LIVROS

PRA AQUECER O CORAÇÃO: ME CONTA SUA HISTÓRIA?

Felizmente eu e mainha sempre tivemos um relacionamento bem próximo. Sempre gostei de ouvir suas histórias sobre como era sua vida antes da existência dos seus filhos e de relembrar coisas que vivemos juntas. Não é nenhuma novidade que sou muito nostálgica então sempre que surgia um momento “lembra quando…?” ou “quando eu tinha a sua idade…”, sentia aquele famoso quentinho no coração. Momentos assim são sempre especiais.

Meus pais e meu irmão mais velho são de Salvador, mas antes mesmo do meu nascimento eles se mudaram (eu nasci no Rio, meu irmão mais novo em Campinas e, desde 1991, moramos aqui em Curitiba), então nunca tive aquela experiência de tomar café na casa das minhas avós depois da aula, sair com os primos etc. Apesar disso, minhas avós e meus avôs sempre se mantiveram presentes em nossas vidas ligando, mandando cartas e, principalmente, vindo nos visitar durante férias, aniversários ou final de ano.

Quando fiquei sabendo da existência da série Tesouros de Família, na mesma hora meus olhos brilharam. E, no dia em que recebi aqui em casa os dois volumes que já foram lançados, fiquei imaginando o quando seria maravilhoso poder presentear mainha e minhas avós com eles.

A ideia é simples, mas muito especial. Esse livro é, na verdade, um journal onde nossas mães e avós irão contar suas histórias para nós, respondendo perguntas, colando fotos e outras lembranças. É, realmente, um tesouro.

O que acho mais especial nessa série é o fato dela eternizar histórias de pessoas que são muito importantes para nós e que são responsáveis pela nossa existência. Sem contar que esse o processo de escrita e preenchimento das páginas, com certeza vai mostrar para elas o quanto são incríveis.

O livro Mãe, me conta sua história? é dividido em quatro partes: me fale sobre sua infância e sobre como você cresceu; me fale sobre o amor e sobre ser mãe; me fale sobre seus hobbies; me fale sobre quem você se tornou. Cada uma dessas partes é dividida em tópicos e, cada tópico, traz várias questões envolvendo a vida da mãe com e sem os filhos.

Apesar de já conhecer várias histórias da “vida anterior” de mainha, sei que nem todo mundo tem esse tipo de conversar e esse livro é uma ótima forma de abrir espaço para isso. Sem contar que tenho certeza de que, quando esse livro voltar preenchido para minhas mãos, vou conhecer muitas outras coisas incríveis sobre ela (mainha, você é maravilhosa!).

O livro Vó, me conta sua história? é dividido em cinco partes: me fale sobre sua infância e sobre como você cresceu; me fale sobre o amor e sobre ser avó; me fale sobre seus hobbies; me fale sobre quem você se tornou; agora fale sobre nós dois. Assim como o livro focado na história da mãe, esse aí também tem cada uma das partes dividida em tópicos e cada tópico traz várias questões.

Como disse no começo do post, minhas avós sempre se mantiveram presentes na vida dos netos apesar da distância geográfica que, naquela época, era ainda maior (hoje em dia é bem mais fácil ir pra Salvador do que quando era criança).

Tenhos várias lembranças de histórias que elas me contaram sobre como era o mundo quando elas tinham a minha idade (quem aí também imaginava em preto e branco as histórias contadas pelas avós?), mas volta e meia fico pensando que queria ter perguntado mais.

Hoje não tenho como presenteá-las (e me presentear) com esse livro, mas tenho certeza de que ambas iriam adorar ter tido a oportunidade de preenchê-los. As duas amavam escrever cartas (tenho todas guardadas) e a vó Tunica amava tirar fotos.

Esse livro é um presente maravilhoso para ser dado a qualquer momento, mas confesso que essa época do ano parece tornar ele ainda mais especial. Só de pensar nisso já imagino como seria sentar ao lado de mainha e das minhas avós (saudade!) com vários álbuns cheios de fotos antigas e escutá-las contando as histórias por trás de cada foto e lembrança.

Mesmo que a ideia seja preencher o livro e depois devolvê-lo para que filhos/netos leiam, podemos aproveitar as perguntas e os sentimentos que ele traz para conversar sobre o assunto. Esse tipo de conversa é tão especial. Guardo as lembranças que tenho desses momentos com muito carinho.

Se você ainda não é mãe e/ou avó, mas sabe que isso vai acontecer algum dia (ou está começando a acontecer), pode começar a preencher o livro para presentear seus filhos/netos quando eles forem um pouquinho mais velhos. Pode parecer meio cedo, mas não é. Vai ser como se você estivesse escrevendo um diário pra você (ou uma autobiografia). Só não vai poder preencher já aquelas perguntas que envolvem filhos/netos.

