INSPIRAÇÃO PROJETO AMORZICES

AMORZICES: PEQUENAS GENTILEZAS

Já faz um bom tempo que tenho vontade de compartilhar aqui no blog alguns hábitos que me acompanham há alguns anos, mas que por algum motivo, nunca consegui me sentir realmente inspirada para escrever. Talvez por achar que eles são óbvios ou simples demais…não sei!

Quando eu e as meninas estávamos decidindo o tema do Amorzices desse mês – gentileza – na mesma hora pensei nesses hábitos. Sei que há uma infinidade de coisas para se falar sobre esse tema, mas hoje vou focar em três pequenas atitudes (cuidados) que vocês podem tomar na casa de vocês e que vai afetar positivamente a vida de outras pessoas.

Pra ficar mais direto e fácil de entender, resolvi escrever em tópicos. Como disse ali em cima, são três gentilezas simples que podemos inserir na nossa rotina e que vão fazer muita diferença na vida de outras pessoas :)

SEPARE O SEU LIXO

Resolvi começar com a mais óbvia de todas porque sei que muitas pessoas têm preguiça de fazer isso mesmo tendo consciência de que é algo importante (triste, eu sei!). O processo de reciclagem passa por algumas etapas e a primeira pode muito bem ser feita por nós mesmos dentro de nossas casas. Quando nós tomamos o cuidado de separar o lixo que produzimos em orgânico e reciclável, já conseguimos fazer uma grande diferença e colaborar com o processo.

Por mais que pareça ser um “trabalho” chato, é importante lembrar que não é demorado, é simples e fácil de incluir no nosso dia-a-dia. Aqui em casa, sempre que consumimos algo que vai gerar lixo, temos o hábito de verificar na própria embalagem se é ou não reciclável e colocamos no lixo adequado. Pode ser que quem não tenha o hábito ache uma perda de tempo (não é!), mas garanto que em pouco tempo ela já vai conseguir fazer isso bem rapidinho e sem ter que ficar procurando o símbolo de reciclável. Como normalmente consumimos os mesmos produtos com frequência, não demora muito para memorizarmos em qual lixo devemos jogar cada coisa quando ela acaba.

LAVE AS EMBALAGENS

Esse é um hábito que adquirimos há alguns anos, depois que o meu irmão Gui foi fazer um trabalho voluntário em um lixão (2007/2008). Ele chegou em casa e contou que ficou assustado e enjoado com o cheiro horrível que as embalagens de leite e derivados tinham depois de descartadas. Segundo ele, “parecia cheiro de carne podre”, ou seja, já dá pra imaginar como é. A partir daquele dia, nós passamos a lavar com mais cuidado e atenção todas as embalagens de produtos desse tipo antes de jogá-las no lixo.

Lembro que uma vez uma pessoa que veio aqui em casa ficou intrigada com nosso hábito e questionou. Quando explicamos porque fazíamos isso, a pessoa retrucou e disse “mas vocês estão gastando água com lixo e, por mais que seja pouca, isso é desperdício”. Entendemos a forma da pessoa de pensar, mas isso não mudou nossa atitude por dois motivos: o primeiro é que não é preciso gastar uma quantidade absurda de água pra lavar a embalagem e, segundo, porque essa é uma forma de conseguirmos tornar o trabalho das pessoas que cuidam do lixo da cidade um pouco menos desagradável. Sei que a quantidade de “lixo limpo” que eles recebem em comparação com a de “lixo sujo” deve ser bem menor, mas pelo menos estamos ajudando não deixando o cheiro e o ambiente de trabalho deles ainda mais insuportável. Estou torcendo muito para que, com esse post, mais pessoas adquiram esse hábito e ajudem a diminuir ainda mais o cheiro.

GUARDE O VIDRO QUEBRADO EM CAIXAS

Quebrar vidro é um saco. Limpar a sujeira que ele gera é ainda pior. Pedaços de vidro grandes que podem nos cortar se não tomarmos cuidado, pedaços pequenininhos que podem entrar na nossa pele sem percebermos e depois de um tempo sentimos uma dorzinha nos incomodando…e isso tudo pode acontecer mesmo tendo consciência de que estamos mexendo com vidro quebrado. Imagina o que pode acontecer com uma pessoa que está trabalhando recolhendo o lixo e quando vai pegar um saco plástico sente uma dor horrível? E quando vê percebe que cortou alguma parte do corpo? Péssimo, né?

