30. Set. 2014

Coleção Primavera-Verão Condor

Arquivado em: Moda

IMG_0312

Depois do sucesso da Coleção Outono Inverno (2014), a Rede Condor acaba de lançar a Coleção Primavera Verão (2015). A coleção traz peças inspiradas nas grandes tendências de moda – rendas, peças coloridas, neon/cítrico, floral etc. – a preços acessíveis com o objetivo de democratizar o acesso ao universo da moda.

A ideia é disseminar, de uma forma inovadora, o conceito de moda com estilo e também com economia (#cheapchic) para mostrar que é sim possível se vestir bem sem gastar muito.

Visitei um dos supermercados da Rede Condor para conferir a coleção e acabei montando dois looks para mostrar pra vocês:

IMG_0261

IMG_0328

IMG_0319

IMG_0270

IMG_0266

IMG_0275

IMG_0283

Esse vestido floral está disponível em outras cores (vermelho e azul) e ganhou meu coração por três motivos: o tecido dele é super leve, ele é super confortável com caimento ótimo e, além disso, amo estampa floral. Um detalhe que gostei muito foi o decote nas costas. Achei que deu um toque a mais.

IMG_0243

IMG_0236

IMG_0216

IMG_0215

IMG_0251

Quem me acompanha há muito tempo, sabe que 97% dos meus looks são compostos por saias e vestidos. Raramente uso calça ou shorts, mas esse macaquinho chamou a minha atenção e acabei não resistindo. Ele está disponível também nas cores preto e cinza, mas como boa parte do meu armário é composto por roupas nesses tons, decidi variar um pouquinho e escolhi esse azul. Acho essa cor linda para combinar com peças vermelhas.

Além da coleção cheia de peças lindas, a Rede Condor também tem mais duas novidades: o blog Moda Condor, onde compartilhará conteúdos sobre as principais tendências das estações e ofertas especiais da coleção, e a volta do aplicativo “Condor ou Grife” (já presente na Coleção Outono Inverno 2014), onde o usuário vê a foto e tenta adivinhar se o modelo está usando um look do Condor (com preços acessíveis) ou um look de grife. O aplicativo está disponível na fanpage do Condor e no blog.

Para conferir as novidades, não deixem de visitar o blog Moda Condor e seguir o Condor no instagram.

E aí, o que acharam das peças que escolhi? Essas são só algumas das várias roupas lindas da Coleção!

Obrigada por tudo, pessoal!

xoxo

mel_publi

Youtube  Instagram ❤ Twitter ❤ Facebook ❤ Bloglovin’ ❤ Pinterest ❤ Tumblr ❤ Goodreads  Flickr

29. Set. 2014

Caramelodrama Confeitaria & Cafe

Arquivado em: Culinária

IMG_0731

Já fazia alguns meses que estava louca para conhecer a confeitaria Caramelodrama. Desde que a minha mãe leu a história da Carolina Garofani, chefe e proprietária, que largou tudo para ir atrás dos seus sonhos movida pelo seu amor ao açúcar e a vontade de por a mão na massa, fiquei encantada pela tal da Caramelodrama e adicionei na listinha de “coisas para fazer antes da minha viagem”.

IMG_0797

Hoje, dia 29 de setembro de 2014, finalmente conheci, na companhia de mainha e do meu irmão Gui, esse lugar lindo, apaixonante, inspirador e delicioso. Imagina um lugar onde tudo (!) faz com que você sinta vontade de fotografar. Onde você se sente abraçado e com vontade de ficar por horas e horas. Então, esse lugar é o Caramelodrama Confeitaria & Cafe.

Claro que registrei vários cantinhos para que vocês possam sentir a magia e a beleza do lugar também, né? Se preparem que, pra variar, me empolguei com a câmera em mãos:

IMG_0692

IMG_0705

IMG_0726

IMG_0727

IMG_0700

IMG_0741

IMG_0747

IMG_0748

IMG_0750

IMG_0752

IMG_0754

IMG_0757

IMG_0729

IMG_0758

IMG_0723

IMG_0762

IMG_0765

IMG_0764

IMG_0721

IMG_0722

IMG_0761

IMG_0805

IMG_0730

IMG_0709

IMG_0712

IMG_0715

IMG_0807

IMG_0798

IMG_0799

IMG_0812

IMG_0796

IMG_0693

Como estávamos em três, escolhemos essa mesa verde menta do cantinho. Os motivos: 1. ela é verde-menta; 2. fica do lado de uma “parede-janela” e 3. estava chovendo (dia lindo). Preparados para ver as delícias que experimentamos por lá?

IMG_0733

IMG_0737

IMG_0766

IMG_0770

O Gui escolheu o Chocomelodrama (bolo de chocolate belga, mousseline de caramelo, calda de amarena, ganache de chocolate belga e calda de caramelo) e o Macchiato.

IMG_0783

IMG_0775

Mainha escolheu Millefoglie (massa folhada caramelada com crema paticcera, panna e frutas frescas) e Macchiato.

