CLUBE DO LIVRO LIVROS

MOSTRE SEU TRABALHO (AUSTIN KLEON)

Quando decidimos qual seria o primeiro livro do nosso clube do livro – quem aí já conhece o Infinistante? – fiquei muito feliz por ser o livro novo do Austin Kleon por dois motivos: o primeiro é porque seria um ótimo incentivo para finalmente ler e absorver o que ele disse em Roube como um artista e, segundo, porque tenho muita dificuldade em me divulgar e mostrar meu trabalho por aí.

Além de ter dificuldade de mostrar o meu trabalho, eu ainda incentivava a pessoa que estava conversando comigo e que tinha ficado curiosa para saber mais a não ver o conteúdo que eu produzo. Sim, isso é bizarro e tenho vergonha de compartilhar esse comportamento aqui no blog, mas acho importante falar porque tenho certeza de que não sou a única que diminui o próprio trabalho com mais facilidade do que reconhece o valor dele. Só pra vocês entenderem melhor, vou exemplificar o que acontecia. A pessoa perguntava com o que eu trabalhava e, quando respondia que produzia conteúdo em meu blog e canal no Youtube, a pessoa ficava interessada e pedia o endereço. Eu ficava feliz e ao mesmo tempo envergonhada e respondia “ah, o endereço do blog é melinasouza.com e o nome do canal é Serendipity, mas nem precisa ver”. Pois é, eu falava isso!

O livro Mostre o seu trabalho! segue a mesma linha de Roube como um artista. Austin Kleon organiza o que tem para falar em 10 tópicos grandes e trabalha cada um deles de uma forma bem didática e criativa, misturando texto e imagens, e nos apresentando várias referências em forma de citações. Eu amei a experiência de emendar uma leitura na outra porque elas são bem complementares então recomendo muito, quem ainda não leu nenhum deles, a fazer isso (ou quem já leu a reler nesse formato).

Embora o livro seja dividido em 10 partes, vou destacar meus pensamentos sobre apenas algumas delas, porque acho importante que vocês leiam cada uma das 215 páginas do livro para discutir (mentalmente ou não) sobre o que o Autin disse e internalizar tudo aquilo que você acha que vai ser útil.

A partir do momento em que blogs, canais no youtube e redes sociais passaram a virar a fonte de renda de muitas pessoas, o número de seguidores/inscritos passou a ser algo extremamente importante para elas. E eu arrisco dizer que muitas passaram a focar mais nisso do que na qualidade de seu trabalho e produção de conteúdo relevante. Claro, ter números é importante e, infelizmente, muitas marcas levam isso muito mais em consideração na hora de fechar uma ação do que a qualidade do conteúdo produzido, mas isso não deve ser o seu foco nem sua principal motivação.

Há alguns meses fiz um post onde falei do motivo de continuar com o blog mesmo não tendo chegado na marca do primeiro milhão de seguidores (como muitos blogueiros que começaram na mesma época que eu chegaram e que depois abandoram seus blogs). Acho que hoje em dia posso dizer que números importam e não importam ao mesmo tempo. É óbvio que gostaria que meu trabalho tivesse um alcance bem maior do que tem (na verdade ele tem um alcance maior do que consigo medir porque sei que têm muitos leitores/seguidores fantasminhas me acompanhando hehe), mas amo tanto produzir conteúdo e saber que ele faz a diferença na vida de pelo menos uma pessoa (nem que seja a minha) que sempre fico feliz quando clico em “publicar” um post novo por aqui.

Quis destacar essa parte do livro pra vocês porque sei que muitos se desanimam quando comparam seus números com o de outras pessoas e acabam achando que seu trabalho não tem valor só porque não é reconhecido por um milhão de pessoas. O trabalho de vocês é importante, sim! Não desistam “só” por causa de números. Continue produzindo um trabalho que você considera relevante e espere que, quando você menos esperar, o feedback e o reconhecimento vão chegar.

Eu amei a parte em que o autor falou sobre a importância de ensinarmos o que nós sabemos aos outros. Quando estava lendo, na mesma hora lembrei de uma frase que um professor muito querido falou pra mim, e que carrego comigo desde 2007: “nós só aprendemos de verdade quando ensinamos” (oi, Eugênio!  Nem sei se você vai ler isso aqui algum dia, mas queria dizer – de novo – que aprendi muito com você e sou muito grata por isso).

