LIVROS

Combo Rangers – Somos Heróis (Fábio Yabu e Michel Borges)

Quando eu era criança (nos idos anos 90 – que nem foram há tanto tempo assim…), era praticamente viciado em Power Rangers (logo vocês vão entender por que estou falando deles e não dos Combo Rangers): acompanhava o seriado, tinha bonecos e adorava os jogos de videogame.

Assim, não é por acaso que comecei a curtir as histórias dos Combo Rangers, escritas pelo Fábio Yabu e ilustradas por diversos artistas (inclusive ele mesmo) ao longos dos anos, uma espécie de homenagem aos Power Rangers (que, por sua vez, eram a versão ocidental de super heróis japoneses conhecidos como super sentai, mas isso eu só fiquei sabendo bem depois).

Limbo

Curtia as histórias, as diversas referências a animes, videogames e outras HQs, os personagens carismáticos, e não ligava muito para alguns clichês difíceis de evitar em histórias de super-heróis (o líder “bobo, mas que tem iniciativa”, o “vilão que virou aliado”, a “personagem que era bobinha e amadureceu”) e nem para algumas escolhas estranhas (achava curioso ter personagens com nomes como “Fox” e “Luke” em uma história brasileira).

Infelizmente, aos poucos as vendas foram caindo e, por conta dessa crise, os Combo Rangers passaram praticamente 10 anos “mortos”, sem novas histórias.

O retorno

Para a minha surpresa (e a de muitos outros fãs que se lembravam deles), em janeiro desse ano o criador fez uma grande aposta: começou uma campanha de financiamento coletivo no Catarse (em breve teremos um post sobre essa excelente plataforma. Aguardem!) para “trazer os Combo Rangers de volta”. Se tivesse financiamento suficiente, um livro seria produzido; caso contrário, os apoiadores teriam seu dinheiro de volta e os heróis continuariam no limbo.

Como vocês podem imaginar, o projeto não apenas foi um sucesso, como também arrecadou bem mais do que a meta inicial (R$ 67.940 – 169 %). Eu colaborei, e fiquei extremamente feliz por poder ajudar a “reviver” esses personagens que fizeram parte da minha infância.

Além de receber o material com antecedência, os apoiadores ganhavam outras “recompensas”, dependendo do valor da contribuição. No meu caso, havia a versão digital e a impressa, um autógrafo do Yabu e pequenos presentes que vocês podem ver nas fotos.

Arte à altura

O projeto gráfico é excelente: os desenhos são extremamente bem feitos (dou meus parabéns ao Michel Borges), a arte-final também (graças a uma baita equipe de artistas), os papéis são de ótima qualidade… Nesse ponto, não tenho do que reclamar.

Se você prestar atenção na leitura, vai notar várias brincadeiras discretas (como a referência a “fagulha” e à extinta Rede Manchete nos “créditos iniciais” – essa foi para quem acompanhava os Power Rangers na TV), referências a histórias antigas dos Combo Rangers (como o uso de balões de fala com cores diferentes para cada personagem) e a cultura pop, especialmente de internet. Não vou contar, para não estragar a surpresa.

Todos somos heróis

Também gostei muito da premissa da HQ: super-poderes se tornaram algo banal, pois muita gente na Terra possui um ou mais, e poucos usam em benefício dos outros. Diante dessa indiferença, um super-vilão e seus subordinados querem aproveitar para anexar nosso planeta ao seu império, e a missão de impedi-lo fica por conta de algumas pessoas que “ainda se importam”.

A maneira como o Yabu conduziu a história, com reviravoltas, conflitos, desafios, humor e drama conseguiu me “prender” e, como acontecia antigamente, não cheguei a me incomodar com alguns clichês de histórias de super-heróis e nem com alguns personagens que achei previsíveis (como a Tati ou o Deck). Meus favoritos, aliás, são o Pacificador e o Ken – se você ler a HQ, por favor diga nos comentários quais personagens você achou mais legais.

Detalhe importante: essa história é um reboot (um “recomeço”), o que considerei uma boa escolha, porque vai agradar leitores novos, que não conhecem as histórias antigas dos Combo Rangers, e dificilmente não vai agradar leitores “velhos” – como eu.