IMG_0777

IMG_0779

IMG_0771

E a minha escolha foi Maria Antonieta (chiffon de limão siciliano, mousseline de framboesa e limoncello, ganache branca ao limoncello e cobertura de chocolate branco belga) e suco orgânico de tangerina.

IMG_0782

IMG_0785

IMG_0790

“Na Caramelodrama tudo é amor. Todos os nossos produtos são feitos do zero, utilizando produtos orgânicos sempre que possível com os melhores ingredientes que podemos encontrar, e muito respeito à matéria-prima.”

Além da decoração maravilhosa, do ambiente acolhedor e do cardápio delicioso, outro ponto positivo é que eles trabalham com menos açúcar e absolutamente sem pré-prepados industriais, sem conservantes e aditivos químicos que fazem mal à saúde. Uma das propostas da Carolina Garafoni é criar alternativas mais saudáveis de sobremesas para que elas possam fazer parte do nosso cardápio com menos culpa.

IMG_0822

IMG_0839

Horário de funcionamento: de Segunda a Sábado das 10h00 às 19h00.

Endereço: Alameda Presidente Taunay, 434.

Telefone: (41) 3206-2271

Redes Sociais: Site | Instagram | Fanpage | Twitter | Blog

IMG_0824

IMG_0836

IMG_0828

E aí, quem já foi ou se animou para ir?

Obrigada por tudo, pessoal!

xoxo

Youtube  Instagram ❤ Twitter ❤ Facebook ❤ Bloglovin’ ❤ Pinterest ❤ Tumblr ❤ Goodreads  Flickr

29. Set. 2014

The Doodle Revolution (Sunni Brown)

Arquivado em: Livros são amor

IMG_0555

Da mesma forma que Ed Emberley, Sunni Brown defende a ideia de que qualquer pessoa pode aprender a desenhar, mas segue outro caminho: para ela, o desenho pode ser, mais do que uma forma de expressão, uma ferramenta para organizar e gerar ideias – seja em projetos pessoais, seja no trabalho; algo que nos ajuda a pensar.

IMG_0560

Com um estilo de escrita leve e uma abordagem bastante visual (e, naturalmente, um belo projeto gráfico), Sunni convida o leitor a participar da Doodle Revolution (algo como “Revolução do Rabisco“, embora a tradução não seja muito precisa), que combate a ideia de que rabiscar é “coisa de criança” e defende a prática como um instrumento para exercitar a criatividade.

O livro é praticamente um “curso”, que aborda desde a relação do rabisco com o pensamento criativo até aplicações práticas do pensamento visual em empresas.

IMG_0567

Sunni passa muita segurança e confiança quando conduz o leitor pelo tema, o que torna a leitura extremamente rica e prática – ao longo do livro há diversos exercícios que ajudam a assimilar conceitos. Mesmo quem não tem o hábito de desenhar (por insegurança, preguiça ou qualquer outro motivo) vai ficar com vontade de exercitar o “pensamento visual”.

IMG_0564

Quem me acompanha no Instagram já deve ter visto muitas anotações cheias de desenhos – algo que comecei a fazer com mais frequência depois de começar a ler The Doodle Revolution (não esperei a leitura acabar pra colocar as coisas em prática). Sunni promete ao leitor um conjunto de ferramentas fantásticas, e é exatamente o que ela dá.

IMG_0577

Infelizmente esse livro ainda não foi lançado no Brasil, por isso tive que comprar na Amazon – mas não é muito caro, a linguagem é acessível e a Amazon, como vocês sabem, é de confiança.

Fundamental para quem depende muito de criatividade no trabalho ou em atividades pessoais!

IMG_0581

ISBN 9781591845881 Editora Portfolio/Penguin Nota 5/5 Páginas 242

IMG_0565

Aperitivos (tradução livre)

“Ao invés de desviar nossa atenção de um tópico (o que nossa cultura acredita que acontece quando alguém rabisca), rabiscar serve como uma ‘atividade âncora’ – tarefa que pode ocorrer simultaneamente com outra – e como medida preventiva para evitar que a gente perca o foco em um tópico chato”.
(p. 18)

“Com o tanto de informação competindo pelos nossos cérebros hoje em dia, a maioria de nós precisa de toda a ajuda que conseguir”.
(p. 18)

“Tecnologia nos traz muitas oportunidades, mas também tem seus custos. Nossa atenção está constantemente fragmentada, nossa presença diante de outras pessoas, reduzida. Temos um constante senso se urgência que não vem acompanhado pela satisfação de ser produtivo”.
(p. 31)

Quem quiser me acompanhar em outras redes, é só seguir: Twitter ✎ Facebook ✎ Instagram  Tumblr  Youtube

Youtube  Instagram ❤ Twitter ❤ Facebook ❤ Bloglovin’ ❤ Pinterest ❤ Tumblr ❤ Goodreads  Flickr