photoshop

Posts na tag photoshop

25. Mar. 2013

Brinde: Actions são sempre uma boa ideia!

Arquivado em: Dicas, Fotografia

Quando a Mel me pediu para preparar um post com algumas actions para vocês eu pensei: “ah, que ideia bacana! já faz algum tempo que não uso actions no Photoshop”, então pedi para que ela selecionasse algumas fotos aleatórias SOOC (direto da câmera — sem nenhuma edição) e me enviasse. Logo que o e-mail chegou e abri as imagens do anexo fiquei perplexo e com um único pensamento gritante: “what i’m doing!?“.

Acontece que as fotos da nossa exímia blogueira Melina não precisam necessariamente de edição! E acho que esse é o mais encantador do seu trabalho, porque ela consegue transparecer essa simplicidade e pureza das pequenas coisas através de seus clicks sem adicionar nenhum super ingrediente extra no final.

E sabe de uma coisa? Eu não sou um fotógrafo ou um editor de imagens profissional. E também não trabalho com edição ou qualquer área ligada a esse universo. Mas em contrapartida sou entusiasta, amo o que faço na blogosfera e acredito que tenho um bom “olho” para escrever sobre o visual das coisas.

O que eu mais gosto sobre actions é que ao escolher a correta é tiro dado e bugio deitado (como diz o povo aqui do meu Sul). Você tem o domínio de transformar uma mera imagem num registro fotográfico memorável. Mas nem sempre uma action pode ser a solução dos seus problemas, é preciso que esse efeito se adeque a sua foto. E é aí que está o problema. Geralmente uma ação é criada com base numa imagem específica, e as configurações utilizadas para sua criação, obviamente são adaptações para essa imagem. É por isso que trabalhar com actions pode ser uma tarefa frustrante, porque muitas vezes é preciso desfazer e reverter essas edições até que você encontre o resultado (ou a combinação) perfeita.

Para a criação dessa postagem eu desenvolvi cinco actions aleatórias no Photoshop que aperfeiçoasse as fotos da Mel, mas ao mesmo tempo, que não as descaracterizasse. No fim desse post vocês encontrarão uma imagem com um link direcionável para o download do arquivo (.ATN) do Photoshop. E se você é novo por aqui e não sabe como usar/instalar actions, leia esse post e tire suas dúvidas. Quem quiser também pode deixar perguntas nos comentários dessa publicação, que irei respondê-las o mais rápido possível!

Exemplos:

antes | depois

antes | depois

antes | depois

antes | depois

antes | depois

Minha ideia era descrever brevemente cada action para vocês entenderem a minha ideia de criação, mas para o post não ficar muito técnico e extenso, escolhi só demonstrar visualmente o antes e depois das imagens. Na sua maioria foram ajustes de iluminação, brilho, contraste, saturação, curvas, níveis, balanço de cores e etc. (ainda quero fazer um post explicando tudo o que eu sei a respeito desses fatores). E como disse no início do post, as fotos da Mel são quase impossíveis de editar porque, sinceramente, elas não precisam de ajustes. Mas tentei diferenciar um pouco do que vocês estão acostumados a ver por aqui, sem perder muito as características do blog.

Espero que vocês tenham gostado e façam bom uso! See ya!

P.S.: Sim, o nome das actions são títulos das minhas músicas favoritas da cantora Lana Del Rey, err. Pouco criativo? Pois é, esse post foi o que deu mais trabalho para ser feito porque eu ando num período “procrastinador” e com bloqueios criativos constantes (hã!?). Mas no fim das contas acho que combinou com a ideia que pretendia transmitir. Enfim.

21. Ago. 2012

Tutorial: Como usar Actions

Arquivado em: Dicas, Fotografia, Tutorial

Olá pessoal! No post de hoje resolvi abordar um assunto muito procurado pelos blogueiros, usuários do Photoshop e muitas pessoas entusiastas que se interessam por edição de imagem. Hoje vou ensiná-los(as) como utilizar  as curiosas actions no Photoshop.

Para aqueles que são iniciantes, vou explicar um pouquinho sobre o que são actions (ou ações) e onde encontrá-las.

O QUE SÃO ACTIONS OU AÇÕES?

Bem, actions são basicamente um efeito de edição de imagem instantâneo. Por exemplo, imaginem um fotógrafo que precisa editar uma sessão de fotos com efeitos padronizados para todas as suas fotografias. Ao invés de editar imagem por imagem, ele grava/cria uma action com as edições padrão que ele irá usar em todas as fotos de sua sessão, e depois só irá abrir as suas imagens no Photoshop (ou em outro software de edição que ele utilize) e aplicar as actions nas imagens.