Muitas vezes temos medo de compartilhar o que sabemos. Preferimos guardar o conhecimento para nós mesmos por medo de que outra pessoa consiga fazer algo melhor do que nós fazemos com aquilo que sabemos. E, mesmo compartilhando muitas coisas aqui no blog, sei que poderia compartilhar muito mais. E eu entendo o motivo desse medo existir. Muitas pessoas aproveitam o que o outro ensinou, e “esquecem” uma coisinha muito importante…reconhecer o trabalho do outro e a sua importância.

Eu simplesmente amei as colocações do Austin em relação a esse tópico. Fiquei muito feliz por ler em um livro o que penso sobre o assunto. Assim como acredito, o Austin diz que “você deve sempre mostrar o trabalho dos outros como mostraria o seu próprio, tratando-o com respeito e cuidado” (p. 84). Ninguém gosta de ver seu trabalho sendo usado por aí sem créditos ou creditado da forma errada, né? Se colocar no lugar do outro, reconhecer a relevância do que você aprendeu com ele é o mínimo que você deve fazer.

Ainda em relação a esse tópico, achei muito legal ele ter pontuado uma coisa que muitas pessoas esquecem: reconhecer não só a pessoa que produziu o trabalho, mas também aquela que nos apresentou a ele. Imagina que legal a pessoa saber você gostou da dica que ela te deu? Eu amo quando vocês comentam dizendo que conheceram o trabalho de alguém ou uma marca porque eu indiquei. Isso me motiva a apresentar cada vez mais e mais pessoas, marcas etc. por aqui.

O último ponto que gostaria de destacar nesse post é sobre reconhecer o trabalho do outro e não ter medo de falar pra ele o quanto ele é bom. Ter por perto pessoas com as quais você se identifica e criar algo junto com elas é maravilhoso. É justamente isso que estou fazendo junto com duas amigas – que conheci pela internet e que fazem parte do meu dia-a-dia – muito queridas: a Maki e a Lominha. Você devem ter notado a diferença na quantidade de posts e variedade de temas depois que nós três nos juntamos para produzir conteúdo juntas – Projeto Detalhes, Projeto Amorzices e Clube do Livro – para nossos respectivos blogs. Eu tô muito feliz!

Espero que vocês tenham gostado da resenha, se animado para ler os livros do Austin Kleon (quem quiser comprar na Amazon Brasil usando meu link me ajuda porque ganho uma pequena comissão) e também se animado para participar do nosso clube do livro (clique aqui para participar). Essa semana já divulgamos o livro do mês de março e tô muito animada para compartilhar meus pensamentos sobre ele aqui no blog :)

Vou adorar ler aqui nos comentários o que vocês acharam dos livros, se já leram, se não leram, se tem outros livros do tipo pra indicar…

Obrigada por tudo, pessoal!

xoxo

46 Comentários + Comentários pelo Facebook
Post Anterior
fevereiro 28, 2018
Próximo post
fevereiro 28, 2018
  • Luiza Galdino

    Oi Mel :)
    Adorei os livros e suas dicas são sempre motivadoras e inspiradoras!
    Bjos <3

    • Melina

      Oi, chuchu ♥
      Oba! Fiquei muito feliz em saber que gostou da dica *-*
      Eu amei muito esse livro :*

  • Helen Rosa do Amaral

    Oi Mel, fico impressionada com sua determinação com o blog, porque sei que não é fácil produzir conteúdo para a internet. Principalmente quando o assunto é mais intelectual. Eu já me desanimei tanto com a internet. Mas creio que esse livro vai me ajudar. O mais importante é a qualidade dos leitores. Mas sempre pensei assim. Mas, dessa vez eu mudei o foco, então escrever sobre o que se ama, no meu caso psicologia e suas vertentes que me deixa
    em paz, sabe? Sei que posso ajudar outras pessoas.. através da literatura e psicologia. Ah! Estou com saudades de ver vídeos de você gravando com seu irmão, hoje rir tanto vendo uns vídeos antigos… Do tutorial da make…haha 🖤💜 bjssss