Isso pode ser evitado quando colocamos o vidro quebrado em embalagens como lata de Nescau, uma caixa de sapato etc. e sinalizamos escrevendo “vidro quebrado”. Dá um pouquinho mais de “trabalho”, mas é um cuidado que não vai tomar muito mais do seu tempo e você ainda pode evitar um acidente.

Eu sei, eu sei! Não falei nenhuma novidade ali em cima. Tudo o que escrevi é óbvio. Mas a verdade é que mesmo sendo coisas simples e muito óbvias de se fazer, infelizmente muitas pessoas não fazem. Eu moro na cidade que lançou a campanha “lixo que não é lixo, não vai pro lixo” quando eu era criança – faz tempo hehe – e mesmo assim vejo muitas pessoas não se preocuparem em fazer essa separação. Tanto com o lixo que jogam nas lixeiras públicas, quanto as das suas casas. E é uma coisa são…simples!

Estou torcendo muito para que esse post motive quem não tem esses hábitos a pelo menos pensar em praticá-los e/ou a compartilhar para que mais pessoas possam pensar no assunto.

E aí, quem já faz essas três gentilezas? Quem tem sugestões de pequenas atitudes que podemos inserir no nosso dia-a-dia e que podem fazer diferença de forma positiva na vida de outras pessoas?

Obrigada por tudo, pessoal!

xoxo

você pode fazer parte dessa blogagem coletiva com a gente. o amorzices é um projeto mensal, publicado todo dia 15, criado pelo trio amorzinho Sernaiotto + Serendipity + Desancorando e que terá um tema de base: amor. a partir daí, a gente vai falar sobre um monte de coisas. o tema de fevereiro é ‘gentileza’. então, faz um post no seu blog e deixa o link nos comentários pra gente ver também, tá bom?

 

Posts relacionados

26 Comentários + Comentários pelo Facebook
Post Anterior
Fevereiro 15, 2018
Próximo post
Fevereiro 15, 2018
  • Anne Rios

    Que massa isso, nunca tinha pensado em lavar o que jogo fora, irei adquirir ese hábito desde já.

    Aqui em casa sempre fui a “chata da reciclagem”, antes mesmo de haver coleta seletiva no bairro. E como artista plástica, dou preferencia a materiais que normalmente iriam para o lixo ao invés de comprar um novo na loja.
    Ah, você viu que tem um novo aplicativo oficial da Polaroid? Fique feliz depois de um tempo triste porque tiraram o Polamatic do ar
    =*

    • Melina

      Fiquei MUITO feliz em saber que essa informação foi novidade para você e que você vai adquirir esse hábito ♥
      Nossa, que legal que você é artista plástica e tem esse cuidado *-* torna seu trabalho ainda mais especial!
      Menina, não tava sabendo desse aplicativo oficial da Polaroid! Vou procurar já *-* obrigada pela dica :*

  • Rachel Sponholz

    Oii Mel, (sou praticamente vizinha de cidade), moro em Ponta Grossa, lembro bem dessa campanha do “lixo que não é lixo”, veio pra cá logo em seguida. Mas já faz uns anos que em cada supermercado, tem um lugar para depositar o lixo reciclável, acho isso o máximo. É um hábito aqui de casa separar, lavar e levar o reciclado. Beijinhos.

    • Melina

      Aaah que legal! Tenho uma amiga aí de Ponta Grossa (a Dobruski, ela é youtuber!)
      Adorei saber desse cuidado aí da cidade ♥ isso é maravilhoso :*

  • Sayuri Correia

    Mel, aqui no Japão é bem kibishii (rígido) essas “regras” de jogar o lixo! Sempre quando mudamos pra um bairro ou cidade nova e vamos na prefeitura mudar o endereço, a primeira coisa que eles falam é sobre a coleta de lixo. Sempre tem um panfleto com imagens e textos explicando qual tipo de lixo vai aonde e o dia da coleta. Aqui no meu bairro, temos dois dias no mês para jogar lixos recicláveis fora. Nesses dias, o comitê do bairro ou o responsável do apartamento onde moramos, colocam várias caixas lá fora no estacionamento (lugar próprio pra coleta de lixo) sinalizadas com quê tipo de lixo deve se jogar em cada caixa! Tem caixas pra latas, garrafas de plástico, pilhas, plásticos duros, plásticos em geral tipo embalagens, eletrônicos, vidros e por aí vai. Então é bem mais fácil pra nós também ter esse hábito de separar o lixo. E lixo queimavel também, se tiver plástico misturado dentro e a pessoa que coleta o lixo ver, eles devolvem o lixo pra pessoa! No bairro onde eu morava antes, tinha que colocar o nome e o número do apartamento no saco de lixo. Assim eles sabem de quem é o lixo rs
    Tem regiões que não são tãaao assim, mas aqui por onde eu moro é bem organizado.

