LIVROS

Admirável Mundo Velho! (Alberto Villas)

IMG_9989

Quando li sobre esse livro em uma edição da revista Vida Simples, achei que iria gostar dele, mas não imaginava que entraria para a minha lista de livros que mais me marcaram!

IMG_0005

Admirável Mundo Velho! é um livro de crônicas que misturam histórias de vida do autor e expressões da língua portuguesa – que inspiram a escolha dos temas. Falas como “achei o filme um abacaxi”, “tô frito!”, “abotoou o paletó” ou “está chovendo canivete” são como portas de entrada para que o leitor conheça um pouco da vida de Alberto Villas (e se divirta muito no processo).

IMG_9992

Textos curtos, divertidos e sem pretensão de dar lições de vida ou provocar reflexões profundas, as crônicas de Villas se tornam, justamente por sua simplicidade, algo exemplar.

IMG_9994

Elas transmitem uma energia boa, e quando pego alguma pra reler consigo sentir o bem-estar que o livro trouxe quando o li pela primeira vez, em 2009.

IMG_0008

Como vocês podem ver nas fotos, o projeto gráfico se destaca: as laterais das páginas e as lombadas são verdes, e cada crônica é ilustrada com um desenho simples (nem sempre muito bonito, mas sempre simpático). Belo, além de confortável de ler – a diagramação é muito bem pensada.

Excelente leitura pra relaxar e esquecer um pouco os problemas!

IMG_9997

ISBN 9788525046451 Editora Globo Nota 5/5 Páginas 391

IMG_0004

Aperitivos

“Este livro é dedicado a todos aqueles que um dia acordaram com a macaca, que choraram as pitangas, que não entregaram a rapadura, que fizeram das tripas coração, que fundiram a cuca, que não deixaram a vaca ir pro brejo, que ficaram numa sinuca de bico, que um dia se estreparam, que jogaram aquele plá, que subiram nas tamancas, que ficaram em maus lençóis e que puseram as barbas de molho.”

(p. VI)

“Nós tínhamos pavor quando o diretor do Colégio Arnaldo entrava na sala de aula toda primeira sexta-feira do mês com aquele calhamaço de boletins cor-de-rosa na mão. Ficávamos de pé imediatamente em respeito àquela autoridade. Era chegada a hora de distribuir cada boletim com as notas do mês e, o que era pior, em ordem decrescente. Marcos era sempre o último e Salim sempre o primeiro.”

(p. 25/26 – Quantas notas vermelhas você tirou?)

“Aurino, Jésus e Mateus nunca levantaram a bunda da cadeira pra fazer nenhum tipo de atividade física. Passavam o dia na repartição e quando dava a hora de bater o ponto o único esforço que faziam era caminhar até o bar do Mané Doido no Mercado Central para tomar umas e outras. Eram muitas umas e outras, sempre acompanhadas e um maravilhoso jiló à milanesa, uma moela frita, um coraçãozinho de galinha ou um torresminho bem sequinho.”

(p. 81/82 – Vou fazer cooper)

IMG_9993

Quem quiser me acompanhar em outras redes, é só seguir: Twitter ✎ Facebook ✎ Instagram  Tumblr  Youtube

Youtube  Instagram ❤ Twitter ❤ Facebook ❤ Bloglovin’ ❤ Pinterest ❤ Tumblr ❤ Goodreads  Flickr

17 Comentários + Comentários pelo Facebook
Post Anterior
setembro 22, 2014
Próximo post
setembro 22, 2014
  • Joyce Cristina

    Interessante, o título me lembrou um livro que li (e amei), Admirável Mundo Novo… Será que tem alguma relação? haha
    Amei a resenha e o livro parece muito interessante!
    Um big beijo Gui e Mel, vocês são demais!

    • Gui

      Bom, relação com a expressão com certeza tem, mas com o enredo não :D
      Fico feliz que tenha gostado da resenha, Joy!

  • keuri

    Aiin :) esse primeiro parágrafo do ‘ Aperitivo’ me pareceu tão ‘Nordestino’ <3 Já quero!

    Um.abraço Guiii :)

    • Gui

      Tenho certeza de que vai apreciar o resto do livro! :D

  • Daniele Angelina

    Hum … entrará para minha lista de desejos. Foi tão envolvente a sua resenha que deu vontade de começar já.

    beijos

    • Gui

      Fico muito feliz, Dani! Era essa a intenção hehehe XD

  • Bel

    Amei a capa pra começar! Já tinha ouvido falar do livro mas ainda não li. Gosto muito de crônicas e esse parece ser um daqueles livros ótimos pra ler só de ver o prefácio que vc mencionou.

    https://viajesemsairdolugar.wordpress.com/

    • Gui

      O autor fez um trabalho fantástico na hora de correlacionar as expressões com as próprias histórias dele \o/

  • Denise

    Gostei muito do livro. Dá para ver que deve ser engraçado pelos trechos que postou. Bom ter crônicas sem lição de vida, hahahahaha. Adorei os desenhos.

    • Gui

      Sim! Humor leve e sem pretensão ^-^

  • Ludmila

    Parece ser um livro super legal mesmo!
    Já até to pensando em dar de presente pra minha mãe, achei a cara dela!
    (lógico que seria um desses presentes que a gente dá já com segundas intensões… haha)
    Beijos! *:

    • Gui

      Hahaha justo! Se der, Ludi, não se esqueça de me contar se ela gostou! :B

  • Andressa Bruske

    Ah, que legal!!
    Adorei a dica, fiquei com muita vontade de ler.
    O título inclusive tem intertextualidade com o livro Admirável Mundo Novo.
    Beijos.