Um exemplo bem prático seria para o pessoal que possui blogs na internet. Ao preparar um novo post, antes de fazer o upload das fotografias que você vai utilizar, é interessante aplicar um tamanho padrão para as suas imagens (normalmente em torno 640 x 480px). Então, ao invés de abrir foto por foto e aplicar as configurações de tamanho, é mais fácil criar uma action para isso. Aí você irá abrir as suas fotos, aplicar a action e pronto! Sua foto estará no tamanho padrão para ser importada para o seu blog!

ONDE EU ENCONTRO ACTIONS NA INTERNET?

Hoje em dia, as actions estão por todo lado! Basta você saber onde e como procurar. Um local que eu uso e recomendo é o Pinterest. Lá você pode pesquisar combinações como: actions download, actions free ou simplesmente actions. Outro local que eu indico é o DeviantART, que possui uma coleção de actions gratuitas que são disponibilizadas pelos próprios internautas e usuários do site.  Além desses dois locais, no próprio Google você encontra links com endereços de sites, blogs e páginas de redes sociais que divulgam actions para o Photoshop.

COMO USAR ACTIONS?

Agora que vocês já sabem o que são actions e como encontrá-las na internet, vou ensiná-los(as) como usar esse recurso no Photoshop. Para esse tutorial em específico, desenvolvi  um conjunto com três actions no Photoshop e disponibilizei no final desse post para download gratuito. Mas lembrem-se: nem sempre uma action que combinou perfeitamente com uma fotografia que você viu na internet poderá funcionar para você.

É importante lembrar que o Photoshop possui várias ferramentas que possibilitam fazer ajustes de cores e tonalidades, corrigir imperfeições e ajustar a nitidez de uma imagem (assuntos para futuros posts). Ou seja, às vezes você até pode usar uma action que você adorou, basta fazer algumas modificações anteriormente em sua imagem.

Mas vamos ao tutorial:

1. Primeiramente, comece abrindo a fotografia que você  irá utilizar para aplicar a action. Para fazer isso, vá até o menu superior do Photoshop e procure pela primeira opção: Arquivo (File) >> Abrir… (Open…) >> Vai abrir uma janelinha para você procurar o seu arquivo em algum diretório do seu computador. Procure pela imagem que você irá usar e depois dê um duplo clique sobre ela. Se você preferir poderá simplesmente digitar o comando Ctrl + O (Windows) ou Cmd + O (Mac) em seu teclado.

2. Depois de abrir a sua imagem, verifique se a janela de Camadas (Layers) está aberta. Caso ela não esteja, vá até o menu superior do Photoshop e procure pela opção Janela (Window) >> Camadas (Layers). Ou aperte a tecla F7.

3. Agora abra a janela de Ações (Actions). No menu superior do Photoshop,  procure por Janela (Window) >> Ações (Actions). Ou aperte F9 que ela irá abrir automaticamente.

1. Click: Agora que você já abriu o seu arquivo e as janelas do Photoshop que você irá usar, vamos carregar as actions (ações). Se você for utilizar o arquivo que disponibilizei no final do post, depois de realizar o download e descompactá-lo, salve-o em algum local no seu computador. Após isso, na janela de Ações (Actions) clique no ícone indicado pela rodinha especificada na imagem ilustrativa acima que irá abrir uma sub-aba…

2. Click: Na sub-aba que abriu, procure pela opção Carregar Ações… (Load Actions…) localizada mais abaixo, e na janelinha que abrir, procure pelo arquivo de actions (.ATN) que você baixou. Dê um duplo clique sobre ele.

3. Click: Pronto! O seu conjunto de actions já foi carregado. Agora, clique na flechinha ao lado do ícone da pasta “A Series of Serendipity (Set 1)” e escolha uma das ações disponíveis: Fwooper, Puffskein ou Kneazle e clique no botão de play (ícone indicado pela rodinha laranja) e pronto! Automaticamente você visualizará o efeito da action na sua fotografia. Você também pode interromper uma ação no meio dela, clicando no botão de stop. A action que usei nessa imagem foi a Fwooper.

1. Click: Na imagem acima, vocês podem observar a fotografia que usei com o efeito da action já aplicada. Caso você ache o efeito muito forte ou contrastante, poderá alterar a estrutura da ação, indo  até a janela de Camadas (Layers) e clicando em (selecionado)  uma das camadas…

2. Click: Com a camada selecionada, vá até o botão Opacidade (Opacity) indicado acima, e ao clicar sobre ele, você poderá alterar a opacidade de 100% para 80 ou 60%, até conseguir um resultado satisfatório.

