LIVROS

O Lado Bom da Vida (Matthew Quick)

Durante muitos anos eu fui escravo da ansiedade e do pessimismo. Parece exagero, mas é verdade: quando algo dava errado, muitas vezes eu achava que não teria capacidade pra resolver/superar o problema, isso me deixava ansioso e fazia com que eu me preocupasse muito mais do que deveria.

Felizmente, de uns anos pra cá, eu comecei a mudar de atitude: ganhei mais autoconfiança, passei a não ficar tão ansioso a respeito de problemas que poderiam nem acontecer e… comecei a prestar mais atenção no lado bom das coisas. Ansiedade e excesso de preocupação parecem fazer parte de um passado bem distante…

Não é por acaso que gostei tanto de O Lado Bom da Vida (que ganhei de presente da melhor irmã do mundo): vi no Pat, o protagonista, muito de mim (tanto do meu antigo quanto do meu atual “eu”, que procura ver o lado bom das coisas), mesmo não tendo passado pelas mesmas experiências que ele – nunca fui internado num hospital psiquiátrico, nem me casei…

Narrado a partir do ponto-de-vista dele, O Lado Bom da Vida conseguiu me prender do começo ao fim, tanto por conta do estilo quanto por conta dos personagens – tanto o Pat como a família e os amigos dele.

Outra coisa que ajudou foi a expectativa de ver a adaptação para o cinema (que será devidamente resenhada em breve por mim e pela Mel – aguardem!): falaram tão bem que eu fiquei com vontade de agilizar a leitura pra poder ver o filme logo.

Teve alguns amigos que não gostaram muito do estilo da narrativa (talvez porque o Pat tenha algum transtorno, e isso deixa o estilo meio “estranho”), mas, na minha humilde opinião, foi um bom diferencial.

Não vou entrar em detalhes sobre a história, mas devo dizer que ela não decepciona!

O projeto gráfico é excelente: a capa (não sou grande fã de capas baseadas em fotos de filme, mas nesse caso funcionou muito bem), a diagramação, o tamanho do livro e a divisão dos capítulos dialogam muito bem entre si.

Nota máxima, com direito a um lugar na lista de favoritos!

ISBN 9788580572773 Editora Intrínseca Nota 5/5 Páginas 256

Quem quiser me acompanhar em outras redes: Twitter ✎ Facebook ✎ Instagram ✎ Tumblr (novo!)

Quem quiser acompanhar o A Series of SerendipityTwitter ❤ Fanpage ❤ Instagram ❤ Youtube

Posts relacionados

64 Comentários + Comentários pelo Facebook
Post Anterior
novembro 30, 2013
Próximo post
novembro 30, 2013
  • Sara

    Coincidência, acabei de assistir o filme há 1 hora atrás :p Li alguns comentários clássicos sobre o livro ser melhor (nunca li) mas a versão do cinema é sensacional.

    • Gui

      Eu não diria que um é “melhor” que o outro, Sara. Afinal, são propostas bastante diferentes! XD

  • Ana Paula Monnerat

    Esse livro é mesmo muito bom, já o li. Agora minha mãe pegou pra ler, o filme que ainda não consegui assistir, mas espero ver logo.

    Realmente, esse livro merece um lugar nos favoritos <3

    • Gui

      Que bom que gostou, Ana!

      Várias pessoas não concordam com a gente nesse ponto hehehe XD

  • Luí

    me dei de presente ele, engraçado q estava super ansiosa p ler, já tinha visto o filme(q achei mt legal) e sei q normalmente os livros são 819287198279812 vezes melhores, mas foi um dos únicos livro q não consegui terminar… ñ tive paciência p ele, mas acho q estar com a cabeça em vestibulares pode ter contribuído p impaciência, darei uma nova chance dps deste post… :D

    • Gui

      Sei como é, Luí!

      Acho que ele merece uma segunda chance mais pra frente! 8D

  • Ana

    Eu gostei do livro mas achei o filme mais envolvente e empolgante, uma comediazinha romântica enquanto o livro nem chega a isso. O livro é legal, mas, infelizmente, não me conquistou.