    • Melina

      Oi, chuchu ♥
      Eu amo muito produzir conteúdo pra internet, principalmente aqui pro blog *-* tenho um carinho muito especial por esse cantinho (não que não tenha pelos outros, mas é que esse aqui é diferente hehe)
      Espero que você consiga manter o ânimo com o seu blog e continue produzindo conteúdos que te fazem feliz e que ajudam outras pessoas :)
      Eu e o Gui vamos gravar um vídeo novo em breve ♥ saudade de gravar com ele :)
      :* e obrigada pelo carinho sempre

  • Helen Rosa do Amaral

    Nossa, Mel. Já fiz isso de falar que escrevo e ninguém da minha família, (a não ser meu marido que me apoia sabe). Tinha duas amigas, que desistir delas por diminuírem em tudo que eu fazia. Hoje, eu prefiro ter ao meu lado quem me apoia, e quem não consegue fazer isso ou eu não divulgo, mas sempre tive vergonha de demonstrar meu trabalho. E penso que você é minha maior incentivadora só porque nunca desistiu. 💝💝💝💜💜💜Já me perguntaram meu blog e tive vergonha de falar, porque uma jornalista falou que eu tava perdendo tempo. Por tantas mágoas eu desanimei. Mas hoje meu foco é minha felicidade, não pergunto mais pra ninguém o que pessoa acha. Simplesmente faço 🖤💜🖤💜 bjooo

    • Melina

      Poxa vida, chuchu! Uma pena que você tenha passado por situações assim :/ mas apesar disso, fiquei muito feliz em saber que você continua com o blog e que ele te faz feliz ♥ isso que importa :)
      E muito feliz por saber que, de alguma forma, eu te incentivo a continuar :D
      Que seu blog te faça cada dia mais feliz :*

  • Karin Paredes

    Nossa, Mel!
    Eu amei esse livro e como ele nos abre os olhos para vários comportamentos que temos com nossos trabalhos.
    Também faço isso de meio que não dá muita importancia ao falar sobre ele para outras pessoas. Lá no meu trabalho quando os alunos descobrem que eu tenho blog e canal eu fico toda envoergonhada quando alguém fala que viu e faz algum comentário.
    Estamos trabalhando para melhorar isso.
    Você sabia que lembrei de você quando li a parte dos créditos.
    Essa questão de direito autorial e do crédito ao trabalho ainda será um grande problema por algum tempo, mas achei maravilhoso e ele ter tocado nesse assunto de forma direta e bem incisiva.

    Já estou animada para a leitura do livro do mês que vêm. Adorei a indicação porque vou poder finalmente tirar a minha edição autografada de Simon e Agenda HomoSapiens da estante.

    Mil beijos

    • Melina

      Eu também amei muito o quanto esse livro é inspirador, chuchu ♥
      Isso que nós fazemos de diminuir o nosso trabalho é tão triste, né? Mas o primeiro passo nós já demos: reconhecer esse comportamento e nos esforçarmos para mudá-lo :)
      Fiquei feliz que lembrou de mim na parte em que o Austin falou sobre créditos ♥ quando eu vi que ele abordava isso no livro eu quase saí pulando haha
      COMO ASSIM EDIÇÃO AUTOGRAFADA? menina! Que sonho ♥
      :*

  • Duda Fassina

    Adorei Mel! Esse livro foibem instrutivo e interessante para mim, quero muito ler Roube como um Artista. Não preciso falar que amei as fotos (que estão sempre lindas) e que estou beeem ansiosa para ler oS livroS de março <3

    Beijos, Duda <3

    • Melina

      Yay! Fiquei muito feliz em saber que gostou do livro, da resenha e que se animou pra ler o outro livro do autor ♥
      Ah e mais feliz ainda por saber que se animou com as leituras de março *-* tô empolgada também ♥
      :*

  • Anne Rios

    Ahhh, não consegui me organizar para ler o livro do mês, me desculpe. Até tinha me inscrito…
    Um pouco diferente de você, eu realmento prefiro trabalhar o meu blog mais na surdinha. Coisa de artista?, pode ser.
    [tem uma cena no filme Only Lovers Left Alive que resume bem porque prefiro assim]
    Mas não tenha vergonha não, se ficar conhecida é seu objetivo. :)

    Tenho esses dois livros do Austin no meu Kobo, e já estou me organizando para ler. Com certeza vai ser um investimento do meu tempo.
    E obrigada por me lembrar de como esses dois livros são importantes.