Enfim, recomendo fortemente, e espero que os Combo Rangers tenham voltado pra valer – estou curioso pra ver a continuação dessa história!

ISBN 9788577877300 Editora JBC Páginas 128 Nota 5/5

P.s.: se quiser me adicionar/seguir no Skoob, é só clicar aqui \o/

31 Comentários + Comentários pelo Facebook
Post Anterior
setembro 16, 2013
Próximo post
setembro 16, 2013
  • Barbara Sá

    Que legal… Também fui muito viciada em Power-Rangers, mas não sei 1% do que você sabe sobre o assunto, haha.
    É ótimo pode contribuir para transformar um sonho em realidade, né?

    Beijocas,
    http://www.segredosentreamigas.com.br

    • Gui

      Hehehe não sou especialista :P mas era fã (pelo menos das duas primeiras gerações)!

  • rafael silvério

    Além do quê de nostalgia, essa HQ é bem especial para quem acompanha os trabalhos do Fabio Yabu e se tornou um héroi ajudando no catarse

  • Fábio Yabu

    Muito obrigado pela resenha! E cara, que fotos lindas! :D

    • Gui

      Ficamos muito felizes que você tenha gostado, Yabu! Espero que leitores novos e “velhos” gostem tanto quanto eu hehehe :D

    • Melina

      Fiquei feliz em saber que gostou das fotos :)

  • Zezinha Souza

    Outra resenha excelente, Gui, e as fotos estão incríveis. E o livro é muito legal…assim como você, adorei a qualidade do livro, as ilustrações , o texto e ver a volta desses personagens que marcaram a infância de vocês! Parabéns para os autores e todos os envolvidos no projeto! Desenho muito sucesso!

    Acho essas campanhas de financiamento coletivo muito interessantes, já que tornam possíveis a realização de muitos sonhos….bom demais ver essa turminha jovem podendo mostrar a todos suas ideias e o potencial que possuem!

    Beijinhos

  • Luciana

    Nossa, não esperava ver uma resenha de Combo Rangers por aqui. Fiquei muito feliz.
    Também acompanhei Combo Rangers desde o início e poder contribuir com a volta deles, depois de tanto tempo, foi lindo.
    E como Lisa diz em “Um Sonho de Dez Verões”:
    “Depois de tanto tempo, depois de [quase] dez anos… nós podemos voltar a sonhar!”

    Parabéns pelo post! :)

    • Gui

      A sensação foi realmente muito boa! Senti um pouco o “gosto de infância” quando soube do projeto, quando colaborei com ele e quando pude ler a HQ! \o/

  • Amanda Carol

    Olá amei seu blog, e já curti a fan page pra ficar informada da novidades, bom poderia me ajudar nessa também e entra no meu blog e clicar em SEGUIR ? e CURTIR a fan page , desde já agradeço e conto com sua ajuda, beijos http://estiilocarol.blogspot.com.br/

    • Gui

      Obrigado por nos acompanhar, Amanda, e boa sorte com seu blog! \o

  • Clarice

    Guilherme,

    Você sabe o que é mais legal de tudo nesse livro? É que ele, sendo de super heróis, foi feito por um super herói, o Fábio.

    O Fábio, como todo super heroi, tem um poder secreto, que as vezes é tão secreto que nem a proprio herói conhece. O dele, foi conhecido “do mundo” em 2011.

    EM 2011, em SP, havia uma garotinha, chamada Ana Luiza, que andava muito tristinha, no AC Camargo, hospital referência do tratamento de câncer. Ela que já estava melhorando, teve uma pneumonia e foi para a UTI.

    Lá na UTI, a Aninha perdeu a luz, o brilho e o sorriso… mas ela tinha uma paixão: as Princesas do Mar, “filhas” do Fábio.

    Um dia, o Fábio soube dessa menininha que andava precisando de um “up” e foi até lá, não pode conversar com ela no dia, mas deixou uma mochila cheia de coisas das Princesas pra ela.

    QUanto a Ana acordou.. uau! Eram tantas princesas, tantos presentes! E foram tantos sorrisos, tanto amor, tanta alegria!