    P.S.: Essa capa é tão fotogênica né!?

    • Gui

      :(

      Brinks! Uma pena que não tenha gostado do livro, mas fico feliz que tenha gostado do filme, Ana! :D

  • Lola

    Eu realmente amo esse livro.E tentei aprender com o Pat a olhar o lado bom de cada coisa que acontece na vida. Eu também sou muito ansiosa e muitas vezes isso me atrapalha,já que fico pensando muito no lado ruim da situação e muitas vezes acabo desistindo com medo de errar. Estou tentando mudar isso,mas realmente é difícil !!

    Amei a resenha !!

    • Gui

      Uma mudança difícil, Lola, mas que vale muito a pena!

      Fico feliz que tenha gostado do livro e da resenha! \o/

  • Ellen Alves

    Gui(posso te chamar assim?), sua resenha está maravilhosa! Mas infelizmente tenho que discordar de você. Não gostei do O lado bom da vida. A narrativa pra mim foi super cansativa. O personagem me irritou, mas não era pelo fato dele ser um pouquinho diferente. Sou acostumada com personagem assim. Já leu, Garota interrompida? Deve ler! A personagem passa pelo o que o Pat, passou. É bem diferente, mas me lembra bastante. Enfim, cara tem muito futebol no livro! E ele só falava na Nickk o tempo todo! Eu sei, eu sei que ele estava “doente” MAS isso foi muito chato. Ó normalmente eu nunca digo que um livro é ruim. Tento ver o lado bom de qualquer livro que leio mesmo que eu não goste. Mas O lado bom da vida, eu quase me arrependi de ter comprado.
    Entenda, o problema não foi do livro.
    Eu espera um romance e tanto e não encontrei.
    Que bom que gostou do livro!
    Amei a sua resenha e fotos!
    Desculpe pelo texto aqui kkk
    Um beijão!
    http://www.momentosassim.com

    • Gui

      Hahaha claro que pode chamar, Ellen! XD

      Tem todo o direito de discordar, claro. Um mesmo livro pode atingir as pessoas de maneiras completamente diferentes, dependendo das experiências e das preferências de quem lê, por isso não fico surpreso que você não tenha gostado – enquanto eu adorei

      Gostei do comentário sincero e do fato de você ter feito uma baita análise! \o/

  • Débora de Queiróz

    Quando terminei o ” O Lado bom da Vida” a primeira coisa que fui fazer foi pesquisar o que levou o Matthew a escrever uma história deste calibre, que faz as pessoas se identificarem. E a minha resposta foi ver o autor como Pat e isso me fez identificar mais ainda com o personagem! Sim, sou o tipo de pessoa ansiosa (assim como você)! Mas além de me identificar com Pat, acabo ficando com inveja por existir alguém como a Tiffany, que sacrifica tantas coisas por ele e faz muitas coisas por ele! Realmente, é um livro que te faz ver O Lado Bom da Vida.

    • Gui

      Que pesquisa bacana, Dé!

      Não desanime: ele encontrou a Tiffany, mas ambos sofreram no processo… além disso, sempre aparece alguém que pode nos ajudar a superar as dificuldades! :D

  • Malena Flores

    Nunca li este livro, mas agora fiquei com muita vontade.
    Compartilhei do mesmo sentimento que você: ansiedade. Em 2011 eu cheguei a ter crises – mesmo. É um assunto meio longo. Mas graças ao Senhor Jesus, estou beeeem melhor. Diria que até uns 90%. Acho que só vou ficar 100% quando terminar a Faculdade (mas espero que melhore antes disso). :P
    Parabéns pelo post!
    Um cheiro.

    • Gui

      Fico feliz em saber, Mah!

      Em tempo: com algumas mudanças internas, tenho certeza de que você consegue superar a ansiedade antes mesmo de terminar o curso! ;)

  • Dedyane

    Assisti ontem, acredita? E gostei muito. Quero muito ler o livro.

