LIVROS

O Fantasma de Anya (Vera Brosgol)

Dia desses, eu e a Mel estávamos passeando numa livraria e, enquanto “fuçava” a seção de quadrinhos, encontrei O Fantasma de Anya (o livro, não o fantasma em si, vale dizer…). A capa chama a atenção porque o traço é leve, enquanto os tons (e o título) são sombrios. Pedi de presente para a Mel (que cara-de-pau, né?), e dei pra ela uma HQ roteirizada pelo Neil Gaiman.

A protagonista, Anya, é uma imigrante russa que vive nos Estados Unidos, estuda em um “colégio modelo” e tem dificuldade para se entrosar. Certo dia, a caminho de casa e pensando em um monte de coisas frustrantes, ela cai em um poço e acaba encontrando o fantasma (e o esqueleto) de Emily. Elas começam uma amizade esquisita, e logo Anya vai perceber como pode ser bom (e terrível) ser amiga de um espírito.

Os desenhos cartunizados, simples mas muito bem feitos, escondem uma história pesada, que envolve medo, amizade, família, auto-aceitação, remorso, traição, vingança, superação… Enfim, uma série de elementos que fazem com que O Fantasma de Anya seja bem classificado como “quadrinhos para jovens adultos” (que, por sinal, é a categoria na qual venceu os prêmios Harvey e Eisner, dois dos maiores da indústria dos quadrinhos).

Para dar o tom sombrio da história, a autora coloriu todos os desenhos usando tons de azul – o que, além de ser um belo diferencial, casa muito bem com a situação da protagonista. O projeto gráfico como um todo é muito bonito (papel de qualidade, boa impressão no geral). Minhas únicas reclamações é que deixaram passar errinhos básicos nos textos, e algumas páginas não estavam bem impressas. Fora isso, só elogios.

Não é difícil se colocar no lugar de Anya. Mesmo que você não seja uma imigrante russa que tem vergonha da família e do próprio corpo, provavelmente já passou por algumas situações parecidas com as que ela vive: não saber lidar com os colegas, ter poucos amigos, ter dificuldade em certas matérias…

Eu adorei a leitura, gostei dos personagens e torci por eles. Senti como se conhecesse a Anya, senti vontade de ajudá-la, e gostei (mesmo discordando em alguns momentos) da maneira como ela lidou com os problemas que surgiram por causa da sua nova amiga. O final é surpreendente e deixa algumas coisas em aberto, pra que o leitor imagine o resto.

ISBN 9788564850323 Editora Jangada Nota 5/5 Páginas 224

Obrigado pela atenção, boa semana e até o próximo post!

Quem quiser me acompanhar em outras redes, é só seguir: Twitter ✎ Facebook ✎ Instagram  Tumblr  Youtube (Novo)

Youtube  Instagram ❤ Twitter ❤ Facebook ❤ Bloglovin’ ❤ Pinterest ❤ Tumblr ❤ Goodreads  Flickr

 

28 Comentários + Comentários pelo Facebook
Post Anterior
abril 29, 2014
Próximo post
abril 29, 2014
  • Amanda

    Adorei a resenha e fiquei com muita vontade de ler.
    Já tenho uma queda por quadrinhos desse estilo.
    Adoro o seu trabalho aqui no blog!
    Ah, e qual HQ a Mel ganhou?
    Sou fã do Neil Gaiman <3

    xoxo

    • Gui

      Eba! Espero que curta também! :D
      A HQ que eu dei pra Mel foi Dias da Meia Noite ;)

  • Dai Vieira

    Resenha perfeita, me deu vontade de ler, e pensar se eu tenho preparo psicológico para ler uma historia desse nível. Mas certamente vou tentar ler, gostei muito da resenha. Será que acho ele para comprar pela internet? Espero que sim.
    xoxo
    http://crescendoaospoucos.wordpress.com/

    • Gui

      Fico muito feliz, Dai!
      É uma história complexa, fala de conflitos etc., mas não chega a ser pesada. Acho que você devia tentar ;)
      Não cheguei a procurar na internet, mas acredito que dê pra encontrar, sim!

    • Natii

      Oi, Gui. Não sou muito fã de quadrinhos, mas sua resenha me ganhou. Já vou comprar e espero gostar tanto do livro quanto da resenha :)

      Dai Vieira, dei uma olhada no buscape.com.br, e achei alguns sites vendendo. Ponto Frio está vendendo por 18,90. \o/

  • Yoko

    Amei a história! Mais um pra minha lista. E pelo formato parece ser um livro fácil e rápido de ler não é? Estou precisando de livros assim para os intervalos de 15 minutos que surgem no meu dia a dia.