    • Melina

      Imagina, chuchu ♥ não precisa pedir desculpas :) espero que você consiga ler esse livro um dia porque foi uma leitura muito rica e que acrescentou muito pra mim ♥ além disso, muitas pessoas do clube falaram que amaram o livro *-* fiquei tão feliz!

      Hum…nunca assisti a esse filme (pelo menos não tô lembrada) e fiquei curiosa para assistir e descobrir qual é a cena que você menciona :)

      Bom, não é que ficar conhecida seja o meu objetivo. Meu objetivo é trazer um conteúdo de qualidade e que afete positivamente a vida das pessoas ♥ e, claro, quanto mais pessoas conhecerem meu trabalho, melhor :)

      :* e obrigada por estar sempre comentando por aqui ♥

  • Loow Invernissi

    Que texto lindo ♡
    Fiquei com muita vontade de ler o livro, já sou uma fã dos primeiros, que por sinal conheci aqui, agora tenho certeza que serei desse terceiro também.

    Aprecio muito leituras que ajudam a gente a valorizar o nosso trabalho, a produzir sempre mais e etc… Teu texto fez eu me apaixonar ainda mais pelo trabalho do Austin ♡

    Seu trabalho é lindo, não tenha medo de mostra-lo ao mundo ♡

    Beijo, grande 😘

    • Melina

      Muito obrigada, chuchu ♥ fiquei tão feliz com o seu comentário e por saber que se animou pra ler o livro :D
      E muitíssimo obrigada pelo carinho e apoio em relação ao meu trabalho ♥
      :*

  • Jéssica Mendes

    Oi Mel, estou participando do clube do livro e fiquei super animada com a ideia, espero consegui participar o ano todo. Enfim, consegui ler o livro desse mês e mesmo não tendo nenhum trabalho artístico ou relacionado a conteúdos de blogs e redes sociais achei o livro super relevante. Dá para aplicar muitas das ideia do Austin no nosso dia a dia, amei a ideia de ler orbituários todos os dias haha e também sobre como devemos ter sempre conosco o lado amador, porque isso nos dá coragem de ir atrás do que você quer fazer sem medo de errar. Gostei muito da sua resenha e dos pontos que você focou, concordo muito com você e com o Austin também, qualidade é algo muito mais importante do que número, certo? Do que adianta ter mil seguidores se 90% deles nem sequer interagem com você. O que faz um trabalho crescer é justamente a interação entre o artista e o espectador. Pena que nem todos veem assim, né? Enfim, agora vamos para o livro de março yaaay amei a escolha mal posso esperar para começar a leitura.

    • Melina

      Oi, chuchu ♥ muito feliz por saber que você está participando do clube, gostou do primeiro livro e se animou com os de março *-*
      Eu amei essa parte do livro em que o Austin fala sobre não ter medo de ser amador. Quase que destaquei ela no post também, mas fiquei com receio de deixar ele muito grande :P
      Isso que ele falou é muito verdade porque muitas vezes, quando nos tornamos bons e reconhecidos em algo, parece que o medo de inovar fica mais forte, sabe? É tão esquisito…
      Muito obrigada pelo comentário e boa leitura *-*
      :*

  • Fernanda

    Ahh amei essa resenha, esse livro tá na minha wishlist da Amazon! :)
    Mel, eu tb sou pésima em falar do meu trabalho e sempre diminuia ele. Nem sei quantas vezes eu levei beliscões do Mauricio cada vez que eu falava algo depreciativo sobre o q eu faço! hahah sério! Ele diz que esse é meu castigo. Na verdade tá dando certo pq já melhorei muito! Afinal, quem gosta de levar beliscão né? hahahaha bjoooo

    • Melina

      Feliz que gostou da resenha, Fefis ♥
      Seu trabalho é tão lindo *-* ainda bem que o Maurício tá por perto pronto para dar um beliscão caso você diga o contrário hehe (ri imaginando a cena)
      Saudade, chuchu :*

  • Claudia Hi

    Adorei esse livro. Eu também fui (talvez ainda seja) assim em relação ao blog. Não falava com ninguém sobre isso. Tanto que depois de 5 anos, tinha uma prima que ainda não sabia que eu tinha um blog haha

    Mas outra coisa que estou tentando fazer é me abrir mais. Falar abertamente sobre meus sentimentos e sobre o que eu acho em relação a qualquer assunto. Mesmo que eu seja julgada.