    • Gui

      Que bom, Dedy! Espero que goste tanto quanto gostou do filme! 8D

  • Karollyna

    Nossa eu vi este livro nas prateleiras da livraria e achei que seria mais um romance água com açúcar bobinho rsrsrs… mas me interessei pela leitura! Também tenho um passado pessimista, e pior que eu ficava acumulando as coisas ruins “aí isso não deu certo hoje e ontem eu saí e não resolvi nada e semana passada aconteceu mais aquilo outro…” Aff, xô pessimismo!

    • Gui

      Manda o pessimismo pra longe, Karol!

      Aposto que vai se identificar com o Pat, que luta contra isso ao longo do livro! :D

  • Isa Aragão

    Ainda não li o livro (quer me dá de presente? haha) e por isso não vi o filme. Eu prefiro ler primeiro e assistir depois. Não sei o motivo, mas eu prefiro assim. Então, ainda não posso opinar sobre o livro, porém, posso dizer que agora estou mais empolgada para comprar ele (Apesar de não ter mais dinheiro :(((((( ). Mais uma vez, quer me dá ele de presente. Meu aniversário foi dia 14 e tal kkkk

    • Gui

      Hahaha boa escolha, Isa! Também prefiro, sempre que possível, ler antes de ver o filme (só não fiz isso com O Senhor dos Anéis)

      Eu daria, mas o orçamento está apertado nesse final de ano! XD

    • Andressa Siqueira

      Também prefiro assistir o filme depois de ter lido o livro. Pois fazendo a leitura primeiro a minha imaginação flui melhor, dando vida aos personagens sem ser influenciada pelos atores do filme.

  • Lud

    Já li o livro há alguns meses e amei *-* Também achei a narrativa um diferencial e não uma desvantagem. Outra coisa que achei muito legal é o título dos capítulos serem uma das frases finais destes.

    • Gui

      Bem lembrado, Lud!

      Eu achava divertido ficar procurando as frases que davam nome aos capítulos! hehehe XD

  • Patty

    Eu adorei demais o livro e o filme..

    Agora uma pergunta que não quer calar:
    Guilherme, o que você fez para mandar embora essa ansiedade e preocupação? Eu pergunto isso porque eu sou uma pessoa assim, e gostaria muito de mudar de postura e opinião…

    Um Beijo

    • Gui

      Bom saber, Patty!

      Várias coisas me ajudaram nessa jornada contra a ansiedade, e, entre elas, as principais foram a reflexão, a terapia (na verdade eu iniciei por conta de um probleminha de saúde, mas acabou ajudando nisso também) e um livro fantástico chamado “Como Parar de se Preocupar e Começar a Viver”, do Dale Carnegie. Recomendo fortemente!

      • Patty

        Muito Obrigada, Gui…
        Vou seguir suas dicas ;)

  • Juliana

    Gostei bastante do livro, não é um dos meus favoritos, mas não tenho muito o que reclamar. Agora o filme.. Bom, é outra história… Eu nem consegui terminar de assistir, é COMPLETAMENTE diferente, mudaram tanto o relacionamento dele com o pai quanto o fato de ele não saber algumas coisas no livro e no filme ser ao contrário, para mim, não funcionou. Enfim, não sei como será com você! haha

    • Gui

      Sério, Ju? Fiquei surpreso! XD é mais comum o pessoal adorar o filme e não curtir o livro :P

  • Andressa Siqueira

    Eu tenho esse livro mas ainda não tive tempo de lê, no entanto, depois dessa resenha fiquei animada e com certeza vai ser minha próxima leitura. Infelizmente também sou muito ansiosa e pessimista, mas estou tentando me livrar desse mal.

    • Gui

      Esse é o espírito, Andy! :D

  • Angélica

    Nossa! Eu assisti o filme no mesmo dia desse post.:P coincidência. Quero ler o livro, me falaram que é diferente do filme.
    Ah, Gui! Tenho que confessar, que fico surpresa que você tenha ou teve algum problema. Na minha cabeça (só na minha cabeça mesmo, né?) Com a Mel como irmã (formada em psicologia) ninguém na família teria problemas do tipo. hahaha ;$
    “Só acontece comigo”

    • Gui

      Tem diferenças, Gé, mas não muitas – na minha opinião, pelo menos…

      Meu problema era a ansiedade exagerada, não era um transtorno nem nada XD mas bem que a Mel podia resolver tudo, né? Hahaha!