    Isso é o mais legal desse livro. Saber que ele foi feito por um cara super legal, que sem ter, de fato, nenhum poder especial, salvou a vida de uma menininha que andava bem tristinha.

    O poder dele é esse: criar sorrisos!

    (essa historia pode ser vista no vidanormal.blogspot.com, escrito pela mamãe da Ana Luiza)

    • Gui

      Clarice, não conhecia essa história… nem sei o que dizer… De fato, criar sorrisos é uma das coisas mais bonitas que alguém pode fazer! E foi o que ele fez com a Ana Luiza e com os leitores dos Combo Rangers! ;D

  • Marijleite

    Que legal! Eu amava ver Power Rangers na tv, não cheguei a ler os HQs dos Combo Rangers na época mas gostei de saber que eles estão de volta.

    Queria mostrar um livro para você e para a Melina, é de um novo autor brasileiro, quem sabe vocês gostam: http://www.skoob.com.br/livro/322518 (eu gostei muito) .

    • Gui

      Vale a pena conferir, Mari!
      E obrigado pela indicação :D vamos dar uma olhada

  • Vanessa

    Adorei as fotos, estao lindas!

    Ja tentei ler HQs mas nao consigo, apesar de gostar de dialogos nunca consigo prestar atencao no texto e nas imagens, ou eu leio ou eu vejo as “figuras”.

    Achei bacana essa historia de financiamento coletivo, aguardando ansiosamente o post sobre. Hehehe

    • Gui

      Hahaha não é todo mundo que curte quadrinhos, mas não adianta forçarmos a barra :P ainda bem que você tentou ao invés de pensar “ah, nem vou curtir”!

  • Michel Borges

    Nossa, que legal! Valeu mesmo! E tô babando nessas fotos lindonas!!!!

    • Gui

      2 autores comentando? Estamos honrados hehehe
      Valeu, Michel! Ficamos felizes que tenham gostado :D

  • Francis Viveiros

    Nossa, muito bacana a sua resenha!!! Parabéns pelo excelente blog!!!

    • Gui

      ‘Brigadão, Francis! Fico feliz que tenha gostado! :D

  • Letícia Thobias

    Adorei saber da volta dos Combo Rangers, eu li muitas HQs deles por ser também muito fã de Power Rangers ^^ Parabéns pela iniciativa do financiamento coletivo!

    • Gui

      Sempre bom ver um leitor “das antigas” hehehe! :D Valeu!

  • Raquel Moritz

    QUE LEGAL, GUI! Acho super maneiro essas iniciativas em conjunto e achei o máximo eles agradecerem todos que colaboraram. Vi seu nome ali, que emossaummm :)

    E oh, que top, Fabio Yabu deixando comentário por aqui. Lindos ♥

    Beijoo!

    • Gui

      Também achei muito legal essa ideia, Raquel! Espero poder colaborar em outros projetos legais como esse! :D

  • Laura Rodrigues

    Nossa, fiquei curiosa pra ler. Quando um dia eu encontrar essa HQ vou com certeza levar pra casa! Parece ser muito legal e a qualidade é 10!
    Ah, Gui, onde você comprou seu Stan Marsh?

    Beijos

    • Gui

      Vale a pena, Laura! É muito bem feito :D

      (respondi sua pergunta sobre o Stan no comentário que você fez na resenha de Os 500 hehe)

  • Raíssa Prado

    Ei, Guilherme, ando lendo Hellblazer e queria saber o que tu acha sobre a Vertigo.
    Aliás, gostei muito do post sobre Scott Pilgrim. :)
    Beijo na barba!