    Obrigada por sempre inspirar a gente a ser melhor Mel! ♥

    • Melina

      Esse livro é incrível ♥ tô feliz por saber que muitas pessoas gostaram dele :)
      Seu blog é tão fofo, chuchu ♥ fico feliz que está tentando se abrir mais. Guardar tudo para nós mesmos não é bom e acaba afetando o nosso corpo e a nossa mente muito mais do que nós imaginamos :x

      Obrigada por sempre deixar comentários fofos e me incentivar a continuar com o meu trabalho ♥ sou muito grata por ter você me acompanhando :D

  • Thais

    Oi Mel!

    Estava ansiosa para ler as resenhas, também sou do Infinistante e o meu link não saiu :( deve ser um dos que vocês disseram que deu erro! Agora estou lendo as resenhas de quem eu consigo, comecei pela de vocês, e é incrível como cada pessoa se apega em um aspecto, e não em outro!

    Como vocÊ, adorei a questão dos tópicos e também do estilo meio “anotações/esquema”, parece coisa de aula, eu usava muito isso pra memorizar nos estudos! E achei o livro extremamente interessante, nos chama pra sair fazendo o que queremos e a valorizar isso que fazemos!

    Saiba que sou uma leitora fantasminha que adora o seu blogue, prefere esse formato ao invés de outros, mas estou me empenhando em participar mais, escrever mais também (no meu) e a ler mais!

    A minha resenha ficou nesse link aqui ó:

    https://melhorqueperfeito.com.br/2018/02/26/livro-mostre-seu-trabalho/

    Beijos

    • Melina

      Oi, chuchu :)
      Aaah poxa vida >< tiveram alguns links que vieram quebrados e que não conseguimos compartilhar :/ mas ainda bem que você compartilhou ele por aqui :) vou conferir sua resenha ♥ (ok, na verdade interrompi minha resposta por aqui e acabei de conferir ela hehe) Muito obrigada, fantasminha, por aparecer e deixar umas palavras fofas e queridas de incentivo pra mim ♥ fiquei feliz :D :*

  • Aline Rodrigues de Oliveira

    Post lindo e maravilhoso Mel… vc é incrível no que faz. Houve uma época que eu lia muito, hoje em dia não leio tanto, mas nessa época escrevia algumas coisas mas tinha vergonha e acabava me desfazendo de tudo. Esse post me motivou. Obrigado por espalhar amor pra gente. Parabéns pelo excelente trabalho 👏😍

    • Melina

      Que alegria ler isso, chuchu ♥
      Muito feliz em saber que esse post te motivou *-*
      Muito obrigada pelo carinho, viu? ♥ :*

  • Melissa

    Mel, eu gosto muito do seu trabalho, normalmente me encontro procastinando no trabalho para ler seu conteudo hahaha, você me motivou muito a voltar a ler e fazer parte do Infinistante, mesmo que de forma fanstasma, é algo muito motivador, inclusive para começar a escrever resenhas e tudo mais. Muito obrigada por nunca ter desistido de continuar.

    • Melina

      Hahaha adorei o “normalmente me encontro procastinando no trabalho para ler seu conteudo” ♥ prometo continuar me dedicando para produzir conteúdos de qualidade e que possam inspirar pessoas como você :D
      Feliz em saber que gosta do meu trabalho *-* isso é tão motivador ♥
      E feliz também por você estar fazendo parte do Infinistante :D
      :* e obrigada pelo carinho

  • Paula Motta

    Olá Mel,

    Amei o post, ansiosa pela primeira leitura do Clube, estou inscrita desde que vc falou do projeto pela primeira vez.
    Amei ainda mais a temática, acredito que me encaixo nela, pq tenho medo de iniciar as coisas sabe, desde 2015/2016 tenho um “projeto pessoal” pra ganhar uma renda extra, no qual já até investi dinherio fazendo cursos, mas não sai da minha caixola, travo .. Fico triste as vezes pq poderia estar contribuindo em casa com isso, o que ganho no trabalho hoje, paga somente meus custos com a Faculdade (mensalidade, transporte, livros, cópias, etc) .. Quem sabe a leitura e os feedbacks dos outrsos participantes, não sejam o empurrãozinho que preciso.
    Obrigada por sempre postar Amorzices (esse é outro projeto eu sei rsrs).