  • Jessica M

    Já vi resenha desse livro várias vezes, mas nunca parei pra ver do que se tratava. E fiquei com bastante vontade de ler agora!
    Quando você começou com aquele trechinho “Durante muitos anos eu fui escravo da ansiedade e do pessimismo…” eu me identifiquei bastante!
    Quero ler *-*
    Beijos!

    • Gui

      Fico muito feliz que trnha gostado, Jé, e acho que não vai se arrepender de dar uma chance ao livro! :D

  • Wanila Goularte

    Eu comprei esse livro pra dar de presente pra uma amiga e pensei, vou ler só o começo, se for bom compro pra mim também… Acabei lendo o livro todo numa tarde! Gostei muito, concordo com tudo que você falou. Mas quando fui ver o filme… Me decepcionei, só pra variar. Toda vez que vejo um filme que foi feito a partir de um livro, fico imaginando que vou poder ver todas as cenas que criei na minha cabeça enquanto lia, mas o filme desse é muito diferente, muito mesmo! Não gostei. :/
    Abraços.
    Wanila Goularte.

    • Gui

      Uma pena, Wanila… Sei exatamente como é isso – me senti assim com os filmes de As Crônicas de Nárnia! :/

  • Bianca Mahfuz

    Gui, li esse livro e adoreei tambem! Como toco saxofone fiquei super intrigada para saber porque o trauma do pat com Kenny G (mesmo eu mesma nao gostando dele haha). Agora quero ver o filme porque ainda nao vi.

    • Gui

      Que bom, Bi!
      O filme vale muito a pena também – mais detalhes em breve ;D

  • Gabrielle Sodré

    Na maioria das vezes compro meus livros sem saber nada sobre eles, com esse não foi diferente, comprei O Lado Bom da Vida algumas semanas atrás e agora estou louca pra ler depois da sua resenha :)

    • Gui

      Muito bom saber, Gabi! Espero que goste tanto quanto eu! 8D

  • Julia O

    Já li o livro e vi o filme, li meio devagar pois já tinha visto o filme e não gostei muito da narrativa, mas é muito bom, não entrou nos favoritos, mas é realmente um livro bom e que merece ser lido!
    Aprendi muitas coisas com ele, principalmente ver o lado bom das coisas…
    Adorei a resenha e as fotos, Gui! :** <3

    • Gui

      Que bom que gostou, Ju (mesmo que não tenha sido a ponto de colocá-los na lista de favoritos hehehe)! ‘Brigadão! :D

  • Barbara Sá

    Oi Gui ;)

    Me fez querer voltar a ler. Li os primeiros 3 capítulos, mas achei a narrativa estranha. Só que ele te encantou tanto que me deu vontade de pegar novamente, fora que essas características super condizem comigo, haha.
    Ótima dica :)

    Beijos

    • Gui

      Fico feliz em saber que você vai dar uma nova chance a O Lado Bom da Vida, Bá! Torço para que goste! :D

  • Bruna Scremin

    Estou com uma “fila de espera” de livros para ler, porque anda faltando tempo de ler todos, esse eu estou louca pra ler, já comprei.. e estou aguardando terminar o Mais uma Chance e ele será o dá vez! hehe

    :D

    Beeijos

    • Gui

      Opa! Fiquei curioso pra ler o Mais Uma Chance! Depois me diga o que achou, Bru!

      ;D

      • Bruna Scremin

        Pode deixar, que terminando de ler eu volto pra te contar sim :D

        Abraços.

  • João Paulo

    Parabéns mano, gostei muito do texto, gostei muito de ler… Abraço fraterno, paz e bem! ;D

    • Gui

      Fico feliz que tenha curtido, mano! Espero que dê uma chance ao livro também hehehe
      Abração!

