ter a primeira edição do seu terceiro livro lançado, Princesa Mecânica, e somente essa edição terá holografia então tem que correr para as livrarias pra garantir o seu. Aliás, já estou tensa porque não tenho na minha coleção ainda haha

Todas as minhas edições tem os amados “brilhinhos” (UFA!). Anjo Mecânico (3ª edição); Príncipe Mecânico (1ª edição); Cidade dos Ossos (9ª edição); Cidade das Cinzas (5ª edição); Cidade de Vidro (5ª edição); Cidade dos Anjos Caídos (2ª edição) e Cidade das Almas Perdidas (2ª edição).

Pronto! Agora que vocês já sabem o motivo dos “brilhinhos” terem sumido das livrarias. Ah, e também já sabem como fazer pra conseguir garantir os próximos exemplares de colecionador :)

Espero que tenham gostado do post!

Obrigada por tudo, pessoal!

xoxo

Quem quiser acompanhar o A Series of Serendipity é só seguir: Twitter ❤ Fanpage ❤ Instagram ❤ Youtube

13. Set. 2013

O livro das princesas (vários autores)

Arquivado em: Livros são amor

IMG_3467

O livro das princesas é uma releitura moderna de quatro contos de fadas publicado pela Galera Record. Eu, como amo histórias com princesas, príncipes e fadas, fiquei super empolgada com esse lançamento e estava ansiosa para ler (ainda mais porque duas das minhas autoras favoritas participaram).

IMG_3431

Ganhei ele de presente alguns dias antes da minha viagem para Recife, decidi que leria por lá e foi isso que fiz (aliás, esse livro foi uma ótima companhia de viagem).

IMG_3492

Na orelha do livro tem uma carta da Princesa Mia Thermópolis que 1. me deixou com muita vontade de ler a série O diário da Princesa inteira logo (eu só li o primeiro, mas tenho até o volume 4) 2. me deixou com muita vontade de ler os contos, afinal uma Cinderela DJ, uma Rapunzel popstar, uma Bela modelo e unicórnios tudo em um único livro não tem como não ser bom, né?

Cada um dos quatro contos abre com uma ilustração que tem tudo a ver com o que vamos ler, claro:

IMG_3499

A modelo e o monstro, é o título que a (diva) Meg Cabot deu para a sua releitura de A Bela e a Fera. Ela conseguiu colocar características dos personagens que eu já conhecia da versão da Disney (infelizmente eu ainda não li a história original, mas pretendo muito fazer isso!) e fazer a história acontecer em um cruzeiro. Gostei muito dos personagens e consegui sentir todo o clima/atmosfera criado pela Meg.

IMG_3498

Princesa Pop é o nome que a querida da Paula Pimenta deu para a sua Cinderela. Uma garota que está terminando o ensino médio e trabalha (“escondido”) como DJ. Sua vida estava tranquila até que a uma mulher muito má e irritante transforma sua vida de pernas pro ar. A Paula tem o dom de nos fazer ficar “OMG!” porque sempre que tudo está se encaminhando para dar certo, surge alguma complicação! Muitas emoções nessas poucas páginas :) Esse foi, sem dúvida, o meu conto favorito do livro (e não é porque gosto muito da Paula, viu? É porque é bom mesmo!). Tem que virar filme LOGO!

IMG_3501

Eclipse do Unicórnio é o título do conto da Lauren Kate inspirado na Bela Adormecida. Um conto que mistura Paris, unicórnios, fadas e princesa tem tudo para ser ótimo, não? Pois é, essa foi a “mistura” que Lauren Kate fez e, embora eu tenha achado a ideia interessante (gosto da ideia de “dimensões paralelas” – não sei se esse é o melhor termo, mas foi o que pensei enquanto li), senti que ela fugiu da proposta do livro. Percy, depois de levar um fora de sua (ex) namorada, ficou completamente desanimado com a sua viagem a Paris (eles tinham planejado ir juntos), mas como tinha sido caro ele foi mesmo assim. A narrativa intercala momentos atuais (Percy) com momentos passados em que conhecemos e sabemos como Bela foi adormecida.

IMG_3503

Do alto da torre, é história da Rapunzel dos tempos modernos criada pela Patrícia Barboza. Ainda não tinha tido a oportunidade de ler nada da autora brasileira e esse conto me deixou com muita vontade de conhecer seus outros trabalhos. Camila, uma garota talentosa de 14 anos, sonha em ser cantora, mas a superptorteção de sua madrinha faz com que ela apenas cante escondido (e poste seus vídeos anonimamente no youtube). Quando ela era criança, teve um problema grave de saúde e sua madrinha fez uma promessa de que ela só cortaria o cabelo quando fizesse 15 anos e a história começa na véspera do seu aniversário (ou nos dias próximos, não lembro bem). Amei e achei essa releitura muito emocionante.

IMG_3546

IMG_3434

IMG_3460

IMG_3476

IMG_3481

Gostei muito do trabalho da Galera Record com a capa (só colocaria mais alguns elementos como o all star da Cinderela Pop, um microfone da Rapunzel…) e com a diagramação (páginas amareladas, fonte/espaçamento/margem ótimos).

IMG_3426

IMG_3465

IMG_3462

IMG_3484

IMG_3440

IMG_3466

ISBN: 9788501403254 Editora: Galera Record Páginas: 288 Nota: 4/5

É uma leitura agradável e envolvente. Recomendo para quem gosta desse tipo de história, claro e para quem ainda não conhece o trabalho dessas quatro escritoras talentosas :)

E aí, quem já leu? O que achou?

Quem quiser me acompanhar nas redes sociais literárias: Skoob e Goodreads!

xoxo

Quem quiser acompanhar o A Series of Serendipity é só seguir: Twitter ❤ Fanpage ❤ Instagram ❤ Youtube