    ps: Preciso ficar menos fantasminha aqui :)

    • Melina

      Oi, chuchu ♥

      Fiquei muito feliz em saber que gostou do post e que faz parte do Infinistante *-*
      Eu entendo perfeitamente esse seu medo e estou torcendo muito para que você consiga encontrar aqui nessa resenha, na resenha dos outros participantes e também nos comentários, o empurrãozinho que faltava pra você tirar esse projeto da caixola ;) aproveita o momento ♥

      Obrigada pelo carinho ♥ amo quando fantasminhas resolvem aparecer nos comentários *-*
      :*

  • Aninha

    O Infinistante só tá começando e já chegou quebrando barreiras com esse livro. Foi um ÓTIMO começo essa leitura, muito obrigada! Eu conhecia o autor pelo “Roube como um artista” mas como não acompanhei as novidades, nem sabia desse outro livro. Adorei tanto lê-lo! Como você disse, ficou até difícil resumir tudo em uma resenha pois é de tremendamente indicad que todos que produzem conteúdo online leiam as 215 páginas.
    Ah! E dá rpa ver que as três estão felizinhas com seus novos projetos. Tá tão inspirador, meninas. :))

    • Melina

      Eu acho que nenhum outro livro teria me deixado tão feliz para começar esse projeto, sabe? Eu achei a leitura dele tão rica e tão importante que fiquei extremamente feliz por termos começados o Infinistante com essa leitura coletiva ♥
      Muitíssimo obrigada pelo feedback, chuchu :D
      :*

  • Camila Cunha

    Esses livros são demais né!
    Estou no clube de vocês, mas não consegui ler esse :( para não passar em branco eu li o Roube como um artista, que eu já tinha, e assim me senti parte do clube sem estar lendo o mesmo livro haha!
    Amei o livro e as dicas dele são tão reais e diretas, podemos seguir elas na mesma hora, não tem um preparo, gastos e etc. Amei isso!
    Quanto ao que você disse de desencorajar as pessoas a ver o seu trabalho, quando eu tinha um blog eu escondia das pessoas que eu conhecia, haha! Tinha vergonha deles me acharem boba, hehe! ¯\_(ツ)_/¯

    Futuramente vou ler esse também, amei as resenhas do email e fiquei bem animada.
    Esse mês eu vou participar lendo um dos livros que vocês mandaram :)

    :*

    • Melina

      Aaaah sua fofa ♥ feliz que deu um jeitinho de participar do clube lendo o Roube como um artista :) eu também li esse livro em fevereiro então é como se tivéssemos feito essa leitura juntas hehe
      O pessoal do clube fez várias resenhas incríveis! Já li algumas :)
      E fiquei feliz em saber que escolheu um dos livros de março pra ler com a gente *-* qual deles será?
      :* e muito obrigada por todo carinho, chuchu!

      ps: se você voltar com seu blog, nada de continuar escondendo ele, heim?! hehe

  • Larissa Zorzenone

    Oi Mel
    Eu tenho muita vontade de ler Roube como um artista, mas ainda não tive a chacne. Ambos parecem livros muito legais. Adoro esse tipo de leitura que ao memso tempo que é rápida, dá pra reflitir sobre muita coisa. Dica mais que anotada.

    Vidas em Preto e Branco

    • Melina

      Oi, chuchu ♥
      Quando você tiver a oportunidade de ler qualquer um desses livros do autor (ou até mesmo os dois livros), você vai amar ♥ acho que todo mundo que trabalha com produção de conteúdo ou arte deveria ler :)
      :* e um final de semana lindo pra você ♥

  • Malena Flores

    Eu amo esse livro e vira e mexe acabo citando e recomendando ele no meu blog. Ele rompeu as tampas dos meus olhos para enxergar muitas coisas em relação ao meu trabalho. Todas as pessoas que trabalham por conta própria deveriam ler esse livro, leitura obrigatória. Feliz de você trazer o Austin pra cá. <3

    • Melina

      Malena querida ♥ que alegria ver você por aqui *-*
      Eu amei esse livro e concordo com o que você disse: todo mundo que trabalha por conta própria deveria ler ele :)
      :* e obrigada por ter passado por aqui ♥ sou sua fã!