  • Fabiola Luz

    Li o livro, mas não gostei tanto. Acho que por eu já ter trabalhado na área da psiquiatria por tanto tempo e por já ter sofrido muito com o TAG (Transtorno de Ansiedade Generalizada).
    Mas o livro é bem como você explicou. Ótima resenha!! Muita gente se identifica com o Pat.
    Abração

    • Gui

      Realmente, as opiniões sobre o livro estão bem divididas!
      Espero que tenha gostado do filme, pelo menos! Hehehe XD

  • Bruna

    Eu também gostei muito desse livro (5 estrelas) e também preferi ler o livro antes de ver o filme! Ainda bem, porque o livro tem o diferencial na narração, como você disse, que torna o livro interessante e o enredo é melhor também. Só um pequeno spoiler para a decepção dos fãs desse livro: eles mudam muita coisa no filme. Não é questão de tirar fatos do livro porque não tem tempo no filme, eles mudaram mesmo.
    O filme é bom, de qualquer forma, mas o livro é muito melhor. Uma dos meus preferidos também!

    • Gui

      É verdade, Bruna, eles mudaram bastante coisa! Confesso que gostei da maioria das mudanças, mas senti falta de algumas coisas que só acontecem no livro :/

  • Garota Carioca

    Nunca li o livro, até porque quando fui ao cine assistir ao filme não sabia que tinha livro… Mas o filme é bem legal, diferente da maioria dos filmes que vem sendo feito para o cinema, achei a história bonita e sensível.

    Espero pela resenha de vocês sobre o filme, agora! :)

    Beijos,
    Clá

  • Joana Vitoriano

    Hey! finalmente o post em…tava esperando Gui pra ler sua resenha…

    Já assistiu ao filme ou ainda não?

    • Gui

      Vi e adorei! :D Teremos resenha dele também, por sinal

      • Joana Vitoriano

        Que bom que gostou, estou anciosa para ver sua opinião em relação ao filme…

  • Lala

    Amei a resenha!
    Achei muito interessante você ter relacionado sua experiência com a história de O Lado bom da vida.
    Eu assisti o filme mas não li o livro (ainda!) e o filme realmente é muito bom e eu me emocionei muito (espero que as pessoas que estavam do meu lado tenham achado normal ver uma menina chorando no final haha!).
    As fotos ficaram bem legais :D
    Beijos, Lala.

    • Gui

      Hahaha não tenho dúvida de que várias outras pessoas choraram durante o final, Lala! :D
      Fico feliz que tenha gostado da resenha e do filme ;)

  • [Resenha] O Lado bom da Vida de Matthew Quick | @intrinseca | Pausa para um Café

    […] O Gui já fez resenha do livro, clique aqui para ler o que ele achou do livro: O Lado Bom da Vida ( Matthew Quick). […]

  • Vislei Gonçalves

    Não li, mas assiti o filme. Deixe-me explicar. Assisti por conta do boom que foi pelo fato de ter sido indicado ao Oscar (não lembro se ganhou) e nem sabia na época que era adptado. Depois de assistido e amado descubro o livro e daí não li, mas será que vale a pena ler mesmo já tendo assistido, será boa a experiência? Nunca fiz isso. Primeiro a leitura.