Para vocês visualizarem melhor os efeitos das ações, criei alguns modelos como exemplos que vocês podem observar abaixo, primeiro com a fotografia SOOC (original, sem nenhuma edição) e depois com a action aplicada:


Como vocês perceberam, os efeitos que usei  na composição dessas actions foram muito simples. Algumas pequenas modificações que fiz foi na saturação, brilho e contraste (até porque as fotos da Mel nem precisam de edição, né? ^-^). O restante foram camadas que eu criei com cores sólidas e modifiquei o estilo da blending (mistura).  Talvez isso tenha sido reflexo de uma fase “minimalista” que estou passando, ando tentando evitar  exageros.

Abaixo, vocês poderão fazer o download gratuito do arquivo (.ATN) com o conjunto “A Series of Serendipity (Set 1)“. Nomeei esse conjunto como Set 1, porque futuramente posso desenvolver outros modelos de ações e postar aqui no blog para vocês. Ao realizar o download do arquivo (.RAR), vocês deverão descompactá-lo (recomendo o programa WinRAR) e extrair o arquivo para algum local no diretório do seu computador. Para vocês não terem problemas como no post anterior, eu compactei somente o arquivo (.ATN) sem nenhuma sub-pasta. É só baixar o arquivo, extrair e instalar no Photoshop.  O arquivo tem 1Kb, baixa em menos de 1 segundo. (:

Bem pessoal, o post de hoje vai chegando ao fim! Espero que vocês tenham gostado e aprendido um pouquinho mais sobre actions. Lembrando que a intenção desse post foi apenas a de ensinar como usar actions. Futuramente posso criar um novo post ensinando vocês como criar suas próprias actions, ok? (:

PS.1: Antes que vocês se perguntem, os nomes que eu dei para as ações que desenvolvi (Fwooper, Puffskein e Kneazle) foram inspirado no mundo mágico do livro Animais Fantásticos & Onde Habitam, de autoria da J. K. Rowling.

PS.2: Pessoal, sintam-se livres para deixar nos comentários qualquer dúvida em relação ao post. Quem quiser também, pode deixar indicações de assuntos que vocês tenham curiosidade e queiram que eu aborde no próximo ou em algum futuro post. Ficarei feliz em ler, responder e solucionar todas as suas dúvidas!

Vejo vocês em breve! (:

26. Jul. 2012

Tutorial: Como usar Photo Layouts

Arquivado em: Dicas, Tutorial

Olá leitores e leitoras do A Series of serendipity! Provavelmente vocês já devem ter se esquecido de mim, pois é, já faz algum tempo (dois meses) que fiz meu post de apresentação aqui no blog e até agora ainda não tinha feito nenhum “post oficial”. Como havia dito na minha apresentação, nesse primeiro semestre do ano estava concluindo meu curso técnico em Design de Móveis. Com a correria do TCC, mal sobrava tempo para acessar a internet, quanto mais para me dedicar ao mundo blogueiro. Foi aí que resolvi conversar com a Mel e avisá-la que meus posts só iriam ao ar depois da segunda metade do mês de Julho. Então, here I am! Ah, entreguei o meu trabalho de conclusão no dia 10/07 e apresentei ele na banca para todos os professores do curso, no sábado, dia 14/07. E… eu passei! \o/

Depois da entrega e apresentação do trabalho, ainda fiquei enrolado com a papelada do estágio obrigatório, e nas últimas semanas, estava enrolado (de novo) com a temida “inspeção médica” do alistamento militar (fiz 18 anos, no dia 18). Quem ficou curioso(a) sobre o meu curso, em breve irei preparar um post no meu blog pessoal sobre o trabalho de conclusão em si e também sobre o curso, as disciplinas, os professores etc. Agora se você é meu amigo ou amiga no Facebook, poderá conferir alguns slides da parte gráfica (minha favorita!) do meu trabalho, clicando aqui e visualizando algumas imagens que postei em um álbum! :)

Mas enfim, no meu primeiro post oficial resolvi desenvolver um tutorial para ensiná-los(as) como usar Photo Layouts no Photoshop. Esse é um efeito que vem sendo muito utilizado pela própria Mel em vários posts aleatórios aqui do blog e eu acredito que ele pode e deve ser mais usado e explorado por outros blogueiros: além deixar suas fotografias com um estilo diferente, único e criativo, é uma forma de organizar várias imagens que foram fotografadas em um mesmo cenário/ambiente ou até mesmo, fazer montagens com fotografias que ficaram muitos similares/parecidas uma com as outras.