Será uma experiência muito legal tanto pra você, que vai ter um momento nostalgia quando for escrever sobre seu passado (e sobre seu presente), quanto pra quem receber esse livro cheio de lembranças.

Fico imaginando como seria ter recebido um livro assim em algum aniversário. Acho que teria feito uma caixinha especial pra ele pra guardar no meu “super” esconderijo hehe :)

VÍDEO

Falei um pouquinho sobre esses livros e sobre minha relação com mainha e com minhas avós lá no Tea With Mel. O vídeo é curtinho então espero que vocês consigam um tempinho pra assistir.

Tesouros de família são livros para guardar em um lugar especial na estante ou do lado da cama, pra ter aquela dose extra de quentinho no coração sempre por perto. Espero que vocês tenham gostado dessa dica e que muitas mamães e vovós tenham a oportunidade de preencher essas páginas.

Obrigada por tudo, pessoal!

xoxo

ps: obrigada, Editora Sextante, por lançar essas lindezas aqui no Brasil e por apoiar meu trabalho patrocinando esse post. Como sempre, minhas opiniões são sinceras e só aceito anunciar marcas e produtos que realmente amo e indico.

12 Comentários + Comentários pelo Facebook
Post Anterior
novembro 21, 2018
Próximo post
novembro 21, 2018
  • Clayci Oliveira

    Que coisa mais linda <3
    Minha vó não conseguiria mais preencher a história, mas gostaria de presenteá-la mesmo assim para colarmos nossas fotos.
    E com ctza irei providenciar um para a minha mãe. Achei demais a proposta do livro =D
    Por aqui nossas memórias são em fotos e vhs rs será legal escrever tbm

    Lindas fotos
    Beijos

  • Garota de Personalidades

    Estou encantada com a proposta desses livros!
    Gostei muito e vou guardar essa ideia como forma de presentear em algum momento.
    Eu amo momentos nostálgicos ❤
    As fotos ficaram tão incríveis. Foi legal ficar olhando as fotografia nas fotos, hehe.
    Abraços!

  • Erika Murito

    Mel, amei! Eu definitivamente poderia falar disso em todos os posts do seu blog, mas esse deu aquele quentinho no coração, sabe? A minha relação com a minha avó é muito forte e eu sinto que esse seria um presente incrível para guardar quando ela não estiver mais comigo (em um futuro bem bem bem distante hehe). Obrigada por compartilhar e tenho certeza que qualquer mãe ficaria imensamente feliz em deixar registrada a sua vida para os filhos!
    Beijos, espelho do Reino

  • Karina Dias

    Oi Mel!
    Poxa, que fofos esse livros, eu achei demais! Eu adoraria ter presenteado minha avó com um desses, ela tinha várias fotos e histórias pra contar, tenho certeza que teria adorado. Infelizmente vovó já se foi, mas as lembranças boas ficaram.
    Pensei agora em presentear minha mãe e minha irmã (que já é mãe) com eles. Honestamente esse hábito de escrever e guardar coisas que trazem lembranças é muito mais meu do que delas, mas quem sabe né, poderia trazer história e momentos muito bons ^^

    Obrigada pelo post lindo, é realmente de aquecer o coração! <3

  • Isabela

    Que coisa linda! Obrigada por ser uma inspiração!

    Acho a ideia de contar histórias muito linda, sempre faço perguntas assim para minha avó e minha mãe, e espero um dia poder contar todas as minhas histórias para os meus filhos também! Na verdade, toda vez que acontece algo de bom comigo eu já me imagino contando a história para minhas crianças no futuro! hahaha

    Continue postando, Mel! ♥♥♥

  • Anne Rios

    Nesse post você conseguiu passar muito mais a sensação de quentinho no coração sobre esses livros, acho que por causa das fotos que você fez [minha preferida foi a ultima, hehe].

    Quando eu era pequena, minha bisa contava histórias sobre a sua infância. Como quando a mãe dela fugia de lobsomen no interior da Bahia, por exemplo. Eu sabia que era uma história inventada, mas minha bisa tinha certeza absoluta de que a mãe dela tinha passado por essas aventura, rs. Eu queria poder lembrar mais coisas como essa.
    Se eu tivesse tido um livro desses… Editora Sextante, por que vocês não trouxeram esse livro 20 anos atrás?

