LIVROS

PÅSKEKRIM: LIVROS PARA LER NESSA PÁSCOA

Ontem, logo após finalizar a leitura de um thriller (A Paciente Silenciosa), fui apresentada à uma tradição norueguesa: o Påskekrim. Até então nunca tinha ouvido falar nisso e, se a Stefie não tivesse feito uma publicação no seu instagram explicando o que era e o que ela planejava ler nessa época, provavelmente continuaria por mais um bom tempo sem saber da existência dessa tradição.

Påskekrim significa Easter crime (crime de Páscoa) e é o nome dado a tradição de ler “livros de crime” na Páscoa. Pesquisei um pouco sobre como tudo isso começou e encontrei esse post em um blog que explicou como – possivelmente – tudo isso começou. Em 1923, dois escritores noruegueses escreveram um livro chamado “The Bergen train was robbed in the night” (tradução livre: o trem Bergen foi roubado durante à noite) e aproveitaram que a Páscoa iria cair no dia primeiro de abril para fazer uma brincadeira e promover o lançamento do livro: fizeram um anúncio na primeira página do principal jornal da Noruega com o título do livro “O trem Bergen foi roubado durante à noite” como se fosse uma notícia e, é claro, isso acabou chamando a atenção de todos os leitores que realmente acreditaram que o trem havia sido roubado. Foi mais ou menos como aconteceu com o livro A guerra dos mundos quando foi narrado na rádio em 1938 e deixou vários ouvintes apavorados achando que nosso planeta estava sendo atacado. Uma estratégia muito esperta, mas muito perigosa também.

Fiquei tão curiosa e interessada por essa tradição que procurei alguma edição desse livro em inglês, mas até agora não encontrei (se alguém achar me avisa?). De qualquer forma, pra entrar no clima e viver um pouquinho dessa tradição, resolvi indicar quatro livros que falam sobre crimes (ficção e reais) que li recentemente e adorei e também compartilhar o que pretendo ler nos próximos dias.

Lady Killers: assassinas em série é um livro de não ficção que nos apresenta, como o próprio título diz, a história de mulheres que cometeram assassinatos em série. Ontem liberei no canal um vlog de leitura desse livro, mas pretendo fazer uma resenha em vídeo e em texto em breve. É uma leitura muito incômoda e muito interessante que levanta um questionamento muito importante: porque quase não ouvimos falar sobre assassinas em série e porque não damos tanta atenção quanto aos assassinos.

A Darkside trouxe pro Brasil uma edição muito linda e cheia de conteúdo extra incluindo dicas de outros livros, filmes, documentários e até mesmo clipes musicais que abordam o tema. Uma leitura muito recomendada pra quem tem interesse na área de criminologia, psicologia e comportamento humano.

Um estudo em Charlotte é uma releitura jovem adulto contemporânea das aventuras de Holmes e Watson. Esse livro é protagonizado pelos tataranetos da dupla de detetive mais famosa (ou uma das mais famosas) do mundo e a história se passa no colégio que ambos estudam nos Estados Unidos. Pouco tempo depois de Charlotte Holmes e James Watson se encontrarem pela primeira vez, um aluno é encontrado morto no dormitório e, como ambos tinham desavenças com esse garoto, eles se tornam os principais suspeitos do crime. Eu publiquei um vídeo resenha desse livro há algumas semanas lá no canal (e compartilhei um pouquinho da minha vontade de ser detetive).

A paciente silenciosa é um livro que devorei há exatamente um dia. Ele ainda não foi lançado aqui no Brasil – o lançamento está previsto para maio desse ano e já está em pré-venda -, mas tive a sorte de receber uma cópia antecipada da editora Record e acabei pegando pra ler esse final de semana. Fui surpreendida com a história e fiquei bem feliz com a experiência.

Alicia Berenson é a principal suspeita do assassinato de seu marido, mas desde que foi encontrada em estado de choque na cena do crime, Alicia não falou nenhuma palavra (nem confirmando ser a culpada nem alegando sua inocência). Theo Faber é um psicoterapeuta forense que decide se aproximar e ajudar Alicia a voltar a falar.

A história é contada intercalando trechos do diário de Alicia com tentativa de aproximação de Theo Faber. Adorei esse formato de narrativa e acho que deu muito certo pra essa história. Vou falar mais sobre ele em um vídeo no canal, mas já adianto que recomendo, é óbvio!

Lady Killer é uma história em quadrinhos protagonizada por uma “mãe perfeita” (no melhor estilo de família de comercial de margarina) que trabalha secretamente como assassina de aluguel. Um dos detalhes que chamou minha atenção é que, ao contrário do que é “esperado” das mulheres que cometem assassinatos em série, a protagonista, Josie Schuller, não é nada cuidadosa em relação a deixar a cena do crime sem sangue. Ela não usa métodos como envenenamento. Ela parte pra cima mesmo com armas etc.

