The boy, the mole, the fox & the horse (Charlie Mackesy)

Quando fiquei sabendo da existência desse livro, não imaginava que iria me encantar tanto com ele quanto me encantei. Já quero começar esse post agradecendo a minha amiga querida Bia Alves que me mandou o livro de presente e tornou o meu dia – que começou com muito calor, dor de cabeça e tontura – muito mais legal e especial. Obrigada, BiaHarper Collins International. Amei muito.

the boy, the mole, the fox and the horse

Esse livro é uma obra de arte que, além de ser visualmente lindo, traz várias mensagens importantes. A história começa com um garotinho encontrando uma toupeira. Já no primeiro diálogo, a gente consegue sentir a beleza dessa história e sabe que é impossível terminar o livro sem ficar pensando no que acabamos de ler.

“Most of the old moles I know wish they had listened less to their fears and more to their dreams.”

A medida que eles vão andando, a raposa acaba se juntando a eles e, por fim, o cavalo também. É lindo acompanhar esse grupo se formando e toda essa conversa entre eles. Até quem fica mais em silêncio (a raposa) faz a diferença.

 “What is the bravest thing you’re ever  said?” asked the boy. “Help”, said the horse.

“When have you been at your strongest?” asked the boy. “When I have dared to show my weakness”.

“Asking for help isn’t giving up.” Said the horse. “It’s refusing to give up.”

O livro é todo escrito em nanquim com a letra do Charlie Mackesy. Por conta disso, algumas palavras são um pouquinho difíceis de ler, mas nada que tenha tornado a minha experiência incômoda ou algo do tipo. Pelo contrário, acho que isso trouxe uma beleza a mais pro livro e pra história. Em alguns momentos parecia que eu estava lendo o “livro original”, sabe?

As ilustrações também foram feitas em nanquim. Algumas ganharam cores lindas em aquarela, outras tiveram apenas algumas partes coloridas, mas todas são lindas e especiais. A única coisa que gostaria que fosse diferente são as páginas brancas. Acho que se elas tivessem um tom puxado mais pro creme ficaria ainda mais lindo, mas isso é apenas um detalhe e meu gosto. Tenho certeza de que o autor escolheu deixar assim por algum motivo e é isso que importa.

Esse é um livro que ganhou um lugar especial na minha estante e no meu coração. Amei a mensagem que ele passa de que pedir ajuda é um ato de coragem entre outras. É um livro que traz uma paz, sabe? Mostra que saúde mental é importante, que nós somos importantes e que nossa vida importa. Se pudesse, presentearia todo mundo com ele. Estou torcendo muito para alguma editora trazer ele pro Brasil para que mais pessoas tenham acesso a essa história e essas artes. Caso você tenha se interessado e queira comprar ele na Amazon, é só clicar aqui (meu link é de afiliado então ganho uma pequena comissão por compras feitas por ele).

Espero que tenham gostado dessa dica de livro e, pra fechar o post, vou usar uma frase do cavalo que é muito importante:

“Always remember you matter, you’re important and you are loved and you bring to this world things no one else can.” (Lembre-se que você importa, você é importante e amado e traz para esse mundo coisas que ninguém mais traz)

p.s.: apesar de ter lido esse livro pela primeira vez ontem, ele me deixou nostálgica porque me fez pensar no Ursinho Pooh. Será que mais alguém sentiu ou vai sentir isso com esse livro?

Melina Souza

Melina Souza

compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no pinterest

Comente!

14 comentários em “The boy, the mole, the fox & the horse (Charlie Mackesy)”

  1. Que livro mais fofo *-*
    Um quentinho no coração no meio desse calor que dois ventiladores não dão conta – mas pelo menos hoje não fiquei com tontura por isso.

    Amei o vídeo que você colocou no fim do post. Mostra bastante carinho com seus leitores, um belo diferencial. Se bem que ter um blog hoje em dia já é um diferencial…

    Salvei na minha wishlist que não termina nunca, hehe. Quantos mais livros [que a gente vai ler] melhor, né?
    Ah, tinha dois ebooks da Darkside que a gente leu no Infinistante por R$ 13 na Amazon essa semana, bateu uma nostalgia <3

    Esse livro parece um diário, pelo menos foi com essa impressão que fiquei. Ele me lembrou o diário da Lucy no filme “Como Se Fosse A Primeira Vez”, desse mesmo jeitinho. Se você não assistiu vale super a pena.

    Fiquei tão inspirada com seu post que acho que vou fazer algumas páginas assim no meu Moleskine.

