ilustração

Posts na tag ilustração

07. Jul. 2014

Make a World (Ed Emberley)

Arquivado em: Livros são amor

Muita gente vê e admira trabalhos de grandes ilustradores e fica intimidada com a ideia de desenhar – e esquece que nem o mais habilidoso deles nasceu sabendo.

“Nossa, só sei fazer boneco-palito, e olhe lá!”; “não levo jeito pra isso”; “não tenho talento”… Claro que algumas pessoas aprendem com mais facilidade, mas isso não quer dizer que desenhar seja um dom divino, que apenas algumas almas seletas têm!

Qualquer pessoa capaz de pegar um lápis ou uma caneta e riscar uma folha de papel pode aprender a desenhar. Exige dedicação, prática e tudo o mais, mas é possível – e é essa a proposta do ilustrador Ed Emberley, que criou um método fantástico para ensinar a desenhar.

Em Make a World, ele ensina como desenhar todo tipo de coisa, desde ursos e raposas a trens e barcos, usando formas simples (círculos, retângulos, retas etc.). Cada desenho é mostrado passo a passo, um elemento de cada vez.

Eu adorei a proposta do livro (foi como me senti ao ler Revolução na Cozinha, que segue a ideia de que qualquer pessoa pode aprender a cozinhar) e a maneira como ela é colocada ao longo das páginas. A diagramação é simples, funcional e bonita, da mesma forma que os desenhos de Emberley.

Tanto quem nunca desenhou pra valer como quem tem experiência na área pode aproveitar a inspiração, exercitar a criatividade e expandir seus horizontes no mundo da ilustração.

Com um pouco de prática, você logo pega o jeito, e percebe os elementos mais básicos de objetos, pessoas e animais. Nessa hora, já começa a pensar em variações, cenários, composições (o próprio autor sugere várias dessas no final do livro) e se motiva a buscar outras técnicas.

Recomendado pra todos que querem, de alguma forma, colocar suas ideias no papel sob a forma de desenhos!

Youtube  Instagram ❤ Twitter ❤ Facebook ❤ Bloglovin’ ❤ Pinterest ❤ Tumblr ❤ Goodreads  Flickr

27. Mai. 2014

Meus looks by Ellen Maia

Arquivado em: Look at me

My lovely Tower Bridge

Tartan is the new black

Red is the new black

Plataform 9 3/4 (a minha foto perdeu um pouco a qualidade na montagem, mas as fotos do post estão bonitas)

Ok, UK!

Yellow is my favourite crayon

Hoje a Ellen Maia deixou um comentário aqui avisando que tinha desenhado alguns dos meus looks. Fiquei tão encantada com o trabalho e feliz com o carinho que na mesma hora fiz essas montagens com os desenhos e os looks.

Ellen, muito obrigada pela surpresa e pelo presente. Amei! Muito sucesso pra você sempre :)

Quem quiser acompanhar a Ellen é só clicar nos links: blog | fanpage

Obrigada por tudo, pessoal!

xoxo

Youtube  Instagram ❤ Twitter ❤ Facebook ❤ Bloglovin’ ❤ Pinterest ❤ Tumblr ❤ Goodreads  Flickr

23. Abr. 2014

Fortunately the Milk (Neil Gaiman e Chris Riddell)

Arquivado em: Livros são amor

Eu tinha um grande defeito (e, agora que já o corrigi, posso admitir para vocês sem medo): nunca havia lido uma obra do Neil Gaiman. Com certeza já ouvia falar dele há anos, seja por causa de Sandman, de Deuses Americanos, de Coraline (fiquei surpreso quando soube que ele havia escrito o livro que inspirou a animação) ou de Stardust, mas nunca lhe dei a merecida atenção. Até recentemente.

Depois do choque que a Anna levou quando descobriu esse meu defeito, pedi à Mel um livro do autor, e felizmente* ela tinha Fortunatelly the Milk na estante. Simples, divertido, criativo e belamente ilustrado, foi uma bela introdução ao mundo de Gaiman.

A história começa quando a mãe de uma família viaja, deixando o marido e os dois filhos por conta própria durante alguns dias. Na manhã seguinte, quando vão tomar café da manhã, os três percebem que o leite acabou, e o pai sai para comprá-lo numa mercearia.

Para a surpresa das crianças, o pai demora um bom tempo pra voltar. Quando chega em casa, felizmente com o leite em mãos, logo lhe perguntam por que demorou. Ao invés de uma simples desculpa (como “encontrei um amigo no caminho e fiquei conversando com ele”), o pai conta uma intrigante história envolvendo aliens, piratas, dinossauros, aborígenes e viagem no tempo.

O humor é extremamente inteligente e criativo, e o leitor se surpreende a cada página, com uma reviravolta atrás da outra. Mesmo quem não está acostumado a ler livros em inglês vai conseguir acompanhar (uma ou outra palavra pode gerar dúvida, mas um bom dicionário por perto deve resolver) a história, em especial graças às excelentes ilustrações.

ISBN: 9781408841761

Obrigado, Neil, e desculpe a demora!

*jogo de palavras intencional

Quem quiser me acompanhar em outras redes, é só seguir: Twitter ✎ Facebook ✎ Instagram  Tumblr  Youtube (Novo)

Youtube  Instagram ❤ Twitter ❤ Facebook ❤ Bloglovin’ ❤ Pinterest ❤ Tumblr ❤ Goodreads  Flickr