INSPIRAÇÃO Looks

BLACK & A LITTLE BIT OF WHITE

Essa playlist foi feita em parceria com a maravilhosa Tutu Sapatilhas. Compartilhamos nos Stories lá no insta (@tutusapatilhas) – vocês já estão seguindo, né? – e eu resolvi incluir aqui no post porque sei que muitas pessoas não conseguem acompanhar os Stories diariamente. A playlist é um mix de músicas francesas e nacionais. Ah, eventualmente pode ser que surjam músicas novas nela ;)

Quando estava me arrumando pra sair de casa nesse dia, não conferi a previsão no app do celular e nem abri a janela do meu quarto pra verificar como estava temperatura. Escolhi a roupa com base em como me vesti e me senti confortável nos dias anteriores (afinal esse inverno está meio bizarro por aqui). Isso foi um grande erro (hehe) quando saí de casa – levemente atrasada – quase morri de susto quando senti os mais ou menos 8ºC que estava fazendo. Fiz o que tinha que fazer na rua, tirei as fotos, voltei pra casa, tomei um banho quentinho e me cobri com algumas camadas de roupas para compensar.

Essas fotos me lembraram esse look aqui que a Shalon (saudade, bff!) fotografou em Paris. Estava tão frio quanto nesse dia aí (na verdade estava ainda mais frio) e, quando a Shalon perguntou se eu topava tirar o casaco pra fazer as fotos, nem pensei duas vezes. Lembro dela falando algo como “Melanie, você nem faz cara de que tá morrendo de frio. É uma ótima modelo” hehe. O frio eu sou ótima em disfarçar, mas o calor ainda preciso treinar bastante :P quem mais é assim? Vocês se sentem mais confortáveis em quais estações?

Obrigada por tudo, pessoal!

xoxo

 

nenhum comentário + Comentários pelo Facebook
Post Anterior
agosto 10, 2018

Deixe seu comentário

Instagram

  • quem quer ganhar um exemplar da edição brasileira de Nimona? 🖤
Como prometi, vou sortear alguns livros nas próximas semanas para vocês que acompanham o @teawithmel ☺️
Para concorrer, basta comentar nessa foto falando que quer o livro (e seguir meu perfil, é claro!) 🖤
Resultado: domingo, dia 19/08 🙃
  • depois de alguns dias sem aparecer por aqui, vim agradecer todo carinho que recebi de vocês esses dias em que estive na bienal 🖤 muito obrigada por tudo, pessoal! E muito obrigada por todos os comentários na foto anterior 😍 estou animada para mostrar mais do meu caderno pra vocês 🙃 • Onde vocês estão nesse exato momento? Eu tô no meu quarto sentada na minha mesa me preparando pra estudar um pouco de japonês 🤓
  • depois de ficar muito frustrada com a minha moleskine comprei um @ciceropapelaria e comecei um novo caderno de memórias, inspiração etc ☺️ tô feliz! Vocês gostariam que eu fizesse um post e/ou vídeo falando sobre ele?
  • atenção você que quer escrever melhor 📝 no post novo lá no blog, uma das dicas que dei foi investir no C.R.I.E., um curso de redação intensiva para escritores criado e ministrado pelo meu amigo Fábio M. Barreto ☺️ no post também tem um cupom de R$200,00 de desconto pra vocês 😱 passem lá e divulgem pros amigos que querem/precisam escrever melhor 🖤 • publi
  • Quem já conferiu o post novo no blog? (Link na bio) 🖤 ontem respondi mais de 50 comentários que vocês deixaram nos posts anteriores e já já vou responder mais ☺️ obrigada por todo carinho que vocês me dão 🖤 • qual o maior sonho que vocês gostariam de realizar ainda esse ano? ✨
  • acabei de liberar um post novo no blog com 3 dicas bem legais (link na bio) 🖤 • esse livro chamou minha atenção pela capa e pelo título (amei!), mas depois que vi a sinopse fiquei ainda mais interessada. A narradora é uma mulher “magra, loira, com um apartamento incrível em NY e que parece ter tudo” que tem depressão. Acho muito importante trazer personagens assim na literatura e no cinema porque depressão não é frescura e qualquer pessoa pode sofrer com ela independente da “classe e status social”. Espero que alguma editora goste dessa sinopse e traga o livro pro Brasil. Quem aí se interessou por ele? Ou quem aí também se interessa primeiro pela capa/título? ☺️

instagram