Na minha apresentação, perguntei no final do post quais assuntos que vocês tinham mais interesse e curiosidade em aprender. Percebi que a maioria das sugestões da galera foi sobre dicas de edição de imagem, montagens e etc. Também vi que algumas pessoas queriam saber onde e como baixar o Photoshop, como instalar, como utilizar, enfim…

Então, primeiramente gostaria de esclarecer alguns tópicos em relação ao Photoshop:

*Ele é um programa pago assim como qualquer outro software de edição, mas existem versões para download gratuito na internet, minha intenção aqui não é ajudar a divulgar pirataria, mas no próprio site da Adobe há uma versão gratuita para testes de 30 dias, onde o usuário pode baixar, usar e se gostar, poderá adquirir o programa original;

*Quero utilizar o Photoshop mas não tenho dinheiro para comprar o software original? Bem, se esse é o seu caso, você pode adquirir o programa para download gratuito na internet, basta uma rápida pesquisa como “Photoshop CS3 + download” no Google, que você encontrará milhares de resultados. Mas isso não é errado? Bem, de certa forma sim, afinal você não estará dando os créditos para o fabricante do produto e ajudará a divulgar um programa pirata. Mas, se você não tem problema com isso (se você baixa músicas, discografias, séries e filmes na internet), pode baixar sem nenhum problema ou complicação. Sinceramente, eu não sou contra quem usa versões piratas do Photoshop ou de qualquer outro programa, até porque, hoje em dia já existem versões portáteis (são versões menores que o programa original e muito leves, em torno de 70 MB) e até traduzidas para o português, que são ótimas para pessoas que estão sempre viajando e podem levar o programa dentro de um cartão de memória, pendrive ou dispositivo portátil para qualquer lugar;

*O Photoshop é um programa pesado? Bem, as últimas versões dele CS4 e CS5 são maiores do que as anteriores mas, como eu disse, existem versões portáteis e em português, que são praticamente a mesma coisa que o programa original – só que compactadas. Na minha opinião, não tem nenhuma diferença em relação ao desempenho. Eu uso o Photoshop CS3;

Nos últimos dois dias, enquanto rabiscava algumas ideias para o post, resolvi criar no próprio Photoshop alguns arquivos de Photo Layouts para oferecer a vocês, como um brinde para download gratuito. Criei 10 modelos diferentes e aleatórios de layouts (vide abertura do post) que vocês poderão baixar (o arquivo tem em torno de 410 KB), ao clicar na imagem ilustrativa abaixo:

Se você já conhece o Photoshop, acredito que não terá problemas ao utilizar os arquivos .PSD. Mas, para os iniciantes de plantão, resolvi desenvolver um tutorial demonstrativo, como uma espécie de passo-a-passo, ensinando-os a usar os arquivos que disponibilizei. Todas as fotografias do meu screencast foram selecionadas do álbum ♥ spock do flickda Mel.

Tutorial: Como usar Photo Layouts from Design of Monsters on Vimeo.

Esse vídeo é melhor visualizado em HD. Se você preferir, poderá acessar a página origem do vídeo no Vimeo, e realizar o download gratuito (recomendo o formato  MP4 em HD, com resolução de 1280×720 px) para assistir e re-assistir, sempre que surgirem dúvidas. :)

Nesse tutorial, tentei ser o mais objetivo possível. Ao longo do vídeo, vocês perceberão que coloquei algumas formas, flechas e rótulos  indicativos, com dicas de comandos, ferramentas e atalhos. Se você é um amador quando o assunto é Photoshop, recomendo que assista o screencast pausadamente, para conseguir acompanhar todos os passos (admito que eu acabei indo um pouco rápido demais, rs!).

IMPORTANTE:

Depois de abrir, selecionar e copiar a sua imagem, nunca se esqueça de selecionar a camada/layer transparente que corresponde à forma que você pretende transportar o seu arquivo. Na imagem acima, observamos que ao selecionar a camada/layer, sua cor muda. Vejam também que ao lado da layer transparente (com textura quadriculada) tem uma pequena flecha que indica que ao colar um arquivo nessa layer, automaticamente ele irá preencher a forma abaixo.

Bem pessoal, isso é tudo! O post de hoje fica por aqui… Espero que vocês tenham aprendido algo novo e também que aproveitem e desfrutem dos layouts que disponibilizei. Qualquer dúvida, problema ou erro, podem me contatar através dos comentários que ficarei feliz em ajudá-los(as).

See ya! (: