o lado bom da vida

Posts na tag o lado bom da vida

30. Nov. 2013

O Lado Bom da Vida (Matthew Quick)

Arquivado em: Livros são amor

Durante muitos anos eu fui escravo da ansiedade e do pessimismo. Parece exagero, mas é verdade: quando algo dava errado, muitas vezes eu achava que não teria capacidade pra resolver/superar o problema, isso me deixava ansioso e fazia com que eu me preocupasse muito mais do que deveria.

Felizmente, de uns anos pra cá, eu comecei a mudar de atitude: ganhei mais autoconfiança, passei a não ficar tão ansioso a respeito de problemas que poderiam nem acontecer e… comecei a prestar mais atenção no lado bom das coisas. Ansiedade e excesso de preocupação parecem fazer parte de um passado bem distante…

Não é por acaso que gostei tanto de O Lado Bom da Vida (que ganhei de presente da melhor irmã do mundo): vi no Pat, o protagonista, muito de mim (tanto do meu antigo quanto do meu atual “eu”, que procura ver o lado bom das coisas), mesmo não tendo passado pelas mesmas experiências que ele – nunca fui internado num hospital psiquiátrico, nem me casei…

Narrado a partir do ponto-de-vista dele, O Lado Bom da Vida conseguiu me prender do começo ao fim, tanto por conta do estilo quanto por conta dos personagens – tanto o Pat como a família e os amigos dele.

Outra coisa que ajudou foi a expectativa de ver a adaptação para o cinema (que será devidamente resenhada em breve por mim e pela Mel – aguardem!): falaram tão bem que eu fiquei com vontade de agilizar a leitura pra poder ver o filme logo.

Teve alguns amigos que não gostaram muito do estilo da narrativa (talvez porque o Pat tenha algum transtorno, e isso deixa o estilo meio “estranho”), mas, na minha humilde opinião, foi um bom diferencial.

Não vou entrar em detalhes sobre a história, mas devo dizer que ela não decepciona!

O projeto gráfico é excelente: a capa (não sou grande fã de capas baseadas em fotos de filme, mas nesse caso funcionou muito bem), a diagramação, o tamanho do livro e a divisão dos capítulos dialogam muito bem entre si.

Nota máxima, com direito a um lugar na lista de favoritos!

ISBN 9788580572773 Editora Intrínseca Nota 5/5 Páginas 256

Quem quiser me acompanhar em outras redes: Twitter ✎ Facebook ✎ Instagram ✎ Tumblr (novo!)

Quem quiser acompanhar o A Series of SerendipityTwitter ❤ Fanpage ❤ Instagram ❤ Youtube

03. Fev. 2013

filmes da semana 4 (2013)

Arquivado em: Pipoca

Acharam que eu tinha esquecido de falar sobre os filmes da semana 4? Acharam errado \o/ Bom, como continuo com a maratona Oscar eu só assisti filmes no cinema na quarta semana do ano e, se eu não me engano, todos ainda estão em cartaz aqui em Curitiba (menos 007 – Operação Skyfall).

* Amor (Amour) *

País: França, Alemanha e Áustria Duração: 2h06m Gênero: Drama Classificação indicativa: 14 anos

Nota:  ❤ (4/5)

Amor é um filme triste. Muito triste e belo! Conta a história de um casal de musicistas já aposentados que passam por um momento muito difícil: Anne (Emmanuelle Riva) sofre um derrame e fica com metade do corpo paralisado. Seu marido, Georges (Jean-Louis Trintgnant) e sua filha Eva (Isabelle Huppert) buscam formas de cuidar de Anne e toda essa situação coloca o amor deles em teste. Gostei muito do filme e fiquei impressionada com o final, porém me deixou angustiada e eu não sei se assistiria novamente.

* 007 – Operação Skyfall (Skyfall) *

País: EUA e Reino Unido Duração: 2h23m Gênero: Ação/Espionagem/Suspense Classificação indicativa: 12 anos

Nota:  ❤ (4/5)

Adoro 007! Operação Skyfall começa com um pequeno problema: um HD com informações valiosas de agentes infiltrados em células terroristas é roubado. Um tempo depois o MI6 sofre um atentado terrorista. Adivinhem quem irá se prontificar a descobrir quem está por trás de tudo isso? Sim! Bond, James Bond (Daniel Craig)! Adorei o filme!

* O lado bom da vida (Silver Linings Playbook) *

País: EUA Duração: 2h02m Gênero: Comédia romântica dramática Classificação indicativa: 14 anos

Nota:   (5/5)

Amei! Amei! Amei! Quero esse filme na minha coleção e quero o livro já! Após passar um tempo internado em um hospital psiquiátrico, Pat Solitano Jr. (Bradley Cooper) volta para casa disposto a se tornar uma pessoa melhor para recuperar sua esposa e sua antiga vida. Porém já no começo Pat percebe que não vai ser tão fácil quando imaginou que fosse e é aí que conhece Tiffany (Jennifer Lawrence), uma jovem também problemática que está disposta a ajudá-lo contanto que ele faça algo em troca. Gente, eu chorei, ri, chorei, ri…me emocionei de verdade. Quando a história envolve transtornos psiquiátricos eu fico ainda mais emocionada como aconteceu dessa vez.

* A viagem (Cloud Atlas) *

País: EUA Duração: 2h52m Gênero: Drama/Ficção Científica/Suspense Classificação indicativa: 16 anos

Nota:   (2/5)

Achei a ideia do filme interessante: seis histórias diferentes que ocorrem em épocas e lugares diferentes estão interligadas. Ele basicamente mostra como o espírito evolui ao longo do tempo e eu achei isso bem legal mesmo. Porém o que me incomodou foi a quantidade de “vai-vem” e cenas curtas. Isso (e também o cansaço por ter assistido O lado bom da vida no cinema uma hora antes desse filme, admito) atrapalhou na hora de prender a minha atenção. Quando eu estava começando a me envolver com a história/cena o filme mudava pra outra e eu acabei cansando e cochilando um pouco. Ah, uma coisa que eu achei bem legal é que no final eles mostram todos os personagens que cada ator/atriz interpretou!

******

Alguém aí já viu algum desses filmes? Quem quiser pode falar sobre eles nos comentários (mas por favor toma cuidado com os spoilers)!

Leitores novinhos que visitam meu blog, por favor confiram as classificações dos filmes e vejam com os pais antes se podem assistir!

xoxo