    • Gui

      A leitura é bem rápida, Yoko, mas o ideal é fazer que nem você: ler em intervalos e apreciar aos poucos! ;)

  • Carol

    Resenha como sempre espetacular, Gui!
    Amei a capa do livro, coisa mais linda!

    Me interessei assim que disse que ela era da Rússia. Me apaixonei pela Rússia quando li o livro Criança 44, já ouviu falar? É sensacional! (Se interessar, eu fiz uma resenha dele: http://goo.gl/7v4bWF)

    Fiquei animada pra ler esse livro, assim que juntar um dinheirinho vou comprar :P

    Beijos!

    • Gui

      Sim! É um projeto gráfico bonito, tanto a capa como o resto do livro ;)

      Gostei da dica! Vou procurar :D

  • Lily

    Já li esse livro e gostei bastante. A história é bem interessante e me identifiquei com os personagens, sem falar nos desenhos que são lindos.

    Amei o Ghost, lobo do Jon Snow♥. Gui, onde você. comprou??

    • Gui

      É sempre bom quando alguém já curtiu o livro! Hehehe XD

      Comprei no ebay, mas acho que agora dá pra comprar na Amazon também ;)

  • Débora

    Olá, eu fiquei com bastante vontade de ler o livro, mas tenho 12 anos, e queria saber se ele é tão adulto assim para que eu não possa ler. Ficaria feliz se me respondessem, desde já obrigada. A resenha ficou muito boa, parabêns.

    • Gui

      Débora, não acho que o livro seja “pesado” demais para você. Ele trata de conflitos, mas sem violência ou excesso

      Fico feliz que tenha gostado da resenha, e espero que goste do livro também ;)

  • Thayanne

    Achei bem interessante, nunca li livros nesse estilo, fiquei com muita vontade de ler <3.

    thaypinheiro.wordpress.com

    • Gui

      Thay, se ler, não se esqueça de nos contar o que achou!

  • Zezinha Souza

    Outra resenha impecável, Gui! Adoro o seu dom de resumir em poucas palavras e mostrar o suficiente pra atiçar a minha curiosidade…seus textos passam segurança, honestidade e são muito bem escritos..parabéns!
    As fotos estão lindas e eu adoro esse lobinho do Jon Snow, fofinho demais…lembro do Beethoven com os olhinhos vermelhos e o pelo branco!
    Beijinhos

    • Gui

      Obrigado, meu anjo ;) Fico muito feliz que tenha gostado!

      :*

  • Daniela Farias

    Não conhecia esse livro, fiquei encantada com a história!
    Adorei. :)

    • Gui

      É uma história que não é leve, mas é bonita, Dani! :D

  • Débora

    Obrigada, irei terminar de ler os outros e pedir esse para minha mãe ou meu pai.

    • Gui

      Isso! Depois não se esqueça de nos contar o que achou ;)

  • Camila Senhorini

    Adorei a resenha e a capa S2 :) fiquei com vontade de ler!

    • Gui

      Que bom que gostou, Cami! Espero que dê uma chance ao livro 8D

  • Anna Schermak

    Adorei as fotos e a resenha. O fantasma combinou tão bem hehe.
    A história parece muito interessante, eu gosto quando o quadrinho sai do preto e branco e cai nesses tons mais roxos e azuis.
    Só não gostei muito da ilustração.

    Ótima resenha, Gui.

    • Gui

      Fico muito feliz que tenha gostado, Anna! Por sinal, segui seu conselho e disse como me senti durante a leitura ;)
      O traço talvez não agrade, mas acho que você vai gostar do livro mesmo assim ;D

  • Maria Eduarda

    Estava louca para ler esse livro daí ontem de tarde minha irmã chega em casa dizendo que comprou para ela, quase roubei! haha
    Pelo visto, você tem ótimo gosto para graphic novels, você podia fazer um post das melhores que você já leu! E, por favor, faz mais resenhas de graphic novels!
    xxxxxxx

  • Raquel Moritz

    Adoro essa graphic novel, acho muito delicada e com uns traços lindos. <3
    Lindas fotos, viu? O Fantasma tá em casa, praticamente, hhahaa.