    Achei bem legal o post porque realmente é uma coisa importante não só pras pessoas que trabalham com isso mas pelo meio ambiente também né? :)

    Beijos, Mel ;* Continue espalhando gentileza com seu trabalho maravilhoso!!

    • Melina

      Adorei saber como funciona aí no Japão (já sabia um pouquinho por conta da experiência maravilhosa que tive por aí ♥) e adorei conhecer a palavra “kibishii” :)
      Muito obrigada por compartilhar aqui no comentários. É sempre bom saber como funciona essas coisas em outros países para aprendermos coisas novas e também para nos inspirarmos ♥
      :* e obrigada pelo carinho sempre ♥ ♥ ♥

  • ALANA ANDRADE

    É tão lindo ver o amor sendo expalhado na internet ♥♥♥
    Eu amei o post e é super inspirador. Espero que o pessoal que mora ai ” tenham consciencia” desse projeto lindo e queria que todas as cidades aderissem esse projeto maravilhoso “lixo que não é lixo, não vai pro lixo”. Aqui não tem, o que é uma pena. Visitei também o lixão daqui da minha cidade… vishhhh… me da arrepios só de lembrar :(
    Todas as embalagem de cosméticos quando acabam, hidratantes, perfumes, batons… enfim… eu levo para uma loja, bem famosinha ( sem querer fazer propaganda hehehe), que recicla e eu acho tão lindo, sabe?! Já é um lado, né?! Reciclagem é vida.
    Te Adoro Mel… Otimo fevereiro pra ti.
    Beijão e abraços

    • Melina

      Tão feliz em saber que gostou do post, Laninha ♥
      Obrigada por contar um pouquinho de como é aí na sua cidade. Vou torcer pra campanha, ou pelo menos a ideia, do “lixo que não é lixo não vai pro lixo” chegar com força em mais cantos do Brasil :) nosso país é muito grande e com certeza podemos aprender muitas coisas prestando atenção em hábitos e comportamentos das diferentes regiões dele :) achei lindo isso da lojinha de cosméticos da sua cidade!
      Um mês maravilhoso pra você também ♥
      :*

  • Helen Rosa do Amaral

    Incrível, Mel. Saber que você é uma pessoa tão consciente. Aqui, no meu prédio é preciso fazer tudo isso, separar orgânicos de não, quebrar vidro e avisar, mas essa parte de embalagens não. Eu não faço. Mas, com tudo que disse pensei em fazer, até porque não uso muitas embalagens. Eu fiquei muito impressionada com tudo que fiquei sabendo aqui e não fazia. Mas, eu fiquei realmente com muita vontade de fazer na minha casa. Eu confesso que tem coisas que são chatas como separar orgânicos de não. E, realmente fica difícil conviver com o cheiro e o pessoal do prédio reclama. O que nos torna mais conscientes. Eu sou meio altruísta com mundo de mudar tudo, mas com lixo tomei muita coinsciencia morando aqui, e lendo esse texto. Eu já gritei para um cara que tava sujando a cidade, jogando lixo de propaganda de político porque ele jogou e bateu no meu carro, fico inconformada com falta de educação sobre isso na minha cidade. É triste não pensarmos nas pequenas coisas que podem mudar ou acabar com nosso “mundo”. Amei esse POST, uma reflexão também.. beijos e muito amorzices pra você também 😘💙💜💜💜💟💟

    • Melina

      Fiquei tão feliz em saber que esse post foi útil pra você, chuchu ♥ acho que isso de limpar as embalagens de produtos/alimentos tipo leite, molho etc. não é um hábito muito comum mesmo. Espero que mais e mais pessoas fiquem sabendo e adquiram ele :) com certeza vai fazer muita diferença!
      Muito obrigada por compartilhar sua experiência aqui nos comentários ♥ ♥ ♥
      :*

  • Aninha Palombo

    Mel, na casa da minha mãe sempre aprendemos a lavar as embalagens antes de jogar fora. Quando era pequena achava etranha essa atitude e perguntei por que raios tinha que lavar antes de jogar. Mama respondeu: “junta bicho e é nojento, não é porque é lixo que você tem que tratar de qualquer jeito”. Aprendi a lição!
    Achei uma amozice o post! :*

    • Melina

      Aaah que legal isso! Fiquei tão feliz em saber desse hábito e de como você aprendeu sobre ele :)

      :* e obrigada pelo carinho

  • Claudia Hi

    Ótimas dicas Mel! Aqui em casa a gente separa tudo mas não temos o costume de lavar as embalagens. Vou tentar adquirir esse hábito!