    • Gui

      De fato! Só que a relação para por aí, porque as histórias não têm uma crítica social profunda por trás (ao contrário do livro do Huxley) :D

  • Clarissa Carino

    Puxa, confesso que tinha curtido mais quando li o título e achei que teria algo a ver com a temática do Admirável Mundo Novo… massssss tudo bem, parece um livro interessante para dar de presente, por exemplo, por ser bem divertido e agradar praticamente qualquer público :)

    Beijos,

    Clá | blog Uma Garota Carioca

    • Gui

      Precisamente, Clá! Pelo visto a ideia de “mundo velho” do autor é só a nostalgia mesmo…

  • Gleyce

    Estou muuuuuito interessada no livro, porém não acho para comprá-lo nas lojas físicas e nem virtuais. ;( ;(
    #chateada

Deixe seu comentário

Instagram

  • Eu tenho o costume de tirar fotos de coisas que eu gostaria de comprar, mas que por algum motivo não compro (dinheiro, não precisar de verdade, falta de espaço etc.). Faço isso em qualquer situação, mas principalmente quando estou viajando e acabo vendo coisas aleatórias enquanto estou passeando. Essa ecobag aí da foto foi uma das coisas que desejei comprar lá em Toronto, mas que trouxe comigo só na forma de foto 😌 vocês também costumam fazer isso? Ou tem alguma outra “tática”?
  • que artistas de outras épocas/séculos te inspiram? Eu acho tão incrível pensar que Van Gogh viveu há dois séculos e sua obra segue marcando e inspirando gerações. Esse envelope foi presente do meu amigo querido @gustavokrelling e me inspirou a fazer várias fotos que viraram um post novo no blog 😌 vou amar encontrar vocês por lá também ♡ (e vou aproveitar para responder os comentários que vocês deixaram nos últimos posts)
  • vocês já se sentiram pressionados a ler algum livro só porque “todo mundo” já leu? Ou já fingiu que leu um livro? Essa foto foi feita em uma livraria lá em Toronto ♡ achei muito divertida essa brincadeira que fizeram com essa seleção de livros hehe falando em Toronto, essa semana liberei no canal o único vlog dessa viagem e eu amei muito cada segundo dele e hoje liberei um novo study vlog no canal 😌 espero que vocês gostem vídeos novos!
  • vocês costumam ler um livro por vez ou vários ao mesmo tempo? Durante muito tempo eu só conseguia ler um, mas hoje em dia tenho até que me controlar para não levar mais de um na mochila quando saio de casa 🤭 ah, hoje teve post novo no blog e nele apresentei a minha nova roommate 🌿 (spoiler: ontem fui na @borealisplantas ♡)
  • vocês costumam ficar revendo fotos do seu rolo de câmera e relembrando de como foi o dia em que você tirou ela? Eu amo fazer isso ✨ essa foto é do dia 28-11-2018. Um dia depois de ter visto a neve caindo pela primeira vez. Eu e o @hasegawaphoto andamos muito. Fomos em várias lojas de vinil, almoçamos em um lugar cheio de pisca-pisca em que todos os pratos custavam 5.95 (talvez eu tenha errado o valor, mas lembro que era menos de 6 dólares) e que tinha uma placa de “free air guitar! Please take one” (vou postar a foto da placa nos Stories). De noite eu tomei um chocolate quente com menta delicioso em um Starbucks e senti como se estivesse vivendo em um filme com todo clima natalino de Toronto ♡ foi um dia sem “grandes emoções” e eu amei cada detalhe dele. Lembro de ficar olhando as casas, as folhas no chão e as árvores por onde passava imaginando como seria a vida das pessoas que moravam por ali e o que elas estariam fazendo naquele momento em que eu passava por elas sem que elas soubessem que tinha alguém criando historinhas mentalmente sobre elas hehe (eita! Será que minha legenda ficou confusa?)
  • Voltei pra casa cheia de produtinhos maravilhosos da @thebodyshopbrasil ♡ tentei separar eles por categoria nas fotos pra conseguir mostrar tudo. Não vou falar detalhadamente pra legenda não ficar gigante, mas já vou avisando que futuramente vou falar mais sobre eles no blog ♡ 
Consegui trazer pra casa 3 produtos usados na minha revitalização facial (Drops of Youth) e isso significa que já vou poder ter a minha própria rotina de revitalização em casa ♡ aos pouquinhos vou deixando ela mais completa 😌
A maioria dos produtos são para o rosto (amo amo amo máscaras), mas não esqueci dos meus cabelos (já usei praticamente todos os shampoos da TBS e agora que tenho os da linha de Shea Butter - karité - vou poder dizer que usei todos), do meu corpo (aaaaaah esses cremes com aparência de iogurte além de deliciosos tem uma absorção rápida ♡) e dos meus pés, meus queridos pés que me aguentam o dia inteiro (esse creme vai ser um incentivo a mais para voltar a correr com frequência). Tô muito feliz em poder mostrar todos esses produtos #crueltyfree para vocês 😌 espero que tenham gostado das minhas escolhas! Me contem aqui nos comentários quais os que vocês mais gostaram que eu vou amar saber ♡ ah e lembrem-se que tem cupom de 25% de desconto (MELTBS) válido até hoje na loja do Shopping Mueller @muellercwb • publicidade ♡

instagram