    Ah!, quase me esqueço de desejar uma ótima viagem [queremos fotos, rs] e um bom descanso.
    Até loguinho =*

    ps: imagino se você vai ler esse comentário já em terras canadenses

  • Larissa Zorzenone

    Oi Melzinha
    Enquanto eu lia seu post, eu fiquei pensando: Cara, seira incrível preencher esse livro e depois dar pro Miguel quando ele tiver, sei lá, 18 anos. Vou ver se encontro o livro em uma romoção bacana e farei isso. Uma pena que você não possa pedir para suas avós preencherem. Eu sou muito abençoada por ter três dos meus avós ainda vivos (o único avó que já faleceu, vó Paulo, eu nem cheguei a conhecer). Eu sempre fui muito apegada a meus avós e continuo sendo. Também sempre fui muito ligada em minha mãe, mas sempre tem aquela história incrível sobre elas que a gente não sabe, né?
    Obrigada por esse post super amor. Um beijo.

    Vidas em Preto e Branco

  • Ianê Arantes

    Amei demaisssss! Já quero presentear minha mami com esse livro. Amo demais ouvir histórias dos meus familiares, precisamos de um livro desse para cada familiar. Hehehe

  • Maria

    Ai, cara! Perfeito! Acabei de encontrar o presente de natal da minha mãe, vai ser esse livro com certeza… ela conversa muito comigo sobre o desejo de começar a escrever sem saber por onde, lê muito e fica elogiando as escritoras, mas acho que falta esse incentivo. Fora que a gente sempre gosta de passar o natal abrindo os álbuns antigos e contando história, tem tudo a ver. Só queria ter visto ele por dentro antes de pedir na internet, mas esse post já ajudou bastante :)

  • Monique

    Lindo esses livros. Com certeza deve ser emocionante ler depois. Infelizmente minhas duas vó nunca aprenderam a escrever o suficiente para usar. Mas uma das minhas vós sempre me conta o quão emocionada ficou, depois de aposentada que voltou a estudar e aprendeu a assinar o seu nome, que nem isso sabia. Tesouros da família são realmente preciosos e esses livros só vem à acrescentar.

  • zosia

    Aiiii que fofura!! Quem dera que aqui em Portugal também houvesse em Português. Infelizmente, o meu avô faleceu recentemente e isso fez-me perceber o quão pouco sei do passado dele e fez-me pensar muito em andar pela família a recolher histórias; no outro dia perguntei a minha mãe como ela conheceu o meu pai e foi um mimo saber isso.
    Acho que vou encomendar a versão inglesa de qualquer das formas, para o Natal. Que lindo mesmo!

  • Raisa - Letra & Café

    É mesmo muito especial dividir esses momentos com pessoas que amamamos! Adorei a ideia dos livros 💕 lindo post!

Deixe seu comentário

Instagram

  • que saudade do friozinho, da neve, das bebidas natalinas do #starbuckscanada e do clima de “estou dentro de um filme de natal” com o @hasegawaphoto lá em Toronto ♥️ 🇨🇦 • se vocês pudesse ir pra qualquer lugar do mundo agora, para onde iriam? Um lugar quente ou frio? Aqui no Brasil ou em outro país?
  • o primeiro vinil natalino e colorido a gente nunca esquece 😌 alguém aí também coleciona discos? E quem aí também é fã do #CharlieBrown e sua turma? Ah, liberei um post novo no blog (link na bio) ✨ alguém adivinha sobre o que?
  • quando voltei pro Brasil tinha uma caixinha da intrínsecos me esperando 🖤 queria aproveitar pra compartilhar com vocês uma coisa que me deixou muito feliz: a @intrinseca me contratou para fazer algumas fotos dos mockups do #clubeintrinsecos pra eles usarem nas redes sociais 😊 então vocês vão encontrar fotos feitas por mim lá no insta, no facebook, twitter e site da editora ✨ fiquei muito feliz porque foi a primeira vez que uma editora me contratou como fotógrafa 😌 amei fazer esse trabalho tão especial pra Intrínseca e espero que vocês gostem das fotos que fiz 🖤 ah, o livro do mês de dezembro é o construtor de pontes do @markuszusak (autor de a menina que roubava livros) e a caixinha veio cheia de surpresa (ecobag, pin, papel pólen e enfeites literários pra árvore) 😍 amei! Vocês já leram algum livro do autor?
  • montei essa página para marcar os filmes de natal/ano novo que pretendo ver até o dia 31/12 desse ano, inspirada na página que a @thebluemornings fez ✨ quais filmes vocês já assistiram até agora? Minha lista por enquanto é: esqueceram de mim, elf (3 vezes), simplesmente amor, como o Grinch roubou o natal e cartão de natal 🎄
  • Queria saber qual é a opinião de vocês em relação a blogs. Vocês ainda acessam? Sentem falta de mais conteúdo nesse formato? Ontem liberei no blog um post sobre essa fofura aí feita pela @janamith ✨ quem já viu? (O link está na bio).
  • spockinho lindo está passando pra desejar um ótimo final de semana e pra avisar que acabou de sair um post novo no blog 😌 (olha o espírito natalino me fazendo ficar mais presente no blog) ✨ quais os planos de vocês pra hoje?

instagram