    • Gui

      Ainda não li nenhum livro deles, Raíssa, mas assim que ler pode deixar que farei uma resenha ;D
      Valeu! :D

Deixe seu comentário

Instagram

  • Eu tenho o costume de tirar fotos de coisas que eu gostaria de comprar, mas que por algum motivo não compro (dinheiro, não precisar de verdade, falta de espaço etc.). Faço isso em qualquer situação, mas principalmente quando estou viajando e acabo vendo coisas aleatórias enquanto estou passeando. Essa ecobag aí da foto foi uma das coisas que desejei comprar lá em Toronto, mas que trouxe comigo só na forma de foto 😌 vocês também costumam fazer isso? Ou tem alguma outra “tática”?
  • que artistas de outras épocas/séculos te inspiram? Eu acho tão incrível pensar que Van Gogh viveu há dois séculos e sua obra segue marcando e inspirando gerações. Esse envelope foi presente do meu amigo querido @gustavokrelling e me inspirou a fazer várias fotos que viraram um post novo no blog 😌 vou amar encontrar vocês por lá também ♡ (e vou aproveitar para responder os comentários que vocês deixaram nos últimos posts)
  • vocês já se sentiram pressionados a ler algum livro só porque “todo mundo” já leu? Ou já fingiu que leu um livro? Essa foto foi feita em uma livraria lá em Toronto ♡ achei muito divertida essa brincadeira que fizeram com essa seleção de livros hehe falando em Toronto, essa semana liberei no canal o único vlog dessa viagem e eu amei muito cada segundo dele e hoje liberei um novo study vlog no canal 😌 espero que vocês gostem vídeos novos!
  • vocês costumam ler um livro por vez ou vários ao mesmo tempo? Durante muito tempo eu só conseguia ler um, mas hoje em dia tenho até que me controlar para não levar mais de um na mochila quando saio de casa 🤭 ah, hoje teve post novo no blog e nele apresentei a minha nova roommate 🌿 (spoiler: ontem fui na @borealisplantas ♡)
  • vocês costumam ficar revendo fotos do seu rolo de câmera e relembrando de como foi o dia em que você tirou ela? Eu amo fazer isso ✨ essa foto é do dia 28-11-2018. Um dia depois de ter visto a neve caindo pela primeira vez. Eu e o @hasegawaphoto andamos muito. Fomos em várias lojas de vinil, almoçamos em um lugar cheio de pisca-pisca em que todos os pratos custavam 5.95 (talvez eu tenha errado o valor, mas lembro que era menos de 6 dólares) e que tinha uma placa de “free air guitar! Please take one” (vou postar a foto da placa nos Stories). De noite eu tomei um chocolate quente com menta delicioso em um Starbucks e senti como se estivesse vivendo em um filme com todo clima natalino de Toronto ♡ foi um dia sem “grandes emoções” e eu amei cada detalhe dele. Lembro de ficar olhando as casas, as folhas no chão e as árvores por onde passava imaginando como seria a vida das pessoas que moravam por ali e o que elas estariam fazendo naquele momento em que eu passava por elas sem que elas soubessem que tinha alguém criando historinhas mentalmente sobre elas hehe (eita! Será que minha legenda ficou confusa?)
  • Voltei pra casa cheia de produtinhos maravilhosos da @thebodyshopbrasil ♡ tentei separar eles por categoria nas fotos pra conseguir mostrar tudo. Não vou falar detalhadamente pra legenda não ficar gigante, mas já vou avisando que futuramente vou falar mais sobre eles no blog ♡ 
Consegui trazer pra casa 3 produtos usados na minha revitalização facial (Drops of Youth) e isso significa que já vou poder ter a minha própria rotina de revitalização em casa ♡ aos pouquinhos vou deixando ela mais completa 😌
A maioria dos produtos são para o rosto (amo amo amo máscaras), mas não esqueci dos meus cabelos (já usei praticamente todos os shampoos da TBS e agora que tenho os da linha de Shea Butter - karité - vou poder dizer que usei todos), do meu corpo (aaaaaah esses cremes com aparência de iogurte além de deliciosos tem uma absorção rápida ♡) e dos meus pés, meus queridos pés que me aguentam o dia inteiro (esse creme vai ser um incentivo a mais para voltar a correr com frequência). Tô muito feliz em poder mostrar todos esses produtos #crueltyfree para vocês 😌 espero que tenham gostado das minhas escolhas! Me contem aqui nos comentários quais os que vocês mais gostaram que eu vou amar saber ♡ ah e lembrem-se que tem cupom de 25% de desconto (MELTBS) válido até hoje na loja do Shopping Mueller @muellercwb • publicidade ♡

instagram