  • Dai Castro

    Estava ansiosa para acompanhar esse projetinho de leitura! Eu achei a proposta do livro bem interessante, acho que ele destaca alguns pontos bem importantes com dicas que nos ajudam a promover de um jeito saudável o nosso trabalho. Realmente números são importantes para alguns tipos de parceria e até para aumentar o alcance de público, ou seja, fazer o nosso conteúdo chegar a mais pessoas, mas o mais importante é o engajamento verdadeiro gerado atráves desse público, acho que esse deve ser o foco na hora de divulgar. Eu também tenho alguns problemas em admitir para algumas pessoas que tenho um blog, mas nessa questão já evolui bastante e hoje tento controlar mais a minha vergonha sobre isso (o que é uma tremenda bobagem, né?)! Enquanto isso a gente segue produzindo um conteúdo que a gente coloca todo o carinho, acho que as pessoas percebem isso e dão mais valor ao nosso trabalho! Um beijo!
    Colorindo Nuvens

    • Melina

      Espero que tenha gostado de acompanhar esse primeiro mês do Infinistante ♥ estamos muito animadas para os próximos *-*
      Muito obrigada por compartilhar aqui nos comentários seus pensamentos em relação ao livro e aos pontos trabalhados ♥
      Acabei de passar no seu blog e amei o post que fez para inaugurar março *-* dicas lindas!
      :*

  • Emilly Elizabeth Custódio

    Ooi Mel! Amei a resenha! Identifiquei e concordei com tudo que você falou, principalmente na parte de se sentir insegura com seu trabalho e tals.. eu faço a mesma coisa de inferiorizar o que eu faço com o meu blog/canal e é horrível, principalmente pq to no comecinho. Mas o livro ajudou muito! Estou adorando participar do Infinistante <3 Ansiosa para as próximas leituras!
    xoxo <3

  • Mari Brusetti

    Nossa, eu faço a mesma coisa de não saber me promover. Não saber compartilhar o meu conteúdo, tanto pessoal quanto profissional. E esse livro foi um tapa de realidade. Eu precisei ler muitas daquelas linhas para respirar fundo e pensar qu eu preciso sim compartilhar com todos o que faço. Adorei a sua resenha Mel (sou uma das leitoras fantasminhas, te acompanho desde 2015 msa nunca fiz um comentario sequer, hahahaha). Ficou ótimo e com certeza inspira mais pessoas a ler o livro.

  • Isabelle Brum e Silva

    Amei o post e o livro <3
    Tenho muita dificuldade em divulgar meu trabalho, então acho que esse livro irá me ajudar bastante. Espero poder ler em breve ^-^
    Obrigada por divulgar este livro com sua opinião sincerra e parabéns pelo seu trabalho com o blog e o canal (belíssimo, por sinal).

  • giovanna dantas

    que livro lindo! ameiii a resenha!
    mudando de assunto… ainda nao recebi qual vai ser o livro de março

  • Barbara Sá

    Oi, Mel.
    Ainda não consegui participar de nenhuma das leituras do clube, mas ando recebendo todos os e-mails direitinhos. Como já comentei no post mais recente, estou tentando me adaptar a nova rotina de trabalhar em casa. É o primeiro ano que estou me dedicando exclusivamente a isso e observando esse post vejo algo de interessante. Quando eu trabalha no Poder Judiciário e com o blog e camal, sempre que me perguntavam a profissão eu respondia sobre o Poder Judiciário. Já quando essa pergunta, sobre mim, era destinada ao meu namorado ele respondia sobre o blog o canal, e ele respondia isso com um orgulho na voz, sabe? Pura admiração. Daí eu comecei a me questionar se eu não tinha orgulho e/ou amdiração pelo meu trabalho. Acho que mesmo amando o que faço e considerando sim um trabalho, foi ele quem me abriu os olhos para a forma como eu devo me apresentar e apresentar meu conteúdo.
    Um outro ponto que eu me bato atualmente é que, trabalhando com o blog e o canal é muito óbvio que eu preciso dos publis para viver, mas eu tenho vergonha de oferecer os serviços. Por mais que eu tenha uma ideia bem bacana que pode gerar uma ação legal para um editora ou marca, fica insegura de apresentar, me sinto inferior aos profissionais com os quais essas editoras ou marcas já trabalham. Eu mentalmente me diminuo nessa minha teia de medos. Sei lá, complexo!
    Já coloquei os livros na minha wishlist e estou ansiosa para poder ler um dos livros com vocês em breve.
    Super beijo, Barb 💛

  • Mariana

    Que texto lindo Mel, adorei o livro também. Vou comprar.