Uma notícia muito incrível: a Darkside já comprou os direitos desse quadrinho e logo logo irá anunciar o lançamento dele aqui no Brasil (sim, isso é praticamente uma notícia de primeira mão!)

E, por fim, Ted Bundy – um estranho ao meu lado é o livro que pretendo ler nos próximos dias nesse clima de Påskekrim. Mais um lançamento incrível e perturbador da Darkside Books que entrou pra minha estante. Ah, também pretendo assistir ao documentário disponível na Netflix sobre ele. Alguém aí já viu? O que achou? Muito assustador?

Espero que vocês tenham gostado do post e se animado para dar uma chance aos livros que indiquei por aqui.

Quais os planos de vocês pra Páscoa?

Obrigada por tudo, pessoal!

xoxo

Posts relacionados

nenhum comentário + Comentários pelo Facebook
Post Anterior
abril 9, 2019

Deixe seu comentário

Instagram

  • Vocês preferem peças de roupas com estampa, lisa, listrada ou xadrez? Eu sempre amei roupas listradas, mas ultimamente tenho gostado mais de peças lisas e/ou com um detalhe bordado 😌
  • Quer ganhar esses itens de papelaria da #muji que aparecem na foto? 🙃
Já explico como vai funcionar esse concurso. Antes quero saber quem aí já assistiu o vídeo que liberei hoje de manhã no canal? (O link está na bio aqui do insta)
Bom, esses produtinhos da muji foram enviados para mim pela @plataforma81 há um tempo para presentear algum seguidor 😌 pra concorrer ao kit (um caderno pautado A5, um notepad pontado tamanho mini, uma régua, uma borracha, um marca texto ponta retrátil laranja, uma caneta preta apagável ponta 0.4 e seis canetas de gel ponta 0.38 nas cores preta, blue, sky blue, red, pink e sakura), basta ser seguidor aqui do meu perfil e comentar dizendo porque ganhar esse kit a deixaria mais feliz 😌
Não é obrigatório marcar nenhum amigo aqui nos comentários, mas se você gosta do meu trabalho e quiser me ajudar a crescer, sinta-se à vontade para fazer um “comentário extra” me apresentando/indicando pra algum amigo que possa gostar do meu conteúdo ✨ ah e eu super indico que vocês sigam a @plataforma81 🖤 já fiz várias compras no site tudo veio direitinho. Lá vocês encontram produtos de papelaria trazidos diretamente do Japão 🇯🇵 amo muito!
O resultado de quem vai ganhar o kit vai ser divulgado nos Stories no dia 22/04/2019.
  • o que vocês fazem quando estão entediados? Eu abro um livro 🖤 
Quero indicar - de novo - pra vocês um um clube do livro que eu faço parte e amo: o #intrinsecos 😌 expliquei como ele funciona lá nos Stories, mas vou explicar resumidamente por aqui também. A @intrinseca tem um clube de assinatura em que todo mês os participantes recebem uma caixinha em casa com um livro inédito em uma edição exclusiva (amo!), uma revista que expande o universo daquele livro, um marcador de páginas e um brinde exclusivo que tem a ver com a história do livro 🖤 existem dois planos de assinatura: o anual (fidelidade de um ano) e o padrão que você pode cancelar qualquer hora sem pagar multa 🤓 estou amando ver os livros do clube juntinhos e sempre fico curiosa tentando descobrir qual vai ser o próximo título e qual cor vou encontrar na caixinha ✨ • publi 🖤🍀
  • qual foi a última coisa que você fez que te deixou com o coração quentinho? A minha foi uma caneca de chá com leite hoje logo que acordei 😌
  • Você é uma pessoa detalhista? 😌 eu sou bastante e inclusive às vezes sinto que poderia ser menos 😶 • mudando de assunto, acabei de liberar no blog um post novo sobre uma tradição norueguesa chamada Påskekrim (conheci pela @stefiereads ). Alguém aí já ouviu falar? Além de falar sobre a tradição, indiquei alguns livros pra quem quiser passar a Páscoa que nem a maioria dos noruegueses 🙃
  • Me conte 3 coisas que fizeram você feliz recentemente? 😌 as minhas foram: 1. Finalizar a sexta temporada de F.R.I.E.N.D.S com o @hasegawaphoto ♥️ 2. Conseguir tirar essa foto no jardim de casa 🎃 e 3. Assistir Dumplin’ com mainha @zezinhaasouza 😌

instagram