    Ah e adorei as fotos do post. Foi você que fez as artes (escreveu e desenhou)? Ficou incrível!

    • Melina

      Fiquei muito feliz em saber que gostou das dicas e das fotos do post ♥
      A arte da foto de instax eu encontrei no Pinterest hehe aí imprimi com a minha impressora de instax :)
      :*

  • Larissa

    Post importantíssimo!
    Maravilhoso, Mel!
    Espero que Muitas pessoas sejam alcançadas através dele pois realmente precisamos de muito mais atitudes e gentilezas como essas no nosso dia a dia.
    Sua criação é algo Lindo, de se admirar! Parabéns pelos pais e família que tens!
    Abraços!

    • Melina

      Fiquei muitíssimo feliz com seu comentário ♥ muito legal saber que gostou do post *-*
      Muito obrigada pelas palavras lindos e encorajadoras ♥
      :*

  • Camila Cunha

    Que post fofo! ♥♥♥
    Estas atitudes fazem a diferença sim, podem não mudar o mundo, mas tenho certeza que muda o de alguém, seja do coletor que não se corta, o catador de reciclável que não precisa mexer em lixo orgânico para achar os recicláveis e etc.

    Em casa também separamos o lixo e sempre embalo vidro quebrado, uma dica Mel é fechar as latas também, ou com a própria tampa ou amassando, para não machucar animais e pessoas.
    E para a água que é desperdiçada ao limpar as embalagens, minha mãe ficava incomodada com isso também, ai o que fazemos é usar a agua de descarte da máquina de lavar, colocamos a embalagens no tanque e a água sai e já limpa, ai depois juntamos o restante da água para lavar o quintal :)

    Lindas atitudes as suas!

    :*

    • Melina

      Muito feliz em saber que gostou do post ♥ :)
      Verdade! Esqueci de falar isso das latas e dos riscos que os animais correm :x
      Muito obrigada por compartilhar isso e a sua experiência de lavar as embalagens aqui nos comentários ♥ ♥ ♥ isso torna o post ainda mais completo :*

  • Larissa Zorzenone

    Oi Mel
    Eu também tenho esses três habtos. Eu separo caixas de leite para uma lojinha que faz produtos com caixinhas tetra park. O restante do lixo reciclável eu coloco em uma sacola separada e também coloco na rua em dias que não tem lixeiro. Infelizmente no meu bairro não tem coleta seletiva, mas tem catadores que passam nos dias alternados ao lixeiro. Falo pouco, muito pouco, mas faço o que é possível pra mim fazer.
    Um beijo enorme

    Vidas em Preto e Branco

    • Melina

      Obrigada por compartilhar sobre seus hábitos e como funciona aí na sua rua, chuchu ♥
      Tô achando tão legal essa troca de informação e experiência nos comentários :D
      :*, chuchu

  • Duda Fassina

    Que legal Mel! Eu realmente não sabia sobre o cheiro que fica nas caixas, com certeza vou começar a lavá-las! Espero que todos que leiam esse post começem a se concientizar e ajudar no trabalho dos lixeiros. Parabéns pela iniciativa!!
    Beijos, adorei o post!
    Duda <3

    • Melina

      Muito feliz em saber que esse post foi útil pra você e que você gostou dele ♥ ♥ ♥
      :*

  • Garota de Personalidades

    Eu nunca parei para pensar que lavar as embalagens poderia ajudar alguém. Serio Mel, esse post foi incrível, e eu tentarei lembrar sempre das suas dicas que, acredite, não foram bobas e nem tão óbvias assim!

    • Melina

      Você não imagina o quanto fiquei feliz com seu comentário e por saber que esse post foi útil ♥
      Muito obrigada pelo carinho e pelo feedback ♥
      :*

  • Renata

    Estou longe de ser a pessoa mais consciente do mundo, mas tento mudar para melhor a cada dia!
    Acho muito legal pessoas influenciadoras como você, fazer post destes tipos.
    Me faz acreditar na humanidade <3
    Beijos Mel!

    https://lovelyplacee.blogspot.com.br/

    • Melina

      Muito feliz em saber que gostou do post ♥
      E é isso que importa: a nossa vontade e o que a gente faz para ser uma pessoa melhor a cada dia que passa :D
      :* e obrigada pelo apoio

Deixe seu comentário

Instagram

Instagram has returned invalid data.

instagram