    Não vou mandar abraços porque está muito calor pra isso.
    =*

    1. Aaaah que comentário mais amor! Fiquei feliz lendo ele do começo ao fim, chuchu ♡
      Esse livro é quentinho no coração demais. Depois que terminei ele, fiquei relendo algumas páginas, admirando algumas ilustrações…não quero ficar longe. Me inspirou tanto que fiz as fotos no mesmo dia em que li. Só não atualizei ontem porque não deu mesmo.
      Feliz em saber que gostou dele também :)
      E feliz que gostou do detalhe do vídeo no final do post. Tava com receio que não desse certo, mas no final das contas ficou como eu tinha imaginado. Espero que o pessoal que ler o post também goste.
      Aposto que suas páginas vão ficar lindas *-* o autor do livro compartilha muitas artes no Instagram dele. Acho que você vai curtir e ficar bem inspirada se der uma olhada.
      Beijinhos e um ventinho pra refrescar nesse calor absurdo que tem feito :*

  2. Livro apaixonante e post encantador, amei demais e esse videozinho ficou muito lindo! Adorei o livro e a mensagem que ele passa e, assim como você , me lembrei do ursinho Puff e também daquele livro maravilhoso que vc e o Gui me deram Adivinha o quanto eu te amo ❤️😘

    1. Mainha linda, feliz que gostou do livro. Fiquei tão empolgada com ele que praticamente te contei tudo na hora que te vi hehe
      Amo esse livro que a gente te deu também <3
      Amo você :*

  3. Achei lindo a arte toda do livro. Desde a escrita do autor aos desenhos. Eu não li ursinho pooh então não sei rs

    Adorei seu esmalte Mel, você pintou uma unha de cada cor?! Estou pensando em comprar um esmalte marronzinho também. Mas não sei se vai ficar bom em mim rs

    1. Feliz que você gostou do livro (pelo menos pelo que consegui mostrar dele nesse post) :)
      Sim, eu tenho pintado as unhas com cores diferentes. Nesse dia eu estava com as unhas intercalando marrom escuro e um marrom mais claro. Hoje eu tô com uma unha de cada cor (marrom, verde, mauve, terracota e marrom claro). E se eu fosse você, experimentaria. Aposto que você vai curtir a cor em você ♡

  4. Eu fiquei encantada com as artes desse livro quando o vi no seu instagram, mas agora lendo esses trechos e suas palavras sobre ele fiquei realmente com vontade de ler a história! Vou deixar na minha lista de livros na Amazon, para comprar quando puder :)

    1. Eu tô torcendo muito pro preço dele ficar mais acessível e para ele ser lançado logo aqui no Brasil. É um livro lindo e necessário :)
      Feliz em saber que se interessou por ele, Nanda ♡ você vai amar :*

  5. Que livro lindo, que blog lindo e canal tbm!Mel, eu descobri teu trabalho essa semana quando pesquisava sobre dicas para começar a ler livros em inglês! Eu já li home alone essa semana, foi o primeiro q comprei ( pq sou iniciante na leitura em ingles) já estou em contato para comprar os volumes stories for a rainy days da Naela ali, e ja montei uma wish list enorme com todos os livros que tu indica , a maioria graphic novels que eu não sabia que exsitia( sim não sabia) e simplesmente estou encantada e muito empolgada para ler em inglês SERENDIPITY foi o que aconteceu com os graphic novels em minha vida! Convenci o marido a me presenntear com um kindle que ainda não chegou e estou lendo os simple de varios graphic novels no App do kindle : Anne Frank ( graphic novel) , good morning, good night , pumpkin heads e esroybtentando o christmas shopaholic ( um pouco mais travado pra mim por conta do vocabulario)e já li os simple de book love ,the tiny book and tiny stories, deep dark fears, the boy, the mole the fox e the horse assinei o Amazon unlimited no link q tu postou no stories do insta ontem. Tu realmente me influenciou digitalmente. Ahh e esse clima outonal, a fotografia q tu apresenta sao incríveis, me identifiquei muito. Parabéns pelo trabalho, agora vou me concentrar para escolher qual adquirir! Obrigada por espalhar o amor pela leitura e arte no geral!,

    1. Fiquei tão feliz com o seu comentário e de saber tudo isso ♡
      Esses dias reli uma graphic novel muito amorzinho que já indiquei algumas vezes, mas não sei se você já leu: Pumpkinheads da Rainbow Rowell e Faith Erin Hicks. Ela se passa no outono e é muito gostosinha de ler :)
      Muito obrigada por me acompanhar e pelo carinho :*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Rolar para cima