    • Gui

      Valeu, Raquel! Por sinal, o Fantasma não tem nem reclamado dos dias de calor – quando o inverno não é bem, digamos, “invernal” XD

Deixe seu comentário

Instagram

  • Eu tenho o costume de tirar fotos de coisas que eu gostaria de comprar, mas que por algum motivo não compro (dinheiro, não precisar de verdade, falta de espaço etc.). Faço isso em qualquer situação, mas principalmente quando estou viajando e acabo vendo coisas aleatórias enquanto estou passeando. Essa ecobag aí da foto foi uma das coisas que desejei comprar lá em Toronto, mas que trouxe comigo só na forma de foto 😌 vocês também costumam fazer isso? Ou tem alguma outra “tática”?
  • que artistas de outras épocas/séculos te inspiram? Eu acho tão incrível pensar que Van Gogh viveu há dois séculos e sua obra segue marcando e inspirando gerações. Esse envelope foi presente do meu amigo querido @gustavokrelling e me inspirou a fazer várias fotos que viraram um post novo no blog 😌 vou amar encontrar vocês por lá também ♡ (e vou aproveitar para responder os comentários que vocês deixaram nos últimos posts)
  • vocês já se sentiram pressionados a ler algum livro só porque “todo mundo” já leu? Ou já fingiu que leu um livro? Essa foto foi feita em uma livraria lá em Toronto ♡ achei muito divertida essa brincadeira que fizeram com essa seleção de livros hehe falando em Toronto, essa semana liberei no canal o único vlog dessa viagem e eu amei muito cada segundo dele e hoje liberei um novo study vlog no canal 😌 espero que vocês gostem vídeos novos!
  • vocês costumam ler um livro por vez ou vários ao mesmo tempo? Durante muito tempo eu só conseguia ler um, mas hoje em dia tenho até que me controlar para não levar mais de um na mochila quando saio de casa 🤭 ah, hoje teve post novo no blog e nele apresentei a minha nova roommate 🌿 (spoiler: ontem fui na @borealisplantas ♡)
  • vocês costumam ficar revendo fotos do seu rolo de câmera e relembrando de como foi o dia em que você tirou ela? Eu amo fazer isso ✨ essa foto é do dia 28-11-2018. Um dia depois de ter visto a neve caindo pela primeira vez. Eu e o @hasegawaphoto andamos muito. Fomos em várias lojas de vinil, almoçamos em um lugar cheio de pisca-pisca em que todos os pratos custavam 5.95 (talvez eu tenha errado o valor, mas lembro que era menos de 6 dólares) e que tinha uma placa de “free air guitar! Please take one” (vou postar a foto da placa nos Stories). De noite eu tomei um chocolate quente com menta delicioso em um Starbucks e senti como se estivesse vivendo em um filme com todo clima natalino de Toronto ♡ foi um dia sem “grandes emoções” e eu amei cada detalhe dele. Lembro de ficar olhando as casas, as folhas no chão e as árvores por onde passava imaginando como seria a vida das pessoas que moravam por ali e o que elas estariam fazendo naquele momento em que eu passava por elas sem que elas soubessem que tinha alguém criando historinhas mentalmente sobre elas hehe (eita! Será que minha legenda ficou confusa?)
  • Voltei pra casa cheia de produtinhos maravilhosos da @thebodyshopbrasil ♡ tentei separar eles por categoria nas fotos pra conseguir mostrar tudo. Não vou falar detalhadamente pra legenda não ficar gigante, mas já vou avisando que futuramente vou falar mais sobre eles no blog ♡ 
Consegui trazer pra casa 3 produtos usados na minha revitalização facial (Drops of Youth) e isso significa que já vou poder ter a minha própria rotina de revitalização em casa ♡ aos pouquinhos vou deixando ela mais completa 😌
A maioria dos produtos são para o rosto (amo amo amo máscaras), mas não esqueci dos meus cabelos (já usei praticamente todos os shampoos da TBS e agora que tenho os da linha de Shea Butter - karité - vou poder dizer que usei todos), do meu corpo (aaaaaah esses cremes com aparência de iogurte além de deliciosos tem uma absorção rápida ♡) e dos meus pés, meus queridos pés que me aguentam o dia inteiro (esse creme vai ser um incentivo a mais para voltar a correr com frequência). Tô muito feliz em poder mostrar todos esses produtos #crueltyfree para vocês 😌 espero que tenham gostado das minhas escolhas! Me contem aqui nos comentários quais os que vocês mais gostaram que eu vou amar saber ♡ ah e lembrem-se que tem cupom de 25% de desconto (MELTBS) válido até hoje na loja do Shopping Mueller @muellercwb • publicidade ♡

instagram