Deixe seu comentário

Instagram

  • vocês já se sentiram pressionados a ler algum livro só porque “todo mundo” já leu? Ou já fingiu que leu um livro? Essa foto foi feita em uma livraria lá em Toronto ♡ achei muito divertida essa brincadeira que fizeram com essa seleção de livros hehe falando em Toronto, essa semana liberei no canal o único vlog dessa viagem e eu amei muito cada segundo dele e hoje liberei um novo study vlog no canal 😌 espero que vocês gostem vídeos novos!
  • vocês costumam ler um livro por vez ou vários ao mesmo tempo? Durante muito tempo eu só conseguia ler um, mas hoje em dia tenho até que me controlar para não levar mais de um na mochila quando saio de casa 🤭 ah, hoje teve post novo no blog e nele apresentei a minha nova roommate 🌿 (spoiler: ontem fui na @borealisplantas ♡)
  • vocês costumam ficar revendo fotos do seu rolo de câmera e relembrando de como foi o dia em que você tirou ela? Eu amo fazer isso ✨ essa foto é do dia 28-11-2018. Um dia depois de ter visto a neve caindo pela primeira vez. Eu e o @hasegawaphoto andamos muito. Fomos em várias lojas de vinil, almoçamos em um lugar cheio de pisca-pisca em que todos os pratos custavam 5.95 (talvez eu tenha errado o valor, mas lembro que era menos de 6 dólares) e que tinha uma placa de “free air guitar! Please take one” (vou postar a foto da placa nos Stories). De noite eu tomei um chocolate quente com menta delicioso em um Starbucks e senti como se estivesse vivendo em um filme com todo clima natalino de Toronto ♡ foi um dia sem “grandes emoções” e eu amei cada detalhe dele. Lembro de ficar olhando as casas, as folhas no chão e as árvores por onde passava imaginando como seria a vida das pessoas que moravam por ali e o que elas estariam fazendo naquele momento em que eu passava por elas sem que elas soubessem que tinha alguém criando historinhas mentalmente sobre elas hehe (eita! Será que minha legenda ficou confusa?)
  • Voltei pra casa cheia de produtinhos maravilhosos da @thebodyshopbrasil ♡ tentei separar eles por categoria nas fotos pra conseguir mostrar tudo. Não vou falar detalhadamente pra legenda não ficar gigante, mas já vou avisando que futuramente vou falar mais sobre eles no blog ♡ 
Consegui trazer pra casa 3 produtos usados na minha revitalização facial (Drops of Youth) e isso significa que já vou poder ter a minha própria rotina de revitalização em casa ♡ aos pouquinhos vou deixando ela mais completa 😌
A maioria dos produtos são para o rosto (amo amo amo máscaras), mas não esqueci dos meus cabelos (já usei praticamente todos os shampoos da TBS e agora que tenho os da linha de Shea Butter - karité - vou poder dizer que usei todos), do meu corpo (aaaaaah esses cremes com aparência de iogurte além de deliciosos tem uma absorção rápida ♡) e dos meus pés, meus queridos pés que me aguentam o dia inteiro (esse creme vai ser um incentivo a mais para voltar a correr com frequência). Tô muito feliz em poder mostrar todos esses produtos #crueltyfree para vocês 😌 espero que tenham gostado das minhas escolhas! Me contem aqui nos comentários quais os que vocês mais gostaram que eu vou amar saber ♡ ah e lembrem-se que tem cupom de 25% de desconto (MELTBS) válido até hoje na loja do Shopping Mueller @muellercwb • publicidade ♡
  • vocês costumam conversar com outras pessoas sobre os livros que estão lendo? ou não têm tantos amigos que são tão empolgados em relação aos livros quanto vocês? eu sei que a internet é um lugar maravilhoso para se aproximar de outras pessoas com gostos parecidos, mas também sei que é incrível ter pessoas para conversar pessoalmente enquanto tomamos um chá (ou qualquer que seja sua bebida quentinho no coração favorita) ♡ se você conhece algum clube do livro presencial na sua cidade ou redondezas compartilha aqui nos comentários (cidade + @ ou nome do clube). Eu vou indicar um de Fortaleza chamado @leiafeministas e um aqui de Curitiba é o @leiamulherescwb 😌 #bookclub #clubedolivro
  • você já se viu encantado com uma peça de roupa/acessório que nunca imaginou que fosse sentir vontade de usar? ou já deixou de usar algo porque alguém falou que aquilo tinha nada a ver com você? eu já, mas depois de um tempo percebi algo que é muito óbvio, mas que muitas vezes esquecemos: ninguém nos conhece tão bem quanto nós mesmos ♡ eu tô apaixonada por essa sapatilha da linha vegana da @tutusapatilhas ✨ e tô amando usar calças com mais frequência 😌 ei, tem cupom de 10% de desconto pra vocês válido até esse domingo (02/06) na loja virtual e física: mel10 ♡ (na loja física basta avisar que quer usar meu cupom e as atendentes maravilhosas vão dar 10% de desconto na compra!).

instagram