  • Deivy

    Eu amei a resenha, todos os pontos que fez questão em destacar me deram um clarão na mente e me fez refletir comigo mesmo sobre muitas coisas que venho fazendo em relação ao meu bloguinho. Te entendo em relação a ‘vergonha’ na hora de divulgar a propria arte, o proprio conteúdo que produz pra internet, fiz isto nessa sexta e ‘enrrolei’ a pessoa o quanto pude para que ela esquecesse de me cobrar o link do meu blog e não viesse a conhecer, e consegui, depois me deparei com todo esforço que tenho para conquistar pessoas e vi que o meu erro não está somente na internet, mas em toda maneira de divulgação que recebo oportunidade e descarto sem muito esforço – ou não – por apenas me intimidar com pessoas que só querem me conhecer mais, e quem sabe, me apoiar mais.

    Amei a resenha!
    Beijos do Deivy.
    http://www.blogdodeivy.blogspot.com

  • Lidiane Soares

    Faz tempo que venho procurando esse livro para vender e infelizmente está sempre em falta. Isso de rebaixar nosso trabalho, meu deus eu sou EXATAMENTE assim haha sempre acho que não está bom o suficiente e não sei dar o devido valor para ele, o que acaba me desmotivando em diversos sentidos. Não vejo a hora de comprar!

Deixe seu comentário

Instagram

  • (no insta de vocês o número de likes já sumiu?) • o que fica na mesinha do lado da cama de vocês? Na minha tem livros, cremes, nintendo 3ds, flags pra marcar livros, meu e-reader, spray de travesseiro... e agora tem essa criaturinha (que é um segura-vela) que comprei no @o.bestiario ♡
  • essa foto não é de hoje, mas quem viu os vídeos que liberei essa semana no canal talvez reconheça de que dia é ☺️ tô postando só pra desejar um restinho de domingo lindo e pra agradecer todo o carinho que vocês me dão por aqui e no canal (liberei vídeo novo agorinha). Obrigada por me acompanharem e me incentivarem a continuar compartilhando uma parte de mim e da minha vida com vocês 🥰
  • livros físicos ou digitais? Eu amo os dois formatos ♡ hoje em dia acabo optando pela versão física quando a edição traz algumas experiências diferenciadas (arte, textura etc.) ou quando é um livro que sei que vou querer rabiscar/estudar 🤓 acabei de liberar um vlog novo e bem aconchegante no canal (link na bio). Espero que vocês gostem 🙃 #maratonadokindle
  • Qual a sua época favorita do ano? A minha é outono/inverno (novidade hehe) e quando as cerejeiras começam a nascer tenho que me controlar pra não tirar fotos todos os dias ♡ hoje fiz algumas com esse bordado lindo que ganhei de presente do @hasegawaphoto 😍♥️ (obrigada de novo pela surpresa e pelo presente, amorzin)
  • hoje o dia começou com 9°C (com mínima prevista de -1°C ♡) e com uma caixa com presentes lindos enviados pela querida @de_interna_a_residente 🥰 agora tenho um funko do Kevin pra me deixar ainda mais em clima natalino ✨ (obrigada de novo pela surpresa, chuchu! Amei). Como está sendo o dia de vocês? Fiz um convite no ~vídeo extra~ que acabei de liberar no canal (o link está na bio aqui do insta) 🥰
  • Vocês ficam com vergonha ou ficam de boa quando estão sendo fotografados? Eu sempre fico muito envergonhada 😳 Há alguns dias tive a felicidade de conhecer pessoalmente e ser fotografada pela querida e talentosa @paulaciprianoph ♡ e hoje recebi as fotos! Essa aí é uma delas e foi feita em um dos cantinhos da @borealisplantas lá no @botaniquecafe 😌 obrigada pela tarde divertida, nostálgica e com fotos lindas. Amei conhecer você e o @samulionis @oimidori ♡ voltem logo!

instagram