resenha

Posts na tag resenha

11. Mar. 2014

For the love of books (Françoize Boucher)

Arquivado em: Livros são amor

IMG_4667

Resolvi começar essa resenha com essa foto porque no domingo postei essa página no meu instagram (@melinwonderland) e muitas pessoas ficaram curiosas para saber de qual livro era.

For the love of books – a book lover’s'guide for those who don’t much like to read é um livro para se ler em uma hora (ou menos), relaxar e dar risada. Vocês vão ver pelas fotos abaixo que ele tem uma cara de livro de criança, mas não se desanime porque já na capa tem a observação “for children and adults” (para crianças e adultos), ou seja, mesmo não sendo mais criança você com certeza dará boas risadas.

Ao abrir o livro, conhecemos o famoso Mark Page que eu não tive coragem de descolar para usar como marcador, claro hehe eu tenho mania de querer deixar as coisas “certinhas” como elas vieram (aí está a minha dificuldade com o Wreck this Journal).

(um livro pode te ajudar se alguém entrar no seu quarto quando você estiver completamente nu)

As páginas são preenchidas com frases engraçadas escritas em letras grandes e pequenas (como na foto acima) e ilustrações com um toque bem infantil. Ah, só tem quatro cores no livro: branco (das páginas), preto, laranja e azul.

(lembrei do BMO hehe)

(graças aos livros você sempre poderá sonhar)

A ideia desse livro é mostrar ao leitor de uma forma divertida (e até mesmo fantasiosa) as vantagens de ler e amar livros (como as que aparecem nas fotos acima).

O livro é originalmente francês (Le livre qui fait aimer les livres même à ceux qui n’aiment pas lire!) e o inglês dele é de nível fácil então é ótimo para quem está começando a se aventurar com os livros nesse idioma.

Guardo dentro do livro o cartão da livraria onde comprei ele :)

ISBN: 9783791371542 Editora: Prestel Páginas: 112 Nota: 4/5 Nível de inglês: fácil

E aí, alguém já leu? O que achou?

Obrigada por tudo, pessoal!

xoxo

Youtube  Instagram ❤ Twitter ❤ Facebook ❤ Bloglovin’ ❤ Pinterest ❤ Tumblr ❤ Goodreads  Flickr

22. Jan. 2014

Eu me chamo Antônio (Pedro Gabriel)

Arquivado em: Livros são amor

Conheci o trabalho desse autor graças à minha amiga Dani Faria, que compartilhava postagens dele no Facebook. Gostei logo de cara.

Não é fácil escrever poesia sem cair no exagero. Muitas vezes, a pessoa se empolga e acaba deixando a coisa toda muito “açucarada”, meio piegas. Pedro, não: ele mantém o equilíbrio e cria algo comovente, sem apelações.

Metáforas, trocadilhos e um belíssimo trabalho de tipografia, em que letras e desenhos mantêm uma grande harmonia, como se estivessem dançando, ajudam a tornar seu trabalho digno da multidão que conseguiu conquistar – e com a qual ele mantém contato em sua fan page.

Pedro tem o curioso hábito de escrever poemas em guardanapos do tradicional Café Lamas (um bar do Rio de Janeiro) e deixá-los sobre a mesa de pessoas com as quais queria interagir, sempre com a assinatura “eu me chamo Antônio” (o segundo nome do autor).

Não vou falar muito mais sobre o trabalho em si, para não estragar… Só adianto que é difícil não parar em cada página para tentar, digamos, absorver a poesia. Dito isso, prefiro deixar que vocês vivenciem a experiência com a maior autonomia possível.

O livro está muito bem editado, e o projeto gráfico conseguiu traduzir muito bem o espírito da obra de Pedro/Antônio, com os guardanapos fotografados em ambientes que têm tudo a ver com a mensagem escrita. Fiquei muito feliz quando soube que iam lançar essa compilação, e ainda mais feliz quando a editora Intrínseca nos mandou um exemplar!

Recomendo fortemente!

ISNB 9788580574357 Editora Intrínseca Nota 5/5 Páginas 191

Obrigado pela atenção, e até a próxima! :D

Quem quiser me acompanhar em outras redes: Twitter ✎ Facebook ✎ Instagram ✎ Tumblr

Quem quiser acompanhar o A Series of SerendipityTwitter ❤ Fanpage ❤ Instagram ❤ Youtube